segunda-feira, 5 de julho de 2010

PF prende comerciantes que vendiam gás de cozinha em ponto clandestino em Cruzeiro do Sul


Em uma operação realizada na tarde desta segunda-feira, 05 de julho, policiais federais acompanhados pelo Promotor de Justiça Rodrigo Fontoura de Carvalho, prenderam em flagrante três homens que eram responsáveis pela venda de gás de cozinha em um ponto sem as devidas documentações necessárias para o funcionamento.


Mazinho Rogerio

Em uma operação realizada na tarde desta segunda-feira, 05 de julho, policiais federais acompanhados pelo Promotor de Justiça Rodrigo Fontoura de Carvalho, prenderam em flagrante três homens que eram responsáveis pela venda de gás de cozinha em um ponto sem as devidas documentações necessárias para o funcionamento.

Os agentes federais prestavam apoio ao Ministério Público em uma fiscalização a um ponto de revenda de gás de cozinha no bairro COHAB. Na vistoria feita no local foi comprovado que o estabelecimento de venda de gás estava em desacordo com as normas legais, pois não apresentava credenciamento, não tinha alvará de funcionamento, tampouco certificado do Corpo de Bombeiros.

Os responsáveis pelo ponto de venda, os empresários L.S.G.G e F.R.O, e o revendedor V.S.S, receberam voz de prisão e conduzidos para a Delegacia de Polícia Federal. Os empresários repassavam os botijões de gás para V.S.S comercializar, pagando a este cerca de R$ 3,00 (três reais) por cada botija vendida. Os três foram indiciados no Art. 1º, inciso I, da Lei 8.176/91 que prevê, nestes casos, pena de 1 a 5 anos de detenção.

Um sargento do Corpo de Bombeiros que acompanhou a fiscalização, disse em depoimento, que o local onde ficavam armazenados os botijões, situado em um lote entre duas casas residenciais, oferecia grande risco de incêndio e até mesmo de explosão, colocando em risco toda a vizinhança.
Após ter sido lavrado o auto de prisão em flagrante os comerciantes foram liberados mediante pagamento de fiança.

www.vozdonorte.com.br - Mazinho Rogerio

Nenhum comentário: