sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Devedores de energia terão desconto de até 50%



A Eletrobrás inicia nesta semana o parcelamento dos débitos dos consumidores com mais de três faturas em atraso. A estatal remitirá 50% dos juros e multas daqueles que tomem parte no acordo. A negociação foi autorizada pelo Conselho Nacional da empresa.



A Eletrobrás inicia nesta semana o parcelamento dos débitos dos consumidores com mais de três faturas em atraso. A estatal remitirá 50% dos juros e multas daqueles que tomem parte no acordo. A negociação foi autorizada pelo Conselho Nacional da empresa.

Segundo o Coordenador de Apoio e Gestão do Vale do Juruá, José Melo, o objetivo é reduzir a inadimplência dos consumidores de classe privada (residenciais, comercial, industrial e rural).

Todos os valores poderão ser negociados em até 120 meses, tendo como pagamento inicial o mínimo de 5% do valor da dívida e os interessados em quitar as contas podem buscar o atendimento até o dia 29 de dezembro.

“A meta é que nossos consumidores possam entrar 2011 com as contas equacionadas”, afirmou Melo, ao referir-se a expectativa de que no mínimo 50% do volume devido pelos inadimplentes sejam parcelados.

Melo informa que a classe residencial rural é a categoria que mais deve e para mais informações, basta ligar para o número 0800 647 71 96, que atende 24 horas, ou procurar a agência de atendimento ao cliente, aberta ao público no horário comercial, das 8 horas às17 horas.

Orleir Cameli nega que sua empresa seja favorecida pelo Governo do Estado



Em entrevista concedida a Rádio e TV Juruá, o ex-governador Orleir Cameli criticou matéria recentemente publicada na imprensa da capital, citando a empresa Colorado (de propriedade do empresário), como base de favorecimento de hipotético esquema de superfaturamento envolvendo o governo do estado.



Em entrevista concedida a Rádio e TV Juruá, o ex-governador Orleir Cameli criticou matéria recentemente publicada na imprensa da capital, citando a empresa Colorado (de propriedade do empresário), como base de favorecimento de hipotético esquema de superfaturamento envolvendo o governo do estado.

“Tem uns gaiatos que passam e dão palpite, sem conhecer de perto a obra da BR-364. O sujeito passa e pergunta para o operador: quantos centímetros têm de capa asfáltica? O operador responde: 2,5 cm. Ele não mentiu, acontece que a primeira capa tem 2,5 centímetros nos 9 metros de largura da estrada, sendo colocada apenas para garantir o tráfego. Mas, sobre ela têm a pista de rodagem (07metros), com cerca de 3 centímetros de espessura”, declarou o empresário.

Superfaturamento da BR 364

Sucessivamente mencionada na mídia acreana, como uma obra suspeita de superfaturamento pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Orleir Cameli defendeu a BR-364 e justificou o seu alto custo, afirmando que “as pessoas que não conhecem a Amazônia acham caro R$ 2,5 milhões para cada quilômetro. Essa obra tem que ser analisada, não pelo seu comprimento, mas pela altura necessária para se colocar a pista de rodagem”, enfatiza.

Segundo Orleir Cameli, o boato de que a BR-364 “nunca ficará pronta” não passa de manifestações pessimistas, ligadas ao desconhecimento da realidade. “Agora faltam cerca de 90 quilômetros. Se em 2011 tivermos o mesmo verão deste ano a BR fica pronta por completa, incluindo as pontes que também estão sendo construídas”, afirmou.

Orleir Cameli nega indiscutivelmente que sua empresa esteja sendo favorecida pelo atual Governo do Estado. “ Em todo o processo, passamos por licitações. Em alguns casos conseguimos oferecer R$ 10 milhões mais em conta do que o custo da planilha apresentada”, destaca.

Ao final da entrevista, o empresário assegurou que é desejo da classe empresarial cruzeirense que a estrada seja concluída, desmistificando a ideia de que os empresários são contra a conclusão da rodovia.

“Só se o empresário não for bom das ideias. Hoje, um empresário de Cruzeiro do Sul tem que trabalhar com um capital de giro que inclua o seu estoque, o que está na balsa em viagem, e o que ainda vai comprar. Com a estrada isso não vai ser mais necessário”, finalizou.

Dayana Maia

Rio Juruá começa a apresentar sinais de cheia



O nível do rio Juruá, até bem pouco tempo estava abaixo da média para a época do ano e vinham prejudicando a navegação, mesmo para pequenas embarcações, fazendo com que milhares de ribeirinhos tivessem inúmeros problemas, tanto no deslocamento para outras localidades, como também para o transporte de mercadorias. Mas nos últimos dias, o rio subiu cerca 2 metros segundo a Defesa Civil.


O nível do rio Juruá, até bem pouco tempo estava abaixo da média para a época do ano e vinham prejudicando a navegação, mesmo para pequenas embarcações, fazendo com que milhares de ribeirinhos tivessem inúmeros problemas, tanto no deslocamento para outras localidades, como também para o transporte de mercadorias. Mas nos últimos dias, o rio subiu cerca 2 metros segundo a Defesa Civil.

Caso as chuvas recentes tenham também caído nas cabeceiras do rio, o nível da água subirá ainda mais nos próximos dias, aliada a previsão de mais chuva em todo o Estado. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, há previsão de outros dias de chuvas e um clima mais frio poderá chegar a região.

Dayana Maia

Fortalecimento à gestão ambiental da Amazônia é discutido em Cruzeiro do Sul



Mais uma etapa do projeto de fortalecimento à gestão ambiental da Amazônia está sendo desenvolvido em Cruzeiro do Sul. O plano é executado pelo Manejo Ambiental das Bacias e Estradas formado pela SOS Amazônia.


Mais uma etapa do projeto de fortalecimento à gestão ambiental da Amazônia está sendo desenvolvido em Cruzeiro do Sul. O plano é executado pelo Manejo Ambiental das Bacias e Estradas formado pela SOS Amazônia.

Nesta semana, representantes de instituições e sociedade civil, além de acadêmicos e representações de prefeituras do Juruá estiveram reunidos no prédio da Universidade Aberta do Brasil (UAB) para debater o tema.

Segundo Vângela do Nascimento, representante da SOS Amazônia, o encontro foi uma etapa de um projeto maior, que busca elaborar dois planos de bacias hidrográficas e formar dois comandos das bacias no Juruá.

“ A ideia é fortalecer as comunidades ribeirinhas, assim como também as instituições ligadas, visando abrir discussões mais aprofundadas sobre os problemas das águas na região”, disse.

Planejar o uso dos recursos hídricos e a análise da atual realidade das bacias hidrográficas da região é a meta principal do projeto,.

Francisco Albeci, mora no rio Liberdade e participa do projeto, avalia a importância da execução do plano, mostrando que as comunidades ribeirinhas já se deparam com muitos problemas, principalmente nas margens do rio, em virtude das ações dos agricultores que desmatam a vegetação, dando início a um processo de diminuição do nível de água no rio, principalmente no período de estiagem, quando os produtores têm dificuldades de transportar seus produtos pelas embarcações fluviais.

Dayana Maia

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

APADEC comemora 9 anos em Cruzeiro do Sul e vai implantar núcleo em Feijó



O Núcleo da Associação dos Pais e Amigos dos Dependentes Químicos (Apadeq) de Cruzeiro do Sul, comemorou 9 anos de implantação no município, com uma manhã de muita alegria e a presença de autoridades, parceiros e convidados, que visitaram a instituição que cuida de pessoas dependentes químicas.



O Núcleo da Associação dos Pais e Amigos dos Dependentes Químicos (Apadeq) de Cruzeiro do Sul, comemorou 9 anos de implantação no município, com uma manhã de muita alegria e a presença de autoridades, parceiros e convidados, que visitaram a instituição que cuida de pessoas dependentes químicas.

A solenidade comemorativa aconteceu no auditório da instituição, que está localizada na antiga Fazenda do Governo, na Estrada Velha do Aeroporto e atualmente dispõe de boa estrutura para realizar o trabalho de dar a mão aqueles que foram tocados pelas drogas. O diretor da Apadeq, Raimundo Felício, o popular Branco, agradeceu a presença do advogado Heleno Farias, do capitão Estephan Barbary, do ex-gerente do IBAMA, Márcio e da comitiva que veio do município de Feijó, que em breve está recebendo uma extensão da Apadeq.

“ O resgate da vida é o maior destaque do nosso trabalho. Aqueles que estavam com a vida interrompida em conseqüência do uso de drogas tem uma chance de se recuperar. Tenho como destaque primordial ajudar a ressuscitar o vivo, porque um dependente químico é um morto vivo e pode destruir sua própria vida e a da família, que é a segunda vítima, afirmou Branco.

O Núcleo da Apadeq em Cruzeiro do Sul é mantido com apoio do deputado estadual Donald Fernandes, criador da instituição do Acre, com o objetivo de trabalhar pela recuperação dos dependentes químicos, de forma gratuita, além de contar com apoio da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, através do prefeito Vagner Sales, de Rodrigues Alves, através do prefeito Burica, de Mâncio Lima, através do prefeito Cleidson Rocha e a sociedade em geral que coopera com a manutenção da estrutura ajudando a quem está precisando se livrar das drogas.

“ Quero destacar a preocupação da sociedade em modo geral, mas, sobretudo aquele que nos mantém, a prefeitura municipal de Cruzeiro do Sul, parceiro importante, que tem uma dedicação e atenção juntamente a rede municipal de Educação e Saúde ao mesmo tempo. Os prefeitos Vagner Sales, tem sido o grande parceiro, mas agradecemos os prefeitos Burica e Cleidson Rocha pela parceria. Agradeço a sociedade de modo geral e a imprensa que nos dá atenção sempre que é necessário divulgar os casos e ao mesmo tempo anunciar a vitória de cada um que luta trabalhando por este povo”, ressaltou.

O diretor da Apadeq enfatiza que a conseqüência do uso indevido de drogas leva a dependência química, atingindo pessoas que são cidadãos responsáveis, mas depois de se envolver com o uso de drogas modifica para pior sua vida e a dos familiares, enfrentando preconceito, desigualdade e exclusão social. Acreditando na força de Deus e no recurso do homem de proporcionar a perspectiva de uma recuperação que pode ser conseguida por todos.

“ É preciso querer largar o vício, mas ainda existe muito preconceito, não somente o preconceito que atribui a um dependente químico, mas um preconceito a nível nacional, ainda é o maior problema. O país vive uma deficiência muito grande, não só do preconceito, mas de caráter. Iniciar uma superação na deficiência da desigualdade, não olhando para ela, mas apontando soluções e perspectiva de vida para quem vive em desigualdade, precisa virar prioridade ”, afirmou Branco.

Branco agradeceu a presença da comitiva de Feijó, município que vai implantar em breve uma unidade da Apadeq, destacando a presença do secretário de Administração e do comandante da Polícia Militar, capitão Estephan Barbary, que conhece o trabalho da instituição e torna-se parceiro da implantação no vizinho município.

O secretário de Administração do município de Feijó, participou das festividades do 9º aniversário da Apadeq, destacando a importância da instituição e anunciando que o prefeito Raimundo Ferreira (Dindim), que tem uma grande preocupação com a área social do município, investe na implantação de uma unidade da Apadeq.

“ A proposta para instalar um Núcleo da Apadeq em Feijó, feita pelo comandante da Polícia Militar no município, capitão Estephan Barbary, conseguiu a adesão imediata do prefeito e dos vereadores. O prefeito Dindim tem essa preocupação de resgatar o camarada que está marginalizado, envolvido na droga e no álcool, abandonado pela própria família, pelos amigos, a margem da sociedade. As drogas estão espalhadas em todos os municípios e o prefeito sensibilizado com a situação deu sinal verde para a parceira que vai implantar o núcleo da Apadeq, com apoio de outras entidades para resgatar esses cidadãos atingidos pelas drogas”, disse.

O capitão Estephan Barbary, comandante da Polícia Militar em Feijó, visitou a unidade da Apadeq e participou da comemoração do 9º aniversário, ressaltando que ao chegar ao município de Feijó ficou preocupado com o índice de violência e procurou o prefeito para fazer a parceria com a Apadeq de Cruzeiro do Sul

“ Observamos a problemática que surgiu em conseqüência da quantidade de pessoas alcoolizadas. Mensalmente, em torno de 15, 16 às vezes até mais pessoas eram conduzidas à delegacia por estarem alcoolizados e em razão disso cometiam algum tipo de crime ou contraversão penal. Então, procuramos o diretor da Apadeq em Rio Branco, conhecemos o sistema, então, surgiu à idéia de implantar uma filial no município de Feijó. O trabalho é feito com seriedade e queremos beneficiar nossa população com esta importante entidade”, disse.

As autoridades e convidados conheceram as dependências da Apadeq – oficina, auditório, refeitório, dormitórios, biblioteca, sala de informática – e participaram da inauguração da igreja. Branco agradeceu a presença dos convidados e das autoridades que apóiam a iniciativa de manutenção da Apadeq.

“ O trabalho aqui é feito com seriedade, as pessoas que trabalham com os pacientes são muito eficientes e com certeza vamos conseguir reduzir esse número de pessoas alcoolizadas e drogadas na nossa cidade. Recebemos um apoio do nosso deputado federal, Henrique Afonso, que tanto já nos ajuda e ainda continua no projeto. A Apadeq, em Cruzeiro do Sul, é a melhor clinica na região Norte”, finalizou.

Policia Federal e 61º BIS realizam projeto Carbono Neutro



Em agosto de 2008, a Polícia Federal aderiu ao Programa Brasileiro GHG Protocol para a formulação de inventários de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). Em dezembro daquele mesmo ano, nascia o Programa Carbono Neutro, premiado na 1ª e na 2ª Edições do Prêmio Época de Mudanças Climáticas (publicado na Revista Época – Ed. Globo, em 15 de dezembro de 2008, e em 03/10/2009).


Fotos Mauricio Moacir da Rosa


Em agosto de 2008, a Polícia Federal aderiu ao Programa Brasileiro GHG Protocol para a formulação de inventários de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). Em dezembro daquele mesmo ano, nascia o Programa Carbono Neutro, premiado na 1ª e na 2ª Edições do Prêmio Época de Mudanças Climáticas (publicado na Revista Época – Ed. Globo, em 15 de dezembro de 2008, e em 03/10/2009).

O Programa Carbono Neutro é uma iniciativa da Polícia Federal de plantar árvores, utilizando espécies florestais nativas, cuja biomassa, através da fotossíntese, servirá para compensar o gás carbônico emitido nas unidades do órgão.

A meta para 2010 em Cruzeiro do Sul era de realizar o plantio de 272 mudas de árvores e ao mesmo tempo, contribuir com a formação da comunidade jovem por meio do caráter pedagógico da prática do plantio e da conscientização sobre o aquecimento global e da importância da neutralização e redução das emissões de GEE.

Este ano, a meta foi atingida graças à colaboração de várias entidades: As mudas foram fornecidas pela UGAI – Unidade de Gestão Ambiental Integrada. A escolha das espécies adequadas e locais mais adequados ao plantio foi feita com a ajuda de técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura; A área do plantio, próxima ao Aeroporto Internacional, foi cedida pela INFRAERO. Fundamental no suporte logístico, o 61º Batalhão de Infantaria de Selva (61º BIS) forneceu pessoal para o plantio das centenas de mudas, local para a cerimônia, transporte dos alunos, entre outras importantes contribuições.

O projeto Carbono Neutro é um projeto da Policia Federal e atuamos aqui como parceiros, cedendo um espaço para plantio das árvores. " “Recrutamos isso daí como um projeto muito importante, uma atividade de suma importância, sobre tudo quando é executada pelas crianças que serão os homens do amanha e que já crescerão com a consciência de preservar o nosso meio ambiente”, disse o coronel Romell.

O delegado da Polícia Federal, Roberto Perez, destacou o Projeto Carbono Neutro, baseado num estudo feito pela Polícia Federal em 2007 e neste ano foi verificado quanto de gás carbônico é emitido pela instituição. O trabalho policial em 2007 foi responsável pela emissão de 17 mil toneladas de gás carbônico e para revisar esse impacto ambiental a Policia Federal desenvolveu o projeto carbono neutro, que procura lavrar árvores nas unidades onde atua.

“ É um projeto desenvolvido pela Polícia Federal a cada ano que tem o objetivo de revisar o prejuízo causado pelas atividades policiais. Neste ano conseguimos implantar o implantar esse projeto com a ajuda dos nossos parceiros do Exército, que já é uma amiga nossa de muitas outras ações e mais uma vez colaborou. Estendo a mão amiga para a Infraero que estendeu a área para o plantio, a Prefeitura que também nos ajudou oferecendo técnicos e a de Estado e Floresta nos forneceu as mudas”, agradeceu o delegado.

61º BIS realiza Formatura de despedida de 45 militares



O 61º Batalhão de Infantaria e Selva (61º BIS) realizou uma solenidade que marcou a despedida de 45 militares – subtenentes e sargentos - que cumpriram sua missão no Batalhão Marechal Thaumaturgo e na fronteira mais Ocidental do Brasil.


O 61º Batalhão de Infantaria e Selva (61º BIS) realizou uma solenidade que marcou a despedida de 45 militares – subtenentes e sargentos - que cumpriram sua missão no Batalhão Marechal Thaumaturgo e na fronteira mais Ocidental do Brasil.

O comandante do 61º BIS, coronel Romell Oliveira, agradeceu os serviços prestados pelos militares que foram transferidos para outras guarnições no país, depois de passar dois anos ou mais na região.

“ Fica aqui o nosso agradecimento, o nosso reconhecimento a esses companheiros pelo serviço abnegado e dedicado com que empreenderam o cumprimento da nossa missão aqui no sistema Oeste do nosso país. Com certeza é uma troca de experiência que faz parte da nossa carreira militar e obediência nacional. Então, esses companheiros estão partindo e outros companheiros estão chegando, transferidos para o nosso patamar”, destacou.

SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE É ALVO DE INVESTIGAÇÕES DO MPE



Nessa quarta-feira, 10, representantes de bairros, conselheiros municipais de saúde e a imprensa estiveram reunidos no prédio do MPE, acompanhando um diagnóstico minucioso a cerca das reclamações envolvendo o sistema público de saúde, oferecido pelo governo do estado.



Nessa quarta-feira, 10, representantes de bairros, conselheiros municipais de saúde e a imprensa estiveram reunidos no prédio do MPE, acompanhando um diagnóstico minucioso a cerca das reclamações envolvendo o sistema público de saúde, oferecido pelo governo do estado.

Diante de graves acusações, o Ministério Público Estadual, por meio do promotor de Justiça, Walter Filho se reuniu na sede do MPE em Cruzeiro do Sul, com várias lideranças para explicar os procedimentos investigativos que permeiam as graves denúncias envolvendo o Hospital do Juruá e a Maternidade.

Em meio às denúncias estão: abusos da equipe médica aos pacientes, maus tratos e até mesmo negligência. Segundo o promotor que acompanha o caso, o Ministério Público vai notificar profissionais envolvidos, assim como também a direção das instituições envolvidas.

“A partir desta audiência realizada, será instaurado um procedimento administrativo, onde serão apurados os fatos. E depois de ter ouvido as pessoas acusadas, buscaremos colocar em prática as metas propostas, tendo à prestação de serviços público com eficiência a principal base. Resolver o problema de uma forma total não será solucionado de imediato, mas esperamos que em breve parte dessas supostas irregularidades sejam resolvidas”, declarou o promotor de justiça, enfatizando o compromisso do MP com a sociedade.

Perante das revelações, a administração da Maternidade enviou uma nota ao Ministério Público, manifestando conhecimento sobre as reclamações e assegurou que será aberto um processo administrativo para examinar a veracidade dos fatos. Quanto à direção do Hospital do Juruá, até agora não houve nenhum pronunciamento.

PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE É TEMA DE PROJETO ESCOLAR



A escola estadual de ensino fundamental governador Hugo Carneiro realizou no ano de 2010 inúmeros projetos voltados a questão ambiental, visando a formação da consciência sustentável do Meio Ambiente. Nessa quarta-feira, a instituição apresentou o trabalho na Escola Maria lima de Souza.



