sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Ginásio Jáder Machado será reinaugurado nesta sexta em Cruzeiro do Sul, mais amplo e moderno



Uma partida de futsal entre o Vale do Juruá e o Vale do Acre marca em grande estilo a reinauguração do Ginásio Coberto Jáder Saraiva Machado nesta sexta-feira, 27, às 19 horas, em Cruzeiro do Sul. O vice-governador César Messias irá fazer a entrega oficial do espaço à população de Cruzeiro do Sul. Esta é uma das 106 obras e ações que o Governo do Estado promove como parte das comemorações dos 106 anos da assinatura do Tratado de Petrópolis.

Vice-governador Céssar Messias estará na solenidade de entrega das obras que valoriza a prática esportiva na região do Juruá


Uma partida de futsal entre o Vale do Juruá e o Vale do Acre marca em grande estilo a reinauguração do Ginásio Coberto Jáder Saraiva Machado nesta sexta-feira, 27, às 19 horas, em Cruzeiro do Sul. O vice-governador César Messias irá fazer a entrega oficial do espaço à população de Cruzeiro do Sul. Esta é uma das 106 obras e ações que o Governo do Estado promove como parte das comemorações dos 106 anos da assinatura do Tratado de Petrópolis.


A obra de reforma e ampliação está em seus últimos detalhes antes da inauguração. Situado quase defronte ao Teatro dos Náuas (obra que também está em fase final de reforma), o Ginásio é o maior de Cruzeiro do Sul para esportes de quadra. Com a ampliação, o público terá mais espaço para as competições podendo receber até 1.000 expectadores, 600 deles em cadeiras confortáveis e outro tanto em arquibancadas de alvenaria. Na obra, somando investimentos e infraestrutura o Governo do Estado investe mais de R$ 800 mil.

"Isto é fruto de um trabalho incessante de buscar a integração entre os Municípios de todo o Estado. Este ginásio passa a ser a referência para captação de grandes espetáculos esportivos para o Vale do Juruá, que nos últimos anos tem demonstrado capacidade de produzir talentos esportivos e de receber muito bem os seus visitantes", afirma a secretária Adjunta de Esportes, Suely Melo.

Segundo informa o mestre de obras, Raimundo Libânio Alemão, foram feitas aberturas laterais que melhoraram muito o sistema de ventilação, tornando o ambiente mais confortável mesmo estando lotado. A estrutura metálica da cobertura foi recuperada e toda a cobertura trocada. Além disso, foram construídas mais quatro salas, para o setor administrativo; construídos 16 banheiros (antes eram somente três); trocado todo o piso da quadra, duas salas para almoxarifado e um auditório, para eventos que envolvam as entidades desportivas e a Secretaria de Esportes. Nas portas e janelas foram colocadas proteções especiais e nas entradas principais portões de ferro.

O Secretário de Esporte, Turismo e Lazer, Cassiano Marques, afirma que o governo já providenciou a compra dos equipamentos para o funcionamento do Ginásio. Ele explicou que com a reforma será possível realizar em Cruzeiro do Sul partidas dos campeonatos estaduais de vôlei e futsal, que não aconteciam na cidade por falta de estrutura dos ginásios.

A iluminação é outro item que passou por reforma e foi ampliada, com troca de todas as luminárias (18 lâmpadas fluorescentes de 400 watts) e a novidade: o ginásio vai ter um placar eletrônico. Finalmente, o Ginásio foi todo pintado e no pátio da frente está sendo executado um projeto de jardinagem pela cultivadora de flores Gisalda Mariano.

Os jardins das obras

Dona Gisalda é conhecida na cidade como a maior cultivadora de plantas ornamentais da região. Ela cuida da preparação dos jardins do Ginásio e do Teatro dos Náuas. Nesta semana, orientava membros de sua equipe sobre a exata localização das plantas. Ela informa que estão sendo plantados nos dois jardins, mudas de paxiúba, agávia, buganvília, helicônias e dendê.

Ela diz que está gostando do ritmo que o governo está mantendo. "Estou gostando, o governo está restaurando o que já está pronto, não deixando que se acabe. E sabemos o quanto este tipo de obras como o teatro e o Ginásio são úteis para a população. Isto demonstra que o governo está tratando com carinho o dinheiro público, que, afinal, é nosso, é da população", disse.

Barco da Saúde já atendeu 10 mil ribeirinhos em 2009



Relatórios da Secretaria Municipal de Saúde revelam que a equipe que sobe e desce os quatro principais rios de Cruzeiro do Sul, levando médicos, dentistas, enfermeiros e outros profissionais da prefeitura, já realizou aproximadamente 10 mil atendimentos a ribeirinhos. O prefeito Vagner Sales lembra que o programa denominado Atendimento da Saúde Atuante Fluvial, é o cumprimento de promessas que havia feito às comunidades dos rios Juruá, Mirim, Valparaíso e Liberdade.


Relatórios da Secretaria Municipal de Saúde revelam que a equipe que sobe e desce os quatro principais rios de Cruzeiro do Sul, levando médicos, dentistas, enfermeiros e outros profissionais da prefeitura, já realizou aproximadamente 10 mil atendimentos a ribeirinhos. O prefeito Vagner Sales lembra que o programa denominado Atendimento da Saúde Atuante Fluvial, é o cumprimento de promessas que havia feito às comunidades dos rios Juruá, Mirim, Valparaíso e Liberdade.


Para o próximo ano a prefeitura está aperfeiçoando ainda mais os atendimentos. Segundo a secretária de Saúde, Léia de Oliveira, os ribeirinhos terão mais conforto com um consultório odontológico flutuante. “Hoje os atendimentos odontológicos ainda são improvisados, mas mesmo assim a maioria das pessoas nunca tinha visto um dentista antes”.


Além do atendimento odontológico, o barco alugado pela prefeitura visita centenas de comunidades ribeirinhas levando. Entre as enfermidades mais preocupantes que assolam a região, de acordo com Léia de Oliveira, estão a desnutrição, verminose, os casos de hepatites, hanseníase e tuberculose, além da malária. Ela contou que a prefeitura planeka ações mais específicas para combater essas doenças.


“Para conseguir mais rapidez no diagnóstico de casos de malária, enviamos mais doi microscopistas para comunidades do Rio Valparaiso, e três para o Rio Mirim. Além disso o nosso barco sempre leva um microscopista para a realização dos exames de sangue em casos de suspeita da doença. Este ano também realizamos 800 exames ginecológicos para detectar doenças como câncer do colo de útero”, declarou a secretária.



Assessoria


Governo entrega reforma do Teatro dos Náuas neste sábado em Cruzeiro



O Governo do Acre entrega no próximo sábado, dia 28, as obras de reforma e revitalização do Teatro dos Náuas, em Cruzeiro do Sul como parte da programação de comemoração dos 106 anos da assinatura do Tratado de Petrópolis. Um investimento que irá melhor atender a comunidade artística e população de todo o Vale do Juruá. Foram investidos R$ 505.375,74 na revitalização do espaço de 1.017,80 metros quadrados e 428 poltronas. A solenidade será às 20 horas, com a presença do vice-governador César Messias e show do cantor Zé Geraldo.

Espaço valoriza produção cultural da cidade; cerimônia terá show do cantor Zé Geraldo e marca as comemorações dos 106 anos do Tratado de Petrópolis


O Governo do Acre entrega no próximo sábado, dia 28, as obras de reforma e revitalização do Teatro dos Náuas, em Cruzeiro do Sul como parte da programação de comemoração dos 106 anos da assinatura do Tratado de Petrópolis. Um investimento que irá melhor atender a comunidade artística e população de todo o Vale do Juruá. Foram investidos R$ 505.375,74 na revitalização do espaço de 1.017,80 metros quadrados e 428 poltronas. A solenidade será às 20 horas, com a presença do vice-governador César Messias e show do cantor Zé Geraldo.


O nome do teatro é uma homenagem aos Náuas (também escrito nawas) povo indígena do tronco linguístico Pano, que habitava o Vale do Juruá, e passaram por um processo de quase extinção por causa da exploração indiscriminada de suas terras. Atualmente, de acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai) existem cerca de 300 remanescentes Náuas no município de Mâncio Lima.

"A palavra Naua significa povo", lembrou Daniel Zen, presidente da Fundação Elias Mansour, mantenedora do espaço. Essa tribo teria dominado toda a região de Cruzeiro do Sul até onde hoje está localizada a cidade de Rodrigues Alves, no estirão que ainda atualmente é conhecido por 'Estirão dos Náuas'. Nesse contexto, o Teatro dos Náuas é uma referência à cultura do Juruá. Construído em 1998 pelo então governador Orleir Cameli, um dos mais importantes espaços de cultura do Vale do Juruá passou por profundas transformações. Suas 440 poltronas estarão adaptadas ao estilo da obra.

O teatro passou por um intenso processo de revitalização e conta agora com revestimento acústico, urdimentos, cortinas de palco, bambolinas e outros. Com a reforma, o teatro tem a relevância de atender a demanda da comunidade do Juruá. "É um espaço super importante para a cultura da região", disse a atriz Karla Martins.

Artistas aprovam investimentos


Victor Onofre é artista e dirige a Companhia Exodus de Artes Cênicas. Para ele, a reinauguração do Teatro dos Náuas tem um grande significado para a população do Vale do Juruá e vai incrementar a produção de peças teatrais, música, arte circense, entre outras.

O designer e roqueiro Paulo Giovani Nascimento Lima considera que o novo Teatro dos Nauas vai significar uma revolução cultural na cidade. Para ele, as escolas locais vão ganhar um espaço apropriado para atividades culturais e os artistas da região serão valorizados, porque a partir de agora terão um local próprio e adequado para apresentação de seu trabalho.

O veterinário e músico Sergio Argimon avalia a reinauguração do teatro dos Náuas de suma importância para revitalização e desenvolvimento das artes em Cruzeiro do sul.

O músico Alberto Loro é consagrado no Vale do Juruá com suas músicas que falam da vida e costumes da região. Para ele, a reinauguração do teatro é o principal acontecimento do ano no âmbito cultural da região. Ele explica que antes, para se fazer um show no teatro, era preciso alugar equipamentos. "Agora não, o teatro vai ter equipamentos completos que permitirão ao artista se apresentar de maneira mais confortável, sem precisar alugar nada", disse. No próximo dia 4 de dezembro, ‘Loro' (como é conhecido) vai fazer um show no teatro onde apresentará seu CD solo ‘Vale do Juruá'. Posteriormente, ele levará o mesmo show para vários municípios do Estado.




Itamaraty garante à Aleac apoio a estudantes brasileiros na Bolívia



O embaixador Antônio de Aguiar Patriota, diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores, garantiu que o Itamaraty vai desenvolver uma estratégia específica para alcançar um entendimento com o Governo da Bolívia que coloque fim aos constrangimentos a que são submetidos os estudantes brasileiros naquele País.

O embaixador Antônio de Aguiar Patriota, diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores, garantiu que o Itamaraty vai desenvolver uma estratégia específica para alcançar um entendimento com o Governo da Bolívia que coloque fim aos constrangimentos a que são submetidos os estudantes brasileiros naquele País.


A decisão foi comunicada em reunião, nesta quinta-feira, 26, de Patriota com o presidente da Aleac, Edvaldo Magalhães, o chefe do Gabinete-Civil do Governo do Acre, Edson Manchini, deputados estaduais e deputados da bancada federal acreana. Também participou da reunião o embaixador Oto Agripino Maia, subsecretário das Comunidades Brasileiras Residentes no Exterior.


“As denúncias foram tão espontâneas e unânimes que não podem ser ignoradas. Vamos tomar medidas enérgicas para que isso não volte a ocorrer”, garantiu Patriota. Esta foi a primeira declaração oficial de uma alta autoridade do Itamaraty sobre a questão dos estudantes brasileiros na Bolívia depois que a Assembleia deu visibilidade ao problema.


A audiência com Patriota foi solicitada por Edvaldo Magalhães depois que uma comissão de sete parlamentares da Aleac voltou de uma visita, no final de outubro, às universidades de Santa Cruz de La Sierra onde estudam cerca de dois mil acreanos entre os cinco mil alunos de outros estados brasileiros.


Após de três dias de viagem, entre 27 e 29 de outubro, os parlamentares voltaram estarrecidos com uma série de denúncias contra a polícia boliviana e a própria representação diplomática do Brasil naquela cidade. As denúncias foram levadas pelos alunos, primeiramente, em duas audiências com os deputados, com duração de três horas cada uma na Ucebol (Universidade Cristã da Bolívia) e outra na Unabol (Universidade de Aquino da Bolívia) reunindo cerca de 1500 estudantes de vários estados brasileiros, desde o Amazonas até o Rio Grande do Sul.


Nesta quinta as denúncias foram repetidas no Itamaraty por quatro representantes dos alunos. Os estudantes denunciaram que são extorquidos pela Interpol (Polícia Internacional) da Bolívia e, quando vão reclamar para o Consulado brasileiro, continuam sendo ignorados. “Como a burocracia torna impossível a obtenção de vistos de estudantes, eles vivem clandestinamente com visto de turista o que os torna presa fácil da extorsão policial. E quando vão pedir orientação a quem deveria lhes dar proteção, continuam sendo tratados como infratores pela diplomacia brasileira”, explica o presidente Edvaldo Magalhães.


Antes da visita às universidades de Santa Cruz de la Sierra, Edvaldo e a comitiva de parlamentares foram recebidos em La Paz pelos ministros da Educação da Bolívia, Roberto Aguillar e da Justiça, Celima Torrico. “Não poderíamos ser melhores sucedidos. Em um único dia nos entrevistamos com dois ministros de Estado, numa demonstração clara de que não vão poupar esforços para solucionar nossas pendências”, analisou Edvaldo.


Estavam presentes na Bolívia os deputados Ney Amorim (PT), Luiz Calixto (PSL), Delorgem Campos (PSB), Helder Paiva (PR), Walter Prado (PDT), Josemir Anute (PP), Luis Gonzaga (PSDB) e Donald Fernandes (PSDB). O presidente da Câmara de Rio Branco, Jessé Santiago (PSB) também acompanhou a comitiva.


NO ITAMARATY

Durante a reunião desta quinta-feira no Palácio do Itamaraty, participaram quatro estudantes escolhidos durante as audiências nas universidades de Santa Cruz, entre os quais a acreana Patrícia Sakur Azevedo. A estudante relatou que, ainda na semana passada, dois brasileiros foram retirados da sala de aula algemados pela Interpol sob acusação de estarem no País ilegalmente.


Não bastasse a perseguição policial, os alunos brasileiros são alvo de ladrões bolivianos que os consideram pessoas ricas, embora estejam estudando na Bolívia por não terem recursos para freqüentar universidade privada no Brasil. Eles relataram que são vítimas corriqueiras de arrastões, agressões físicas e de assaltos. “E quando vamos dar queixa precisamos pagar pelo boletim de ocorrência e até pelo combustível da viatura”, relatou Patrícia Azevedo.


O embaixador Antônio Patriota se disse muito surpreso com as reclamações dos estudantes de que são destratados especialmente pelo Consulado brasileiro em Santa Cruz de la Sierra. Mas, declarou que acredita nas queixas, porque se tratam de manifestações espontâneas e unânimes. Por isso, assumiu o compromisso de tomar providências administrativas enérgicas.


Com relação ao problema do visto para estudantes, o embaixador propôs constituir um Grupo de Trabalho (GT) interministerial envolvendo autoridades acreanas para discutir uma estratégia de negociar um pacto com o governo boliviano. Segundo a proposta do diplomata, este GT pode ser criado nos moldes do que está intermediando uma solução para as famílias de agricultores que residem na faixa de fronteira da Bolívia. Para Antonio Patriota, o governo boliviano não deve ter interesse em afugentar os estudantes brasileiros, pois eles representam uma considerável fonte de receita para o País.


BUROCRACIA

Edvaldo Magalhães considerou o encaminhamento muito positivo. Segundo ele, a proposta terá desdobramentos práticos, sendo que a simplificação do visto de permanência é o mais esperado. “Existe um tratado não cumprido de liberdade de trânsito entre estudantes dos dois países e este pode ser o ponto de partida a ser negociado”, informa o presidente. Ele explica que entre os principais entraves da burocracia para obtenção do visto, os brasileiros são obrigados a se submeter a exame de HIV, atestado de solvência econômica, documentos do Itamaraty e comprovação da ajuda financeira que recebem de seus pais desde o Brasil.


A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) entendeu que é preciso dar um basta nesta exposição, que parece permanente, dos estudantes brasileiros no exterior. Também participaram da reunião os deputados Ney Amorim (PT), Delorgem Campos (PSB) e Luiz Calixto (PDT). Pela bancada federal participaram os deputados Fernando Melo (PT), presidente da Frente Parlamentar Brasil-Bolívia e coordenador da Bancada Federal do Acre; Sérgio Petecão (PMN) e Ilderley Cordeiro (PP). O chefe do Gabinete-Civil, Edson Manchini informou que o governador Binho Marques tem se preocupado desde o primeiro momento com esta questão e defende uma postura mais contundente por parte da Diplomacia Brasileira.

Agencia Aleac

Cruzeiro do Sul vive nova era na limpeza pública



Além do trabalho intenso de limpeza de ruas, agora até os córregos estão sendo limpos e desobstruídos para evitar alagamentos. Pensando em facilitar o acesso de todos os moradores, o prefeito Vagner Sales autorizou também a construção de trapiches em áreas alagadiças, quase um quilômetro e meio já foi construído em cinco bairros.


Além do trabalho intenso de limpeza de ruas, agora até os córregos estão sendo limpos e desobstruídos para evitar alagamentos. Pensando em facilitar o acesso de todos os moradores, o prefeito Vagner Sales autorizou também a construção de trapiches em áreas alagadiças, quase um quilômetro e meio já foi construído em cinco bairros.

O município de Cruzeiro do Sul acaba de adquirir com recursos próprios, uma varredora coletora no valor de R$ 110 mil. O equipamento que está sendo utilizado na limpeza das ruas do centro da cidade, era até então, algo desconhecido dos cruzeirenses. A máquina é utilizada para retirar a areia que fica sobre o asfalto e calçadas, provocando poeira e trazendo desconforto aos condutores de veículos, pedestres e comerciantes. Com a utilização da varredora coletora que funciona com a ajuda de um trator, a mão de obra de trinta homens varredores de ruas, passou a ser utilizada em outras atividades. O prefeito Vagner Sales considera importantíssima a utilização da varredora e garante que seu objetivo é melhorar cada vez mais a infra-estrutura do município, comprando equipamentos indispensáveis para uma cidade do tamanho de Cruzeiro do Sul.

Uma equipe da Secretaria de Obras está trabalhando intensamente na construção de caixas de lixo em alvenaria. As caixas colocadas em uma altura padrão que dificulta o acesso dos cães, estão sendo distribuídas nos bairros da cidade. “Essas caixas que custavam na administração passada R$ 200, estão custando agora R$ 70, porque estão sendo construídas através de administração direta, significando uma boa economia”, comenta Amauri, chefe do setor de limpeza pública do município.

O prefeito Vagner Sales mantém sua postura de distribuição de renda para todas as pessoas. Atualmente ele determinou a construção de trapiches em diversos bairros da cidade, onde ainda existem áreas alagadiças, assegurando o direito a todos de ir e vir. Até agora os Bairros da Várzea, Cobal, Telégrafo, Vila São Pedro e comunidade Boca do Moa foram atendidos, totalizando 1359 metros de trapiche em madeira. Os bairros Cruzeirinho e Miritizal que fica no segundo distrito, também serão contemplados.

A limpeza dos córregos é outra medida inédita que alcança principalmente as populações mais carentes. Homens da Secretaria de Obras estão fazendo a roçagem e retirando entulhos de dentro dos igarapés e córregos, facilitando a drenagem da água. “Quando iniciei meu mandato sempre deixei claro que vou procurar distribuir os benefícios do poder público municipal a todas as pessoas. Os problemas que eram deixados de lado vamos encarar e trabalhar para melhorar a vida das pessoas mais sofridas”, enfatiza Vagner Sales.

A limpeza pública em Cruzeiro do Sul obteve avanços significativos este ano. Qualquer pessoa que volta a visitar a cidade percebe as mudanças, as ruas limpas e bem cuidadas. Atualmente 42 homens e cinco caminhões estão empregados na limpeza diuturnamente.

Assessoria