quinta-feira, 15 de abril de 2010

Militares do 61º BIS são feridos em acidente com granada durante instrução


Durante uma instrução militar no quartel do 61º Batalhão de Infantaria de Selva, em Cruzeiro do Sul, cinco militares foram feridos pela explosão de uma granada que estava sendo utilizada no treinamento. O acidente aconteceu às 10h40m da manhã desta quinta-feira, 15. Os militares receberam os primeiros socorros no local por médicos do Batalhão e logo em seguida foram levados ao Pronto Socorro da cidade.


Durante uma instrução militar no quartel do 61º Batalhão de Infantaria de Selva, em Cruzeiro do Sul, cinco militares foram feridos pela explosão de uma granada que estava sendo utilizada no treinamento. O acidente aconteceu às 10h40m da manhã desta quinta-feira, 15. Os militares receberam os primeiros socorros no local por médicos do Batalhão e logo em seguida foram levados ao Pronto Socorro da cidade.

Uma turma de homens do Exército participava da instrução sobre a utilização de granada de mão, no campo de futebol, quando aconteceu a explosão.
A bomba estourou na mão de um sargento que ministrava as instruções. Segundo informações extra-oficiais, teria saído com lesões grave no braço. Outros quatro que estavam próximo foram atingidos pelos estilhaços.

O Exército esclareceu que A REFERIDA INSTRUÇÃO FAZ PARTE DO PROGRAMA PADRÃO DE INSTRUÇÃO MILITAR, E ERA CONDUZIDA POR MILITAR CAPACITADO PARA TAL, E OBEDECEU AOS PARÂMETROS DE SEGURANÇA.

Através do documento oficial, o comando do Batalhão informou ainda que, o 61º BIS está prestando todo apoio às vítimas e aos familiares. O comando ressalta que todas as medidas administrativas estão sendo tomadas e que será aberto um Inquérito Policial Militar para apurar os fatos.

Os militares feridos são: Rodrigo do Nascimento, sargento, que teve a mão decepada, Daniel Rodrigo do Nascimento, que também orientava o grupo, e os soldados Clelson Aquino de Freitas, Jardson da Costa Silva, Claudenir da Rocha Farias, Jéferson Veríssimo Rufino e Elton Uesley Costa de Carvalho.


Nenhum comentário: