domingo, 8 de agosto de 2010

Coligação chega em Sena Madureira.



Esta sexta-feira foi a vez de Sena Madureira receber a visita da Coligação Liberdade e Produzir para Empregar. Logo pela manhã,o candidato a Governo, Tião Bocalom (PSDB), e a Senado, Sérgio Petecão (PMN), além alguns candidatos a estadual e federal mantiveram uma longa reunião com a colônia de pescadores local


Esta sexta-feira foi a vez de Sena Madureira receber a visita da Coligação Liberdade e Produzir para Empregar. Logo pela manhã,o candidato a Governo, Tião Bocalom (PSDB), e a Senado, Sérgio Petecão (PMN), além alguns candidatos a estadual e federal mantiveram uma longa reunião com a colônia de pescadores local

Com quase mil pescadores legalmente inscritos na Delegacia Regional do Trabalho(DRT), a colônia de pescadores de Sena Madureira se queixou das enormes dificuldades que enfrenta.E lembrou que a longa estiagem deste ano pode praticamente anular a piracema de mandim, já que a chegada do cardume deve ocorrer em setembro,quando o Rio Iaco já estiver em seu volume máximo.Os pescadores solicitaram do próximo Governo um compromisso de apoio na aquisição de um caminhão frigorífico e na instalação de uma fábrica de gelo.

Bocalom afirmou que, uma vez no Governo, os setores produtivos como a pesca vão contar com o apoio e assistência técnica necessária, principalmente porque vão fazer parte do esforço oficial de recuperação da produção local.”A pesca vem dando exemplo de aumento de produção local e garantia de produto de qualidade a preços acessíveis o ano inteiro”. Os pescadores querem ainda consolidar o desenvolvimento em nível estadual da piscicultura de manejo,já em estágio avançado em muitos municípios acreanos.

O candidato reiterou que seu Governo vai concentrar sua atenção e preocupações principalmente para os mais pobres,” já que afinal são quem mais precisa das ações de Governo”.Por seu lado, Flaviano Melo,candidato a reeleição à Câmara Federal(PMDB)lembrou aos pescadores de seu esforço juntamente com Sérgio Petecão para garantir a realização do referendo cerca do novo fuso.’Felizmente conseguimos garantir ao povo o direito de escolher livremente seu fuso horário”.

Cooperativa de Castanha

Ao final da reunião, os candidatos ainda ouviram dos pescadores e do povo em geral a solicitação da construção de um novo cemitério e da instalação de um Instituto Médico Legal(IML) no município.Depois de uma breve reunião na casa do candidato a estadual Gilberto Diniz,(PT do B),os candidatos da Coligação foram visitar uma cooperativa de manejo que emprega cerca de 80 mulheres quebradoras de castanha.Em fase de treinamento para seleção, cada trabalhadora produz cerca de 15 a 18 quilos/dia de castanha descascada, mas a idéia é que a produção chegue a 20 quilos/dia em muito breve..

As operárias- mulheres recebem por produtividade(cerca de R1,20 o quilo)e se disseram muito contentes com a chance de garantir renda para a família.Instalada em Sena Madureira pelo deputado Mazinho,a idéia é criar mais 7 galpões e garantir mais de 400 empregos diretos no município.

Bocalom elogiou a iniciativa e disse estar feliz “por ver tanta gente trabalhando na cooperativa e colaborando diretamente no orçamento familiar”. Empolgado com a iniciativa, o deputado Sérgio Petecão garantiu emenda individual para a construção de uma creche para os filhos das operárias.

”É o mínimo que se ode fazer para quem faz um trabalho tão gratificante”,disse. Depois de quebradas e recolhidas em sacos plásticos, as castanhas seguem para a usina para beneficiamento e comercialização. Bocalom garantiu que este tipo de empreendimento, num governo de mudança, vai contar com o apoio integral do Estado. Segundo ele, o Governo poderia ajudar a Cooperativa em termos de redução de impostos para facilitar a instalação e consolidação do projeto,além de garantir a geração de empregos diretos e indiretos.
Corpo a corpo.

Num clima de cordialidade e muita receptividade da população,à tarde(6) os candidatos entraram em lojas, conversaram com os empresários e puderam sentir as dificuldades e problemas que enfrenta o comércio do terceiro maior município acreano.O candidato a Governo,Tião Bocalom,e a Senado,Sérgio Petecão,voltaram a lembrar que o projeto da oposição traz a marca da renovação de práticas e principalmente da retomada da produção,como único meio de recriar emprego e renda,oferecendo melhor qualidade de vida e mais dignidade á população.

Além dos problemas econômicos,Sena Madureira ainda vive um dilema político-administrativo que engessa a Prefeitura e prejudica diretamente a população.Sena Madureira possui uma pecuária importante em termos econômicos e deve,segundo Bocalom,”retomar uma agricultura que assegure o consumo interno e seja bastante forte para a exportação de seus produtos”.

Para o candidato, o Estado deverá voltar a plantar e comercializar o básico do consumo familiar como arroz, feijão e macaxeira,”em lugar de importar estes produtos do Rio Grande do Sul ou São Paulo”.Para ele,a produção interna vai diminuir custos,baratear preços e levar fartura á mesa do acreano,”que vai voltar a ter orgulho de sua produção rural”.

No início da noite, foi a vez dos candidatos prestigiarem a inauguração do comitê de campanha da candidata a deputada estadual Marileide Serafim,do PMN.Marileide definiu sua plataforma de trabalho em favor da juventude e das mulheres.Um compromisso que,segundo ela,já vem se concretizando com seu trabalho social de geração de emprego e renda no manejo da castanha.Num comício bastante concorrido ao lado do comitê, Bocalom disse que vai precisar na Aleac e em Brasília de parlamentares articulados e dispostos a “marcar a diferença num Governo de realizações|”.

Nenhum comentário: