quarta-feira, 7 de julho de 2010

Preso o acusado de ter matado duas pessoas na Vila São Pedro


Foi preso na madrugada desta quarta-feira, (07), José Barbosa da Cruz, o acusado dos homicídios de sua ex-companheira, Maria das Graças Henrique de Menezes e do deficiente físico de 31 anos de idade, Francisco Cleodomar Tertuliano da Silva, ocorridos na Vila São Pedro. Barbosa foi interrogado nesta manhã e negou ser o assassino da mulher com a qual morou junto durante mais de um ano, mas confessou ser o autor do homícidio de Francisco Cleodomar.



Foi preso na madrugada desta quarta-feira, (07), José Barbosa da Cruz, o acusado dos homicídios de sua ex-companheira, Maria das Graças Henrique de Menezes e do deficiente físico de 31 anos de idade, Francisco Cleodomar Tertuliano da Silva, ocorridos na Vila São Pedro. Barbosa foi interrogado nesta manhã e negou ser o assassino da mulher com a qual morou junto durante mais de um ano, mas confessou ser o autor do homícidio de Francisco Cleodomar.

A polícia acreditava que o acusado não havia deixado a região da Vila São Pedro e manteve vigilância desde o dia do primeiro homicidio, na noite de quinta-feira (01), na tentaviva de efetuar a prisão que aconteceu com a ajuda de informantes. Algumas denúncias levaram as equipes da PM e da Polícia Civil, por volta das 4h da madrugada deste qurta, a casa do pai de José Barbosa, onde ele foi preso. Os policiais fecharam o cerco na casa e o acusado entregou-se sem nenhuma resistência.

Na delegacia ele negou ter matado Maria das Graças, mas confessou com bastante frieza que teria assassinado apenas Cleodomar. A alegação é de que Francisco Cleodomar teria afirmado que havia tirado a vida da ex-companheira de José Barbosa.

“Eu não matei a mulher, matei o Bem (Francisco Cleodomar). Eu matei porque ele confessou que tinha matado ela (Maria das Graças). Foi ele quem matou ela, eu o matei porque ele a matou. Eu não lembro como foi, só fui cortando. Eu me arrependo muito de ter feito isso” - declarou.

Segundo o delegado de Rodrigues Alves, Lindomar Ventura dos Santos, a polícia não está considerando a versão de Barbosa nas investigações. “Nós não estamos considerando essa hipótese, para nós o mesmo assassino do Francisco seria o mesmo assassino da Maria da Graças. Não acreditamos, pelo modo que os crimes aconteceram, pelas circunstâncias que foram bem parecidas. Agora estamos checando algumas informações que nos levariam a testemunhas do primeiro homicídio, se as testemunhas colaborarem com a polícia, vamos fechar o circulo e comprovar que Barbosa é o culpado pelos dois crimes”-afirmou.

Até a própria família desejava a prisão de José Barbosa. O pai, Antônio Francisco da Fonseca, colaborou com as investigações da polícia. “A polícia foi lá em casa e eu prometi que se ele aparecesse por lá eu mesmo o entregava. O delegado deixou o endereço, o telefone para ligar caso o Barbosa fosse a minha casa. Eu não acredito que o meu filho tenha cometido esses crimes e o pessoal que conhece ele também sabe porque ele era uma pessoa humilde. Ele ia do trabalho para casa. Eu não sei, eu acredito que tenha sido alguma coisa que tenha acontecido. Eu não acredito que ele tenha cometido o crime, mas eu entreguei porque eu tinha prometido para o delegado que iria entregar se o visse. O meu dever era informar”.

A polícia procura ainda a arma utilizada nos crimes que, segundo a polícia, será fundamental para esclarecer se foi a mesma utilizada nos dois homicídios e confirmar se José Barbosa teria assassinado Maria das Graças e Cleodomar(o Bem).

“Até o final da tarde ele será encaminhado a Unidade Penitenciária, mas ainda temos a intenção de localizar a arma utilizada no crime. O acusado afirmou que perdeu o terçado no mato. Vamos refazer o caminho feito por ele para encontrar o terçado e com essa prova saber se ele foi realmente o autor do homicídio da Graça”.

Kattiúcia Silveira
Fotos Aureo Neto

Nenhum comentário: