quarta-feira, 19 de maio de 2010

Policiais civis deflagram greve por tempo indeterminado


Os policiais civis de todo o Estado do Acre deram início na manhã desta quinta-feira (19) a uma greve por tempo indeterminado. A categoria exige do governo a reformulação da lei 2.250 que trata da dos diretos, progressões, enquadramento da última referencia na carreira e outros benefícios.


Os policiais civis de todo o Estado do Acre deram início na manhã desta quinta-feira (19) a uma greve por tempo indeterminado. A categoria exige do governo a reformulação da lei 2.250 que trata da dos diretos, progressões, enquadramento da última referencia na carreira e outros benefícios.

O movimento grevista teve início em Rio Branco e foi aderido por servidores da Polícia Civil nos outros municípios do estado. Logo pela manhã o comando da greve estabeleceu regras para que sejam cumpridas nas delegacias no sentido de obedecer a lei que estabelece que durante a greve 30% dos serviços devem ser mantidos.

Os policiais não atenderão ao rádio, a não ser nos casos de prisões em flagrante e remoção de cadáveres de vias públicas. Também está suspenso o registro de ocorrências, com exceção das prisões em flagrante, capturas de procurados e homicídios.

Os serviços de investigação ficarão interrompidos até que seja feita uma negociação com o governo que atenda as necessidades da categoria. Assim como, não serão realizados, no período de greve, os atendimentos nas delegacias especializadas. As mesmas regras serão observadas pelas seccionais e distritais.

Na capital do estado uma comissão buscou apoio na Assembléia Legislativa e tenta dialogar com o governo para chegar a um acordo. O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Acre, Maurício Buriti, declarou que a greve obedece todos os critérios legais e que o governo foi informado do movimento.

www.vozdonorte.com.br - Mazinho Rogerio

4 comentários:

cleilson disse...

ISSO É UMA VERGONHA DESSE GOVERNO ...NÃO ETAR NEM AI PARA ESSA CATEGORIA ,QUE CORREM TANTO RISCO DE VIDA EM PROU DE NOSSA SEGURANÇA O POS QUEM DE DA A SEGURANÇA A POPULAÇÃO ,SÃO OS 1ºA NÃO TER !!! COMO É QUE VÃO PROTEGER NOSSA SOCIEDADE?

cleilson disse...

ISSO É UMA VERGONHA DESSE GOVERNO ...NÃO ETAR NEM AI PARA ESSA CATEGORIA ,QUE CORREM TANTO RISCO DE VIDA EM PROU DE NOSSA SEGURANÇA O POS QUEM DE DA A SEGURANÇA A POPULAÇÃO ,SÃO OS 1ºA NÃO TER !!! COMO É QUE VÃO PROTEGER NOSSA SOCIEDADE?

cleilson disse...

ISSO É UMA VERGONHA DESSE GOVERNO ...NÃO ETAR NEM AI PARA ESSA CATEGORIA ,QUE CORREM TANTO RISCO DE VIDA EM PROU DE NOSSA SEGURANÇA O POS QUEM DE DA A SEGURANÇA A POPULAÇÃO ,SÃO OS 1ºA NÃO TER !!! COMO É QUE VÃO PROTEGER NOSSA SOCIEDADE?

Anônimo disse...

A greve é ilegal, polícia não pode fazer greve.

Cuidado e atenção, pois o governo pode abrir processo administrativo disciplinar e exonerar todos os grevistas.

Após abre concurso público e resolve a situação.

Muito cuidado com essa greve maluca.