domingo, 8 de agosto de 2010

Campanha da Frente Popular acelera



O último dia 6 de Agosto, data do início da Revolução Acreana, serviu também
para revelar o ritmo da campanha de Tião Viana ao governo do Estado e de Jorge Viana
e de Edvaldo Magalhães às duas vagas de senadores. Os candidatos majoritários da
Frente Popular do Acre (FPA) amanheceram o 6 de Agosto em visita ao local onde há
108 anos o libertador José Plácido de Castro foi alvejado a tiros, e encerraram o dia do outro lado do Acre, em Cruzeiro do Sul, depois de visitarem outros três municípios.


Tião, Jorge e Edvaldo definem prioridades para Manuel Urbano, Jordão e Santa Rosa e embalam campanha em Cruzeiro do Sul

O último dia 6 de Agosto, data do início da Revolução Acreana, serviu também
para revelar o ritmo da campanha de Tião Viana ao governo do Estado e de Jorge Viana
e de Edvaldo Magalhães às duas vagas de senadores. Os candidatos majoritários da
Frente Popular do Acre (FPA) amanheceram o 6 de Agosto em visita ao local onde há
108 anos o libertador José Plácido de Castro foi alvejado a tiros, e encerraram o dia do outro lado do Acre, em Cruzeiro do Sul, depois de visitarem outros três municípios.

Manuel Urbano, Santa Rosa do Purus e Jordão, os menores e mais isolados
dos municípios acreanos, receberam os candidatos em festa para prosseguimento
dos debates sobre o plano de governo visando mais um mandato da FPA. Nesses
municípios, Tião Viana revelou que, caso seja eleito, pretende pavimentar em tijolos
todas as suas ruas e implantar um forte programa de merenda regionalizada. “A
merenda das escolas tem que sair da produção dos próprios municípios”, disse.

Na visita ao local onde Plácido de Castro foi assassinado, Tião, Jorge e Edvaldo
se fizeram acompanhar de historiadores e outros interessados na história da Revolução
Acreana, como o governador Binho Marques. Aproveitando o feriado, o governador
vestiu-se de militante petista e caiu em campo em defesa de seus candidatos. Para ele,o diferencial da FPA em relação a seus adversários é olhar o futuro sem esquecer o passado. “Pensar o futuro sem olhar o passado é não reconhecer o sacrifícios de Plácido de Castro”, disse Binho.

Em Cruzeiro do Sul, o que deveria ser apenas abertura de um endereço político,
com a inauguração do comitê de campanha, acabou se transformando no primeiro
grande comício da atual campanha no Juruá, com direito, inclusive, à adesão de um
importante ex-adversário: o deputado federal Ilderlei Cordeiro (PPS) subiu ao palanque para anunciar que estava rompendo com seu partido, com o PSDB e com os antigos aliados por reconhecer que o projeto da Frente Popular é o melhor para o Acre. Jorge e Edvaldo, os candidatos às duas vagas ao Senado, anunciaram que a campanha de Dilma Rousseff à presidência também começa a embalar no Acre, principalmente no Juruá.

Na quinta-feira à noite, em Rio Branco, os três candidatos se reuniram com mais
1.300 pessoas em encontro com secundaristas promovido pelo candidato a deputado
federal Sibá Machado (PT), no lançamento da candidatura de Telma Chaves (PT) a
deputada estadual e em evento promovido por familiares e amigos do deputado Élson
Santiago (PP), candidato à reeleição.

Assessoria de Imprensa do Comitê Tião Viana Governador

Nenhum comentário: