quarta-feira, 16 de junho de 2010

Acusados pelo assassinato de jovem de 17 anos ocorrido neste fim de semana são procurados pela polícia


A polícia de Cruzeiro do Sul tenta encontrar os responsáveis pelo homicídio de um rapaz de 17 anos de idade que foi executado a golpes de peixeira neste domingo no bairro da Várzea. O garoto foi perseguido por três homens e ainda tentou escapar na casa de um morador, mas não teve jeito, foi atingido com 11 facadas em diversas partes do corpo. Os acusados pelo homicídio já foram identificados e ainda estão sendo procurados pela polícia.


A polícia de Cruzeiro do Sul tenta encontrar os responsáveis pelo homicídio de um rapaz de 17 anos de idade que foi executado a golpes de peixeira neste domingo no bairro da Várzea. O garoto foi perseguido por três homens e ainda tentou escapar na casa de um morador, mas não teve jeito, foi atingido com 11 facadas em diversas partes do corpo. Os acusados pelo homicídio já foram identificados e ainda estão sendo procurados pela polícia.

Ainda não se sabe os reais motivos do crime ocorrido às 21 horas de domingo. O jovem de 17 anos de idade correu muito para tentar escapar da morte e na tentativa de encontrar refugio, entrou na casa do senhor Raimundo Nonato Horácio que nada pode fazer para evitar o sinistro.

Os bandidos conseguiram segurar garoto e iniciaram a sessão de sangramento. Foram 11 facadas que atingiram as costas, um braço e o peito da vítima que morreu antes da chegada de uma ambulância do SAMU.

O proprietário da casa chamou a equipe de resgate que chegou imediatamente, mas não teve tempo de reanimar o rapaz.
Os três acusados pelo crime são conhecidos como Diubi, Tupi e Boa Fé. O último tem o nome de Francisco Oliveira da Silva e já cumpre pena na Unidade de Recuperação Social Manoel Néri da Silva, atualmente encontrava-se em regime semi-aberto. Até agora a polícia ainda não prendeu nenhum dos acusados.



Nenhum comentário: