quinta-feira, 20 de maio de 2010

“Ficha Suja”



O Tribunal de Contas do Estado do Acre, considerando inconsistência no balanço patrimonial e o não cumprimento do limite mínimo constitucional de 60% para aplicação de recursos do Fundef na remuneração do magistério, condenou através de parecer prévio, o ex-prefeito do município de Rodrigues Alves, Francisco Vagner de Santana Amorim [o Deda].



O Tribunal de Contas do Estado do Acre, considerando inconsistência no balanço patrimonial e o não cumprimento do limite mínimo constitucional de 60% para aplicação de recursos do Fundef na remuneração do magistério, condenou através de parecer prévio, o ex-prefeito do município de Rodrigues Alves, Francisco Vagner de Santana Amorim [o Deda].

Além das irregularidades com fulcro na alínea B, do inciso III, artigo 51, da LCE 38/93, Deda enviou de forma incompleta, o pagamento de agentes políticos, dificultando os cálculos do Tribunal de Contas do Estado.

Um dos mais fortes candidatos a deputado estadual pelo Partido Progressista, liderado pelo vice-governador César Messias, Deda é o mais novo pré-candidato a embarcar na lista dos candidatos “Ficha Suja” que em tese deveriam não participar do processo eleitoral 2010.

Jairo Carioca – Da Redação de ac24horas
Js.carioca@hotmail.com



Nenhum comentário: