sexta-feira, 7 de maio de 2010

Vereadores aprovam projeto que isenta famílias carentes do pagamento do IPTU


Nesta quinta-feira (06), o prefeito Vagner Sales esteve pela segunda vez na Câmara Municipal para justificar as alterações no IPTU deste ano que foi motivo de protesto pela população de Cruzeiro do Sul. O prefeito também explicou detalhes de um Projeto de Lei que a Prefeitura enviou à Câmara para apreciação dos vereadores que isenta as famílias de baixa renda do pagamento do imposto.


Nesta quinta-feira (06), o prefeito Vagner Sales esteve pela segunda vez na Câmara Municipal para justificar as alterações no IPTU deste ano que foi motivo de protesto pela população de Cruzeiro do Sul. O prefeito também explicou detalhes de um Projeto de Lei que a Prefeitura enviou à Câmara para apreciação dos vereadores que isenta as famílias de baixa renda do pagamento do imposto.

A primeira proposta da Prefeitura era que pessoas que teria que pagar até 30 UNIFES, valor em torno de R$ 80,00, não pagariam IPTU este ano. No novo projeto apresentado nesta quinta-feira, o município isenta os proprietários de imóveis que teriam que pagar até 50 UNIFES. Com isso, de acordo com Vagner Sales, seriam isentos do imposto os proprietários de terrenos que teriam imposto a pagar em torno de R$ 130.

“Com esse projeto estamos isentando do pagamento do IPTU um total de 9 mil famílias. Esses vão receber o carnê do IPTU, mas constando que está isento. Logo em seguida a isenção, a prefeitura vai expedir o documento do terreno para todos que foram beneficiados” – garantiu o prefeito.

Logo em seguida às explicações, o prefeito Vagner Sales ainda respondeu algumas perguntas dos vereadores. Depois que dos questionamentos, o prefeito deixou a sessão e os vereadores iniciaram os debates sobre o projeto.

O Vereador Paulo Soriano ainda propôs uma emenda à matéria elevando a isenção para pessoas que teriam que pagar pelo IPTU um valor referente a 70 UNIFES. Mas, no final os parlamentares decidiram deixar de lado a emenda e aprovaram por unanimidade o projeto da prefeitura. Com isso, os donos de imóveis que teriam que pagar até 130 reais pelo IPTU não pagarão o imposto esse ano.

O vereador Paulo Soriano disse que ainda vai apresentar um anteprojeto para isentar os que teriam que pagar até 70 UNIFES.

O prefeito Vagner Sales garantiu que para quem não tem direito a isenção, será feita a revisão dos valores. “Pode haver alguns erros de cálculo no valor que está sendo cobrado para algumas pessoas porque muitos nem permitiram que a equipe da prefeitura fizesse o levantamento de seus imóveis. Tiveram casos que os imóveis foram medidos através de satélite porque os proprietários não deixaram a equipe fazer o trabalho. Então pode haver caso em que o valor esteja a mais. Mas, essas pessoas devem procurar a prefeitura que será feita a correção do valor” – afirmou.

3 comentários:

José Menezes disse...

A Prefeitura fez a Alteração no código tributário, que beneficia as parte da população, mas é interessante que a mesma prefeitura faça um estudo social das familias cruzeirenses, pois todo cidadão tem o direito de morar bem, e que se cobre o iptu conforme o poder de contribuição do contribuinte, graças ao movimento Diga não IPTU o Prefeito Vagner sales retroagiu e aumentou o poder de isenção, porém vale lembrar que segundo ele 9000 familias seriam beneficiadas gostaria de ver a lista é parabens ao movimento Diga nao ao IPTU Abusivo.

Francisco O. conceição da Silva disse...

PARABÉNS AO MOVIMENTO DIGA NÃO AO IPTU SE NÃO FOSSE O MOVIMENTO O PREFEITO VAGNER SALES NÃO TERIA ENCAMINHADO A LEI ALTERANDO O CODIGO TRIBUTÁRIO, PENA QUE O ESTUDO SOCIOECONOMICO DA POPULAÇÃO NÃO VAI SER FEITO, MAS PARABÉNS AO MOVIMENTO.

Naira Maria da silva disse...

A prefeitura só recuou devido ao Manifesto Diga não ao iptu abusivo, graças a Deus que apareceu essas pessoas para lutar pelos nossos direitos na cidade, se não a prefeitura não iria se manifestar.