terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Morhan de Cruzeiro do Sul elege nova diretoria


O Movimento de Reintegração dos Hansenianos (Morhan) de Cruzeiro do Sul elegeu hoje a nova diretoria que vai comandar a entidade pelos próximos dois anos. Como se apresentaram duas chapas, a eleição foi decidida no voto, ganhando a chapa 02 com 59 votos, que tinha na cabeça, candidato a presidente, o ex-hanseniano Raimundo Nonato da Costa Leite e como vice Emilio Lavoisier.

Flaviano Schneider
O Movimento de Reintegração dos Hansenianos (Morhan) de Cruzeiro do Sul elegeu hoje a nova diretoria que vai comandar a entidade pelos próximos dois anos. Como se apresentaram duas chapas, a eleição foi decidida no voto, ganhando a chapa 02 com 59 votos, que tinha na cabeça, candidato a presidente, o ex-hanseniano Raimundo Nonato da Costa Leite e como vice Emilio Lavoisier.

Raimundo Nonato esteve exercendo o cargo de vice-presidente temporariamente durante sete meses, juntamente com a presidente, Eliane Gonçalves da Silva Néri, que é coordenadora do programa de hanseníase da prefeitura municipal. Raimundo Nonato tem grande convivência entre os ex-hansenianos, tendo sido enfermeiro voluntário no Hospital de Dermatologia durante 17 anos. Ele explica que nesses sete meses como vice-presidente pegou experiência na área administrativa e pretende dar continuidade ao trabalho que vinha sendo feito e ainda melhorá-lo.

Para ele o Morhan local, que tem cerca de 360 associados, ainda carece de uma maior aproximação com a sociedade de maneira a resgatar os direitos que durante décadas foram negados aos ex-hansenianos, contato que deverá ser iniciado pelas escolas. “Fico triste quando surge mais um contaminado pela doença principalmente quando é jovem e quero lutar contra isso” – disse.

Ele disse que tem muito a agradecer ao governador Binho Marques e ao médico Osvaldo Leal, secretário de Saúde. “O governador pegou na minha mão, conversou comigo e garantiu apoio às nossas reivindicações e o Dr. Osvaldo chegou ao ponto de fornecer seu celular pessoal para que a gente pudesse se comunicar diretamente com ele assim que surgir qualquer problema. Já o senador Tião Viana é o parlamentar que orgulha o Acre e todo participante do movimento tem uma eterna dívida de gratidão para com ele, por ter sido o responsável pelo estabelecimento da pensão vitalícia para ex-hansenianos” disse. Segundo Raimundo, 52 ex-hansenianos já estão recebendo a pensão em Cruzeiro do Sul.

A ex-presidente Eliane contou que não tinha grande aproximação com o Morhan e que nesses sete meses adquiriu grande experiência. Pare ela a eleição de Raimundo foi importante, pois garante a continuidade do trabalho que vinha sendo realizado. “Embora não seja mais presidente, estou à disposição do Morhan para ajudar sempre que possível” – disse.

Bacurau pregou o amor e a união

A ex-coordenadora e hoje assessora da Central de Articulação das Entidades de Saúde (CADES) – entidade que defende os interesses de 23 organizações ligadas à saúde - veio de Rio Branco para presidir a eleição. Para ela, o ideal é que tivesse apenas uma chapa e a nova diretoria fosse eleita por aclamação, para facilitar a vida dos ex-hansenianos, muitos deles sequelados pela doença com evidentes dificuldades para votar e também por que Bacurau - ex-hanseniano criador do Morhan - sempre pregou o amor e a união como forma de atingir os objetivos. Ela considera que, em organizações como o Morhan, o ideal é que as eleições sejam feitas por aclamação: “Hoje a realidade é a do diálogo” – disse.

Verônica que também esteve em Cruzeiro do Sul quando da realização da eleição para o mandato temporário informou que neste período de sete meses o Morhan avançou: organizou o estatuto de acordo com o novo Código Civil, elaborou a ata, resolveu questões referentes ao imposto de renda e conseguiu uma maior aproximação com o Hospital de Dermatologia, onde obteve, através do secretário de Saúde, uma sala equipada para atendimento aos ex-hansenianos e ainda estabeleceu uma parceria com acadêmicos de Enfermagem da UFAC.

Um comentário:

Antonio Franciney disse...

Parabéns ao Seu Raimundo, a quem tenho a honra de conhecer, e ao seu vice, pela coragem de lutar contra a desigualdade e o preconceito.
Que o Morhan possa avançar cada dia mais em relação aos direitos dos associados.
Mais uma vez o Voz do Norte cumpre o seu papel. Parabéns!!!