quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Baixa no estoque de sangue preocupa direção do Hemonúcleo

A situação do Hemonúcleo de Cruzeiro do Sul é preocupante, no que diz respeito ao estoque se sangue. Segundo o que informou, nesta quarta-feira, a gerente Cátia Vargas, nos últimos dias reduziu significativamente o número de doadores. No mês de agosto apenas 89 pessoas compareceram para fazer doação, o que não é suficiente para atender a demanda.

A situação do Hemonúcleo de Cruzeiro do Sul é preocupante, no que diz respeito ao estoque se sangue. Segundo o que informou, nesta quarta-feira, a gerente Cátia Vargas, nos últimos dias reduziu significativamente o número de doadores. No mês de agosto apenas 89 pessoas compareceram para fazer doação, o que não é suficiente para atender a demanda.

De acordo com Catia, para atender a demanda em Cruzeiro do Sul seria necessária uma quantidade de pelo menos de 120 doadores mensalmente, uma vez que é preciso ter no mínimo 60 bolsas de sangues a disposição nos finais de semana. Para ela, já é comum nesta época do ano, de período festivo como Novenário Expoacre Juruá, a redução do números de doadores.

Como a maioria dos doadores são homens a coordenadora justifica ainda que muitos doadores neste período para trabalhar na BR 364 e outros estão trabalhando na construção da ponte sobre o rio Juruá, por isso não comparecem ao banco de sangue. Outro fator que prejudica a manutenção do estoque é a epidemia de gripe que tem deixado grande parte dos doadores impossibilitados de fazerem a doação. Mesmo assim, a gerente faz um apelo a população pedindo para que novas pessoas venham a se tornar doadores.

O interessado em ser um doador pode comparecer ao Hemonucleo de segunda à sexta feira, levando um documento de identificação com foto para fazer uma entrevista e em seguida a coleta do sangue que pode ajudar a salvar muitas vidas. Quanto ao tipo de sangue com mais saída é o tipo sangüíneo O Positivo, o que mais predomina na Região Norte.

Por conta desta baixa no estoque de sangue do Hemonúcleo, a direção está suprindo as necessidades com a ajuda da Hemoacre, de Rio branco, que envia semanalmente bolsas de sangue para Cruzeiro do Sul.

Francisco Rocha