terça-feira, 30 de junho de 2009

Cruzeirenses participam de capacitação em Libras

Os professores cruzeirenses Maria Jose do Vale, Maria Arlete Costa e Regina Gonçalves e o coordenador dos intérpretes no município, Jardel Batista participaram de um curso, em Rio Branco, realizado pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), para formar capacitadores em Libras, visando o fortalecimento, esclarecimento e divulgação da Língua Brasileira de Sinais no Estado e municípios.
Cleisson Costa

Os professores cruzeirenses Maria Jose do Vale, Maria Arlete Costa e Regina Gonçalves e o coordenador dos intérpretes no município, Jardel Batista participaram de um curso, em Rio Branco, realizado pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), para formar capacitadores em Libras, visando o fortalecimento, esclarecimento e divulgação da Língua Brasileira de Sinais no Estado e municípios.


O curso foi ministrado pelo professor surdo Paulo Bulhões, do Rio de Janeiro e também a participação do aluno surdo Silvanio Souza Silva, da escola São José, que será um dos futuros instrutores no município.

De acordo com o Art. 4o da Lei 10.436 de 24 de abril de 2002, o sistema educacional federal e os sistemas educacionais estaduais, municipais e do Distrito Federal devem garantir a inclusão nos cursos de formação de Educação Especial, de Fonoaudiologia e de Magistério, em seus níveis médio, superior e do ensino da Língua Brasileira de Sinais - Libras, como parte integrante dos Parâmetros Curriculares Nacionais - PCNs, conforme a legislação vigente.



segunda-feira, 29 de junho de 2009

Prefeitura de Cruzeiro do Sul paga metade do 13º nesta terça-feira


A partir desta terça-feira (30) os servidores públicos municipais de Cruzeiro do Sul poderão ir ao banco receber a primeira parcela do 13º salário de 2009. O prefeito Vagner Sales assinou a autorização para o pagamento nesta segunda-feira.

Mazinho Rogerio
A partir desta terça-feira (30) os servidores públicos municipais de Cruzeiro do Sul poderão ir ao banco receber a primeira parcela do 13º salário de 2009. O prefeito Vagner Sales assinou a autorização para o pagamento nesta segunda-feira.

Nesta primeira parcela a prefeitura está pagando 50% do décimo terceiro. O restante será liberado automaticamente no final do ano, mas, o servidor que desejar receber a segunda parcela antes de dezembro, pode solicitar na prefeitura que terá acesso.

O município de Cruzeiro do Sul emprega cerca de 1700 funcionários, entre efetivos, provisórios e cargos comissionados. Todos vão receber a metade do décimo terceiro nesta terça-feira. A prefeitura está aplicando 1 milhão de reais para efetuar o pagamento.

Vagner Sales disse que o pagamento antecipado só foi possível devido às economias feitas desde o início do ano. “Apesar estarmos trabalhando com um orçamento reduzido, foi possível organizar as finanças do município e garantir o direito dos trabalhadores de ter a metade do seu 13º agora no meio do ano” – ressaltou.

Integração Brasil-Peru: Ilderlei destaca pontos positivos do encontro de Pucalpa


O deputado Ilderlei Cordeiro (PPS-AC) registrou na tribuna da Câmara o Encontro Político Empresarial Integração Fronteiriça Acre-Ucayali, realizado no último dia 23 de junho, na cidade peruana de Pucalpa, entre representantes dos governos brasileiro e peruano, parlamentares e empresários dos dois países e do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty).

Brasília – O deputado Ilderlei Cordeiro (PPS-AC) registrou na tribuna da Câmara o Encontro Político Empresarial Integração Fronteiriça Acre-Ucayali, realizado no último dia 23 de junho, na cidade peruana de Pucalpa, entre representantes dos governos brasileiro e peruano, parlamentares e empresários dos dois países e do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty). Para o deputado que preside a Frente Parlamentar Brasil-Perú e tem dedicado parte do seu mandato à integração comercial e cultural entre os dois países foi um encontro que marcou, ainda mais, a história da região do Juruá.

O encontro empresarial transfronteiriço, na opinião do parlamentar, foi de grande importância para o desenvolvimento de uma região historicamente isolada, e trará excelentes resultados para o Acre e, em especial para os municípios do Juruá que convivem com o custo de vida mais alto do país. Ilderlei Cordeiro voltou a defender o comércio aéreo Cruzeiro do Sul/Pucalpa e o estabelecimento de compromissos para a efetiva redução dos entraves à integração, possibilitando a implantação de fluxo regular de transporte aéreo para cargas e passageiros entre as duas regiões.

Diante da necessidade de comunicação entre Cruzeiro do Sul/Pucalpa, o deputado Ilderlei Cordeiro propôs recentemente ao Ministério da Agricultura o alfandegamento do novo Aeroporto de Cruzeiro do Sul, e conseguiu, em 2007, a aprovação de uma emenda de R$ 220 milhões na Comissão de Viação e Transportes para a continuidade da obra de pavimentação da BR 364 até Boqueirão da Esperança que dá acesso á cidade de Pucalpa. “Infelizmente o recurso federal foi acolhido parcialmente, mas o DENIT já iniciou estudos para propiciar a ligação terrestre entre as duas regiões” – garantiu.

Como resultado prático do encontro, o deputado Ilderlei Cordeiro destacou a necessidade de fixar uma agenda de trabalho para iniciar a implantação do eixo comercial, turístico e de integração, tais como a implantação de uma linha aérea regular internacional, condições favoráveis para o transporte aéreo regional, a imediata internacionalização dos aeroportos de Pucalpa e Cruzeiro do Sul, e a implementação de tarifas aeroportuárias. “As partes concordaram também realizar estudos sobre a rota turística Amazônia-Andes-Pacífico através do Plano de Marketing Conexão Pucalpa/Cruzeiro do Sul, que proporcionará um antigo sonho da população cruzeirense” – comemorou Ilderlei.

(Assessoria)



sábado, 27 de junho de 2009

Prefeito de Porto Walter recebe alta médica



Depois de três dias internado na UTI do Hospital do Juruá, o prefeito Neuzari Pinheiro recebeu alta médica e retorna ao seu Município. O prefeito foi internado as pressas no final da tarde de terça feira dia (23), quando sofreu um infarto em Porto Walter e foi transferido em um avião fretado para Cruzeiro do Sul.

Francisco Rocha

Depois de três dias internado na UTI do Hospital do Juruá, o prefeito Neuzari Pinheiro recebeu alta médica e retorna ao seu Município. O prefeito foi internado as pressas no final da tarde de terça feira dia (23), quando sofreu um infarto em Porto Walter e foi transferido em um avião fretado para Cruzeiro do Sul.

O médico Cardiologista Márcio Messias, que atendeu o Prefeito, disse que o infarto aconteceu em uma pequena parede do coração, mas não foi grave, o que possibilitou com mais rapidez a sua recuperação.

Em decorrência do estado de saúde do prefeito todas as atividades programadas para a festa de comemoração do 17º aniversário da cidade, na quinta feira dia 25 de junho, foram canceladas. Neuzari passou momentos de dificuldade e depois de passar por vários exames cardiológicos foi liberado pela equipe médica.

O prefeito Neuzari Pinheiro tem enfrentado nos últimos tempos uma série de problemas, principalmente com a Justiça, que o afastou por mais de 90 dias do comando do município.
Mesmo com as dificuldades Neuzari garante que vai honrar os votos que garantiram sua reeleição.
“Nossa certeza é que temos realizado importantes investimentos para melhorar a vida da nossa população. Recebemos um município num caos e com muito trabalho conseguimos mudar a situação da população da cidade, além de investir na melhoria da qualidade de vida da população ribeirinha”, disse o prefeito.

Binho faz avaliação positiva do encontro de governadores no Tocantins



O governador Binho Marques se disse satisfeito com o resultado do V Fórum de Governadores da Amazônia, encerrado nesta sexta-feira, 26, em Palmas (TO). A Carta de Palmas, documento-síntese do encontro, adotou a proposta defendida por Marques de incluir os projetos de recuperação e conservação de estradas vicinais no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Este foi um ponto bem apoiado pelos governadores", disse Marques.

Edmilson Ferreira

Fórum avançou na defesa dos interesses amazônicos, com destaque para propostas de compensação ambiental, FPE Verde e inclusão de ramais no PAC

O governador Binho Marques se disse satisfeito com o resultado do V Fórum de Governadores da Amazônia, encerrado nesta sexta-feira, 26, em Palmas (TO). A Carta de Palmas, documento-síntese do encontro, adotou a proposta defendida por Marques de incluir os projetos de recuperação e conservação de estradas vicinais no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Este foi um ponto bem apoiado pelos governadores", disse Marques.

Outros temas, como regularização fundiária, a questão da redistribuição de impostos na geração de energia elétrica, das políticas ambientais, do plano estratégico da bacia dos rios Araguaia e Tocantins foram debatidos no fórum. Na próxima semana, os governadores estarão em Brasília em busca de apoio para o projeto de redistribuição do ICMS da geração de energia e pela aprovação do FPE Verde não apenas como compensação pelos serviços ambientais prestados pela Amazônia, como também para redução do impacto dos cortes Fundo de Participação dos Estados.

Os Estados defendem o dispositivo REDD (Redução de Emissão de Gases do efeito estufa provenientes de Degradação e Desmatamento) buscando compensação por serviços ambientais pelo desmate evitado. O objetivo é aproximar o pensamento dos governos amazônicos com o do Governo Federal, especialmente o do Palácio do Itamaraty, que vê na questão ameaça à soberania nacional.

REDD pode vir a ser uma alternativa rentável para reduzir o desmatamento. REDD propõe evitar queimadas e, ao manter as florestas, assegurar os serviços ambientais que estas oferecem. Representa, assim, um "investimento do bem", ao proteger de maneira integral o patrimônio natural. Como outros mercados, um interessado poderá compensar suas emissões comprando créditos de quem ainda tem o que conservar.

Quanto à regularização fundiária, Marques lembrou o trabalho do Instituto de Terras do Acre (Iteracre) que tem avançado nessa questão. Os governadores querem ampliar a participação dos Estados no processo e pedem aceleração dos convênios que efetivem a questão. "A Carta representa o que é prioridade hoje para os governadores da Amazônia Legal.

Um grande avanço entre nós foi construir um consenso, o que não é fácil, e fazer com que nossas decisões aqui tomadas aconteçam", disse o governador do Acre. Marques defendeu que haja uma agenda contínua entre um fórum e outro, para que as discussões e decisões sejam agilizadas.

Cruzeiro do Sul aposta em intercâmbio com Pucalpa, no Peru



“Quem mais vai ganhar com essa integração, com certeza, são as populações de Cruzeiro do Sul e de Pucalpa”, declarou o prefeito cruzeirense Vagner Sales, durante visita ao Peru, nessa quinta-feira.



“Quem mais vai ganhar com essa integração, com certeza, são as populações de Cruzeiro do Sul e de Pucalpa”, declarou o prefeito cruzeirense Vagner Sales, durante visita ao Peru, nessa quinta-feira.

Um dos integrantes da delegação de 140 acreanos que visitaram o Departamento de Ucaiali, essa semana, o prefeito participa da criação de um intercâmbio comercial e cultural na região fronteiriça entre brasileiros e peruanos. A deputada estadual acreana Antônia Sales (PMDB), que nasceu no Peru e vive no Brasil há muitos anos, recebeu ontem em Ucaiali o título de “Filha Predileta”.

“Já participei de outros encontros aqui em Pucalpa, e junto com nossas autoridades brasileiras, a gente encerra aqui, hoje, mais esse encontro, consciente de que a partir de agora teremos resultados concretos”, declarou Vagner Sales.

Para o prefeito de Cruzeiro do Sul, município acreano onde o quilo do tomate muitas vezes ultrapassa o preço de R$ 7,00, brasileiros e peruanos agora deram um passo maior, “para quebrar, como diz a deputada Antônia Sales, o ‘muro’ que separa o Brasil e o Peru, nessa fronteira tão próxima”.

Depois de recente encontro entre o presidente peruano Alan Garcia e Lula, em Rio Branco, chega a vez de governadores de estado, senadores, deputados federais, prefeitos e empresários quebrarem a barreira burocrática que impede a venda de produtos peruanos em Cruzeiro do Sul e a venda de produtos peruanos em Pucalpa, distante apenas 25 minutos, por via aérea, do Vale do Juruá. Vagner Sales conta que para isso tem sido fundamental também, a boa vontade demonstrada pelo presidente da Assembléia Legislativa do Acre, deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB).

Casada com o prefeito Vagner Sales, com quem tem três filhos, a deputada estadual Antônia Sales emocionou-se ao receber o título de Filha Predileta. “Isso representa muito para mim. Não tenho palavras para mensurar esse distintivo tão honrado que me foi entregue pelo povo que me viu nascer. Significa que eu tenho que trabalhar mais pelo meu povo do Brasil, que me acolheu, me abraçou, e me elegeu. Principalmente o povo de Cruzeiro do Sul, e de todo o Vale do Juruá. Trabalhar para dar mais orgulho a eles, e ao mesmo tempo ao meu povo daqui de Ucaiali, que vê uma cidadã daqui brilhando em outro lugar”, declarou a deputada.

Ela conta que vê a integração Brasil-Peru como um sonho que se torna realidade. De acordo com a parlamentar, só faltava mesmo quebrar a burocracia. Antônia conta que “nunca se viu uma comitiva tão grande. Realmente existe uma boa vontade de quebrar as barreiras, quebrar as burocracias que impedem que esses dois povos se unam”.

Em retribuição, o governo de Ucaiali promete uma delegação de cerca de 300 pessoas em Cruzeiro do Sul durante a feira de negócios Expo Juruá, em agosto. Se por um lado os cruzeirenses se interessam por produtos peruanos como frutas, legumes e cimento, por outro os peruanos não escondem o desejo de exportar a carne bovina do Vale do Juruá.

Mas para isso uma série de barreiras precisa ser superada. O Aeroporto Internacional de Cruzeiro do Sul precisa, por exemplo, da instalação de um setor alfandegário e de armazéns frigoríficos. Após a conclusão da BR-364 em 2010, ligando Cruzeiro do Sul a Rio Branco, o novo desafio será estender a rodovia a cidades peruanas. Apenas 800 quilômetros separam o Acre do Oceano Pacífico.

Dílson Ornelas

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Gladson aposta no intercâmbio Cruzeiro-Pucalpa.



Depois de três dias junto esta semana com a comitiva acreana que visitou a cidade de Pucalpa,na Amazônia peruana,o deputado Gladson Cameli garantiu,ontem em Cruzeiro do Sul,que a integração do vale do Juruá com esta região do Peru,”é uma exigência econômica e social que só trará benefícios para ambos os lados”.



Depois de três dias junto esta semana com a comitiva acreana que visitou a cidade de Pucalpa,na Amazônia peruana,o deputado Gladson Cameli garantiu,ontem em Cruzeiro do Sul,que a integração do vale do Juruá com esta região do Peru,”é uma exigência econômica e social que só trará benefícios para ambos os lados”.

O deputado a acreano reiterou que há uma enorme interesse da própria população local para que o intercâmbio se consolide,”já que todos só tem a lucrar em qualquer dos níveis e setores da atividade econômica”.

Gladson insistiu que cabe agora ao Brasil diminuir paulatinamente as barreiras alfandegárias e burocráticas propriamente ditas para que esta região fronteiriça do Juruá, ”possa efetivamente intensificar suas relações de troca com todo o Departamento de

Ucayali e particularmente sua capital, a cidade de Pucalpa”. Segundo ele, os deputados da bancada acreana que acompanharam a comitiva se comprometeram em fazer um esforço concentrado em Brasília para que o Governo brasileiro encontre formas de facilitar e abrandar as exigências aduaneiras para que o comércio se fortaleça e se consolide. ”O primeiro passo começa por reativar a linha aérea entre Pucalpa e Cruzeiro do Sul e retomar o status internacional do aeroporto de Cruzeiro do Sul com a reorganização da alfândega local”.

O deputado informou que no encontro em Pucalpa com as autoridades peruanas ficou acertado acelerar o processo de integração econômica e social com a reativação das trocas nos setores comercial e cultural, ”que apesar de todas as dificuldades se mantiveram vivos e lucrativos durante décadas”. E lembrou ainda da posição estratégica de Cruzeiro,fim de linha da BR 364,e Pucalpa,início da Transcarretera que chega a lima,na costa do Pacífico.Com as dificuldades ambientais atuais para a consolidação da ligação terrestre Cruzeiro-Pucalpa,segundo Gladson, a solução será retomar a ligação aérea e baratear custos para um maior fluxo de produtos.

“ Para o deputado, existe uma enorme perspectiva econômica na troca de carne brasileira por hortifrutigranjeiros do Departamento de Ucayali,” que pode ser estimulada em curtíssimo prazo, dependendo da boa vontade e empenho das partes interessadas”. Outro setor de interesse imediato,de acordo com o parlamentar,é o turístico,”já que Macchu Picchu se tornou uma das maiores atrações turísticas do mundo,e pode aumentar este fluxo com a chegada de brasileiros via Cruzeiro do Sul”.

Gladson enfatizou,no entanto, que a soja brasileira e o fosfato peruano ,”podem representar o elo definitivo para a consolidação de um corredor dado o alto grau de lucratividade dos 2 produtos.Uma comitiva peruana de cerca de 300 representantes ficou de visitar Cruzeiro do Sul durante a Expo-Acre Juruá deste ano.

Quase duas mil toneladas de drogas são incineradas no Acre



No Dia Mundial de Combate às Drogas e como parte da programação da 11ª Semana Nacional sobre Drogas no Acre quase duas mil toneladas de entorpecentes foram incineradas em Rio Branco nesta sexta-feira. São 1700 quilos de maconha e cocaína que passaram pelos exames preliminar e definitivo.

Viviane Teixeira


Atividade faz parte da Semana Nacional Sobre Drogas


De acordo com o superintendente regional da Polícia Federal no Acre, Luiz Carlos Calazane, a droga é fruto das operações de apreensão nas fronteiras do Estado com o Peru e a Bolívia. “Com o apoio das demais forças policiais estamos intensificando nosso trabalho de repressão em relação ao narcotráfico”.

O superintendente enfatizou ainda que a quantidade incinerada de droga no Acre é a segunda maior do país, perdendo apenas para o Mato Groso. “De 2006 para 2008 aumentamos em 100% a quantidade de entorpecente apreendida”.

A Polícia Federal e a Secretaria de Estado de Segurança, através da Polícia Militar e Civil, e a Polícia Rodoviária Federal realizam um trabalho na área ostensiva e preventiva e também com serviços de inteligência, inclusive com aumento do efetivo e de equipamentos.

O tenente coronel Júlio César, representando o comando da PM, acompanhou a operação e destacou o fortalecimento das ações na área de fronteira. “Trabalhamos para diminuir o tráfico de drogas na região”.
Durante essa semana foram realizadas diversas atividades com o objetivo de conscientizar as pessoas em relação aos malefícios do uso de drogas. Alunos da rede pública participaram de caminhadas, oficinas e palestras.

“Nosso trabalho é fazer com que as pessoas não procurem as drogas. E para isso, é preciso o envolvimento das famílias, igrejas, imprensa e dos órgãos de repressão. Ser feliz é estar com a mente limpa”, destacou o presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes, Mário Elder.

Fotos: Sergio Vale

AMAJ alerta para necessidade de proteção das águas



A Organização Não Governamental "Amigos das Águas do Juruá (AMAJ)", fundada em 2006, para defender os recursos hídricos e lutar pela proteção das águas dos rios, lagos e igarapés da bacia do Juruá, desenvolve um trabalho de conscientização para o perigo do assoreamento e o desmatamento das matas ciliares que pode comprometer até o abastecimento da população.


A Organização Não Governamental "Amigos das Águas do Juruá (AMAJ)", fundada em 2006, para defender os recursos hídricos e lutar pela proteção das águas dos rios, lagos e igarapés da bacia do Juruá, desenvolve um trabalho de conscientização para o perigo do assoreamento e o desmatamento das matas ciliares que pode comprometer até o abastecimento da população.

A ONG funciona com apoio do Fundo Brasileiro da Biodiversidade (FunBio) que disponibilizou recursos no valor de R$ 49 mil, utilizados na compra de computadores, mesas, máquina fotográfica e um motor de 20 HP e canoa para viagens ao longo dos rios.

Um dos idealizadores da AMAJ é o líder seringueiro e ativista ambiental, Antonio de Paula, que chegou à região em 1950 e dedicou sua vida a organização dos seringueiros, participando diretamente da criação da Reserva Extrativista do Alto Juruá e da Associação dos Agricultores e Seringueiros da Reserva (Asareaj) que realizou grandes investimentos beneficiando a comunidade nas áreas de saúde, educação, comunicação e produção.

"Antigamente, durante todo o verão, navegavam rebocadores e alvarengas de duas proas. Hoje, as balsas estão ficando lá embaixo por falta de água no Rio Juruá que está secando. É uma realidade. Esta hidrovia tem sofrido as conseqüências dos abusos cometidos contra a natureza ao longo dos tempos, sendo necessário alguém de coragem para enfrentar esta situação, fazendo um trabalho de educação continuada, senão a situação será ainda mais caótica no futuro", disse Antonio de Paula.

Nestes dois anos de trabalho a AMAJ realizou estudos e a identificação de áreas problemáticas nos municípios da região, além de palestras de conscientização para a necessidade de proteger e impedir a derrubada das matas ciliares, que ficam localizadas na beira dos rios e igarapés e sua derrubada prejudica o eco-sistema.
Segundo Antonio de Paula, há 60 anos atrás, tinha um rebocador que pegava 100 toneladas de borracha e navegava até a Foz do Rio Bajé, dentro do Tejo. Atualmente, na época da seca, não anda nem batelão de 2 mil quilos, pois na vazante quem entrou só volta se for empurrando o barco.

O ambientalista destaca que as matas ciliares são um sistema de defesa dos rios contra o assoreamento e as imundices.
“ É como os cílios dos nossos olhos, elas protegem as águas da poluição. É preciso orientar a população para não jogar lixo - animais mortos, tambores, sacolas de plástico - no leito do rio. Muitas vezes os descuidos e maus tratos com os rios são feitos por ignorância", disse.

Igarapés que cortam a cidade e o interior também estão com as matas ciliares desmatadas e as águas poluídas, diz Antonio de Paula, que mostra um grande número de sacolas na praia e no local onde o igarapé se encontra com o rio.

"O Boulevard e o São Salvador estão sendo poluídos pela população que joga lixo nos leitos destes igarapés. No São Salvador, por exemplo, é coletada a água para distribuição na cidade, apesar da poluição. No Canela Fina, que na verdade é o Sacado da Alemanha, foram feitas represas, prejudicando as matas da beira do igarapé que morreram. O Ministério Público e o IBAMA notificaram estes proprietários para retirar as barragens, mas na verdade houve um grande prejuízo pois o igarapé secou e quem ficou prejudicado foram os usuários das águas do igarapé", finalizou.

A atual diretoria da AMAJ está composta pelos seguintes membros: Leôncio Cerqueira, diretor Geral; Antonio de Paula, suplente e atual diretor em exercício; Sergilene de Araujo, diretora de finanças; Luiz Ferreira, Diretor Técnico e Secretário Geral; Jardson, suplente; Lindomar Rezende é assessora técnica.

Advogados cruzeirenses implantam Banca de advocacia



Um grupo de advogados, liderados pelo advogado cruzeirense Otoniel Turi, visitaram o município na semana anterior para conhecer as instalações do Poder Judiciário, Fóruns, Delegacias, Ministério Público, Defensoria Pública e brevemente instalar em Cruzeiro do Sul uma filial da Banca de Advocacia que já funciona em Rio Branco e prestar serviços na área do Direito Cível, Criminal, Tributário e Trabalhista.



Um grupo de advogados, liderados pelo advogado cruzeirense Otoniel Turi, visitaram o município na semana anterior para conhecer as instalações do Poder Judiciário, Fóruns, Delegacias, Ministério Público, Defensoria Pública e brevemente instalar em Cruzeiro do Sul uma filial da Banca de Advocacia que já funciona em Rio Branco e prestar serviços na área do Direito Cível, Criminal, Tributário e Trabalhista.

A Banca é formada pelos advogados Dr. Patrick Carvalho (Criminalista), Dra.Isa bela Datela (Direito de Família), Dr. José Luiz Gondim (Direito Tributário), Dra.Isnail da Silva (Direito Trabalhista) Dr Kelmy e Dr. Otoniel (causas Cíveis, Empresariais e Bancárias). Além da advocacia a banca vai oferecer assessoria jurídica, palestras, consultoria e advocacia preventiva para empresas.

"É um momento de muita satisfação estar retornando a minha cidade natal para prestar nossos serviços de advocacia e desta vez acompanhado de colegas especialistas em várias áreas do Direito. Fomos bem recebidos e percebemos que Cruzeiro do Sul tem bons juízes, delegados, promotores, defensores públicos, além de bons colegas advogados", disse o Dr. Otoniel Turi.

Segundo o advogado o mercado da advocacia no Juruá não está saturado, principalmente pela recente ligação rodoviária com os municípios de Tarauacá e Feijó, além da proximidade com os municípios de Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Mâncio Lima e Rodrigues Alves. “Fazemos uma advocacia diferente, pois entendemos que advogar não é só receber o cliente propor a ação, é prestar contas ao cliente de tudo que acontece", disse.

A advogada Isnailda também é cruzeirense e retorna ao seu município depois de sete anos. " Fui Para Rio Branco em busca de um grande sonho que hoje se tornou realida- de e queremos prestar um bom trabalho para a sociedade cruzeirense", disse.
A Advogada Isabela Datela ressaltou que está no Acre há três anos, trabalhando em Rio Branco e agora está chegando a Cruzeiro do Sul para prestar um serviço de qualidade e conquistar uma boa clientela.

O advogado Patrick Carvalho, que também é acreano, destacou a parceria com o Dr. Otoniel Turi, afirmando que o objetivo da implantação da banca em Cruzeiro do Sul é fazer uma advocacia humanista onde o cliente é tratado como parceiro.
A nova Banca de Advocacia será inaugurada brevemente.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Reeducando foge durante banho de sol no campo de futebol



O reeducando Jardisson, vulgo Piolho, fugiu da Unidade de Recuperação Social Manoel Neri, no final da tarde desta quinta feira (25), quando os reeducandos do Pavilhão (A), que ficam no antigo prédio da penitenciária e são considerados de melhor comportamento estavam no banho de sol no campo de futebol que fica ao lado do presídio.

Francisco Rocha


O reeducando Jardisson, vulgo Piolho, fugiu da Unidade de Recuperação Social Manoel Neri, no final da tarde desta quinta feira (25), quando os reeducandos do Pavilhão (A), que ficam no antigo prédio da penitenciária e são considerados de melhor comportamento estavam no banho de sol no campo de futebol que fica ao lado do presídio.

O preso, que cumpre pena pelo crime de furto, aproveitou um descuido dos agentes penitenciários, saiu correndo e entrou na mata.

Ao perceber que o Piolho estava fugindo os agentes ainda tentaram pegá-lo, mas ele foi mais rápido e se embrenhou na imensa floresta que cerca o presídio.
Um reforço da Polícia Civil e Militar foi acionado, mas até o início da noite o fugitivo ainda não havia sido localizado.
Fotos: Aureo Neto


Miritizal é o novo Projeto de Assentamento do Juruá



O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) realizou audiência pública, na quinta-feira (18), para esclarecer a forma de posse das famílias do novo Projeto de Assentamento do Vale do Juruá, localizado no bairro Miritizal.



O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) realizou audiência pública, na quinta-feira (18), para esclarecer a forma de posse das famílias do novo Projeto de Assentamento do Vale do Juruá, localizado no bairro Miritizal.

A Audiência aconteceu na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cruzeiro do Sul (STR) com a participação de representantes do IBAMA, do Secretário Municipal de Agricultura, além dos moradores.

Sebastião Alencar, presidente do STR de Cruzeiro do Sul, destacou que a criação do Projeto de Assentamento foi um pedido do sindicato ao Governo Federal, através do INCRA, visando melhorar a vida dos trabalhadores que ali vivem da agricultura familiar e já não tinham mais como desenvolver sua agricultura.
"Agora, com o projeto de assentamento, os moradores vão ser donos das terras", destacou.

O seringal Miritizal era de propriedade de César Queiroz e foi comprado pelo Governo Federal em 2006. O INCRA realizará a posse das famílias que moram na área.
Segundo o Chefe da Unidade Avançada do Alto Juruá, Valter Barbosa, o Projeto de Assentamento Miritizal tem 5.064 hectares, com capacidade para abrigar 200 famílias. Mas, hoje, no bairro Miritizal existem 331 famílias.

A demarcação do projeto será feita há uma distancia de 500metros da margem do Rio Juruá e todas as famílias que residem na área frontal ficarão sobre responsabilidade do Município. Dentro do programa do novo projeto de assentamento está incluída a construção de escola, posto de saúde e abertura de ramais.

"Apenas as famílias que já moram no local e sobrevivem da agricultura familiar serão beneficiadas com um lote de terra. As demais permanecerão em seus devidos lugares", disse Valter Barbosa.

As famílias que forem beneficiadas com um novo lote de terra, poderão permanecer também com a residência onde moram.
O Governo Federal vai investir R$ 13.200,00 para que os novos posseiros possam se instalar e fazer uma nova moradia.

Vereador Luiz do Correio leva água tratada à moradores do Remanso



Mais de 20 famílias do bairro do Remanso foram beneficiadas com rede de água tratada, graças ao apoio do Vereador Luiz do Correio, que garantiu todo o material , adquirindo, inclusive a mão de obra. A rede de água tem uma extensão de 200 metros e foi instalada pelos próprios moradores.


Mais de 20 famílias do bairro do Remanso foram beneficiadas com rede de água tratada, graças ao apoio do Vereador Luiz do Correio, que garantiu todo o material , adquirindo, inclusive a mão de obra. A rede de água tem uma extensão de 200 metros e foi instalada pelos próprios moradores.

A rede de água é puxada do poço artesiano de um frigorífico que fica na estrada que dá acesso ao Porto Fluvial. Com a obra os moradores, além de serem beneficiados com a água tratada, ainda foram remunerados para a instalação da mesma. A maioria dos moradores vive há mais de 15 anos na mesmo localidade e nunca tinham recebido água tratada em suas residências.

O vereador Luiz do Correio (PTN) disse que o apoio dado aos moradores é sinal do seu compromisso com o povo que lhe elegeu.

" Este será meu compromisso. Trabalhar pela melhoria do povo da minha cidade. Fico satisfeito em trazer água potável e sadia para estas famílias que carregavam há muitos anos, água de mais de 500 metros de distância, de poços que não tinham muita higiene'', disse o vereador



Prefeitura e Governo do Estado iniciam operação tapa buracos em Rodrigues Alves



Os serviços de recuperação das ruas de Rodrigues Alves tiveram início esta semana. A prefeitura solicitou o apoio do Governo do Estado para realizar a Operação Tapa Buracos no município.


Os serviços de recuperação das ruas de Rodrigues Alves tiveram início esta semana. A prefeitura solicitou o apoio do Governo do Estado para realizar a Operação Tapa Buracos no município.

Máquinas e homens do DERACRE começaram os serviços pela avenida principal da cidade que estava em péssimas condições de tráfego. Em cada trecho que estava danificado a equipe está fazendo o aterro com barro em seguida compactando com asfalto.
Para os moradores de Rodrigues Alves, a expectativa é de que a parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura possa melhorar a infra-estrutura do município. O comerciante Jeremias Cavalcante, afirmou que está otimista com os trabalhos durante o verão.

"Sabemos que a Prefeitura, só, pode não dar conta de tanto serviço que foi provocado pelo inverno forte que danificou as ruas da cidade e com a parceria do estado esperamos que as ruas sejam recuperadas para melhorar nosso município" - disse o comerciante.

O Prefeito Burica disse que a parceria com o Governo tem sido fundamental para a realização dos trabalhos em Rodrigues Alves. "Graças a essa parceria e ao apoio dos deputados Thaumaturgo Lima, Henrique Afonso e do senador Tião Viana, vamos recuperar todas as ruas e abrir outras durante o verão deste ano e, no próximo mês, vamos fazer a licitação para uma obra muito esperada pela população. O canal do Igarapé que cruza a zona urbana e vai mudar o aspecto da nossa cidade" - ressaltou o prefeito.


O vice-prefeito, Neri Magalhães, disse que o objetivo é deixar as principais ruas da cidade recuperadas para o aniversário de fundação do município. "Queremos que nossa população tenha mais conforto e um bom acesso às suas casas, e que as pessoas que vieram participar da festa de aniversário do município, que será no dia 25 de julho, possam se sentir bem" - afirmou o vice-prefeito.



Binho Marques participa nesta sexta-feira do V Fórum de Governadores da Amazônia Legal



O governador Binho Marques participa nesta sexta-feira, 26, de dois eventos importantes no contexto de desenvolvimento da região Amazônica. Trata-se do V Fórum de Governadores da Amazônia Legal e a 5ª Reunião Ordinária do Condel/Sudam - Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia. Os dois encontros serão realizados no Palácio Araguaia, em Palmas, Tocantins.

Encontro será realizado em Tocantins, com o objetivo de fortalecer as políticas de desenvolvimento sustentável


O governador Binho Marques participa nesta sexta-feira, 26, de dois eventos importantes no contexto de desenvolvimento da região Amazônica. Trata-se do V Fórum de Governadores da Amazônia Legal e a 5ª Reunião Ordinária do Condel/Sudam - Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia. Os dois encontros serão realizados no Palácio Araguaia, em Palmas, Tocantins.

Os nove governadores da Amazônia Legal brasileira participam do encontro, além de ministros, palestrantes e representantes de ministérios.

O governador do Tocantis, Marcelo Miranda, abre os trabalhos às 8 horas com café da manhã aos participantes da reunião do Condel/Sudam, cujas atividades serão iniciadas às 8h30. Às 10h15 terá início o Fórum de Governadores com os demais gestores dos estados que compreendem a região da Amazônia Legal - Roraima, Amazonas, Acre, Pará, Amapá, Maranhão, Mato Grosso e Rondônia.

A reunião dos conselheiros da Sudam tratará da política de apoio à pesquisa de desenvolvimento de novas tecnologias; do andamento da elaboração do PRDA - Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia e assuntos referentes ao FNO - Fundo Constitucional do Norte.

Fórum

Quanto ao fórum de governadores, que ocorre das 10h15 às 13h45, o objetivo é fortalecer a política de desenvolvimento sustentável. Para isso, serão discutidos mecanismos de cooperação regional, nacional e internacional que contemplem, por exemplo, a remuneração por serviços ambientais, investimentos em educação, saúde, energia, transporte e produção do conhecimento.

Durante o evento será realizada a 3ª Reunião da CGPAS - Comissão Gestora do Plano Amazônia Sustentável, que será presidida pelo ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Mangabeira Unger. Também será ministrada a palestra "O Estágio Atual das Negociações Internacionais em Mudança de Clima", pelo embaixador extraordinário de Mudanças Climáticas do Itamaraty, Sérgio Serra. Outro tema apresentado no evento será "O Enfrentamento da Crise", pelo subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Ao final do encontro, previsto para às 12h30, haverá debate entre os governadores.

O V Fórum resultará na Carta de Palmas, um documento que será elaborado e assinado pelos novos governadores da Amazônia Legal a partir das discussões do evento e que norteará as ações dos respectivos estados e será lida ao final do evento.




Congresso de Hematologia e Hemoterapia reúne especialistas de todo o país



Cada estado brasileiro está representando no 2º Congresso Panamazônico de Hematologia e Hemoterapia, além da participação de países como Bolívia, Peru, Colômbia e Estados Unidos.


Golby Pullig


Quatro países são representados no evento que reúne profissionais de diversas áreas da saúde

Cada estado brasileiro está representando no 2º Congresso Panamazônico de Hematologia e Hemoterapia, além da participação de países como Bolívia, Peru, Colômbia e Estados Unidos. Na abertura, na noite desta quarta-feira, no auditório da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO) profissionais médicos de diversas especialidades reconhecem a importância do congresso para difundir as experiências e trocar conhecimentos sobre o tema associado também às áreas de psicologia hospitalar, odontologia, enfermagem, análises clínicas.

Em torno de 800 pessoas estão inscritas no congresso que acontece até o dia 27, sábado, com a realização de outros eventos paralelos como o lançamento do programa de doação de medula óssea no Estado, encontro de diretores de hemocentros e Encontro Macrorregional da Hemovigilância promovido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“O Acre mostra que está preparado para realizar eventos de grande porte na área da saúde. Isto movimenta a cena científica e este movimento traz outros movimentos”, diz o secretário de Saúde, Osvaldo Leal, citando a atualização dos profissionais e a implantação de serviços mais qualificados como o que podem ser verificados nos hemonúcleos de Cruzeiro do Sul, que está em fase final de implantação, de Brasileia, que está em funcionamento, e de Rio Branco, a sede da hemorrede do Estado. “A rede está se expandindo com qualidade”.

De forma prática, a população irá sentir o reflexo das discussões em torno do diagnóstico e tratamento das doenças relatadas em consultórios clínicos e pediátricos como as anemias, parasitoses intestinais, doenças hemorrágicas, leucemia e doenças comuns na Amazônia como a malária, inserida da especialidade de hematologia tropical. “O congresso estimula a criação de grupos de estudo na área de hematologia e hemoterapia com a vinda de pessoas de diversas especialidades de todo o país. Esta região é muito carente destas discussões”, avalia o presidente do congresso, Dr. Dennis Fujimoto.

O congresso é o primeiro a ser promovido pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (ABHH), instituição resultante da fusão da Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e o Colégio Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. O evento continua hoje de 8 às 18 horas, no auditório da FAAO. O lançamento do programa de doação de medula óssea no Acre será no dia 27, com a presença do coordenador nacional do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), Luiz Fernando Bouzas que irá proferir palestra sobre o tema.


Exército leva saúde a ribeirinhos e realiza patrulhamento no Juruá



O barco Dr. Pytagoras ancorou no porto da cidade de Cruzeiro do Sul nesta terça-feira (23) com uma equipe de 78 militares que participaram de uma operação na região do Baixo Juruá. Durante uma semana, profissionais do exercito, da área de saúde, fizeram atendimentos em 5 comunidades do município de Guajará, no Amazonas, e realizaram em parceria com o IBAMA e a Polícia Federal ações de fiscalização.

MAZINHO ROGERIO


O barco Dr. Pytagoras ancorou no porto da cidade de Cruzeiro do Sul nesta terça-feira (23) com uma equipe de 78 militares que participaram de uma operação na região do Baixo Juruá. Durante uma semana, profissionais do exercito, da área de saúde, fizeram atendimentos em 5 comunidades do município de Guajará, no Amazonas, e realizaram em parceria com o IBAMA e a Polícia Federal ações de fiscalização.

Mais de 2 mil procedimentos foram efetuados em comunidades do Rio Juruá e no afluente Boa Fé. Em cada localidade foram feitos atendimentos clínicos e odontológicos e exames laboratoriais. De acordo com a prescrição dos médicos foram entregues medicamentos para os pacientes.

Os médicos que participaram da operação explicaram que, a falta de informação das pessoas que moram em comunidades distantes dos centros urbanos em relação à prevenção, faz as doenças causadas por verminoses serem as mais encontradas na região, principalmente em crianças. O aspirante Tarso Barbosa, chegou com a certeza de que é preciso melhorar a assistência aos ribeirinhos. “Encontramos crianças sempre descalças o que facilita contrair doenças. Percebemos que nos últimos anos melhorou muito a assistência nessas comunidades, mas é preciso a parceria de todas as instituições de saúde para melhorar a assistência para a população ribeirinha” – disse o médico.

Na operação de patrulhamento realizada em parceria com homens do IBAMA e da Polícia Federal foi feita a fiscalização em uma extensão de mais de 55 quilômetros por terra e via fluvial. Duas apreensões de carne de animais silvestres foram efetuadas, um total de 450 quilos de carne. Três pessoas foram autuadas pelo IBAMA, por abate de animais, e tiveram os utensílios, espingardas, barcos e motores retidos.

UMAM escolhe a mais bela dos bairros de Cruzeiro do Sul



As belas candidatas foram escolhidas em concorridos desfiles realizados nos diversos bairros da cidade, fazem os últimos preparativos para o grande dia e aguardam ansiosas para adentrarem à passarela da AABB, no concurso de beleza que promete ser um dos mais difíceis para os jurados pelo nível de beleza das concorrentes.



A União Municipal das Associações de Moradores (UMAM) realiza neste sábado próximo (27), na Associação Atlética Banco do Brasil, o Concurso Garota Beleza no Bairro, que vai escolher a mais bela cruzeirense entre mais de 20 representantes dos bairros de Cruzeiro do Sul.

As belas candidatas foram escolhidas em concorridos desfiles realizados nos diversos bairros da cidade, fazem os últimos preparativos para o grande dia e aguardam ansiosas para adentrarem à passarela da AABB, no concurso de beleza que promete ser um dos mais difíceis para os jurados pelo nível de beleza das concorrentes.

Rosa Oliveira, 18 anos, é representante do Cruzeirinho Novo, estudante da Escola DHR e tem como sonho fazer a faculdade de Direito.

Jaqueline Maia, 15 anos, é representante do Aeroporto Velho, estudante da Escola DHR e tem como sonho quer cursar uma faculdade.

Suliane Barbosa, 17 anos, é representante do Telégrafo, estuda na Escola Valério Caldas e seu sonho é ser dançarina.

Sulamita Azevedo, 16 anos, é representante do Saboeiro, estuda na Escola DHR e seu sonho é ser cantora.

Joceli Páscoa, 16 anos, é representante do Miritizal, estuda na Escola Craveiro Costa e seu sonho é viajar e conhecer o mundo.

Cleiciane Ferreira, 17 anos, é representante da Várzea, estuda na Escola Flodoardo Cabral e cursar a faculdade de Direito é seu grande sonho.

Marta Freitas, 17 anos, é representante da 25 de Agosto, já concluiu o ensino médio e sonha fazer a faculdade de Engenharia Florestal.

Michele Melo, 17 anos, é representante do Santa Teresinha, estuda na Escola Flodoardo Cabral e seu maior sonho é cursar Medicina.

Carine da Costa, 17 anos, é representante do Formoso, estuda na Escola Valério Caldas e sonha em participar do Concurso Miss Universo.

Nívea Barbosa, 18 anos, é representante da Cobal, estuda na Escola Craveiro Costa e que seu sonho é ser médica.

Ivine Luiza, 15 anos, é representante da Escola Técnica, estuda na Escola Flodoardo Cabral e seu sonho é casar com Tafarel.

Mirian Jenifer, 15 anos, é representante do São José, estuda na Escola Flodoardo Cabral, sonha em ser modelo profissional.

Naiane Lima, 15 anos, é representante do Remanso, estuda na Escola Craveiro Costa e ainda está pensando em qual vai ser o seu grande sonho.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Empresários se animam com integração em Pucallpa



A comitiva que foi à cidade peruana de Pucallpa buscando a integração entre a região e o Estado do Acre não era formada apenas por políticos. Mais de 50 empresários acreanos também participaram do evento, a maioria do Vale do Juruá, outros da capital acreana e apesar das diferenças todos concordaram em um ponto, investir no mercado pucalpino é uma alternativa viável e lucrativa.


A comitiva que foi à cidade peruana de Pucallpa buscando a integração entre a região e o Estado do Acre não era formada apenas por políticos. Mais de 50 empresários acreanos também participaram do evento, a maioria do Vale do Juruá, outros da capital acreana e apesar das diferenças todos concordaram em um ponto, investir no mercado pucalpino é uma alternativa viável e lucrativa.

Nesta quarta, 24, os empresários se reuniram com autoridades e representantes de órgãos estaduais e federais do Brasil e Peru para discutir a melhor forma de fazer essa integração. De acordo com o presidente da Federação Comercial do Acre, Adem Araújo, as duas regiões possuem produtos que interessam a ambas e devem com urgência viabilizar negócios.

Para o deputado federal Gladson Cameli (PP) não apenas Cruzeiro do Sul, mas todas as cidades que formam o Vale do Juruá iriam se beneficiar com a compra de produtos de hortifruti produzidos no Peru, já que haveria uma redução nos preços. "Hoje, quando estamos no período de inverno e a BR -364 se torna quase impossível de trafegar, o quilo dos alimentos pode chegar a R$ 8,00, um absurdo". No lado peruano, a necessidade é de carne bovina que tem produção em grande escala no lado brasileiro da fronteira.

Algumas questões que emperram a solução deste caso como a falta de uma linha aérea ou via terrestre entre as cidades e as questões de alfandegamento e fiscalização também estiveram em pauta. Representantes da empresa aérea peruana StarPeru participaram do encontro e demonstraram interesse no estabelecimento de uma linha regular de vôos entre os países, não apenas para fazer transporte de cargas, mas de passageiros criando uma nova rota turística.

O turismo, aliás, foi um ponto amplamente discutido. De acordo com o secretário de Turismo, Cassiano Marques, a ampliação de rotas turísticas que levem acreanos para os países vizinhos ou vice-versa tem sido uma das prioridades. Ele disse que o governo do Estado do Acre tem visto como benéfico o estreitamento das relações nessa região extrema da floresta amazônica. O secretário aproveitou ainda para convidar os produtores do Peru para participarem da ExpoJuruá, no final de agosto, com o objetivo de despertar nos acreanos um interesse maior pela cultura andina. "Temos no Acre uma grande quantidade de pessoas que viajam para outros lugares do país e queremos apresentar a elas uma alternativa mais econômica e agradável".

A empresa brasileira Expresso Araçatuba vislumbrou uma possibilidade de bons negócios no transporte de cargas e mantimentos para o Peru e vice-versa. Porém, para que tudo isso aconteça é preciso a mobilização de diversos segmentos. Nesse ponto é que entra a bancada de parlamentares federais acreanos. Segundo a líder do bloco, Perpétua Almeida (PC do B), é consenso entre os deputados que essa integração é necessária para o desenvolvimento da área fronteiriça. "A gente percebe em todas essas reuniões que tem ocorrido nos últimos dias que precisamos dialogar com os órgãos federais, mas a bancada está unida e há esse entendimento de que se for necessário mudar a legislação aérea e o que mais for preciso para melhorar a qualidade de vida do nosso povo nós vamos lutar para fazer".

Nos próximos dias a bancada deverá marcar uma série de reuniões com a Infraero, Anvisa e a Superintendência da Receita Federal. Além disso, o governo do Estado se comprometeu a construir um terminal de cargas no aeroporto internacional de Cruzeiro do Sul para receber e enviar produtos. O Encontro Político Comercial entre Cruzeiro do Sul Pucallpa termina nesta quinta, com uma rodada de reuniões com empresários peruanos.

Texto: Yuri Marcel

Foto: Odair Leal

Agência Aleac

César Messias acompanha obras em Feijó



Parque Ambiental do Buritizal será entregue no começo do próximo ano
O vice-governador, César Messias, acompanhado do prefeito de Feijó Juarez Leitão visitou as obras de construção do primeiro Parque Ambiental do município, o Parque Buritizal. O projeto está sendo desenvolvido em parceria entre o Governo do Estado e prefeitura, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES III).

Viviane Teixeira

Parque Ambiental do Buritizal será entregue no começo do próximo ano
O vice-governador, César Messias, acompanhado do prefeito de Feijó Juarez Leitão visitou as obras de construção do primeiro Parque Ambiental do município, o Parque Buritizal. O projeto está sendo desenvolvido em parceria entre o Governo do Estado e prefeitura, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES III).

O parque está localizado na área da antiga pista de pouso, no centro da cidade, e servirá como alternativa de lazer aos moradores de Feijó. De acordo com o secretário de Obras, Eduardo Vieira, os equipamentos são baseados na arquitetura das casas de Feijó. A previsão é de que o parque esteja concluído nos primeiros meses do próximo ano.

Já estão sendo construídas as quadras poliesportivas. Também fazem parte do projeto a construção de calçadas, a elaboração do paisagismo e iluminação diferenciada, quiosques e área para circulação de ciclistas e pedestres. Uma praça também será construída com recursos da emenda parlamentar da deputada Perpétua Almeida.

Para o prefeito os munícipes serão contemplados com o espaço de lazer construído em uma área de quatro hectares em uma região rica em árvores de buriti e açaí. “Essa obra representa muito para Feijó, por ser o primeiro parque ambiental da cidade”. Juarez Leitão destacou ainda que os benefícios já podem ser observados com a geração de emprego e renda. Nessa primeira etapa da construção do parque cerca de 70 pessoas estão trabalhando.

A visita foi acompanhada pelos deputados federais Gladson Cameli, Perpétua Almeida e Nilson Mourão, deputados estaduais, Moises Diniz e Walter, e também pelo senador Tião Viana. “São investimentos como esse que elevam a qualidade de vida das pessoas”, concluiu o vice-governador César Messias.

Transporte de mercadorias para Cruzeiro do Sul, via fluvial, só no próximo inverno



Uma balsa com o último carregamento de farinha, desse período em que se encerra o inverno na região do Juruá, deixa o porto da cidade de Cruzeiro do Sul nesta quarta-feira (25) com destino à cidade de Manaus. Os empresários do ramo de transporte fluvial de mercadorias, que trabalham para o alto Juruá, estão suspendendo os serviços devido o baixo volume de água.

Mazinho Rogerio


Uma balsa com o último carregamento de farinha, desse período em que se encerra o inverno na região do Juruá, deixa o porto da cidade de Cruzeiro do Sul nesta quarta-feira (25) com destino à cidade de Manaus. Os empresários do ramo de transporte fluvial de mercadorias, que trabalham para o alto Juruá, estão suspendendo os serviços devido o baixo volume de água.

Nesse momento já é quase impraticável a navegação de grandes embarcações no rio Juruá e o abastecimento do mercado de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do estado do Acre, que durante o inverno é feito via fluvial fica comprometido. Esta semana os comerciantes começaram a suspender o transporte pelo de produtos pelo rio.
Enquanto é possível navegar as balsas só param para o embarque e desembarque de mercadorias. A embarcação que deixa a cidade nesta quarta-feira, realizou quatro viagens durante o inverno.

A última, vindo da cidade de Manaus, teve chegada em Cruzeiro do Sul no dia 14 deste mês sem nenhum imprevisto, mas, o proprietário, Thiago Freire, afirma que arriscar uma nova viagem para a região, nesse momento, é correr risco de ter prejuízos.
A balsa com um carregamento de farinha deixa o porto da cidade de Cruzeiro do Sul nesta quarta-feira. A embarcação, considerada de médio porte, tem capacidade para 500 toneladas de carga, mas, por precaução, para não correr risco de ficar no meio caminho, vai seguir viagem com 300 toneladas de farinha, 40% a menos de sua capacidade total.

Algumas balsas com cargas ainda estão seguindo de Manaus e Porto Velho em direção ao Alto Juruá. Os comerciantes acreditam que, se o rio se mantiver com o nível que está no momento por mais uma semana ainda é possível a chegada ao porto de Cruzeiro do Sul, mas, se o volume de água baixar mais um pouco, poderão ser obrigados a fazer o que eles chamam de, transbordo de mercadorias, descarregar as balsas com embarcações menores em pontos rasos do Juruá.


Ilderlei pede a rejeição do projeto que unifica o fuso horário brasileiro



O deputado Ilderlei Cordeiro (PPS-AC) conclamou aos parlamentares das regiões Sul, Nordeste e Centro-Oeste para que se manifestem contra o projeto de lei do senador Artur Virgílio (PSDB-AM) que unifica a fuso horário brasileiro. A matéria tramita na Comissão de Relações Exteriores do Senado, em decisão terminativa, e deve chegar nos próximos dias à Câmara dos Deputados para ser analisado e votado.


Brasília – O deputado Ilderlei Cordeiro (PPS-AC) conclamou aos parlamentares das regiões Sul, Nordeste e Centro-Oeste para que se manifestem contra o projeto de lei do senador Artur Virgílio (PSDB-AM) que unifica a fuso horário brasileiro. A matéria tramita na Comissão de Relações Exteriores do Senado, em decisão terminativa, e deve chegar nos próximos dias à Câmara dos Deputados para ser analisado e votado.

A unificação do fuso horário brasileiro, explicou o deputado, causará inúmeros transtornos para a população acreana que ainda não conseguiu assimilar o novo horário imposto recentemente no Acre, Amazonas e parte do estado do Pará que diminuiu de duas para uma hora a diferença do fuso em relação ao horário oficial de Brasília. “Ao contrário de vários estados que contam com horários definidos, no Acre é preciso levar em consideração alguns fatores. O nascer do sol na Amazônia, por exemplo, chega com duas horas de atraso em relação aos estados de outras regiões do país” – explicou.

Ilderlei Cordeiro disse que no Acre a população reclama todos os dias da medida que mudou o fuso horário e que há, inclusive, uma coleta de assinaturas para convocar um referendo para que a sociedade possa se manifestar sobre a decisão que mexeu com o cotidiano das pessoas. “A mudança do fuso horário acreano era apresentada como uma alternativa viável para o comércio e a comunicação. Agora com a proposta radicalizada de unificação total dos fusos horários, a população se mostra estarrecida e contrariada” – afirmou o deputado.

Ao usar a tribuna da Câmara, Cordeiro fez um veemente apelo aos colegas pela rejeição do projeto de lei do senador Artur Virgílio, por entender que a unificação do horário brasileiro representará inúmeros transtornos para o Acre, afetando negativamente a economia e até mesmo a saúde da população. “Não entendo porque de uns tempos prá cá, a mudança de horário do Acre e dos demais estados da Amazônia tomou de conta do Senado com tanta rapidez, sem que fosse levada em consideração a opinião da sociedade. Isso é muito lamentável” – finalizou.
(Assessoria)

Lei contra Infanticídio pode ser votada hoje da Comissão de Direitos Humanos e Minorias



O PL 1057/2007, conhecido como Lei Muwaji, poderá ser votado hoje na Comissão de Direitos Humanos e Minorias. A reunião está marcada para as 14 horas, no Plenário 9 da Câmara dos Deputados. A relatora é a deputada Janete Pietá (PT/SP), que vota pela aprovação com substitutivo. Grupos como o Movimento Cristão Jovem estarão presentes para acompanhar a votação.



O PL 1057/2007, conhecido como Lei Muwaji, poderá ser votado hoje na Comissão de Direitos Humanos e Minorias. A reunião está marcada para as 14 horas, no Plenário 9 da Câmara dos Deputados. A relatora é a deputada Janete Pietá (PT/SP), que vota pela aprovação com substitutivo. Grupos como o Movimento Cristão Jovem estarão presentes para acompanhar a votação.

O Projeto de Lei, de autoria do deputado Henrique Afonso (PT/AC), dispõe sobre o combate a práticas tradicionais nocivas e à proteção dos direitos fundamentais de crianças indígenas, bem como pertencentes a outras sociedades ditas não tradicionais.

Em algumas tribos, crianças são assassinadas em casos como: falta de um dos genitores, gestação múltipla; se forem portadores de deficiências físicas e/ou mentais; por preferência de sexo; breve espaço de tempo entre gestações; em casos de exceder o número de filhos considerado apropriado para o grupo; quando as crianças possuem algum sinal ou marca de nascença que os diferencie dos demais; quando estes são considerados portadores de má-sorte para a família ou para o grupo; entre outras.

Para o deputado Henrique Afonso, é preciso garantir os direitos fundamentais da criança, já preestabelecido em diversas leis e convenções. “É imprescindível destacar que todas as crianças encontram-se sob a proteção da própria Constituição Federal de 1988, que em seu artigo 227, garante o direito à vida e à saúde a todas as crianças.

Além da Constituição, ainda temos o Estatuto da Criança e do
Adolescente, o Código Civil, entre outros. O Estado brasileiro deve atuar no sentido de amparar todas as crianças, independentemente de suas origens, gênero, etnia ou idade, como sujeitos de direitos humanos que são. Obviamente, as tradições são reconhecidas, mas não estão legitimadas a justificar violações a direitos humanos”, explica o deputado. Ressalta ainda, o sofrimento por parte dos pais que, muitas vezes, não desejam tais práticas, mas acabam obrigados a se submeterem a decisões do grupo, tendo, assim, seus próprios direitos humanos violados como, por exemplo, sua integridade psíquica.

De acordo com o PL, se um grupo, depois de conhecer os meios de evitar as práticas tradicionais nocivas, não demonstrar vontade de proteger suas crianças, entende-se que a criança deveria ser encaminhada, provisoriamente, a instituições de apoio, governamentais ou não, na tentativa de ainda conseguir a aceitação da família ou do grupo. Se esta tentativa for frustrada, então existe a alternativa da adoção.

Segundo dados da FUNASA, entre a etnia Yanomami, o número de homicídios elevou o coeficiente de mortalidade infantil de 39,56 para 121, no ano de 2003. Ao todo, foram 68 crianças vítimas de homicídio, naquele ano. No ano seguinte, 2004, foram 98 as crianças vítimas de homicídio (erroneamente divulgado como infanticídio).

O nome "Lei Muwaji" é uma homenagem a uma mãe da tribo dos Suruwahas, que se rebelou contra a tradição de sua tribo e salvou a vida da filha, que seria morta por ter nascido deficiente.

O Infanticídio é mais uma bandeira de luta do FENASP – Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política.
Josiane Lanzarin Spengler – Assessora de Comunicação do FENASP

Recepção a acreanos em Pucallpa é calorosa



Eram pouco mais de quatro da tarde em Rio Branco, quando a Comissão que defende a integração entre Acre e Peru chegou à cidade de Pucallpa, província de Ucayalli. No aeroporto várias pessoas esperavam ansiosas para recepcionar os "hermanos brasileños".

Eram pouco mais de quatro da tarde em Rio Branco, quando a Comissão que defende a integração entre Acre e Peru chegou à cidade de Pucallpa, província de Ucayalli. No aeroporto várias pessoas esperavam ansiosas para recepcionar os "hermanos brasileños". Bandeiras dos dois países tremulavam e uma apresentação de dança folclórica havia sido preparada, ratificando não apenas a fama da boa receptividade peruana, mas também o desejo por um intercâmbio cultural, político e econômico mais estreito.

Embora apenas 25 minutos de avião separem Cruzeiro do Sul de Pucallpa as cidades permaneceram por anos afastadas mesmo tendo necessidades em comum que poderiam estar sendo supridas em conjunto. O grande problema continuava sendo a falta de uma iniciativa forte para restabelecer esses laços. Quase 100 anos depois da assinatura do acordo que delimitou as fronteiras entre Brasil e Peru finalmente os dois países parecem estar prontos para romper novamente essas barreiras por um bem comum.

A iniciativa, capitaneada pela Assembleia Legislativa e apoiada pelos Governos Federal e Estadual e a Prefeitura de Cruzeiro do Sul, além de empresários da região, foi responsável, nesta terça, 23, pelo segundo ato no estabelecimento de relações entre a região. De acordo com o presidente do Parlamento estadual acreano, deputado Edvaldo Magalhães (PC do B), essa ação será imprescindível para o crescimento das localidades. "Temos a obrigação política e moral de derrubar essas barreiras e homenagear os acordos que foram feitos 100 anos atrás".

Cruzeiro do Sul sofre problemas com o abastecimento de produtos de hortifruti, o quilo do tomate pode chegar a R$ 8 em determinadas épocas do ano. Pucallpa, em contrapartida, não tem esse problema, mas sofre com a falta de carne bovina, produto abundante no vizinho brasileiro. O estabelecimento de relações comerciais reduziria os custos dos produtos para ambas cidades.

Para o presidente regional de Ucayalli, Jorge Velásquez Portocarrero, é um absurdo que até hoje isso ainda não tenha ocorrido. Ele era um dos mais animados com a realização do evento. "Não justifica que o Brasil, país tão grande, tenha tão pouco comércio com o Peru. Nessa região temos um problema comum que é a pobreza e temos muito que aprender e compartilhar".

O Encontro Político Comercial pela Integração entre Cruzeiro do Sul e Ucayalli irá durar até quinta, com debates que visam superar as barreiras comerciais, a criação de medidas para a integração aérea e estabelecimento de relações políticas e empresariais entre os países.

Yuri Marcel - Agência Aleac

Nauas empata em jogo amistoso internacional


A primeira partida disputada pelo Nauas em território estrangeiro vai ficar na historia do clube e nas lembranças dos jogadores que atuaram ontem, em Pucalpa, contra o Deportivo Hospital.

Por JAIRO BARBOSA, de Pucalpa - Peru

A primeira partida disputada pelo Nauas em território estrangeiro vai ficar na historia do clube e nas lembranças dos jogadores que atuaram ontem, em Pucalpa, contra o Deportivo Hospital.

A partida, realizada no estádio Ahardo Soria Perez, na capital do departamento de Ucayali contou com a presença ilustre de autoridades dos dois países. Cerca de cinco mil torcedores assistiram ao jogo que terminou empatado em 1 x 1.
Pelos lados dos donos da casa, o destaque foram o meia Monte Verde e o atacante Oranio, autor do gol do time peruano. Os brasileiros atuaram com muita disposição, e a imprensa peruana rasgou elogios ao improvisado zagueiro Doni e ao goleiro Saraiva. Mas foi o atacante Gringo quem empatou a partida.

O Deportivo Hospital, time que atualmente disputa a Copa do Peru, referente a segunda divisão do futebol peruano, abriu o placar aos 29 minutos da etapa inicial, depois que o meia Monte Verde avançou pela esquerda, invadiu a área e encontrou Oranio livre dentro da área. O atacante só teve o trabalho de escorar e correr para junto da eufórica torcida peruana.

O Nauas só conseguiu chegar ao empate aos 21 da etapa final, depois que o técnico Adelcimar Carvalho efetuou três alterações na equipe.

Numa cobrança de falta na intermediaria, Ítalo desviou na primeira trave, a bola tocou no travessão e sobrou para Gringo igualar o placar e dar números finais á histórica partida.

Intercambio

O jogo fez parte da programação da visita da comitiva acreana da integração que foi ao Peru iniciar o processo de abertura da integração entre os dois países. O vice governador Cesar Messias, o presidente da Aleac, Edvaldo Magalhães e o deputado estadual Zé Carlos, foram algumas das autoridades acreanas que prestigiaram o evento.

Transmissão internacional

A Radio Integração FM, de Cruzeiro do Sul, também fez historia em Pucalpa. Pela primeira vez, uma emissora do Juruá transmitiu uma partida de futebol de um time cruzeirense para o Vale do Juruá. Os radialistas Chico Melo e Paulo Amorim, com apoio do experiente Raimundo Fernandes e do narrador Jairo Barbosa, levaram as emoções do jogo para as cinco cidades do Juruá.

Ficha técnica

Deportivo Hospital

Rodrigues (Saldanha), Ribeiro (Vargas), Flores (Alargon), Isquierdo, Bautista (Rios), Apuela, Melandes, Monte Verde (Junior Rios), Cazas, Oranio, (Cárdenas), Saavedra (Delgado), técnico Grober Urelo.

Nauas

Saraiva (João Paulo), Santos, Ederlande, Dony, Hudson, Mamude, Amauri (Som), Ítalo (Pelica), Manfrine (Paulinho), Bérgson (Pelica), Gringo, técnico Adelcimar Carvalho.

Arbitragem:

Hercules Hernhiho

Alexandre Perez

Nolan Wouir

Estádio Ahardo Soria Perez, Pucalpa –Ucayali - Peru




segunda-feira, 22 de junho de 2009

Agricultor mata mulher e comete suicídio



João Borges da Silva, 37, morador do Riozinho Cruzeiro do Vale, no municipio de Porto Walter, tirou a vida de sua companheira, a jovem Maria Eliciane de Almeida Melo, 17, em seguida suicidou-se. A tragédia familiar aconteceu na tarde de sexta-feira (19) na casa do casal e de acordo com a polícia teria sido por motivos passionais.

Mazinho Rogerio
João Borges da Silva, 37, morador do Riozinho Cruzeiro do Vale, no municipio de Porto Walter, tirou a vida de sua companheira, a jovem Maria Eliciane de Almeida Melo, 17, em seguida suicidou-se. A tragédia familiar aconteceu na tarde de sexta-feira (19) na casa do casal e de acordo com a polícia teria sido por motivos passionais.

A garota estava na companhia do agricultor há seis meses e teria saído, dias antes, para a casa dos pais. Não querendo retornar para a companhia do marido, Eliciane mandou sua irmã buscar suas roupas e outros objetos pessoas na casa onde morava com o agricultor.

João Borges não quis entregar as coisas para a menina e exigiu que ELiciane fosse buscar. A jovem resolveu ir pegar os pertences e foi preso dentro da casa pelo agricultor que disparou no tórax da mulher com uma espingarda calibre 16. A vítima morreu na hora.

Depois de atirar na esposa, João Borges colocou fim a sua própria vida. Com a mesma arma atingiu a região da mandíbula. O disparo estourou os miolos do agricultor que também morreu no local.


Os corpos foram levados à sede do Município de Porto Walter onde foram submetidos a exames cadavéricos. Uma equipe da Polícia Civil foi ao local para investigar o caso e conduziu três testemunhas para a Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul para serem interrogadas pelo delegado José Barbosa.

Foto voz do acre