terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Garota de 16 anos de idade mata sogro com disparo de espingarda



Uma jovem de 16 anos de idade foi conduzia à Delegacia de Proteção ao Menor, em Cruzeiro do Sul, na manhã de segunda-feira, 21, após confessar ter atirado contra o sogro, Expedito a Rocha Moreira, de 72 anos de idade. A menina alegou que não tinha intenção de matar o sogro e que a espingarda disparou de forma acidental. O crime aconteceu na sexta-feira (18) na comunidade Ceará, no Rio Liberdade.


Uma jovem de 16 anos de idade foi conduzia à Delegacia de Proteção ao Menor, em Cruzeiro do Sul, na manhã de segunda-feira, 21, após confessar ter atirado contra o sogro, Expedito a Rocha Moreira, de 72 anos de idade. A menina alegou que não tinha intenção de matar o sogro e que a espingarda disparou de forma acidental. O crime aconteceu na sexta-feira (18) na comunidade Ceará, no Rio Liberdade.

Na delegacia a garota afirmou que não teve a intenção de disparar contra o aposentado que foi atingido nas costas pelo disparo e morreu de forma instantânea. Ela foi interrogada pelo delegado Elton Fultigami que afirmou que a menina seria indiciada por homicídio culposo, que não teve a intenção de matar e em seguida seria encaminhada ao Ministério Público.

O delegado informou ainda que serão ouvidas apenas testemunhas já que o corpo foi sepultado na comunidade, que fica distante da cidade, e por isso não foi possível realizar o exame cadavérico.

Marido afirma que o crime foi intencional


O companheiro da jovem de 16 anos de idade que matou o sogro na comunidade Ceará, na última sexta-feira (18), compareceu à Delegacia Geral de Polícia de Cruzeiro do Sul nesta terça-feira (22) para prestar queixa contra sua companheira. José Ademar da Rocha Prudêncio, 36, acusa a garota de ter efetuado o disparo com intenção de tirar a vida do aposentado.

Ademar afirmou que a menina tinha muita raiva do sogro e teria ido até a casa dele apenas pegar umas roupas. O marido disse ainda, ao delegado, que a garota havia confessado, logo em seguida ao crime, que teria assassinado o aposentado porque ele havia lhe deixado enfurecida.


Nenhum comentário: