sábado, 28 de novembro de 2009

Em Cruzeiro, Teatro dos Náuas será entregue neste sábado com show de Zé Geraldo


O Governo do Acre entrega neste sábado, as obras de reforma e revitalização do Teatro dos Náuas, em Cruzeiro do Sul como parte da programação de comemoração dos 106 anos da assinatura do Tratado de Petrópolis. Um investimento que irá melhor atender a comunidade artística e população de todo o Vale do Juruá. Foram investidos R$ 505.375,74 na revitalização do espaço de 1.017,80 metros quadrados e 428 poltronas. A solenidade será às 20 horas, com a presença do vice-governador César Messias e show do cantor Zé Geraldo, um dos grandes nomes da Música Popular Brasileira.

Edmilson Ferreira e Flaviano Schneider

Cerimônia marca as comemorações dos 106 anos do Tratado de Petrópolis no Juruá

O Governo do Acre entrega neste sábado, as obras de reforma e revitalização do Teatro dos Náuas, em Cruzeiro do Sul como parte da programação de comemoração dos 106 anos da assinatura do Tratado de Petrópolis. Um investimento que irá melhor atender a comunidade artística e população de todo o Vale do Juruá. Foram investidos R$ 505.375,74 na revitalização do espaço de 1.017,80 metros quadrados e 428 poltronas. A solenidade será às 20 horas, com a presença do vice-governador César Messias e show do cantor Zé Geraldo, um dos grandes nomes da Música Popular Brasileira.

O nome do teatro é uma homenagem aos Náuas (também escrito nawas) povo indígena do tronco linguístico Pano, que habitava o Vale do Juruá, e passaram por um processo de quase extinção por causa da exploração indiscriminada de suas terras. Atualmente, de acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai) existem cerca de 300 remanescentes Náuas no município de Mâncio Lima.

"A palavra Naua significa povo", lembrou Daniel Zen, presidente da Fundação Elias Mansour, mantenedora do espaço. Essa tribo teria dominado toda a região de Cruzeiro do Sul até onde hoje está localizada a cidade de Rodrigues Alves, no estirão que ainda atualmente é conhecido por 'Estirão dos Náuas'. Nesse contexto, o Teatro dos Náuas é uma referência à cultura do Juruá. Construído em 1998 pelo então governador Orleir Cameli, um dos mais importantes espaços de cultura do Vale do Juruá passou por profundas transformações. Suas 440 poltronas estarão adaptadas ao estilo da obra.

O teatro passou por um intenso processo de revitalização e conta agora com revestimento acústico, urdimentos, cortinas de palco, bambolinas e outros. Com a reforma, o teatro tem a relevância de atender a demanda da comunidade do Juruá. "É um espaço super importante para a cultura da região", disse a atriz Karla Martins.

Zé Geraldo

Na reinauguração do Teatro dos Náuas, o cantor Zé Geraldo apresentará o show Catadô de Bromélias, que ele preparou em comemoração aos seus 30 anos de carreira. No domingo, o cantor se reapresentará aos moradores de Cruzeiro do Sul, desta vez, na Praça da cidade, logo após a missa.

Entre 75 e 78, Zé Geraldo participou e foi premiado em inúmeros Festivais até gravar, em 1979, seu primeiro disco como Zé Geraldo, “Terceiro Mundo” (CBS). Ainda pela CBS lançou “Estradas” (80) e “Zé Geraldo” (81). Canções como “Cidadão”, “Como diria Dylan” e “Senhorita”, indispensáveis no repertório de seus shows, fazem parte desta primeira safra de gravações, assim como "Rio Doce", com a qual Zé Geraldo participou do Festival MPB-Shell de 1980, e "Milho aos Pombos", que tornou o artista conhecido em todo o Brasil no mesmo festival promovido pela Rede Globo, em 1981. Duas de suas músicas foram temas de novelas da Rede Globo: "Semente de Tudo" (Livre para Voar) e "São Sebastião do Rodeiro" (Paraíso).

Com mais de 30 anos de carreira, Zé Geraldo tem 16 discos lançados, fora coletâneas e compactos. O CD “Catadô de Bromélias”, o 16º de sua carreira, pelo seu próprio selo “Sol do Meio Dia”, com distribuição Unimar Music. O álbum conta com 10 faixas inéditas sendo “Na Barra do seu Vestido”, uma parceria com Zeca Baleiro, "As Canções do Embornal", parceria com Tavares Dias e “Última Reza”, de sua filha, também cantora e compositora, Nô Stopa.

Artistas aprovam investimentos

Victor Onofre é artista e dirige a Companhia Exodus de Artes Cênicas. Para ele, a reinauguração do Teatro dos Náuas tem um grande significado para a população do Vale do Juruá e vai incrementar a produção de peças teatrais, música, arte circense, entre outras.

O designer e roqueiro Paulo Giovani Nascimento Lima considera que o novo Teatro dos Nauas vai significar uma revolução cultural na cidade. Para ele, as escolas locais vão ganhar um espaço apropriado para atividades culturais e os artistas da região serão valorizados, porque a partir de agora terão um local próprio e adequado para apresentação de seu trabalho.

O veterinário e músico Sergio Argimon avalia a reinauguração do teatro dos Náuas de suma importância para revitalização e desenvolvimento das artes em Cruzeiro do sul.

O músico Alberto Loro é consagrado no Vale do Juruá com suas músicas que falam da vida e costumes da região. Para ele, a reinauguração do teatro é o principal acontecimento do ano no âmbito cultural da região. Ele explica que antes, para se fazer um show no teatro, era preciso alugar equipamentos. "Agora não, o teatro vai ter equipamentos completos que permitirão ao artista se apresentar de maneira mais confortável, sem precisar alugar nada", disse. No próximo dia 4 de dezembro, ‘Loro' (como é conhecido) vai fazer um show no teatro onde apresentará seu CD solo ‘Vale do Juruá'. Posteriormente, ele levará o mesmo show para vários municípios do Estado.

Prefeito em exercício sanciona lei que facilita pagamento de tributos


O prefeito em exercício de Cruzeiro do Sul, Gilvan Freitas, sancionou manhã desta sexta-feira (27), uma lei aprovada na Câmara Municipal que autoriza a prefeitura a dispensar, reduzir débitos e conceder parcelamento de créditos tributários para as dividas geradas até 31 de dezembro de 2008. Com a lei, os contribuintes poderão parcelar suas dividas em até 60 meses, desde que o valor da parcela não seja inferior a 30 UNIFPs, Unidade Fiscal Padrão do Município de Cruzeiro do Sul, equivalente a pouco mais de R$ 60.


O prefeito em exercício de Cruzeiro do Sul, Gilvan Freitas, sancionou manhã desta sexta-feira (27), uma lei aprovada na Câmara Municipal que autoriza a prefeitura a dispensar, reduzir débitos e conceder parcelamento de créditos tributários para as dividas geradas até 31 de dezembro de 2008. Com a lei, os contribuintes poderão parcelar suas dividas em até 60 meses, desde que o valor da parcela não seja inferior a 30 UNIFPs, Unidade Fiscal Padrão do Município de Cruzeiro do Sul, equivalente a pouco mais de R$ 60.

O Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo foi aprovado pelos vereadores de na última semana e em seguida voltou para a prefeitura para a sanção do prefeito. Por está assumindo o cargo na ausência do prefeito Vagner Sales, que foi à Marília no interior de São Paulo para formatura da filha, e do vice, Mazinho Santiago que está viajando como acompanhante de sua esposa a um tratamento de saúde, o presidente da Câmara Municipal, Gilvan, teve a responsabilidade de sancionar a Lei n° 515, de 27 de novembro de 2009 que entra em vigor a partir de sua publicação.

De acordo com a nova lei, a prefeitura pode dividir em até 60 parcelas todos os débitos fiscais obedecendo algumas condições. As parcelas não podem ser inferiores ao valor de 30 UNIPs, as parcelas devem ser pagas mensal e consecutivamente sob pena do cancelamento do parcelamento após atraso de três parcelas consecutivas, são algumas das determinações do acordo que será feito pelo contribuinte com a prefeitura. De acordo com a matéria, poderão ser negociadas até mesmo as dívidas em execução fiscal já ajuizada.

Para o prefeito em exercício, é uma forma das pessoas terem oportunidade de acertar as contas com o fisco municipal e terem suas propriedades regularizadas. “Agora as pessoas podem pagar as contas de IPTU de forma mais suave para o bolso. Sabemos nossa população gosta de pagar as contas, mas muita gente deixa de pagar na data certa por falta de condições financeiras e a prefeitura está facilitando a vida de nossos contribuintes que terão a oportunidade de pagar os impostos de suas propriedades e terem toda documentação em dias. É uma foram também do município aumentar a arrecadação para que possa fazer as obras básicas que dependem dos tributos municipais” – disse Gilvan.

Centro de Zoonoses trabalha com meta de vacinar mais de 13 mil cães e gatos em Cruzeiro do Sul


Agentes do Centro de Controle de Zoonoses de Cruzeiro do Sul iniciaram esta semana a Campanha da Vacinação Anti-rábica. A meta do município é vacinar 100% dos cães e gatos da cidade. Para isso, a coordenação do Centro espera contar com a colaboração da população no sentido de facilitar o serviço dos agentes.

Agentes do Centro de Controle de Zoonoses de Cruzeiro do Sul iniciaram esta semana a Campanha da Vacinação Anti-rábica. A meta do município é vacinar 100% dos cães e gatos da cidade. Para isso, a coordenação do Centro espera contar com a colaboração da população no sentido de facilitar o serviço dos agentes.

Três equipes de vacinadores estão distribuídas pela cidade com a finalidade de visitar todos os bairros e, de casa em casa, vacinar os animais domésticos. De acordo com o médico veterinário responsável pela campanha de vacinação, Eduardo, o Ministério da Saúde remeteu ao município pouco mais de 13 mil doses de vacina e todas serão aplicadas, já que de acordo com um levantamento que está sendo realizado, existem mais de 17 mil animais, entre cães e gatos.

Os servidores do Centro de Zoonoses utilizam uma ferramenta, denominada cambão, para imobilizar os animais e aplicar a vacina sem perigo de serem mordidos pelos cães. De acordo com o veterinário, todo o material utilizado na vacinação é descartável para evitar a contaminação de doenças.

“Os donos temiam que fossem utilizadas seringas e outros materiais em várias aplicações, mas isso não acontece. Após cada aplicação o material é descartado para evitar realmente a imunização dos animais. Então esperamos contar com o apoio da população e pedimos que segure seus animais e ajude os agentes a aplicar a vacina. É importante que as pessoas que trabalham o dia todo possam está atentos para o dia da vacinação no bairro em que moram para possam receber os agentes” – informou Eduardo.
A campanha de vacinação anti-rábica em Cruzeiro do Sul será realizada em um período de 20 dias com previsão de encerramento no dia 14 de dezembro. De acordo com Eduardo, só não é possível vacinar os animais que vivem soltos pelas ruas da cidade.

“Não temos como fazer o controle desses animais, pois não ficam em lugar certo e não é possível identificar os que seriam vacinados” – disse o veterinário.