segunda-feira, 24 de maio de 2010

Estrada que dá acesso ao município de Guajará preocupa população


A estrada que dá acesso ao município de Guajará está deixando a população, que precisa se deslocar do município para Cruzeiro do Sul, com medo. Na ultimas semana foram registrados três acidentes, um com vitima fatal na noite desta quarta-feira, (15).


A estrada que dá acesso ao município de Guajará está deixando a população, que precisa se deslocar do município para Cruzeiro do Sul, com medo. Na ultimas semana foram registrados três acidentes, um com vitima fatal na noite desta quarta-feira, (15).

Aquino Braz de Medeiros morava em Guajará e trabalhava a noite em Cruzeiro do Sul, ao passar por um trecho da estrada, considerado perigoso pelas curvas fechadas e ladeiras acentuadas, bateu em uma avaria no asfalto que estourou o pneu e caiu. Ele foi levado ao hospital do Juruá, mas foi a óbito na sala de cirurgia. No mesmo trecho outros dois motoqueiros derraparam, mas por sorte sofreram apenas pequenas escoriações.

Segundo a professora, Ana Cláudia, que faz o trecho Cruzeiro do Sul – Guajará, de segunda a sexta-feira, o trecho fica mais perigoso quando chove. “Quando está chovendo é muito perigoso, porque fica liso. Tem a questão também das pessoas andarem em alta velocidade. Eu fico com medo, pois eu faço esse trajeto de segunda à sexta”.

O motorista da ambulância do hospital do Guajará, Gilberto Fonseca Reis, que percorre esse trecho todos os dias, já presenciou muitos acidentes. “Semana passada nesse mesmo buraco aqui eu encontrei um rapaz caído, prestei socorro e levei ele para o Hospital do Juruá. A estrada está com muitos buracos e causam muitos acidentes”.

De acordo com o vereador do município de Guajará, Branco Cameli, a responsabilidade da manutenção da estrada fica a cargo do governo do Amazonas. “A responsabilidade da recuperação da estrada é do governo do Estado, mas eu culpo a administração pública do nosso município que não cobra isso dos governantes. Porque essa é uma estrada muito importante, pois liga Guajará a Cruzeiro do Sul é uma estrada que tem acesso diário de ônibus, carros e motos”.

A família de Aquino lamenta a morte e faz um apelo as autoridades. “As autoridades precisam fazer alguma coisa, porque não só ele como outras pessoas podem ser vitimas de acidentes na estrada. Então quantas pessoas vão morrer de graça? E ele só foi trabalhar, agora deixou sua filha, sua esposa, seu lar, seu emprego e uma vida toda pela frente. Uma pessoa que não era de bebida, que não estava em alta velocidade e olha o que aconteceu com o meu irmão” – relatou a irmã do Aquino, Kátia Medeiros.

Kattiúcia Silveira


Nenhum comentário: