segunda-feira, 13 de setembro de 2010

EXPOACRE JURUÁ MOSTROU QUE NA REGIÃO EXISTEM ARTISTAS DE DIFERENTES ÁREAS

Este ano foram mais de 200 expositores que participaram da feira como um evento de negócios e oportunidades.
Este ano foram mais de 200 expositores que participaram da feira como um evento de negócios e oportunidades. Como é o caso de dezenas de pessoas que expuseram belos trabalhos no stand do artesanato regional. Um deles foi Cláudio de Lima, morador do município de Rodrigues Alves. Antes ele trabalhava na agricultura, mas depois que conheceu as vantagens de trabalhar com o artesanato, em especial com as biojóias não pensou duas vezes em investir na nova profissão. Ele declarou que a vida dele mudou depois de tornar-se artesão. “A vida de agricultor era mais difícil. Depois do artesanato tudo melhorou para melhor. Antes tinha que trabalhar durante dias para poder ter uma produção boa. Agora com rapidez, consigo tirar um dinheirinho bom”, afirmou muito contente Cláudio de Lima.

Nesse viés, vale ainda lembrar para aqueles que pensam que de um pequeno investimento não se constrói um grande empreendimento. Cidinaldo Aragão levou para a feira a prova disso no setor de indústrias, mostrando o shampoo esperança, que além de ter trazido a possibilidade de vida melhor aos carecas, trouxe ainda um novo horizonte para eles, que agora são donos oficialmente da única indústria de cosméticos do estado. “... Antes tivemos dificuldades para conseguir levar a diante nosso trabalho, mas Graças a Deus, atualmente já colhemos bons frutos. Temos um excelente negócio, chegamos até a exportar para o exterior”, relatou o gerente de vendas do shampoo Esperança, proveniente do município de Tarauacá.

Além disso, na área do setor moveleiro se podia ver a grandiosidade de artistas já consagrado na região e até mesmo fora do país por seu belíssimo trabalho como é o caso do artista plástico, Maquessom Pereira, que todos os anos expõe seus trabalhos na feira. Pioneiro na arte de marchetaria em Cruzeiro do Sul, o empresário tem seu trabalho reconhecido pela peculiaridade artística sobre as peças que confecciona a partir de decotes de madeiras dentro de uma magnífica representação da arte sacra, que é voltada ao religioso e ainda do paisagismo Amazônia, reflexo, segundo ele, de memória do passado. “Procuro nas imagens que construo representar vivências minhas, de tempos já vividos durante minha infância por exemplo. Imagens estas que guardo até hoje em minha memória”, finalizou o artista plástico consagrado mundialmente

Nenhum comentário: