segunda-feira, 31 de maio de 2010

Filha do secretário de obras de Cruzeiro do Sul sofre acidente e é levada inconsciente ao Pronto Socorro


A técnica em enfermagem, Magda Lopes da Silva Bandeira, filha do secretário de obras do município de Cruzeiro do Sul, Osmar Bandeira, foi vítima de um acidente de trânsito na noite deste domingo, 30, e teve que ser conduzida ao Pronto Socorro da cidade em uma ambulância do SAMU, ainda desacordada. Ela conduzia uma motocicleta, de marca Honda BIZ, e foi atingida por um carro, tipo Combi, que seguia em sentido contrário na Rodovia AC 405.


Mazinho Rogerio
Fotos Aureo Neto


A técnica em enfermagem, Magda Lopes da Silva Bandeira, filha do secretário de obras do município de Cruzeiro do Sul, Osmar Bandeira, foi vítima de um acidente de trânsito na noite deste domingo, 30, e teve que ser conduzida ao Pronto Socorro da cidade em uma ambulância do SAMU, ainda desacordada. Ela conduzia uma motocicleta, de marca Honda BIZ, e foi atingida por um carro, tipo Combi, que seguia em sentido contrário na Rodovia AC 405.

A motociclista chegava à cidade vindo da direção do Igarapé Preto e, segundo informações a Polícia Militar, ao passar em uma parte danificada da estrada, teria sido apanhado pela Combi que estava sendo conduzida no outro sentido. O carro bateu de frente com a moto e a servidora da saúde, foi jogada a uma distância de mais de 3 metro, caindo sobre o meio fio, do outro lado da pista.

Moradores do local que ouviram o barulho da batida chegaram imediatamente e acionaram o SAMU que em poucos minutos chegou para prestar assistência à vítima. Até a chegada da equipe de resgate Magda apenas suspirava e parecia sufocada pelo capacete. Ela foi levada ao Pronto Socorro inconsciente e até a madrugada desta segunda, 31, ainda havia sido divulgado um boletim médico de seu quadro clinico.

Uma patrulha do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar também foi chamada para atender a ocorrência. Os policiais submeteram o motorista da Combi, João Gonçalves de Melo, que mora na Estrada do Igarapé da Onça, ao teste de bafômetro que apresentou teor alcoólico de 0,94 Mg/l. Bem acima do tolerado por lei que é de 0,29 Mg/l.

Com base no laudo do bafômetro os policiais deram voz de prisão ao motorista que, mesmo tendo permanecido no local do acidente, foi conduzido para a Delegacia de Flagrantes.

www.vozdonorte.com.br - Mazinho Rogerio

Nenhum comentário: