sábado, 17 de abril de 2010

Operação da Policia Civil prende sete pessoas associadas ao tráfico em Cruzeiro do Sul



Na manhã desta sexta-feira, (16), a Polícia Civil de Cruzeiro do Sul prendeu sete pessoas associadas ao tráfico. Essas prisões fazem parte da operação Divisor que começou suas investigações no final de janeiro deste ano e será finalizada essa semana.

Kattiúcia Silveira
Fotos Aureo Neto


Na manhã desta sexta-feira, (16), a Polícia Civil de Cruzeiro do Sul prendeu sete pessoas associadas ao tráfico. Essas prisões fazem parte da operação Divisor que começou suas investigações no final de janeiro deste ano e será finalizada essa semana.

As investigações partiram de Feijó e ramificaram-se para as delegacias de Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Oito delegados e um efetivo de 120 policiais civis estão nesta operação. Até agora foram presos quatro em Tarauacá, 17 em Feijó e sete em Cruzeiro do Sul. Ao total 30 mandados devem ser cumpridos.

Em Cruzeiro do Sul foram presos Maria Ivanize Pereira, mas conhecida como Didi, Manoel Marcos de Jesus Alves, conhecido como Manoel Boi , Marcondes Tavares da Silva, Fredson da Silva Almeida, Francisco Sindomar dos Santos Campos, Mathias morador do rio Liberdade, Luis Carlos da Silva Negreiros, conhecido como Carlinhos Curió que é oficial de justiça afastado e hoje auxiliar do judiciário na 1° Vara criminal. A polícia fez a apreensão do carro do taxista Daurimar, conhecido como Satanás. Ele e Benedito Eulisson estão foragidos. Todos eles estavam associados ao tráfico nessas três cidades e tinham ligações com o Peru, da onde vinha a droga.

Foram apreendidos quatro carros (Santana, Golf, Prisma e Eco Sport), cinco motos (Fazer, Bis, Titan e Tornado) além de computadores, televisões, jóias e aproximadamente R$ 10 mil reais e U$ 9 mil dólares dos presos. A apreensão foi feita, pois todos os bens eram utilizados para o tráfico e com dinheiro do tráfico.

Segundo o delegado da Policia Civil, Elton Futigami, Carlinhos Curió, foi sondar na delegacia se havia alguma coisa no nome de Marcondes Tavares da Silva. “Ele veio ontem vê se tinha alguma coisa, provavelmente eles já estavam desconfiando de algo”.

Em relação à prisão os presos serão levados para penitenciária. “Os presos serão oficiados ao juiz, submetidos ao exame de corpo delito e encaminhados ainda hoje para a Penitenciária. Ficarão em prisão temporária de 30 dias e serão encaminhados para o Ministério Publico”- conclui o delegado.













Nenhum comentário: