quarta-feira, 23 de junho de 2010

Gerente do IBAMA fala a respeito sobre a apreensão de madeira em Rodrigues Alves


Duas apreensões de madeira efetuadas pelo IBAMA no início deste mês causaram revolta na população de Rodrigues Alves. Agentes ambientais apreenderam apreenderam 50 tábuas serviria para a construção de casas para duas famílias que vivem em situação de pobreza.


Duas apreensões de madeira efetuadas pelo IBAMA no início deste mês causaram revolta na população de Rodrigues Alves. Agentes ambientais apreenderam apreenderam 50 tábuas serviria para a construção de casas para duas famílias que vivem em situação de pobreza.

De acordo com o Gerente do IBAMA, Jefferson Amaro, as pessoas criticam o IBAMA por causa de trabalhos de apreensão como essa realizada em Rodrigues Alves. “O trabalho do IBAMA é visto pelas pessoas sempre como um trabalho ingrato e às vezes é difícil de entender o papel do IBAMA. O que nós sempre falamos nas comunidades que os que ganham com o trabalho do IBAMA são sempre as comunidades. Quando diminui a caça de animais e a exploração de madeira ilegal, quem ganha são os moradores da zona rural porque aumenta a caça e a oferta de materiais para eles”.

Ainda de acordo com o gerente do IBAMA essas injustiças são uma questão de ponto de vista. “De fato tem pessoas que estão transportando a sua madeira, ainda que ilegal por uma causa justa, nobre por falta de moradia e tudo mais. Nós estamos tendo uma sensibilidade de aplicar essa lei, mas não podemos ter medidas diferentes para a mesma situação. Não podemos de sete barcos que estão transportando madeira ilegal eu não posso aplicar a lei diferente para um desses barcos, se não eu vou está abrindo uma brecha e assim podendo comprometer todo o trabalho do IBAMA”.

O gerente também afirma que o IBAMA está avaliando as ações colocadas como injustas para saber qual tratamento pode ser dado. A madeira apreendida é entregue através de doação para pessoas que precisam para uma causa justa. As pessoas que necessitam de madeira entram com um pedido e recebem a doação.

Um comentário:

Luíz Almeida disse...

Caramba!!! Que eficiência do IBAMA em prol do desmatamento da amazônia... Nesses casos eles são deveras eficientíssimo, pq não vão atuar diante dos grandes madeireiros, q realmente destroem a floresta??? Ao invés de perseguir "pobres coitados" que lutam p ter uma pequena "choupana" e tentar viver com um mínimo de dignidade??
A coragem é pouca p enfrentar os madeireiros essa é a realidade, sem falar nos conchavos...