quinta-feira, 22 de julho de 2010

Agente penitenciário é preso com droga após investigação da Polícia Civil


Ao tentar entrar na unidade de recuperação social Dr. Francisco d'Oliveira Conde, o agente penitenciário Magno Silvano Ferreira Muniz, 28, foi preso por policiais da Divisão de Repressão ao Entorpecente (DRE), da Polícia Civil, nesta quarta-feira, 21. O servidor público foi abordado no ato em que estacionava sua motocicleta no pátio interno do presídio e com ele a polícia apreendeu 243 gramas de maconha.


Escrito por Pedro Paulo, Assessoria Polícia Civil

Serviço de Inteligência vinha investigando agente suspeito que levava entorpecentes para presos nas unidades de recuperação

Ao tentar entrar na unidade de recuperação social Dr. Francisco d'Oliveira Conde, o agente penitenciário Magno Silvano Ferreira Muniz, 28, foi preso por policiais da Divisão de Repressão ao Entorpecente (DRE), da Polícia Civil, nesta quarta-feira, 21. O servidor público foi abordado no ato em que estacionava sua motocicleta no pátio interno do presídio e com ele a polícia apreendeu 243 gramas de maconha.

A ação foi resultado de uma investigação do Serviço de Inteligência da Polícia Civil que já vinha investigando o agente penitenciário. A investigação dos agentes da DRE foi comandada pelo delegado titular da especializada Adriano Carrasco. Preso, o agente penitenciário foi levado à sede da Divisão de Repressão a Entorpecente, para os procedimentos do flagrante.

"A direção da unidade prisional tinha conhecimento da ação da Polícia Civil e manteve discrição, fato que tornou a operação policial exitosa", destacou o delegado-geral Emylson Farias. O acusado de envolvimento com o tráfico de droga acabou indiciado nos artigos 33 e 35 da Lei 11.432/2006, cuja pena é reclusão de 5 a 15 anos.

Emylson Farias disse durante entrevista que o Estado tem buscado combater o tráfico de entorpecente de maneira firme e citou como exemplo a apreensão de mais de 230 quilos de maconha, pela DRE, numa área da zona rural de Xapuri no início deste ano.


Nenhum comentário: