quarta-feira, 21 de abril de 2010

Obras mostram que Cruzeiro do Sul recebe grandes investimentos do Governo do Estado


O governador Binho Marques esteve no último final de semana em Cruzeiro do Sul, onde visitou várias obras do Governo do Estado. Na Arena do Juruá, o belo e moderno estádio de futebol, o governador constatou que as obras estão em ritmo acelerado, dentro da qualidade exigida pelo Estado e devem ser entregues à população no dia 28 de setembro, aniversário da cidade. O estádio integra um complexo de equipamentos em que se envolvem quatro convênios que somam mais de R$ 18 milhões.

Escrito por Edmilson Ferreira

Binho Marques inspecionou construções da ponte do Juruá, Hospital Materno-Infantil e Arena do Juruá, pacote de investimentos jamais realizados naquela região

O governador Binho Marques esteve no último final de semana em Cruzeiro do Sul, onde visitou várias obras do Governo do Estado. Na Arena do Juruá, o belo e moderno estádio de futebol, o governador constatou que as obras estão em ritmo acelerado, dentro da qualidade exigida pelo Estado e devem ser entregues à população no dia 28 de setembro, aniversário da cidade. O estádio integra um complexo de equipamentos em que se envolvem quatro convênios que somam mais de R$ 18 milhões.

"Com Arena da Floresta e Arena do Juruá, creio que o Acre fica num patamar melhor que muitos Estados", disse o governador, citando que o Nauas, equipe que representa o Vale do Juruá no Campeonato Acreano, "vem tendo um desempenho muito bom". O Nauas ocupa a segunda colocação na tabela.

A Arena do Juruá tem o mesmo padrão da Arena da Floresta, em Rio Branco, construída dentro das normas exigidas pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). O projeto foi elaborado pela mesma equipe técnica que idealizou a Arena da Floresta, assegurando semelhante qualidade para o gramado, inclusive. O espaço da Arena do Juruá - com belíssima vista para a floresta de buritizais que circunda a região -terá um local destinado à realização de grandes eventos, como exposições e shows. A capacidade da Arena deve ser de até 20 mil pessoas.

A fase de concretagem já chegou a 80% do necessário, e demanda tecnologia diferenciada, conhecida como concreto aparente para evitar que a estrutura absorva possíveis defeitos das formas. O tempo de remoção das formas é fundamental para o concreto aparente. Diariamente, a obra consome entre 150 e 300 sacas de cimento. Em fase anterior, chegou a usar 60 toneladas de gelo para resfriamento do concreto.

Emprego de carteira assinada
A primeira etapa da obra da Arena da Juruá está gerando média de 90 empregos diretos. O trabalho é formal, com registro em carteira e demais benefícios garantidos na lei, o que traz segurança aos operários.

Francisco das Chagas de Morais está na obra desde seu início. Nascido no Seringal Triunfo, pai de três filhos e carpinteiro de profissão, Francisco tem uma opinião definida sobre as obras do governo no Vale do Juruá: "a gente vive numa região difícil, que tem pouco trabalho. Uma obra como esta é bom demais porque traz emprego com carteira e melhoria para o povo".

Obras da ponte do Juruá entram em nova fase

Binho Marques inspecionou as obras da ponte do rio Juruá, que avançam e chamam a atenção pela grandiosidade: com 550 metros de extensão, é a maior ponte do Acre, Rondônia e Mato Grosso, e junto com outras dez pontes, faz parte do complexo projeto da BR 364 desde o Vale do Juruá até Rio Branco e está no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC, 1ª fase). No sábado, 17/4, o Consórcio Alto Juruá deu início a implantação da estrutura metálica com o içamento das vigas sobre os pilares, uma nova etapa das obras.

"Da infraestrutura, só falta um dos nove blocos projetados", informou Marina Mattos, engenheira de planejamento do CAJ. Para a estrutura metálica, mais de 800 toneladas de aço já estão no canteiro. No total, serão necessárias 910 toneladas. Os blocos são fabricados no Rio Grande do Sul.

O valor total da obra é de R$ 120.888.360,81, com recursos do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) e Governo do Acre. A ponte está ligada à Avenida Mâncio Lima, a mais importante da cidade, onde o Governo do Estado vem há vários anos realizando intensas intervenções com projetos de urbanização.

Atualmente, a obra emprega cerca de 190 pessoas, mas em fase de intenso trabalho chegou a ocupar 250 operários. O projeto é minuciosamente acompanhado pelo Consórcio Lenk/TCRE, consultoria contratada pelo Governo do Estado para assegurar efetiva qualidade da obra. "O cronograma está em dia e a obra dentro dos critérios estabelecidos", disse Nelson Filho, supervisor do Lenk/TCRE.

Para Binho Marques, o Vale do Juruá, especialmente Cruzeiro do Sul, tem recebido a maior monta de investimentos na história de um governo. "Estou construindo a 4ª ponte do rio Acre, em Rio Branco, com investimento de R$ 25 milhões. Apenas nesta ponte do Juruá os recursos são de R$ 90 milhões", comparou o governador. "Cruzeiro do Sul tem de estar preparado para a chegada da BR. Estamos garantindo estrutura para isso", completou, fazendo referência aos novos tempos para o Juruá com o advento da ligação rodoviária com a capital.


Saúde materno-infantil - Binho visitou as obras do Hospital Materno-Infantil de Cruzeiro do Sul. O hospital terá 93 leitos e sua construção tem custo estimado em R$ 3.916.031,87. Os recursos são provenientes do Tesouro Estadual e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES III). Os espaços são constituídos de sete consultórios, 4 leitos para parto cirúrgico, 5 leitos de pré e pós parto, 1 leito para parto normal, 5 salas de observação, 6 salas de exame, 4 leitos para recuperação de pós-anestésico, 2 leitos UTI materna, 9 leitos de UTI neonatal, 1 leito UTI isolamento, 4 leitos mãe coruja, 23 leitos para alojamento conjunto, 10 leitos de enfermaria, 1 leito de enfermaria de isolamento, e 11 leitos de enfermaria pediátrica. Em equipamentos, devem ser investidos pelo menos R$ 2,4 milhões. A previsão de entrega é para o segundo semestre deste ano.

Será referência para todo o Vale do Juruá e municípios de outros Estados, como Guajará, no Amazonas, de onde chega demanda para atendimento em saúde no Acre", informou Fabiana Ricardo, diretora-geral do Hospital Materno-Infantil. O Governo do Estado alugou um espaço para assegurar atendimento de qualidade para mulheres e crianças da região. De acordo com Fabiana, estão sendo realizados média de 200 partos naquela unidade.

Em entrevista coletiva no Juruá, Binho Marques fala sobre investimentos e desafios

Durante visita à Cruzeiro do Sul, o governador Binho Marques concedeu entrevista na rádio Juruá FM em mesa redonda da qual participaram os jornalistas Rogério Venceslau, apresentador do programa; Paulo Andrade, Elson Costa e Nonato Costa. Binho respondeu questões sobre os mais variados temas, como a situação da BR 364, cujo cronogramas de obras é possível que fique comprometido devido às intensas chuvas que caíram no último inverno.

"No entanto, todos os esforços serão feitos para que a obra seja concluída no mais curto espaço de tempo possível", avaliou o governador. Binho recordou a estrutura e a logística implantada no ano passado na rodovia, comparando-a com grandes obras brasileiras: "No pico da obra, a construção de Brasília tinha 3.000 homens, que é o mesmo volume da BR", disse, referindo-se à grande mobilização de trabalhadores e máquinas no asfaltamento do trecho entre Sena Madureira e Feijó.

Veja os principais trechos da entrevista:

Arena do Juruá

"Quem passa pela estrada vê que ficará muito bonita. Estamos construindo parte superior e vamos entregar um estádio em funcionamento. Nosso sonho é entregar dia 28 de setembro, no aniversário de Cruzeiro do Sul".

Hospital Materno-Infantil

"Nós vamos ter no Acre dois hospitais que exemplo no atendimento materno-infantil, em Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Estamos preocupados em garantir a identidade da região. No final do ano, vamos ter o sistema completo culminando com coordenação de rede no Hospital das Clínicas do Acre [antiga Fundhacre] que vai dar assistência aos hospitais regionais".

Mercado Joãozinho Melo e o tratamento do governo às microempresas
"O Acre saiu na frente no amparo ao SuperSimples mas acho que dá para fazer mais coisas [para a microempresa]. O Mercado Joãozinho Melo está mais visitado, as vendas melhoraram. Foi resultado de uma demanda da nossa relação com o microempresário".

Avanços da economia

"O melhor número é o PIB. O Acre ficou em 7º lugar em crescimento. Nós estávamos na ´rabeira´ e andávamos devagar mas de 1999 para cá pisamos no acelerador. Isso significa volume de obras, investimentos que são importantes e chamam a atenção do mundo. Nesta terça-feira, por exemplo, recebo o embaixador do Reino Unido. As autoridades vem para cá na ideia de uma Nova Economia".

ProAcre

"O Governo está chegando nas comunidades mais distantes. Vamos atingir os dez mais importantes rios do Acre com saúde, educação, desenvolvimento comunitário. O ProAcre não é programa que médico vem para cá e não volta. Este é um programa que tem regularidade. Quem morava numa comunidade se sentia isolado mas hoje está incluído".

Segurança Pública

"Na ação da Polícia Civil no Juruá, em que 28 pessoas foram presas, a população ficou perplexa pois não acreditava que havia uma situação como essa. Tudo foi feito dentro da lei para ação cadenciada. O que tem de importante aí é a defesa dos nossos jovens. Essa ação foi um baque para os criminosos, para o tráfico de drogas".

Procon e Defensoria Pública em Cruzeiro do Sul

"É uma atribuição municipal, mas infelizmente os prefeitos não querem assumir. Procon não dá voto, tem de gastar dinheiro. A vinda do Procon para Cruzeiro do Sul será o mais rápido possível e irá inibir os excessos. Estamos concedendo gratificação para o defensor que vir trabalhar em Cruzeiro do Sul".

Dia do Índio

"Estaremos na aldeia Puyanawa assinando convênios do Plano de Gestão Territorial Indígena. Entre muitas coisas, com os recursos, comunidades vão poder comprar barcos, ter apoio á produção".

Promessas de campanha e eleições

"Na campanha prometi que trabalharia o dobro para Cruzeiro do Sul. Hoje, Cruzeiro do Sul tem maiores investimentos que Rio Branco. Vou trabalhar até o último dia. Tenho certeza de que futuro governador dará continuidade aos nossos projetos".

Nenhum comentário: