quinta-feira, 6 de maio de 2010

Federação de Teatro do Juruá doa cestas básicas para APADEQ


O presidente da FETAJ - Federação de Teatro do Juruá, Vitor Onofre, e o coordenador da Fundação Elias Mansour no Juruá, Charles André, visitaram, na manhã desta quinta-feira, 06, a Sede da Associação dos Portadores de Dependência Química de Cruzeiro do Sul – APADEQ – para entregar cestas básicas para a entidade. O alimento foi arrecadado durante a I Amostra de Teatro do Juruá.


O presidente da FETAJ - Federação de Teatro do Juruá, Vitor Onofre, e o coordenador da Fundação Elias Mansour no Juruá, Charles André, visitaram, na manhã desta quinta-feira, 06, a Sede da Associação dos Portadores de Dependência Química de Cruzeiro do Sul – APADEQ – para entregar cestas básicas para a entidade. O alimento foi arrecadado durante a I Amostra de Teatro do Juruá.

A Primeira Amostra de Teatro do Juruá, realizada em abril pela FETAJ com o patrocínio da Fundação de Cultura Elias Mansour, reuniu grupos teatrais de todos os municípios da região e, para assistir aos espetáculos, o público teve que doar apenas 1 quilo de alimento não perecível na hora da entrada. Durante o evento foram arrecadados cerca de 1200 quilos de produtos variados.

O total foi distribuído em 40 cestas básicas, cada uma com 30 itens, que foram distribuídas para famílias carentes e parte para a APADEQ. Famílias de baixa renda que moram em bairros periféricos da cidade foram contempladas com o alimento e 10 cestas básicas foram entregues na clínica de recuperação de dependentes químicos.
Durante a entrega do alimento o presidente da FETAJ deu um depoimento da sua vida na presença dos internos. Vitor Onofre que também esteve na clinica, afirmou que a entidade foi fundamental para sua recuperação. Ele foi usuário de drogas e esteve durante vários meses em tratamento.

“Difícil não é está aqui. Mais difícil é quando a gente chega lá fora para resistir à tentação. Mas, Graças a Deus, estou recuperado e o teatro tem sido fundamental para ocupar meu tempo e me manter com forças para nunca mais cair na vida” – disse Vitor, com o intuito de mostrar que é possível deixar o vício e incentivar os que ainda estão lutando contra as drogas.

O diretor da APADEQ ressaltou que a clínica se mantém através de alguns convênios e que sempre recebe doações que ajudam na assistência aos internos. “São doações importantes porque estamos resgatando pessoas que precisam de assistência, de amor, de carinho, e é isso que prestamos aqui. Esse é um gesto de amor que as pessoas têm para esses que precisam de todo apoio para que sejam reintegrados a sociedade” – disse Felício.

Mazinho Rogerio

Nenhum comentário: