segunda-feira, 14 de junho de 2010

MPE realiza audiência pública em Cruzeiro do Sul


O Ministério Público Estadual (MPE) realiza no Teatro dos Nauas em Cruzeiro do Sul audiência pública visando a coleta de sugestões junto à população do Vale do Juruá e dos vales do Tarauacá/Envira que nortearão o planejamento estratégico do órgão para os próximos anos. "Viemos ouvir a sociedade", disse o procurador-geral do Ministério Público do Acre, Sammy Barbosa.


Escrito por Flaviano Schneider

Sugestões da população serão utilizadas para formular o planejamento estratégico do órgão para os próximos anos

O Ministério Público Estadual (MPE) realiza no Teatro dos Nauas em Cruzeiro do Sul audiência pública visando a coleta de sugestões junto à população do Vale do Juruá e dos vales do Tarauacá/Envira que nortearão o planejamento estratégico do órgão para os próximos anos. "Viemos ouvir a sociedade", disse o procurador-geral do Ministério Público do Acre, Sammy Barbosa.

O MPE pretende ouvir críticas, sugestões e propostas - segundo Sammy - mapeá-las e, em seguida, realizar as oficinas de planejamento estratégico de forma que todo o planejamento institucional seja determinado em cima do que surgir. "Vamos reunir todos os membros do MPE, procuradores e promotores. Estamos trazendo alguns convidados especiais, pessoas que vão discutir nossos cenários internos e externos, em que contexto o Acre está inserido, quais são as perspectivas sociais, econômicas, de segurança pública, de saúde do nosso estado e, a partir daí, firmar as metas do futuro para o MPE", explicou.

No último dia 11, a audiência pública aconteceu em Rio Branco, congregando os vales do Acre e Purus. Para o procurador- geral, o ideal seria que em cada município houvesse uma audiência pública, devido à especificidade dos problemas, mas o MPE decidiu realizar apenas duas em função do fator financeiro. A realização da audiência pública tem custo elevado englobando desde a contratação de consultoria até a logística de pessoal e de equipamentos.

Quem não pôde participar das audiências, ainda pode participar com sugestões para o planejamento do MPE. Nas promotorias tem formulários para que as pessoas possam deixar registradas suas demandas e também no site do MPE, no endereço www.mpac.gov.br, onde há formulários eletrônicos à disposição para serem preenchidos.

Gestão de excelência

A procuradora Patrícia Rego, coordenadora do projeto de planejamento e gestão estratégica do MPE, conta que o projeto foi implantado pela atual gestão do MPE que assumiu em janeiro deste ano. Segundo ela, o Ministério Público quer implantar uma gestão voltada para a excelência, focada em resultados, com definição de metas e indicadores e de projetos especiais. "Esta audiência é uma das etapas; já houve uma em Rio Branco. A ideia é preparar as informações que estamos recebendo e levar para nosso evento de alinhamento estratégico, porque não podemos projetar o futuro do MPE sem ouvir o nosso cliente que é também o nosso patrão: o cidadão acreano".

Patrícia informa que na audiência pública de Rio Branco as maiores demandas surgiram em relação à habitação e urbanismo, além das reclamações de consumidores, especialmente de energia elétrica e sobre questões relacionadas à questão ambiental, principalmente queimadas. "A maior parte das demandas vieram de associações de bairros sobre problemas como áreas inabitáveis, loteamentos irregulares e falta de promotor em alguns municípios".

Nenhum comentário: