quinta-feira, 6 de maio de 2010

Acidente com carro da Prefeitura quase causa tragédia


O acidente aconteceu às 7h da manhã desta quinta-feira, 06, em frente à escola de ensino fundamental, Plácido de Castro, na estrada do Bairro Boca da Alemanha. Uma caminhonete, tipo Hilux, da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, que estava sendo conduzida pelo motorista da Secretaria Municipal de Obras, Pedro Ribeiro do Amaral, entrou na contramão, saiu da pista, derrubou uma árvore e esbarrou no quintal de uma casa.


O acidente aconteceu às 7h da manhã desta quinta-feira, 06, em frente à escola de ensino fundamental, Plácido de Castro, na estrada do Bairro Boca da Alemanha. Uma caminhonete, tipo Hilux, da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, que estava sendo conduzida pelo motorista da Secretaria Municipal de Obras, Pedro Ribeiro do Amaral, entrou na contramão, saiu da pista, derrubou uma árvore e esbarrou no quintal de uma casa. Uma estaca da cerca entrou de ponta no pára-brisa do carro e por pouco não atingiu a cabeça motorista.

O carro estava sendo conduzido em direção à comunidade Canela Fina para buscar um servidor da Secretaria de Obras e ao passar pelos redutores de velocidade, localizados em frente à escola, o motorista perdeu o controle da direção e provocou o acidente. A caminhonete percorreu mais de 70 metros, antes de esbarrar no esteio da cerca que fica ao lado da unidade de ensino. Parte do cercado de madeira da casa foi ao chão e uma árvore que estava no meio do caminho foi arrancada pelo impacto.

A sorte de Amaral foi grande. Uma estaca de com a ponta fina, que foi arrancada penetrou no pára-brisa do carro e passou rente à cabeça do motorista que saiu ileso do acidente. A sorte foi grande também para os alunos e servidores da escola que há poucos minutos haviam chegado à escola e entrado para as salas de aula.

O motorista alegou que uma motociclista que seguia à frente da caminhonete fez uma manobra repentina e, por isso, foi necessário desviar para o outro lado da estrada. Uma viatura do Policiamento de Trânsito foi acionada e comprovou que o acidente foi provocado por excesso de velocidade. Moradores do local e servidores da Escola Plácido de Castro afirmaram que diariamente o mesmo carro passava pelo local em alta velocidade, sem respeitar a sinalização.


2 comentários:

Anônimo disse...

acidentes só acontecem por três motivos Imprudência, Imperícia e Negligencia, o que ocorreu hoje com o veículo da Prefeitura mostra o que temos de profissionais despreparados gerando risco aos transeuntes, o excesso de velocidade é presenciado por todos que moram no caminho o veículo diariamente trafega em alta velocidade por aquele local pondo em risco a vidas de varias pessoas, mas graças a Deus dos males o menor apenas danos materiais

Anônimo disse...

Conheço o Pedro ha mt tempo, sei q ele não é irresponsavel no transito, qnt ao fato d ele estar correndo? Quem nunca dirigiu com pressa na vida? Quem nunca atrasou-se p/ um compromisso? Não julguemos p/ não sermos julgados....