terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Corpo de homem desaparecido há três dias é encontrado em decomposição



O corpo do diarista conhecido por Dadinha, 28, foi encontrado na tarde desta terça-feira (12) dependurado em uma árvore dentro de um campo de gado na estrada de acesso ao igarapé Canela Fina. A família procurava há três dias pelo rapaz que saiu de casa na manhã de sábado.

Mazinho Rogerio
Fotos Aureo Neto



O corpo do diarista conhecido por Dadinha, 28, foi encontrado na tarde desta terça-feira (12) dependurado em uma árvore dentro de um campo de gado na estrada de acesso ao igarapé Canela Fina. A família procurava há três dias pelo rapaz que saiu de casa na manhã de sábado.

De acordo com informações de pessoas que moram próximo, Dadinha teria saído de casa após um desentendimento com sua mãe. No momento, um irmão ainda teria saído a sua procura, mas, a poucos metros da casa ele desapareceu e não deu mais notícias.

O corpo foi localizado por volta de 1h da tarde desta terça-feira por um vizinho que viu os urubus em banquete e resolveu observar que tipo de alimentação estava atraindo as aves de rapina. Ao chegar ao local, a menos de 200 metros da casa do diarista, o homem avistou o corpo dependurado por uma corda no galho da árvore.

Os vizinhos acionaram a polícia e avisaram imediatamente aos familiares que compareceram para reconhecer o corpo. Dona Luiza, moradora antiga do Bairro Boca da Alemanha, entrou em estado de choque ao saber que era o filho que havia colocado fim à própria vida.

Uma amiga teve que prestar assistência à dona Luiza e evitou que ela presenciasse a cena do filho dependurado com o corpo em decomposição. Uma irmã de Dadinha desmaiou ao ver a deformidade do irmão que estava praticamente irreconhecível.

Peritos foram chamados, mas só chegaram depois de quase duas horas para realizar perícia. Enquanto isso, dezenas de curiosos se concentraram no local para averiguar o que estava acontecendo.


www.vozdonorte.com.br - Mazinho Rogerio
Fotos Aureo Neto

Nenhum comentário: