sábado, 19 de junho de 2010

Acusados de homicidio de menor na Várzea se entregam à polícia


Os tês acusados, José James Oliveira,23, conhecido por Diubi, José Francisco Oliveira Silva,23, conhecido por Boa Fé e Jadson José Tavares,23, conhecido por Tupi, que desferiram 10 facadas no menor Galber Silva Souza, 17, na noite de domingo,(13), apresentaram-se na Delegacia Geral de Polícia de Cruzeiro do Sul nessa quinta-feira,(17). No mesmo dia os três foram conduzido à Unidade de Recuperação Social Manoel Néri da Silva.


Os tês acusados, José James Oliveira,23, conhecido por Diubi, José Francisco Oliveira Silva,23, conhecido por Boa Fé e Jadson José Tavares,23, conhecido por Tupi, que desferiram 10 facadas no menor Galber Silva Souza, 17, na noite de domingo,(13), apresentaram-se na Delegacia Geral de Polícia de Cruzeiro do Sul nessa quinta-feira,(17). No mesmo dia os três foram conduzido à Unidade de Recuperação Social Manoel Néri da Silva.

Os acusado se entregaram sob proteção de um advogado, mesmo assim, são se livraram da cadeia. Após se apresentarem, eles levados ao presídio da cidade, pois já havia um Mandato de Prisão expedido pela justiça. Uma testemunha chave prestou depoimento à polícia e afirmou ter visto os três cometendo o homicidio.

Na delegacia, Diubi assumiu a autoria total do crime, os outros dois negaram participação. O acusado também afirmou que matou o menor Galber por está sendo ameaçado de morte pela vítima e também já ter ferido o irmão do Tupi.

De acordo com o delegado serão feitas investigações para realmente saber se o crime ocorreu por motivo de vingança. Segundo, o delegado Odilon Neto, pelo depoimento das testemunhas, os três teriam desferido facadas contra a vítima, por isso, todos foram encaminhados para a Unidade de Recuperação Social.

Um comentário:

Anônimo disse...

é porque depois que morre tem a mania de virar santo, ainda nao vi nenhum tipo de reportagem dizendo quem era o menor que morreu,tenho consciencia que ninguem tem o direito de tirar a vida de ninguem mas entre morrer e matar certamente qualquer pessoa escolhera matar, se ainda tiver oportunidade.Agora o herói morreu e os bandidos estão presos..será que é realmente assim a verdadeira história????