terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Polícia prende suspeito de envolvimento com tráfico de drogas



Foi preso na manhã desta terça-feira (22), em Cruzeiro do Sul, José Francisco Soares da Silva, o Chiquinho, acusado de manter uma boca de fumo no Bairro Telegrafo. A prisão foi realizada na casa do acusado pela Polícia Civil que cumpria mandado judicial.


Foi preso na manhã desta terça-feira (22), em Cruzeiro do Sul, José Francisco Soares da Silva, o Chiquinho, acusado de manter uma boca de fumo no Bairro Telegrafo. A prisão foi realizada na casa do acusado pela Polícia Civil que cumpria mandado judicial.
A polícia já estava há vários dias investigando para prender Francisco Soares que é apontado como um dos responsáveis pela comercialização de entorpecentes no Bairro do Telegrafo. De acordo com o delegado Elton Futigami, no momento da prisão, o acusado teria jogado papelotes de cocaína fora do quintal.

Além de 52 gramas de cocaína que foram encontradas do lado de fora do quintal, na casa do acusado a policia apreendeu certa quantidade de oxidado, material que é utilizado para a preparação da droga. Na Delegacia Geral de Polícia, Chiquinho alegou os papelotes de cocaína não eram de sua propriedade.

O delegado Elton Futigami disse que será lavrado um flagrante e Francisco Soares será conduzido ao Presídio Manoel Néri da Silva.

Garota de 16 anos de idade mata sogro com disparo de espingarda



Uma jovem de 16 anos de idade foi conduzia à Delegacia de Proteção ao Menor, em Cruzeiro do Sul, na manhã de segunda-feira, 21, após confessar ter atirado contra o sogro, Expedito a Rocha Moreira, de 72 anos de idade. A menina alegou que não tinha intenção de matar o sogro e que a espingarda disparou de forma acidental. O crime aconteceu na sexta-feira (18) na comunidade Ceará, no Rio Liberdade.


Uma jovem de 16 anos de idade foi conduzia à Delegacia de Proteção ao Menor, em Cruzeiro do Sul, na manhã de segunda-feira, 21, após confessar ter atirado contra o sogro, Expedito a Rocha Moreira, de 72 anos de idade. A menina alegou que não tinha intenção de matar o sogro e que a espingarda disparou de forma acidental. O crime aconteceu na sexta-feira (18) na comunidade Ceará, no Rio Liberdade.

Na delegacia a garota afirmou que não teve a intenção de disparar contra o aposentado que foi atingido nas costas pelo disparo e morreu de forma instantânea. Ela foi interrogada pelo delegado Elton Fultigami que afirmou que a menina seria indiciada por homicídio culposo, que não teve a intenção de matar e em seguida seria encaminhada ao Ministério Público.

O delegado informou ainda que serão ouvidas apenas testemunhas já que o corpo foi sepultado na comunidade, que fica distante da cidade, e por isso não foi possível realizar o exame cadavérico.

Marido afirma que o crime foi intencional


O companheiro da jovem de 16 anos de idade que matou o sogro na comunidade Ceará, na última sexta-feira (18), compareceu à Delegacia Geral de Polícia de Cruzeiro do Sul nesta terça-feira (22) para prestar queixa contra sua companheira. José Ademar da Rocha Prudêncio, 36, acusa a garota de ter efetuado o disparo com intenção de tirar a vida do aposentado.

Ademar afirmou que a menina tinha muita raiva do sogro e teria ido até a casa dele apenas pegar umas roupas. O marido disse ainda, ao delegado, que a garota havia confessado, logo em seguida ao crime, que teria assassinado o aposentado porque ele havia lhe deixado enfurecida.


Expectativa com a chegada de carregamento de hortifruti em Cruzeiro



Uma batalha de meses da Assembleia Legislativa, em conjunto com empresários do Juruá está prestes a acabar com um final feliz. Na tarde desta terça, 21, numa entrevista coletiva, o presidente da Aleac, deputado Edvaldo Magalhães (PC do B), ressaltou a abnegação e a paciência de funcionários da Receita Federal, Anvisa, Infraero, Polícia Federal e Ministério da Agricultura para que a operação se torne um sucesso. “Estamos tendo que contar com a compreensão desses órgãos através de servidores públicos que fizeram esforços pessoais para que a operação pudesse ocorrer,”disse.


Uma batalha de meses da Assembleia Legislativa, em conjunto com empresários do Juruá está prestes a acabar com um final feliz. Na tarde desta terça, 21, numa entrevista coletiva, o presidente da Aleac, deputado Edvaldo Magalhães (PC do B), ressaltou a abnegação e a paciência de funcionários da Receita Federal, Anvisa, Infraero, Polícia Federal e Ministério da Agricultura para que a operação se torne um sucesso. “Estamos tendo que contar com a compreensão desses órgãos através de servidores públicos que fizeram esforços pessoais para que a operação pudesse ocorrer,”disse.

Maior articulador e entusiasta da integração entre Cruzeiro do Sul e Pucallpa, Edvaldo Magalhães, destacou também o papel dos comerciantes da região. “São empresas e empresários apostando em algo que não têm certeza que vai dar certo. Eles estão correndo riscos, mas acreditando na importância do processo de integração para o desenvolvimento do Juruá e do Acre, “destacou. O parlamentar também salientou os esforços para superar as dificuldades. “É importante que a importação aconteça para que as coisas institucionais tenham credibilidade. Não adianta fazer movimento de integração assinando documentos de intenção porque as pessoas querem ver as coisas concretizadas. O que estamos fazendo vai além da questão de diminuir os preços dos produtos. Vamos promover uma integração cultural e educacional entre os povos ,”falou.

Transformação da economia do Juruá

É unânime entre a população de Cruzeiro do Sul que a abertura dos caminhos aéreo, terrestre e fluvial para o Peru poderá mudar a economia regional. “A região está bem localizada geograficamente e pode ser uma porta de integração dos 1200 KM até o Pacífico. Um caminho mais curto significa fretes mais baratos. Aqui temos uma população, entre todos os municípios, de 200 mil habitantes que teriam acesso a um mercado de mais de 12 milhões de pessoas. Será um salto civilizatório para um povo que transformou o seu isolamento em ousadia para se conectar com o resto do mundo. É preciso que se aprenda raciocinar não pensando apenas em Rio Branco, Manaus ou São Paulo. Mas contemplando as muitas possibilidades de negócios que podem ser realizadas a um pouco mais de uma hora de voo com Lima e, a partir dali, com o resto do Planeta utilizando as rotas do Oceano Pacífico, “explicou Magalhães.

Edvaldo rebateu as críticas de algumas pessoas que não acreditam no processo de integração. “As vezes não se dá a importância que tem um vôo com verduras. Nós não estamos aqui discutindo tomates, mas o futuro. Quem conseguir olhar um palmo à frente do nariz vai entender que estamos construindo o futuro de uma região que passou anos assolada pelo isolamento,”ironizou.

Produtos mais baratos para a população

O presidente da Associação Comercial do Alto Juruá, Marco Venício, elogiou a iniciativa política associada à comercial. “Essa integração não se limita ao comércio, mas a relação entre as pessoas dos dois países. A chegada desse avião [o avião já está em Pucallpa] é um primeiro passo para que no ano que vem possamos ter um fluxo constante de abastecimento alimentar na região. O objetivo de todo esse esforço tanto dos políticos quanto dos órgãos envolvidos na operação é para que os produtos cheguem mais baratos aos nossos consumidores. A demora que ocorreu com os obstáculos está virando uma agonia. Mas no final vai dar tudo certo”, aposta.

Praticamente todos os grandes comerciantes de Cruzeiro do Sul estão envolvidos no processo integratório. Para Francisco Santos, mais conhecido como Zinho, a expectativa gerada por todo esse processo é muito grande. “Esse movimento será a porta de entrada para muitos outros produtos. Frutas, verduras e legumes são só o básico para a nossa cidade. Mas com certeza o aeroporto estando alfandegado com sistema de fiscalização vamos ter suporte para que voos como esse aconteçam com regularidade para que possamos trazer também outros produtos de interesse da região,”afirmou.

O dono de um dos maiores supermercados do Juruá, Assem Cameli, também pensa em outras possibilidades de importação. “Estamos interessados em vários itens como o cimento e a pedra para construção, o calcário para ampliarmos a nossa agricultura e os produtos do mar,”disse o empresário. Assem revelou que atualmente o preço do tomate nos seus estabelecimentos custa cerca de R$ 8 o quilo. “Com a chegada dos produtos peruanos poderemos ter uma redução de cerca de 50% na maioria. Mas para alguns a redução pode ser ainda maior dando uma acessibilidade aos nossos clientes bem maior,”salientou.

O empresário Abraão Candido, um dos pioneiros no comércio com o Peru, nos anos 80, também acredita nos resultados positivos de toda a iniciativa de integração. “Há muito tempo que a gente almeja que isso aconteça. No tempo do ex-senador Aloisio Bezerra se deu início a esse processo, mas não foi à frente porque as autoridades do Brasil não tiveram muito interesse. Agora, apareceu o Edvaldo Magalhães que tem se empenhado. Inclusive, recebemos de Natal a rodovia entre Cruzeiro do Sul e Pucallpa que o presidente Lula (PT) assinou a intenção de construí-la quando estivemos recentemente em Lima. Na realidade nem fomos com essa intenção. Nós fomos pedir para fazer os estudos da rodovia, mas como é o jeito do Lula, passou a caneta e autorizou. Acho que Cruzeiro do Sul tem três vias de transporte que nos conecta com o Peru para fazermos comércio vantajoso, a fluvial, a aérea, e a rodoviária que deve sair o quanto antes,”apregoou. Quanto à redução do preço dos produtos para o consumidor, Abraão explicou que os problemas enfrentados nessa primeira importação acabaram encarecendo o frete. “ Há alguns problemas porque o avião do Peru não pode vir e foi preciso fretar um em Manaus. Isso encareceu um pouco mais o frete. Mas mesmo assim vai cair bastante o preço dos produtos,”finalizou.


Voo: o avião cargueiro está na pista do aeroporto de Pucallpa e deve chegar a Cruzeiro do Sul nas próximas horas.

Agência Aleac


Gladson assegura verba para Tarauacá e Brasiléia.



Em pleno fechamento do ano legislativo e hora de tomada de decisões para liberação de emendas e direcionamento de recursos extra-orçamentários para estados e municípios, o deputado Gladson Cameli (PP) informou ontem em Brasília, sua decisão de ficar na capital federal até o final de ano.

Em pleno fechamento do ano legislativo e hora de tomada de decisões para liberação de emendas e direcionamento de recursos extra-orçamentários para estados e municípios, o deputado Gladson Cameli (PP) informou ontem em Brasília, sua decisão de ficar na capital federal até o final de ano. O objetivo é viabilizar o maior volume de verbas possíveis para o Estado, através de ministérios onde possui maior proximidade política e atuação como Integração, Agricultura, Esportes e especialmente Cidades, onde conta com seu correligionário e amigo, o ministro Márcio Fortes. ”É à hora da decisão. Portanto a presença em Brasília é fundamental na hora de resolver para onde canalizar as verbas”, garante o deputado.

A estratégia vem dando certo. Ainda esta segunda-feira, foi liberada para o município de Brasiléia a primeira parcela do Ministério das Cidades, no valor de R$ 98.629,00, de verba para aplicação em esgotamento sanitário e pavimentação de ruas. Por sua vez, o município de Tarauacá, por sua vez, já pode contar com a liberação, também do Ministério das Cidades da primeira parcela, no valor de R$ 148.070,00, de recursos destinados a apoio a elaboração de planos habitacionais de interesse social. As liberações fazem parte de um esforço concentrado diretamente nos órgãos federais. O trabalho implica em intensa articulação e contatos políticos para facilitar e acelerar as liberações em vista do interesse social das obras previstas.

A idéia básica é conseguir a liberação de verbas, sobretudo da área de infraestrutura, saneamento, habitação e saúde, cujas obras e ações de governo são consideradas essências para a população, em especial a de baixa renda. O deputado quer redobrar o volume de contatos mantidos na capital federal ao mesmo tempo em que informa as prefeituras beneficiadas com os recursos liberados.

A preocupação maior, segundo o deputado, é que as prefeituras mantenham a adimplência junto aos órgãos de Governo para fazer jus aos recursos pretendidos, ”caso contrário, os esforços se revelam praticamente inúteis”. Depois do final de ano, o deputado retorna ao Acre onde pretende fazer uma viagem de visita as bases por todo o interior do Estado.

Decoração de natal vira atração em Cruzeiro do Sul



É a primeira vez que a Praça Central da Cidade ganha uma decoração natalina completa com luzes e cores. Dezenas de famílias se dirigem todas as noites para fotografar, bater papo e passear com a criançada.



É a primeira vez que a Praça Central da Cidade ganha uma decoração natalina completa com luzes e cores. Dezenas de famílias se dirigem todas as noites para fotografar, bater papo e passear com a criançada.

Na noite de segunda-feira, 22, o prefeito Vagner Sales esteve na praça vistoriando a ornamentação do Centro de Cruzeiro do Sul e recebendo os visitantes. Ele falou do trabalho para iluminar a praça para a festa natalina e elogiou a equipe da Prefeitura que confeccionou toda iluminação.

De acordo com Vagner Sales, a prefeitura está gastando poucos recursos, já que a maior parte dos materiais foi comprada em São Paulo, com bastante antecedência. “Economizamos durante todo ano, mas não poderíamos deixar de fazer uma festa nessa data em que comemoramos o nascimento de Jesus”, diz o prefeito.

Uma árvores de natal jamais vista na cidade foi instalada em frente à catedral e se tornou uma das principais atrações. A igreja histórica também foi decorada. A partir desta terça-feira o Papai Noel estará ocupando sua casa construída na praça, o bom velhinho fará várias visitas pela cidade para espalhar ainda mais o espírito de natal.

Vagner Sales anuncia novos investimentos no esporte em 2010



Durante a reinauguração do Ginásio Poliesportivo Antonio de Souza Lima Neto, no Bairro do Acreoporto Velho, domingo (20), o prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, declarou que “a juventude precisa de áreas de lazer para praticar seu esporte” e isso tem sido uma preocupação constante da sua administração. Ele anunciou que em 2010 o município ganhará uma ampla área de lazer e nove ginásios poliesportivos, fruto de emendas parlamentares de deputados federais e senadores acreanos.

Durante a reinauguração do Ginásio Poliesportivo Antonio de Souza Lima Neto, no Bairro do Acreoporto Velho, domingo (20), o prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, declarou que “a juventude precisa de áreas de lazer para praticar seu esporte” e isso tem sido uma preocupação constante da sua administração. Ele anunciou que em 2010 o município ganhará uma ampla área de lazer e nove ginásios poliesportivos, fruto de emendas parlamentares de deputados federais e senadores acreanos.

“Neste ano reformamos o estádio do Cruzeirão, reformamos o ginásio poliesportivo do Bairro do Alumínio e hoje (20) entregamos para as comunidades a sede social da Associação dos Moradores do Bairro do Telégrafo e o ginásio poliesportivo do Aeroporto Velho”, comemorou o prefeito, acrescentando que “em todos os dias de 2010 o pensamento estará voltado para proporcionar melhor qualidade de vida à população”. Prova disso, comentou, é que “já nos próximos dias terá inicio um grande campeonato de futebol feminino em Cruzeiro do Sul”.

Vagner admite que o município oferece poucas opções de lazer aos jovens cruzeirenses, e que o sonho de Cruzeiro do Sul é ver seus filhos brilharem no esporte, mesmo que seja fora do município ou do estado. Ele conta que os torneios de futebol promovidos todos os domingos pela prefeitura na zona rural, nas margens de rios e igarapés, nas localidades dos ramais, “vem ajudando o jovem a afastar-se da bebida, das drogas, e da violência”.

Não se deve esquecer dos idosos

Ao reinaugurar a sede social da Associação dos Moradores do Bairro do Telégrafo, o prefeito comentou que não poderia deixar de atender a reivindicação da comunidade para recuperar o espaço que, em passado recente, era muito utilizado para os bailes da terceira idade.

“Essa foi só uma pequena reforma, porque temos planos bem maiores para essa comunidade”, afirmou o prefeito, que anunciou que o deputado federal Ilderlei Cordeiro disponibilizou uma emenda de R$ 200 mil para melhorias na sede da associação de moradores.

Vagner comentou que a sede deve ser usada pela comunidade para as festas sociais, como aniversários, casamento, batizados, além das tradicionais reuniões para discutir os problemas do bairro.

Para o presidente da associação dos moradores, Raimundo Nonato, “a comunidade tem muito que agradecer a prefeitura, porque a sede estava abandonada e os idosos do bairro não tinham um local para se reunir e se divertir”. Ele informou que “daqui para a frente, todos os domingos, a partir das 14:00 todos os idosos para os bailes”.

Raimundo Nonato lamentou o fato de que o espaço não possa ser ainda usado para os bailes de jovens, “porque a violência na área urbana do município não permite a realização de festas, sem ameaçar a segurança dos moradores”.


Texto: Dílson Ornelas

Fotos: Gerson Soares

Assessoria de Comunicação: Neto Vitalino