segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Começa a desobstrução 80 km de rios e limpeza de 97 hectares de lagos no vale do Juruá



Os habitantes do vale do Juruá que trabalham com produção ou pesca de peixes estão vivendo um período de ótimas notícias. Na manhã desta segunda-feira, 07, na sede da Colônia de Pescadores de Rodrigues Alves, situada estrategicamente defronte ao rio Juruá, o vice-governador César Messias deu ordem de serviço para a desobstrução de 80 km de rios e limpeza de 97 hectares de lagos nos municípios de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Flaviano Schneider

Recursos são provenientes de emenda do senador Tião Viana e contrapartida do Governo do Estado, beneficiando 1.620 famílias


Os habitantes do vale do Juruá que trabalham com produção ou pesca de peixes estão vivendo um período de ótimas notícias. Na manhã desta segunda-feira, 07, na sede da Colônia de Pescadores de Rodrigues Alves, situada estrategicamente defronte ao rio Juruá, o vice-governador César Messias deu ordem de serviço para a desobstrução de 80 km de rios e limpeza de 97 hectares de lagos nos municípios de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima Porto Walter e Marechal Thaumaturgo. Os recursos foram liberados pelo Ministério da Pesca e Aqüicultura, oriundos de emenda do senador Tião Viana. Com a contrapartida do Governo do Estado, que é o executor do projeto, os recursos a serem empregados alcançam R$ 455 mil e vão beneficiar 1.620 famílias envolvidas nas atividades pesqueiras nos cinco municípios.
Segundo explicou Mamede Dankar, da Secretaria de Produção, a desobstrução dos 80 km de rios vai beneficiar 50 km do rio Juruá, (10 km em Cruzeiro do Sul, 20 km em Porto Walter e 20 km em Marechal Taumaturgo) e mais 30 km de outros rios que banham a região de Mâncio Lima: 5 km no rio Moa, 12 km no rio Timbaúba e 13 km no rio Azul. A limpeza vai acontecer em 97 hectares dos lagos Tatajuba e Grande, em Cruzeiro do Sul e o Lago Nova Cintra, em Rodrigues Alves.


Centenas de pessoas prestigiaram o ato de assinatura da ordem de serviço entre eles, pescadores, agricultores, vereadores, a deputada Perpétua de Sá e o prefeito de Rodrigues Alves Francisco Ernilson de Freitas (Burica). O vice-governador César Messias, disse que o governo está interessado em expandir a produção de pescado na região do Juruá tanto do peixe criado em açudes quanto o peixe pescado em lagos e rios. Segundo disse, a região do Juruá até o rio Valparaíso é a mais rica em lagos no Estado. Ele adiantou que o projeto ora em execução é um bom começo e vai beneficiar três lagos da região, mas que vai levar ao governador Binho a proposta de que a limpeza de lagos e rios se transforme num programa de governo. O senador Tião Viana e o Secretário de Produção, Mauro Ribeiro, não puderam participar da solenidade de lançamento do programa devido o mau tempo, quando o avião não decolou de Rio Branco.


Satisfeitos


O presidente da Colônia de Pescadores de Rodrigues Alves, José Gomes de Lima (Bigode), conta que na região há 12 lagos e que este projeto do senador Tião Viana é um primeiro passo importante. Com 400 associados, a Colônia de Pescadores de Rodrigues Alves tem tido seu trabalho muito prejudicado depois que os lagos ficaram cerrados. Ele contou que nos lagos em que falta oxigenação - o que ocorre em lagos cerrados - os peixes ficam com a cabeça grande e o corpo pequeno.
O presidente da Colônia de Pescadores de Cruzeiro do Sul, Elenildo de Souza Nascimento, considera o projeto um apoio para que os pescadores tenham melhor qualidade de vida. Ele lembrou que graças ao senador Tião Viana, 400 pescadores de Cruzeiro do Sul tiveram acesso a um programa de alfabetização. "O governo do Estado e o senador estão olhando para os pescadores e investindo para tentar melhorar nossa sorte" - disse.

Não apenas os pescadores vão se beneficiar com a limpeza dos rios. Segundo o presidente da Colônia de Pescadores de Mâncio Lima, Francisco Dias da Costa (França), metade da produção agrícola do município vem dos rios Moa, Azul, Timbaúba e Igarapé São Pedro. Nestes rios há muitos paus que impedem a navegação durante boa parte do ano, de modo que os colonos não conseguem tirar sua produção e levar para os consumidores das cidades vizinhas. Para ele o projeto chegou na hora certa e no próximo ano sua expectativa é de que não apenas os pescadores do município melhorem sua produção, mas também que o deslocamento dos agricultores para a cidade seja facilitado juntamente com seus produtos.

O prefeito Burica agradeceu àqueles que contribuíram para trazer o projeto de limpeza de lagos para a região e destacou o fato de que as pessoas que serão contratadas para o serviço serão todas da região, segundo ele uma garantia de que o serviço será bem feito, além de gerar renda para muitas famílias.

Nenhum comentário: