quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Pedro Negreiros destaca desenvolvimento de Cruzeiro do Sul e acredita em dias melhores para o Juruá

Mais uma vez visitando Cruzeiro do Sul o ex-empresário e ex-prefeito Pedro Negreiros, que está residindo em Rio Branco por motivo de tratamento de saúde de familiares, fala de sua satisfação de retornar ao município onde viveu a maior parte de sua vida, foi seringueiro, agricultor, exerceu atividades comerciais e foi prefeito por duas vezes.


Único prefeito, nos últimos mandatos, a entregar prefeitura com contas saneadas, Negreiros elogia governos da Frente Popular

Mais uma vez visitando Cruzeiro do Sul o ex-empresário e ex-prefeito Pedro Negreiros, que está residindo em Rio Branco por motivo de tratamento de saúde de familiares, fala de sua satisfação de retornar ao município onde viveu a maior parte de sua vida, foi seringueiro, agricultor, exerceu atividades comerciais e foi prefeito por duas vezes.

“ Sempre estou retornando à Cruzeiro do Sul para visitar familiares e amigos e vejo que o município tem conseguido se desenvolver nos últimos anos com o trabalho de alguns prefeitos e governadores. Entendo que cada um deles individualmente tem dado sua contribuição para o crescimento do município”, disse.

Pedro Negreiros relembra o trabalho do ex-governador Orleir Cameli que fez importantes investimentos quando foi prefeito e governador do Estado, do ex-prefeito Aluizio Bezerra que fez importantes investimentos na área da saúde e infra-estrutura, do prefeito César Messias, que revitalizou o centro da cidade, da prefeita Zila Bezerra e agora o prefeito Vagner Sales. É uma sequência que gera o desenvolvimento e iniciou com outros prefeitos como o saudoso Moacir Rodrigues que trabalhou muito por esta terra.

O ex-prefeito destaca a importância de Cruzeiro do Sul para o Estado do Acre, lembrando diversas autoridades filhos da terra que exercem cargos importantes na administração pública, contribuindo com o Estado, citando o vice-governador César Messias, o desembargador Arquilau de Castro Melo, na presidência do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AC), Orlando Sabino, na superintendência do SEBRAE, Mâncio Cordeiro, na Secretaria da Fazenda, Maria Correia, na Secretaria de Educação, Cristóvão Messias no Tribunal de Contas do Estado (TCE), o desembargador Pedro Ranzi, que apesar de não ser cruzeirense foi professor, prefeito e juiz da cidade por muito tempo, além de 5 parlamentares na Câmara Federal e 8 na Assembleia Legislativa, onde o deputado Edvaldo Magalhães é o atual presidente.

De sua administração à frente da prefeitura Pedro Negreiros guarda boas recordações destacando que a maior satisfação foi atender à população da melhor maneira possível, cuidando com seriedade do recurso público, fazendo obras importantes, deixando as contas saneadas e recursos para o prefeito eleito.

“ Muitas coisas foram realizadas como a regularização de terrenos urbanos nos bairros Cruzeirão, Cruzeirinho, Manoel Terças, Mâncio Lima, Aeroporto Velho, que foram comprados pela prefeitura, documentados e distribuidos as pessoas pelos prefeitos que me sucederam, isso me deixou uma satisfação muito grande. Quando cheguei na prefeitura tinha apenas dois telefones. Fizemos uma organização administrativa – aquisição de central telefônica, computadores, veículos - foi outra contribuição para a melhoria do atendimento à população. Ainda hoje tem aquele caminhão pipa que é usado pela prefeitura. Entregamos a prefeitura com as contas saneadas e recursos oriundos de convênios celebrados nos meses de novembro que foi usado para asfaltamento de ruas. Deixamos tudo pronto e o dinheiro não precisou ser devolvido porque a burocracia exigida pela fiscalização estava atendida. Então, fizemos nosso dever e isso foi muito prazeroso”, afirmou.


Ainda lembrando de sua administração na prefeitura destacou obras importantes com a construção de muitas escolas, investimento no apoio a professores da Universidade Federal do Acre (Ufac) que se deslocavam de Rio Branco para lecionar no Campus de Cruzeiro do Sul, para os professores de Porto Walter e Thaumaturgo que naquele tempo eram vilas do município.

“ Com referência a educação observo que a maioria das pessoas aprovadas nos concursos públicos são pessoas de outros estados. Então, sinto que é uma situação que precisa de atenção para que nossos estudantes possam ser aprovados e assumir os cargos públicos do nosso Estado. Nada contra as pessoas de fora que vem contribuir com nosso Estado, a exemplo de juízes e delegados que muito bem exercem suas funções”, disse.

O atual momento do Estado do Acre e a administração da Frente Popular foram destacados pelo ex-prefeito que parabenizou o trabalho do ex-governador Jorge Viana, do atual Binho Marques e também do senador Tião Viana que lidera as pesquisas de opinião e deve ser o próximo governador, ganhando a eleição no primeiro turno.

“ É notório o desenvolvimento do Acre nos últimos doze anos de administração da Frente Popular. As obras de pavimentação da BR-364 são com certeza uma das grandes obras do governo, principalmente pelas dificuldades da região. Mas, da maneira que está sendo realizada o próximo governador vai concluir, apesar de ser uma estrada que vai precisar sempre de manutenção. Tenho esperança de ver essa estrada concluída. O governo da Frente Popular investiu muito no Juruá, nos vários setores – Educação, Saúde, infra-estrutura e na minha opinião precisa ter continuidade. A ponte sobre o Rio Juruá é uma realidade que me deixou emocionado e é de muita importância, por exemplo, estamos com problema de trazer mercadorias para o Estado porque ainda não tem uma ponte no Rio Madeira. Os caminhoneiros passam mais de trinta horas para atravessar o rio de balsa porque o rio está seco e isso dá muito prejuízo à população”, disse.

A estrada que vai ligar o Juruá a Pucalpa, no Peru, ainda é um sonho do ex-prefeito que lembra há 60 anos passados, no governo Valério Caldas, já existia um traçado e se falava de chegar ao Boqueirão da Esperança que é a divisa com o Pucalpa.

“ Ainda quero assistir a inauguração desta estrada. É como digo, o desenvolvimento chega pela sequência do trabalho de cada governo. Tenho esperança, a exemplo da Transoceânica, iniciada no governo Fernando Henrique e concluída pelo presidente Lula que ligou o Acre ao Peru. Construir a estrada até Pucalpa é uma necessidade da nossa região”, afirmou.

Nenhum comentário: