terça-feira, 7 de setembro de 2010

Binho no Juruá: “o maior investimento é nesta região”

Em entrevista a jornalistas de Cruzeiro do Sul, governador mostra o que vem sendo feito no Vale do Juruá e diz que o futuro é ainda melhor.
Escrito por Edmilson Ferreira
Em continuidade à visita realizada neste final de semana a Cruzeiro do Sul, o governador Binho Marques concedeu no sábado, 4, entrevista à rádio e TV Juruá FM em cadeia com as rádios Aldeia FM e Integração FM. O âncora, jornalista Rogério Venceslau, conduziu a entrevista. Participaram os jornalistas Elson Costa, do jornal Voz do Norte e Dilson Ornelas, do site www.vozdoacre.com.

“O próximo governador recebe o Estado em quais condições?”, foi a pergunta de abertura feita por Rogério Venceslau. “Muito melhor", respondeu Binho. "Eu recebi o governo em condições de crescer e o próximo governador irá receber um Estado limpo, sem dívidas, organizado. A gente está cada vez mais acolhendo o cidadão melhor. Como exemplo, conseguimos ampliar o atendimento nas delegacias do Juruá, que antes só tinham um delegado e agora têm quatro. Esta semana (semana passada) chegaram os equipamentos do IML. O que eu digo é que a melhor coisa é a continuidade, é a população ser bem tratada e para isso não se pode desfazer o que foi feito”.
Veja os principais pontos da entrevista:

Equilíbrio de investimentos entre interior e capital
“Havia descompasso de investimentos, situação que o Jorge Viana mudou e eu dei sequência. Isso equilibra o Estado. Os investimentos que fizemos no interior fez com que tivéssemos pouca diferença. Aqui em Cruzeiro do Sul, apenas a ponte do rio Juruá é de R$ 120 milhões, sem contar a parte de restauração da BR. A Arena do Juruá tem equipamentos que não têm na Arena da Floresta. Em todas as áreas o maior investimento é nesta região”.

Obras na BR 364

“Não existe nenhum risco de essa obra não ser feita. As chuvas do ano passado impediram que fosse concluída no meu governo mas o futuro governador a concluirá tranquilamente em 2011”.
O Acre caminha para uma transformação?
“É verdade. Mas muita gente me ajudou. Quero agradecer ao Presidente Lula e não posso negar também a ajuda do Edvaldo Magalhães, que teve a coragem de levar adiante a integração do Acre com o Peru. Agradeço a toda a bancada de parlamentares e especialmente quero agradecer à população, que mesmo nas dificuldades me ajudou, me apoiou.

A integração com os países vizinhos é fundamental. Eles acreditam muito na gente e têm razão para isso. Agora criamos uma Zona de Processamento de Exportação que não é só do Vale do Acre mas de todo o Estado. Vamos instalar distrito industrial em Cruzeiro do Sul. O futuro governo é o da industrialização. Nós concluímos uma etapa, preparamos o Estado para esse novo tempo”.

Avaliação da gestão ambiental

“A gente apaziguou muito essa situação. Nossa ação não foi proibir. Essa lei já é rigorosa demais. O que fizemos foi dar alternativas através da Política de Valorização do Ativo Ambiental Florestal, que usa área degradada, mucuna, além da ajuda financeira aos produtores”.
Popularidade de Lula

“É um fenômeno. Nenhum presidente no Brasil conseguiu resultado como esse. Lula vai continuar ajudando o País mesmo sem cargo. Não basta ser inteligente, tem de ter bom coração. Toda a prioridade de Lula é para os mais pobres”.
Ambiente político federal

“Todos os governos do norte e nordeste necessitam do Governo Federal. Acho muito importante o alinhamento. Se não tem, as coisas ficam mais difíceis”.
Frente Popular do Acre

“A FPA nasceu para acabarmos com a desunião e sempre coloca a população em primeiro lugar. Nesses quase 21 anos de FPA a gente conseguiu tirar o Acre de uma situação difícil e hoje deixá-lo pronto para a industrialização. As pequenas diferenças da Frente não são nada diante do lado de lá: a oposição não se entende para nada. Temos pequenas diferenças ideológicas que aparecem mais fortes nos municípios mas a FPA está mais do que unida para a gente fazer um Estado desenvolvido”.

Ramais no Juruá

“É um desafio para qualquer governo. O César Messias sempre disse que era melhor concentrar esforços em pontos críticos e estamos investindo R$ 3 milhões em locais complicados, atoleiros. Ramal não é luxo. É vida para quem mora na zona rural.
Com a crise internacional, caiu o repasse do FPE mas mesmo assim a gente colocou R$ 3 milhões em recursos próprios para os ramais de Cruzeiro do Sul. Fizemos asfalto. Tem ramal que agora parece uma estrada”.

Saúde

“O maior gargalho é os prefeitos darem conta de sua responsabilidade. O primeiro atendimento é no município. Só deve chegar no hospital aquele que precisa de atendimento especializado mas os hospitais ficam lotados de problemas que deveriam ser resolvidos nos municípios.
O tamanho da estrutura hospital que temos hoje é mais do que suficiente mas a falha é porque não há atendimento municipal”.

Saneamento básico

“Em Cruzeiro do Sul temos investimentos de R$ 15,5 milhões para o saneamento e só está começando. Em Cruzeiro do Sul tem que ter um sistema diferenciado de bombeamento do esgoto por causa das ladeiras, mas os investimentos estão apenas no começo”.

Expoacre Juruá

“A expectativa é muito grande. Em Rio Branco, duplicou o volume de negócios e tenho certeza que aqui será a mesma coisa. A Expoacre Juruá será a fotografia deste momento, em que as coisas vão bem, estão dando certo”.

Futuro político

“Seria mentira falar que não gostei de ser governador. Sempre trabalhei com comunidades, as quais têm grande capacidade de realizar as coisas como ninguém imagina. No governo, a gente trabalha para todos.
Eu gosto muito da gestão pública mas não sou candidato a nada. Agradeço especialmente à população de Cruzeiro do Sul e Vale do Juruá. Eu era um estranho no ninho e agora as pessoas me recebem com muito carinho. As coisas estão acontecendo mas há muita coisa para acontecer. Tudo ainda é pouco diante do que está por vir. Vamos acreditar mais ainda porque o que está previsto para o Juruá é muita coisa boa. Temos tido a ajuda de Deus porque estamos fazendo a nossa parte. Tenham confiança que neste lugarzinho do Juruá o Acre será um bom lugar no planeta”.

Nenhum comentário: