segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Procissão de Nossa Senhora da Glória reúne 25 mil católicos em Cruzeiro do Sul


A união entre todas as raças, todas as classes sociais. Assim também pode ser interpretado o Novenário de Nossa Senhora da Glória. O evento religioso, considerando o segundo maior da região Norte, em termos de quantidade de fiéis, reuniu, em um mesmo propósito, cerca de 25 pessoas de todos os segmentos sociais neste sábado (15). A cúpula do governo do estado participou do da procissão de enceramento.


A união entre todas as raças, todas as classes sociais. Assim também pode ser interpretado o Novenário de Nossa Senhora da Glória. O evento religioso, considerando o segundo maior da região Norte, em termos de quantidade de fiéis, reuniu, em um mesmo propósito, cerca de 25 pessoas de todos os segmentos sociais neste sábado (15). A cúpula do governo do estado participou do da procissão de enceramento.

A romaria teve início à 18h30m em frente à catedral. Os fiéis da Igreja Católica acompanharam a imagem da padroeira durante uma hora e percorreu uma distância de dois quilômetros pelas principais avenidas da cidade. Em couro os católicos louvaram com hinos e orações agradecendo à Maria pela vida.
Pessoas de todas as idades realizaram a caminhada de oração. Com velas na mão os fiéis contemplaram a vida e proporcionaram um brilho especial na procissão que já acontece há 93 anos. No meio do trajeto, a virgem Maria foi exaltada em altares onde os devotos fizeram homenagens à Santa.

Entre os fiéis, o governador Binho Marques, o vice César Messias, o ex-governador Jorge Viana, acompanharam a multidão. “O Novenário de Nossa Senhora da Glória é importante para todo estado e acompanhar a procissão significa compartilhar com essa multidão a fé e a possibilidade de um futuro melhor” – disse o governador. César Messias disse ser devoto de Nosssa Senhora da Glória e acredita que a procissão é o momento de todo fiel fortalecer a vida espiritual.




Este ano o Novenário em honra a padroeira de Cruzeiro do Sul transcorreu com uma novidade. A venda de bebida alcoólica no arraial, após as celebrações, foi proibida pela igreja. Com isso, acredita-se que o cunho religioso do evento ganhou mais destaque durante as dez noites de missas e novenas.

Após a procissão, o bispo da Diocese Dom Mosé Pontelo celebrou a missa campal de encerramento do Novenario e durante o sermão expressou sua preocupação em relação ao meio ambiente e a violência contra a mulher. “Não é comum tratarmos destes temas nestas ocasiões, mas acho quem todo mundo vai refletir um pouco sobre estes assuntos que preocupam a nossa humanidade” - ressaltou o religioso.
Depois das celebrações foi realizada a queima de fogos e o show da banda Reluz encerrou a programação do Novenario de Nossa Senhora da Glória.




Idoso de 66 anos mata rapaz no Bairro da Lagoa


Por volta das 23h35min, deste domingo, 16, na Rua Flor de Maio – Lagoa, a guarnição da rádio patrulha de trânsito da Policia Militar atendeu uma ocorrência de homicídio e conduziu ao Departamento Geral de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul o senhor Francisco Batista de Souza 66 anos, que mora próximo ao porto Bairro. Ele confessou ter assassinado com um disparo de espingarda calibre 20, o jovem José Jailson da Silva de 24 anos de idade.

Por volta das 23h35min, deste domingo, 16, na Rua Flor de Maio – Lagoa, a guarnição da rádio patrulha de trânsito da Policia Militar atendeu uma ocorrência de homicídio e conduziu ao Departamento Geral de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul o senhor Francisco Batista de Souza 66 anos, que mora próximo ao porto Bairro. Ele confessou ter assassinado com um disparo de espingarda calibre 20, o jovem José Jailson da Silva de 24 anos de idade.

Segundo informações de testemunhas a vítima tentou comprar bebida alcoólica na casa de seu Francisco que comercializava em sua residência e se negava em atender naquele horário. Furioso com a insistência do freguês seu Francisco afirmou que sabia o que Jailson estava querendo e foi buscar a espingarda.

Ao ver o velinho com a arma na mão, o rapaz ainda tentou escapar, mas não teve tempo, foi abatido com um tiro nas costas onde penetraram mais de 40 bagos de chumbo. Seu Francisco Batista de Souza, foi preso em casa no momento do flagrante. Na delegacia ele confessou a autoria do crime.


Rejeitado ex-marido mata mulher em Mâncio Lima


O assassinato a dona de casa Édila Maria Dias da Conceição, 26, ocorrido no último sábado, 15, chocou a população de Mâncio Lima. A mulher foi esfaqueada dentro de sua casa no Bairro São Vidal às 11h45m da noite. De acordo com a polícia o ex-marido tentou reatar o romance e como foi rejeitado se revoltou contra a ex-companheira.

O assassinato a dona de casa Édila Maria Dias da Conceição, 26, ocorrido no último sábado, 15, chocou a população de Mâncio Lima. A mulher foi esfaqueada dentro de sua casa no Bairro São Vidal às 11h45m da noite. De acordo com a polícia o ex-marido tentou reatar o romance e como foi rejeitado se revoltou contra a ex-companheira.

Antônio Dias da Conceição, 28, havia separado da esposa e viajado para Rio Branco de onde retornou este mês e voltou a morar na casa da mulher. De acordo com informações de testemunhas, Élida já não queria mais ficar com o ex-marido que insistia em reatar o casamento.

Neste sábado, ao retornar de uma bebedeira, Antônio se revoltou e decidiu acabar com a vida de sua amada. Com uma faca, o assassino atingiu a mulher desferindo um golpe no peito da vítima que morreu de forma instantânea. Após o crime Antônio deixou o local e até a tarde deste domingo ainda estava sendo procurado pela polícia.


Audiência pública debaterá jornada para enfermeiros



Brasília – O projeto de lei que trata da redução da carga horária de 40 para 30 horas semanais para os profissionais de enfermagem será debatido, em audiência pública, nos próximos dias, pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. O encontro reunirá representantes do Conselho Federal de Enfermagem, do Ministério da Saúde, de Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde e dos sindicatos ligados à categoria acerca dos benefícios da redução da jornada de trabalho.

Brasília – O projeto de lei que trata da redução da carga horária de 40 para 30 horas semanais para os profissionais de enfermagem será debatido, em audiência pública, nos próximos dias, pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. O encontro reunirá representantes do Conselho Federal de Enfermagem, do Ministério da Saúde, de Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde e dos sindicatos ligados à categoria acerca dos benefícios da redução da jornada de trabalho.

A audiência pública foi solicitada pelo relator da matéria, deputado Ilderlei Cordeiro (PPS-AC), sob o argumento de que é preciso ouvir inicialmente os representantes da categoria para que ele possa oferecer na elaboração do relatório melhores condições a esses profissionais que estão expostos diariamente a riscos ocupacionais, inerentes à atividade. A matéria que regulamenta a jornada de trabalho de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem tramita há nove anos na Câmara dos Deputados e vem sendo acompanhada com muita expectativa em todo o país.

Hoje, em média, um profissional de enfermagem trabalha entre 40 e 44 horas semanais, o que é considerado pela categoria uma sobrecarga que deve alterar. O tempo semanal de serviço desses trabalhadores é considerado desumano. A Organização Internacional do Trabalho (OIT), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU), argumenta que a jornada de 30 horas é melhor para pacientes, usuários e trabalhadores em saúde. É uma forma de também garantir a qualidade dos serviços prestados por esses profissionais.

“Garantir condições de trabalho e um atendimento resolutivo aos usuários é um dever dos gestores do sistema de saúde e um direito da categoria, formada, em sua maioria, por mulheres, que além do exercício da enfermagem cumprem dupla ou tripla jornada diária de trabalho, pois assumem também responsabilidades no âmbito doméstico e familiar” – enfatizou Ilderlei Cordeiro.
Assessoria