segunda-feira, 5 de julho de 2010

Mais um homicídio tira a tranqüilidade da população de Cruzeiro do Sul


Autoridades policiais de Cruzeiro do Sul estão preocupadas com o alto índice de violência registrado nos últimos dias. Na segunda maior cidade acreana, três pessoas foram assassinadas em um período de apenas 4 dias. A última vítima foi um homem de 38 anos de idade que foi morto a golpe de faca na tarde desta segunda-feira (05). O crime aconteceu próximo ao Batalhão da Polícia Militar.


Mazinho Rogerio

Autoridades policiais de Cruzeiro do Sul estão preocupadas com o alto índice de violência registrado nos últimos dias. Na segunda maior cidade acreana, três pessoas foram assassinadas em um período de apenas 4 dias. A última vítima foi um homem de 38 anos de idade que foi morto a golpe de faca na tarde desta segunda-feira (05). O crime aconteceu próximo ao Batalhão da Polícia Militar.

Orleir Rodrigues, 38, participava de uma bebedeira na casa de um colega e após um desentendimento foi atingido com uma faca sobre o peito esquerdo. Testemunhas afirmaram que Orleir teria ofendido com palavras o amigo, de nome Jairo, filho da dona da casa, que não gostou das ofensas e foi buscar uma faca para tirar a vida do companheiro de copo. A facada perfurou o coração da vitima que morreu de forma instantânea.

Antes de atingir o colega, Jairo ainda tentou contra a vida de sua própria mãe que se atreveu em tentar impedir o crime. Ele chegou a jogar a faca para acertar o abdômen da mulher que se esquivou e por pouco não foi atingida.

Familiares afirmaram que, logo em seguida ao homicídio, o assassino deixou o local em disparada e não deu tempo para ser capturado pela polícia que em questões de minutos chegou para atender a ocorrência já que o Batalhão da PM fica a menos de 500 metros da casa onde o crime aconteceu. Ao deixar o local, Jairo ainda teria afirmado que seu desejo era de ir para o presídio.

O histórico de violência do homicida faz a polícia acreditar que se trata de uma pessoa bastante perigosa. Segundo informações levantadas no ceio da família e entre os vizinhos, Jairo já teria tentado contra a vida de várias pessoas da sua própria família. Inclusive já havia atingido a facadas seus três irmãos.

Outros dois homicídios que aconteceram na Vila São Pedro também estão sendo investigados pela polícia que evidencia esforços na tentativa de prender o acusado. José Barbosa da Cruz é apontado como responsável pela morte de Maria das Graças Menezes da Silva, 33, assassinada a golpes de facão na noite de quinta-feira (01) e ainda pelo assassinato de Francisco Cleodomar Tertuliano da Silva, 31, que também foi executado com cortes de terçado no último sábado à noite.

www.vozdonorte.com.br - Mazinho Rogerio

Nenhum comentário: