quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Pela segunda vez Gilvan assume a Prefeitura de Cruzeiro do Sul



O presidente da Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul, Gilvan Freitas (PMDB), deve permanecer no cargo de prefeito em exercício durante sete dias. Enquanto isso, o prefeito Vagner Sales, busca a liberação de recursos em Brasília e Mazinho Santiago vice-prefeito, acompanha à esposa que viajou à tratamento de saúde.


O presidente da Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul, Gilvan Freitas (PMDB), deve permanecer no cargo de prefeito em exercício durante sete dias. Enquanto isso, o prefeito Vagner Sales, busca a liberação de recursos em Brasília e Mazinho Santiago vice-prefeito, acompanha à esposa que viajou à tratamento de saúde.

É a segunda vez que Gilvan Freitas assume o cargo de prefeito de Cruzeiro do Sul. Sua primeira atitude ao adentrar o gabinete, foi enviar ao Banco, a folha de pagamento do funcionalismo público municipal. De acordo com ele, a valorização dos servidores é uma das políticas prioritárias da atual administração, que apesar de trabalhar com poucos recursos, cumpre rigorosamente as datas previstas para os pagamentos, ou até antecipa os vencimentos.

“O nosso prefeito está em Brasília buscando a liberação de recursos, para investir na cidade no próximo ano. Lá, ele ainda deve permanecer por cerca de dez dias. Enquanto isso, estamos aqui dando continuidade ao trabalho. Acho que o entendimento que estamos tendo, só traz benefícios a nossa população”, comenta Gilvan Freitas.

O presidente da Câmara deve permanecer como gestor do município até a próxima quarta-feira, quando o vice-prefeito, Mazinho Santiago, retorna de uma viagem com a esposa que faz tratamento de saúde.

Assessoria

Dez presos só nas primeiras horas da Operação Varredura em Cruzeiro do Sul



Toda estrutura da Policia Civil, em Cruzeiro do Sul, está sendo utilizada na operação denominada Varredura iniciada nesta quinta-feira (19)l. Os quatro delegados que trabalham na cidade e cerca de 40 agentes de polícia participam da ação em combate ao crime. Até as 11 horas da manhã, as equipes já haviam cumprindo 18 Mandados de Prisão em diversos bairros da cidade.

Toda estrutura da Policia Civil, em Cruzeiro do Sul, está sendo utilizada na operação denominada Varredura iniciada nesta quinta-feira (19)l. Os quatro delegados que trabalham na cidade e cerca de 40 agentes de polícia participam da ação em combate ao crime. Até as 11 horas da manhã, as equipes já haviam cumprindo 18 Mandados de Prisão em diversos bairros da cidade.

A operação teve início cedo do dia com a presença das viaturas em diversos bairros para cumprir os mandados judiciais. As equipes se dividiram em quatro grupos e realizaram diligências na casa de acusados por diversos crimes que tiveram a prisão decretada pela justiça.


Os policiais fizeram verdadeira varredura nos Bairros da Lagoa, Saboeiro, Várzea, Cruzeirinho, Remanso, Formoso, São José e no Conjunto Mâncio Lima onde foi preso, Jocimar Campos Moreira, o “Lorinho”, acusado de assalto a mão armada, roubos e tentativa de homicídio. Mais nove pessoas também foram encaminhadas para a delegacia e serão conduzidas ao Presídio Manoel Néri da Silva, entre elas, três mulheres.
“Alguns são considerados perigosos e respondem por crimes graves como homicídios e assaltos e outros delitos. Outros descumpriram determinação judicial e deixando de pagar penas alternativas e tiveram prisão decretada” – informou o delegado Elton Futigami.

A operação se encerra na manhã de sexta-feira, 20. Durante 24 horas os policiais vão intensificar a fiscalização para manter a ordem e evitar os crimes. De acordo com o delegado, a polícia vai vistoriar bares, estradas, visitar todas as vilas e marcar presença constante nos bairros de considerados de alto índice de violência.
“Essa operação tem a finalidade de antecipar a polícia para evitar que os crimes aconteçam, por isso estamos empregando toda estrutura da Policia Civil. Iremos também cumprir alguns mandados de busca e apreensão” – disse Fultigami.

Ivo Galvão justifica atraso na entrega de merenda escolar



O Secretário Municipal de Educação, Ivo Galvão, confirmou que realmente ouve atraso na entrega da merenda escolar, porque a empresa que ganhou licitação não conseguiu entregar o material no tempo previsto. “Estamos tomando as providências para que o problema seja resolvido o mais rápido possível”, disse o secretário.

O Secretário Municipal de Educação, Ivo Galvão, confirmou que realmente ouve atraso na entrega da merenda escolar, porque a empresa que ganhou licitação não conseguiu entregar o material no tempo previsto. “Estamos tomando as providências para que o problema seja resolvido o mais rápido possível”, disse o secretário.

Segundo o secretario foi a primeira vez que faltou merenda nas escolas do município, mas acredita que isto não vai interferir no aprendizado dos alunos e afirmou que desconhece que funcionários estão comprando a merenda escolar com o próprio dinheiro e outros estariam pegando ossadas em açougue para fazer sopas para as crianças.

“O prefeito Vagner Sales tem investido na melhoria da qualidade da merenda escolar e a prova disto são os gastos que a prefeitura tem feito. Hoje, o município recebe R$ 35mil do Governo Federal e a prefeitura entra com uma contrapartida de mais R$ 53mil, não havendo necessidade de alguém estar comprando merenda para os alunos”, afirmou o secretário.

Galvão destacou que os produtos que compõe o cardápio da merenda escolar só deixaram de ser fornecidos apenas uma vez, porque estavam faltando no mercado em que a merenda foi comprada, mas foi substituído por outro produto.

“Fico admirado com a atitude do vereador Edvaldo Gomes. Ele não fiscaliza as escolas do Estado que passam meses sem ter merenda escolar. É preciso ele fazer isso para que as coisas sejam mais justas e não usar dois pesos e uma medida. Não temos nada a esconder e com certeza a merenda que estamos fornecendo merenda de boa qualidade aos nossos alunos”, finalizou.

Vereador denuncia falta de merenda nas escolas da prefeitura



O vereador Edvaldo Gomes (PCdoB) denunciou a falta de merenda nas escolas e creches do município. ‘‘ Olhei nas dispensas e não tinha nada e ainda fui informado de que na maioria das escolas os próprios funcionários estão comprando a merenda dos alunos com dinheiro do próprio bolso. O mais grave é que itens do cardápio da merenda escolar não estão chegando às escolas e nem sendo substituídos’’, afirmou o vereador.

O vereador Edvaldo Gomes (PCdoB) denunciou a falta de merenda nas escolas e creches do município. ‘‘ Olhei nas dispensas e não tinha nada e ainda fui informado de que na maioria das escolas os próprios funcionários estão comprando a merenda dos alunos com dinheiro do próprio bolso. O mais grave é que itens do cardápio da merenda escolar não estão chegando às escolas e nem sendo substituídos’’, afirmou o vereador.

Segundo o vereador em algumas escolas os funcionários estão passando nos açougues para conseguir ossadas para fazer sopas para os alunos.
“Isto não pode continuar acontecendo. É um absurdo as crianças de nossa cidade estar passando por esta situação com a falta de merenda que vem se arrastando desde o inicio do ano”, ressaltou.

O vereador comunista destaca ainda as escolas estão recebendo produtos da merenda escolar para trinta dias, mas estava atendendo apenas vinte dias.
“A situação agravou-se ainda mais quando a Secretaria Municipal de Educação parou de fornecer a merenda para as escolas”, finalizou.

Tião Viana discute com prefeitos prioridades dos municípios



O senador Tião Viana (PT-AC) discutiu nesta quarta-feira com vários prefeitos do Acre as reivindicações de seus municípios que podem ser atendidas com os recursos das emendas individuais que o senador tem direito de apresentar no valor de até R$ 12,5 milhões ao Orçamento Geral da União (OGU) de 2010.


O senador Tião Viana (PT-AC) discutiu nesta quarta-feira com vários prefeitos do Acre as reivindicações de seus municípios que podem ser atendidas com os recursos das emendas individuais que o senador tem direito de apresentar no valor de até R$ 12,5 milhões ao Orçamento Geral da União (OGU) de 2010.

No encontro, os prefeitos agradeceram ao senador as emendas que ele apresentou em anos anteriores para os seus municípios e o apoio que vem prestando a seus municípios com ações e obras conseguidas junto ao governo estadual e federal.
Entre os prefeitos, estiveram presentes no gabinete do senador os prefeitos de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales; de Santa Rosa, José Brasil; de Marechal Thaumaturgo, Randinho Almeida; do Jordão, Hilário Melo; de Assis Brasil, Eliane Gadelha; de Brasiléia, Leila Galvão; de Mâncio Lima, Cleidson Rocha; do Bujari, Padeiro; de Capixaba, José Ronaldo; e de Xapuri, Ubiraci Machado.


Novo aeroporto de Rio Branco

Acompanhado do secretário de Planejamento, Gilberto Siqueira, o senador Tião Viana (PT-AC) se reuniu novamente ontem com o presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), Murilo Marques Barbosa, para tratar dos termos do convênio que será assinado entre a empresa e o governo do estado para a construção da segunda pista de pouso e do novo terminal do aeroporto de Rio Branco.

No encontro, o presidente da Infraero confirmou o convênio firmado pela empresa com o Exército para a recuperação completa e a ampliação da atual pista de pouso e o recapeamento do pátio de estacionamento de aeronaves. Todas essas obras vão resultar praticamente num novo aeroporto para Rio Branco com status internacional para fazer jus à situação fronteiriça do estado, que no próximo estará interligado pela Rodovia Interoceânica com o Peru.

O presidente da Infraero informou que o convênio com o governo do estado será assinado em Rio Branco com a presença do ministro da Defesa, Nelson Jobim, que será o padrinho da segunda parceria que a estatal aeroportuária irá fazer com o Acre no mesmo clima de sucesso que cercou o primeiro empreendimento, que foi o novo aeroporto de Cruzeiro do Sul.