sábado, 29 de agosto de 2009

Marina Silva ‘abala’ a política brasileira, diz NYT

A saída da senadora Marina Silva do Partido dos Trabalhadores (PT) e sua possível participação na corrida presidencial do próximo ano estão “abalando” a política brasileira, diz o jornal norte-americano The New York Times, em um perfil da brasileira publicado neste sábado (29).


Jornal publicou perfil da senadora em edição deste sábado.
Reportagem lembra infância da ‘filha da Amazônia’.

A saída da senadora Marina Silva do Partido dos Trabalhadores (PT) e sua possível participação na corrida presidencial do próximo ano estão “abalando” a política brasileira, diz o jornal norte-americano The New York Times, em um perfil da brasileira publicado neste sábado (29).

A reportagem, que chama Marina Silva de “filha da Amazônia”, lembra a infância e adolescência da senadora trabalhando nos seringais e ressalta sua trajetória ao lado de Chico Mendes e sua entrada na política.

“Sua história – a de uma mulher humilde que superou a pobreza extrema e a doença para se tornar uma força na política brasileira – pode se provar uma inspiração aos brasileiros em busca de um presidente para substituir o popular Lula, ele mesmo um produto de origens humildes, dizem analistas políticos”, aponta o jornal.

O jornal aponta ainda que a possível candidatura de Marina Silva à presidência vai opô-la à candidata preferida de Lula, a ministra Dilma Rousseff, e que o resultado, se uma das duas vencer, “fará história”.

Neste domingo, a senadora deve formalizar a sua filiação ao Partido Verde (PV). Sobre a possível candidatura, ela afirma que qualquer decisão a respeito só será anunciada

g1.globo.com/Noticias/Politica