quinta-feira, 9 de setembro de 2010

A polícia ainda investiga morte de moradora da BR. 364

Segundo o departamento de polícia, a mulher estava no chão com um fio de energia amarrado ao pescoço. A família soube da morte de Andrelina pelo próprio marido, que até o momento o principal suspeito.
Segundo o departamento de polícia, a mulher estava no chão com um fio de energia amarrado ao pescoço.

A família soube da morte de Andrelina pelo próprio marido, que até o momento o principal suspeito. Ele fugiu do local em companhia de amigos e só depois se apresentou, alegando que ela havia cometido suicídio. Baseado nisso, o delegado da Delegacia de Proteção a Mulher de Cruzeiro do Sul, Odilon Neto, vai aguardar os resultados periciais do local onde ocorreu o crime, e também o exame cadavérico para assim poder concluir as investigações e desvendar se de fato o marido de ser o autor do homicídio ou se a mulher cometeu mesmo suicídio.

Moradores da Vila Lagoinha na BR-364 em Cruzeiro do Sul chegaram a bloquear a rodovia por várias horas no início da semana para chamar a atenção das autoridades quanto à falta de segurança na comunidade. A medida segundo o moradores foi tomada por conta da morte da jovem Andrelina Gomes Figueiredo, 18 anos, que foi encontrada morta dentro de casa ao lado de seu filho de 2 anos de idade.
Dayana Maia

Nenhum comentário: