quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Ritmo acelerado e passos firmes

Na reta final da campanha, os candidatos da Frente aceleram o passo e o ritmo dos compromissos. Na quarta-feira, fecharam a noite em Xapuri, falando para duas mil pessoas na praça onde começou a Revolução Acreana.
O ministro dos Esportes, Orlando Silva, foi o convidado especial da Frente para o comício. O prefeito Ubiracy Vasconcelos e a prefeita de Brasiléia, Leila Galvão, também compareceram.

Tião Viana e seus dois candidatos ao Senado, Edvaldo Magalhães e Jorge Viana, afirmaram que vão continuar trabalhando para consolidar a economia de base florestal sustentável. Jorge Viana explicou: “Há 10 anos, quando falávamos em economia florestal, muitos não acreditaram. Hoje temos, em Xapuri, uma fábrica de Tacos, outra de preservativos e uma de castanha que geram emprego e renda para jovens da cidade e para mais 700 famílias na área rural.”

Antes, Tião Viana, fez comício no ramal da Alcobrás, em Capixaba, para reafirmar seu compromisso com a industrialização do Acre: “O Jorge Viana e o Binho prepararam o Acre para uma nova economia. Estamos preparados para um futuro de muitos desafios”, disse Tião Viana.

Indústria de futuro

De volta à capital, Tião, Edvaldo e Jorge amanheceram ontem numa olaria. Trabalhadores de 12 indústrias cerâmicas também acordaram mais cedo para receber os candidatos, com a certeza de que a geração direta de mais de 500 empregos é uma conquista que o setor não quer deixar escapar.

Nos últimos doze anos, durante três governos consecutivos da Frente Popular, o setor só avançou. A produção das cerâmicas, grandes e pequenas, varia de 200 a mil milheiros de tijolos por mês. Dessa produção, 70% são vendidos para o setor privado.
Nas ruas com a população

No mesmo ritmo, Tião, Edvaldo e Jorge seguiram direto para os bairros da baixada da Habitasa e Terminal da Cadeia Velha. Crianças, jovens e adultos receberam os candidatos com o carinho de sempre e muito respeito.

A presidente da Associação de Moradores da Baixada da Habitasa, Raimunda Oliveira, anunciou: “Só conseguimos melhorar as condições aqui do nosso bairro nas administrações da Frente Popular.”

Aristides Júnior, presidente do Sindicato da Indústria de Olaria: “Desde quando Jorge Viana foi prefeito, nosso setor foi valorizado. Nós crescemos, aumentamos a produção e sabemos que só com o Tião Viana no governo esse trabalho vai continuar”.

Pedro Faustino, aposentado, do bairro Montanhês: “Eu digo para você, Edvaldo: ninguém joga pedra em árvore que não dá fruto. É por isso que você e o Jorge Viana estão sendo covardemente atacados.”

César Longui, funcionário da indústria cerâmica: “Somente com Jorge, Edvaldo, Tião e a Dilma presidente é que nós vamos continuar tendo nossos empregos e outros vão surgir .”

Nenhum comentário: