quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Bolsa Família: funcionários públicos e mulher de vereador recebiam indevidamente o beneficio em Cruzeiro do Sul

Uma comissão da Secretaria Municipal de Assistência Social (Secias) realizou visitas nas residências das famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família e identificou irregularidades na concessão do benefício.


Uma comissão da Secretaria Municipal de Assistência Social (Secias) realizou visitas nas residências das famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família e identificou irregularidades na concessão do benefício.

“ Encontramos mulher de vereador, de policial, enfermeiro, mãe de médico, professores e diretores de escolas recebendo indevidamente o benefício do Bolsa Família”, disse a secretária Rosa Sampaio, ressaltando que membros da comissão foram mal recebidos em algumas residências. Ela determinou o imediato cancelamento dos cadastros irregulares.

Segundo a secretária Rosa Sampaio, o prefeito Vagner Sales determinou a formação da comissão para verificar in loco a situação das famílias beneficiadas pelo programa do Governo Federal, que é coordenado pela Prefeitura e destinado a socorrer famílias em situação de risco.

Atualmente 6.890 mil famílias em Cruzeiro do Sul são beneficiadas pelos recursos do Programa Bolsa Famílias, mas a lista de espera tem aproximadamente 3 mil famílias aguardando uma vaga.

“Das 2.000 mil famílias com cadastro desatualizado, cerca de 780 já foram visitadas,aproveito para informar que os beneficiários do programa que não fizerem o recadastramento terão seu cadastro anulado. O Ministério do Desenvolvimento Social prorrogou o recadastramento até o dia 31 de Outubro”, ressaltou a secretária.

Mais de 80 vagas foram abertas com a identificação das famílias que não se enquadram nas normas do Bolsa Família. Nos meses de Julho e Agosto 80 novas famílias que estavam na lista de espera passaram a receber o dinheiro do programa.

As pessoas que ainda estão na lista de espera, devem aguardar a abertura de novas vagas, pois todo o processo de seleção é realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social. A secretaria de Assistência Social, apenas insere os cadastros no sistema e realiza as atualizações.

As ações de fiscalização não irão parar e a secretaria conta com o apoio da população para denunciar irregularidades.

Para participar do Bolsa Família é preciso dividir a renda mensal de toda a família pelo número de pessoas da mesma casa e se o valor ultrapassar os R$ 140,00 aquela família não se enquadra no programa. Segundo dados da Secretaria de Assistência Social a estimativa é que com o resultado final do recadastramento pelo menos 200 famílias possam deixar o programa, para que outras mais necessitadas passem a receber os recursos do Bolsa Família.



Índio Haru Kuntanawa, da aldeia situada na Serra do Divisor, recebe na Europa o diploma de Embaixador da Paz

O índio Haru Kuntanawa, cuja aldeia fica situada na Serra do Divisor, Vale do Juruá, voltou da Groenlândia onde participou - no mês de julho - da ‘Cerimônia do Fogo Sagrado', acontecimento que reuniu milhares de representantes de todo o mundo e traz em seu bojo um alerta relacionado às mudanças climáticas. A Groenlândia é a maior ilha do mundo, fica situada no Nordeste da América do Norte e tem a maior parte do seu território coberto por gelo. Tendo permanecido nove dias na ilha, Haru, acompanhado do seu pai Univu Kuntanawa, pôde observar in loco os efeitos do aquecimento global.


Flaviano Schneider

O índio Haru Kuntanawa, cuja aldeia fica situada na Serra do Divisor, Vale do Juruá, voltou da Groenlândia onde participou - no mês de julho - da ‘Cerimônia do Fogo Sagrado', acontecimento que reuniu milhares de representantes de todo o mundo e traz em seu bojo um alerta relacionado às mudanças climáticas. A Groenlândia é a maior ilha do mundo, fica situada no Nordeste da América do Norte e tem a maior parte do seu território coberto por gelo. Tendo permanecido nove dias na ilha, Haru, acompanhado do seu pai Univu Kuntanawa, pôde observar in loco os efeitos do aquecimento global.

Haru viu um caudaloso rio correndo para o mar, resultado do gelo derretido devido à alteração da temperatura. Ali compreendeu ainda melhor o quão importante é a Amazônia para a sobrevivência do planeta. "A Amazônia não é apenas o pulmão do mundo é o ponto de equilíbrio do clima no planeta". Também diz que se o gelo do mundo derreter, subindo nível do mar, a Amazônia será atingida.

Sua viagem para a Groenlândia teve uma esticada até a Alemanha, onde, na capital, Bonn reuniu-se com representantes de três ministérios do governo alemão. Na ocasião denunciou os planos de exploração petrolífera na Amazônia peruana e nas proximidades de nascentes de rios da região, fundamentais para manter o equilíbrio do ecossistema amazônico.

Embaixador da Paz

Na Holanda, Haru recebeu o diploma de ‘Embaixador da Paz' da Federação para a Paz Universal (UPF). Segundo informações do site UPF, os embaixadores da paz são parte de uma rede global de líderes representando as religiões, as raças e a diversidade étnica da família humana, bem como todas as disciplinas do empreendimento humano. São comprometidos com a tarefa de promover a reconciliação, ultrapassando barreiras e construindo a paz.

A indicação de embaixadores da paz começou em 2001, pela Associação Inter-religiosa Internacional para a Paz Mundial (AIIPM), fundada pelo Reverendo Moon. Desde então foi desenvolvida uma rede de embaixadores em 180 países. Em 2005, a AIIPM inaugurou a UPF como novo estágio do desenvolvimento de sua missão e programa. A UPF defende que a revitalização e renovação das Nações Unidas é a questão básica e essencial do tempo atual. Já existem cerca de 50 mil embaixadores da paz no mundo entre os quais diplomatas, clérigos, líderes civis e atuais ex-chefes de Estado.

Para Haru Kuntanawa sua missão como embaixador da paz está diretamente ligada à luta pela preservação da Amazônia. Passa a ser oficialmente um guerreiro brasileiro dedicado às causas ambientais. Haru está consciente do momento crítico que o planeta está passando. Impressionado com o que viu na Groenlândia, com o rio de gelo derretido correndo para mar, Haru considera que se nada for feito, o planeta corre sério risco de ficar inviabilizado para a sobrevivência do ser humano e, isto, num curto espaço de tempo - "no máximo 50 anos" - disse.
"É preciso derreter não o gelo da Groenlândia, mas o gelo dos nossos corações", desafia o indígena.


HENRIQUE AFONSO DEFENDE A APROVAÇÃO DA PEC DOS VEREADORES

Na tarde desta quarta-feira (02/09) o deputado Henrique Afonso ocupou a Tribuna da Câmara dos Deputados para defender a aprovação da PEC dos Vereadores que visa viabilizar a recomposição das Câmaras Municipais com o retorno de 7.343 (sete mil trezentos e quarenta e três) vagas de vereador. O número de parlamentares municipais no Brasil passaria de 51.700 para mais de 59.700.


Edicarlos Costa

Na tarde desta quarta-feira (02/09) o deputado Henrique Afonso ocupou a Tribuna da Câmara dos Deputados para defender a aprovação da PEC dos Vereadores que visa viabilizar a recomposição das Câmaras Municipais com o retorno de 7.343 (sete mil trezentos e quarenta e três) vagas de vereador. O número de parlamentares municipais no Brasil passaria de 51.700 para mais de 59.700.

Henrique Afonso destacou a necessidade da aprovação da PEC para corrigir a distorção que ocorre na representatividade política local, visto que existem municípios com três, quatro, cinco, ou oito mil habitantes e que a composição da Câmara é de nove vereadores, ao passo que existem municípios com mais de 80 mil moradores com apenas dez vereadores em exercício. Destacou o parlamentar que esta distorção é inadmissível dentro de um sistema democrático.

Com veemência, Henrique Afonso ressaltou a importância de uma casa legislativa municipal com a representatividade adequada ao número populacional. Acredita o petista que é por meio das Câmaras de Vereadores que o cidadão transmite seus anseios e suas reivindicações ao executivo local, visando assim, a melhoria da qualidade de vida de todos os cidadãos.

Henrique Afonso durante seu discurso também fez questão de registrar que o vereador, membro representativo da comunidade, é uma liderança nata que procura com seu trabalho e sua capacidade de percepção trazer melhorias àqueles que o rodeiam e que agora cabe a Câmara dos Deputados reconhecer a importância do trabalho destes parlamentares e desta forma propiciar aos milhares de suplentes que aguardam, desde de 2004, a oportunidade se serem conduzidos aos cargos de vereadores, para assim honrarem os votos que os eleitores depositaram nas urnas.

O parlamentar acreano conclamou a todos os deputados que votassem favoráveis à PEC lembrando que ela introduz uma significativa redução nos gastos das prefeituras com o poder legislativo municipal no importe de mais de bilhão e meio de reais ao propor que o percentual máximo das receitas tributárias e das transferências municipais para financiamento da Câmara de Vereadores passe de 5% para 4,5%.

Henrique Afonso esclareceu que com a aprovação da nova PEC oito municípios do Acre, terão mais vagas para vereadores, são eles: Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Feijó, Tarauacá, Brasiléia, Senador Guiomard e¬ Plácido de Castro.

Com a aprovação do texto da Proposta de Emenda à Constituição as cidades de Plácido Castro, Senador Guiomard e Brasiléia terão 11 vereadores. Já os municípios de Sena Madureira, Feijó e Tarauacá, passarão a ter 13 representantes na Câmara de Vereadores e Cruzeiro do Sul que atualmente tem apenas 10, passará a contar com 15 vereadores.

A capital do Acre terá 19 vereadores com a aprovação da PEC, ou seja, cinco a mais do que o número atual. No entanto quando Rio Branco passar de 300 mil habitantes ela poderá ter 23 representantes na Câmara Municipa.

Após seu discurso Henrique Afonso foi muito aplaudido pelas dezenas de pessoas que ocupavam a galeria do Plenário da Câmara dos Deputados