terça-feira, 10 de agosto de 2010

Polícia prende ladrões de cimento da usina do Consórcio Alto Juruá – Camter / Construtora Cidade


Policiais do Pelotão de Trânsito prenderam em flagrante Antonio Nascimento da Silva, 26, residente no bairro Cruzeirinho Novo, funcionário da empresa Equipteq, quando transportava 40 sacas de cimento, em uma caminhonete Ford F-350, placa MZZ 7098, de propriedade da empresa, roubadas da usina de concreto do Consórcio Alto Juruá – Camter / Construtora Cidade, localizada nas proximidades do Clube Farinhada.


Policiais do Pelotão de Trânsito prenderam em flagrante Antonio Nascimento da Silva, 26, residente no bairro Cruzeirinho Novo, funcionário da empresa Equipteq, quando transportava 40 sacas de cimento, em uma caminhonete Ford F-350, placa MZZ 7098, de propriedade da empresa, roubadas da usina de concreto do Consórcio Alto Juruá – Camter / Construtora Cidade, localizada nas proximidades do Clube Farinhada.

José Maria Souza Neto, 21, auxiliar de almoxarifado, residente no bairro Nossa Senhora das Graças e funcionário do Consórcio Alto Juruá, também foi preso acusado de envolvimento no desvio de cimento. A prisão foi efetuada depois que o vigilante Antonio Santos, da empresa de segurança Joas G. de Oliveira, acionou a polícia informando que um carro estava deixando a empresa com cimento na carroceria.

Segundo informações, na semana passada o Consórcio Alto Juruá havia detectado a falta de 50 sacas de cimento do estoque mantido na usina e passou a monitorar a saída de veículos. A ocorrência foi atendida pelos sargentos da Polícia Militar, Livalter e Rosevaldo, que prenderam os acusados em flagrante.

A esposa de Antonio Nascimento, grávida de 7 meses, estava na caminhonete, quando o cimento estava sendo transportado e o marido foi preso pela polícia. O acusado disse aos policiais que tinha realizado o roubo para pagar uma conta.

Os acusados foram levados ao Pronto Socorro do Hospital do Juruá onde realizaram o exame Corpo Delito e em seguida encaminhados à Delegacia de Flagrantes, onde prestarão depoimento ao delegado e em seguida deverão ser encaminhados à Unidade de Recuperação Social Manoel Neri.

O empresário José Adson Jucá, proprietário da empresa Equipeteq e do veículo apreendido, compareceu a Delegacia de Flagrantes para tomar conhecimento da ocorrência e informou que o veículo ficava com o motorista que cedo da manhã fazia o transporte do pessoal às obras.

Nenhum comentário: