quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Tragédia: Três mortos em batida de táxi com ônibus



Um trágico acidente marcou a véspera de natal em Cruzeiro do Sul. Uma batida entre um veículo, tipo Santana, utilizado como táxi, e um ônibus da empresa Real Norte, na tarde desta quinta-feira (24), tirou a vida de três pessoas na estrada que liga aos municípios de Mâncio Lima e Rodrigues Alves.

Mazinho Rogerio
Fotos Aureo Neto




Um trágico acidente marcou a véspera de natal em Cruzeiro do Sul. Uma batida entre um veículo, tipo Santana, utilizado como táxi, e um ônibus da empresa Real Norte, na tarde desta quinta-feira (24), tirou a vida de três pessoas na estrada que liga aos municípios de Mâncio Lima e Rodrigues Alves.

O carro da praça estava sendo conduzido pelo taxista, Jairo Pinheiro da Silva, 30, que seguia em direção a cidade de Cruzeiro do Sul e bateu de frente com o ônibus que trafegava em sentido contrário com destino a Mancio Lima. A batida foi tão forte que o Santana ficou praticamente todo embaixo do ônibus com a parte frontal toda amassada.

No carro, além do taxista, estavam uma irmã do motorista, Eliete Pinheiro da Silva, 20, e outra rapaz, Adson da Silva Barros, 20. Todos morreram de forma instantânea no local do acidente.

Homens do Corpo de bombeiros e três ambulâncias do SAMU chegaram ao local para resgatar os corpos. Outra irmã do taxista e de Eliete, chegou no momento em que os irmãos ainda estavam sendo retirados do veiculo e se desesperou ao presenciar o resgate. Os passageiros do ônibus não sofreram nenhum ferimento. Apenas o motorista foi conduzido ao Pronto Socorro por ter ficado bastante abalado.

Sobre as causas do acidente a polícia ainda não informou à impressa. A perícia foi realizada no local e tudo indica que o táxi entrou na contra mão e esbarrou debaixo do ônibus. Dentro do carro em que morreram as três pessoas havia uma lata de cerveja.

Acidente com moto mata jovem de 22 anos



O jovem Tayran, 20, trafegava na Avenida Copacabana, em Cruzeiro do Sul, na tarde desta quarta-feira, 23, e bateu no meio fio ao perder o controle da motocicleta. O rapaz foi conduzido ao Pronto Socorro ainda com vida, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.


O jovem Tayran, 20, trafegava na Avenida Copacabana, em Cruzeiro do Sul, na tarde desta quarta-feira, 23, e bateu no meio fio ao perder o controle da motocicleta. O rapaz foi conduzido ao Pronto Socorro ainda com vida, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

O acidente aconteceu às 4h30m da tarde. O motociclista que trafegava em direção ao centro da cidade, saiu da pista e bateu contra um poste. Outro rapaz que estava na garupa, caiu da motocicleta e sofreu apenas ferimentos leves. Já o condutor foi atingido na cabeça e teve sofreu diversas fraturas.

Tayran foi levado ao Pronto Socorro em uma ambulância do SAMU, ainda com vida. Mas, durante o atendimento na UTI do Hospital do Juruá teve duas paradas respiratórias e morreu horas depois da entrada na unidade de saúde.

A perícia foi realizada no local, mas até agora a policia ainda não divulgou as causas do acidente.

Foto Juruaonline

Indígenas fazem baderna em via pública e são presos em grupo



A Policia Militar encaminhou na noite de terça-feira, 23, para a Delegacia Geral de Polícia de Cruzeiro do Sul, um grupo de 15 índios da etnia Katukina por estarem praticando desordem no Centro da Cidade. De acordo com a polícia os indígenas compraram e não queriam pagar e ameaçavam as pessoas que passavam pelo local.


A Policia Militar encaminhou na noite de terça-feira, 23, para a Delegacia Geral de Polícia de Cruzeiro do Sul, um grupo de 15 índios da etnia Katukina por estarem praticando desordem no Centro da Cidade. De acordo com a polícia os indígenas compraram e não queriam pagar e ameaçavam as pessoas que passavam pelo local.

Os índios vieram da aldeia, localizada a 80 quilômetros da cidade, para receber o beneficio social do governo e foram ao comércio fazer compras. A turma aproveitou para fazer uma bebedeira e acabou fazendo uma verdadeira bagunça. Primeiro, eles pegaram picolés de um vendedor ambulante e não quiseram pagar, em seguida começaram a insultar as pessoas que transitavam pelo centro da cidade.

A Polícia Militar foi acionada e tirou parte do grupo de circulação conduzindo 15 deles para a Delegacia Geral de Polícia. O Delegado Elton Futigami apurou o caso e liberou, ainda na noite de terça-feira, maior parte do grupo. Apenas 4 permaneceram detidos na delegacia até a manhã desta quarta-feira.


Polícia desmonta estudio de reprodução de CDs e DVs



Após vários dias de investigação uma equipe de agentes de Polícia Civil conseguiu desmontar, na manhã desta quarta-feira (23), um estúdio de reprodução de CDs e DVDs que funcionava na casa do proprietário, Francisco Marques Chagas de Menezes, o Loirinho, no Bairro Cruzeirinho. No local os policiais apreenderam equipamentos de gravação e uma grande quantidade de CDs e DVDs.



Após vários dias de investigação uma equipe de agentes de Polícia Civil conseguiu desmontar, na manhã desta quarta-feira (23), um estúdio de reprodução de CDs e DVDs que funcionava na casa do proprietário, Francisco Marques Chagas de Menezes, o Loirinho, no Bairro Cruzeirinho. No local os policiais apreenderam equipamentos de gravação e uma grande quantidade de CDs e DVDs.

Loirinho foi preso por determinação judicial. A polícia já tinha realizado varias investigações e aguardava o mandado da justiça, que foi decretado esta semana, para prender o suspeito. Ele foi detido pelos policiais na própria casa quando ainda dormia no inicio da manhã.

Na casa de Loirinho a policia apreendeu, 3 computadores que eram utilizados na gravação do material e os CDs e DVDs já gravados que seriam comercializados na cidade a um preço de R$ 10,00. Outra grande quantidade ainda seria levada para a gravação.

De acordo com o delegado Elton Futigami, o acusado já havia sido preso anteriormente pelo mesmo tipo de crime. “Vamos lavrar o flagrante e, por ser reincidente, o Loirinho será encaminhado ao presídio” – afirmou Futigami.