A escola estadual de ensino fundamental governador Hugo Carneiro realizou no ano de 2010 inúmeros projetos voltados a questão ambiental, visando a formação da consciência sustentável do Meio Ambiente. Nessa quarta-feira, a instituição apresentou o trabalho na Escola Maria lima de Souza.

Alunos e a comunidade escolar estão evolvidos há cerca de três meses na construção e desenvolvimento da iniciativa. “É partindo desta realidade que a gente pode proporcionar situações de aprendizagem riquíssimas em dinâmicas”, declarou a professora Gorete Caetano.

A iniciativa agora está sendo expandida para outras instituições. A diretora da escola Maria Lima de Souza, Francisca Nicácio, por exemplo, ao ver o trabalho decidiu convidar escola uma apresentação. “Ao assistir o projeto decidi trazer para a nossa comunidade escolar por conta da significação da temática, que se trata da importância e preservação da natureza”, explicou a diretora.

Várias atividades foram desenvolvidas na escola, dentre elas teatro, musica e poesia. Tendo sempre as crianças como peça fundamental no processo de sensibilização da preservação da natureza.

Mensagens reflexivas aliadas à inocência de centenas de crianças trazem a dimensão do grave problema que o planeta vem passando nos últimos anos. Talvez muitos adultos ainda não tenham a capacidade entender as conseqüências da ação do homem na natureza, mas sem dúvidas se o futuro dependesse somente das crianças com certeza seria um mundo bem melhor.

“É importante preservar o meio ambiente, pois assim ajudamos na sobrevivência dos seres vivos na terra. Por isso, o projeto tenta ajudar, fazendo com que o homem perceba a necessidade que temos em preservar a natureza para as futuras gerações”, finalizou a pequena Sarah da Costa, 11, estudante da escola Hugo Carneiro.


Burica continua abrindo ramais



Enquanto o inverno amazônico (período chuvoso) não chega para valer, o prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Ernilson de Freitas, o Burica, está com as máquinas da prefeitura na zona rural abrindo estradas para tirar do isolamento centenas de famílias de agricultores. Isso vai permitir o escoamento da produção de farinha na cidade. "Antes, a gente levava as sacas de farinha nas costas mesmo, porque do jeito que estava não dava para passar nem carroça", afirma José Alves da Silva, do Pólo Agro-florestal.


Dílson Ornellas

Em Rodrigues Alves as máquinas não param

Enquanto o inverno amazônico (período chuvoso) não chega para valer, o prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Ernilson de Freitas, o Burica, está com as máquinas da prefeitura na zona rural abrindo estradas para tirar do isolamento centenas de famílias de agricultores. Isso vai permitir o escoamento da produção de farinha na cidade. "Antes, a gente levava as sacas de farinha nas costas mesmo, porque do jeito que estava não dava para passar nem carroça", afirma José Alves da Silva, do Pólo Agro-florestal.

De acordo com Burica, não faria sentido administrar um município, com cerca de 80 por cento da população vivendo na área rural, se não fosse possível levar beneficio às comunidades distribuídas por 750 quilômetros de ramais (estradas de barro que levam ao interior) e aos doze projetos de assentamento ali existentes.

"Se não fosse o senador Tião Viana (eleito governador ainda no primeiro turno deste ano pelo PT), que nos ajudou a conseguir os tratores e caminhões, acho que eu teria renunciado, porque não ia agüentar ver tantos trabalhadores isolados, sem condições de chegar à cidade", revela o prefeito, acompanhado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Darimar Rocha, e do deputado eleito Jonas Lima.

Antes do esforço da prefeitura chegar à zona rural, homens como o agricultor José Lima de Souza, de 32 anos, no Ramal do Pólo Agro-Florestal de Rodrigues Alves, tentavam abrir passagem cortando o mato a facão

Osnir Pereira dos Santos fez questão de mostrar ao prefeito Burica o poço artesiano e as 14 casas de alvenaria, de três quartos, que o Incra construiu no local. Famílias que moram próximas à Vila Santa Rosa, do município de Cruzeiro do Sul, pediram ao prefeito que providencie uma equipe de saúde para aquelas famílias, porque a Secretaria de Saúde de Cruzeiro do Sul só envia agentes de saúde para medir a pressão dos trabalhadores.

O prefeito de Rodrigues Alves explicou que a abertura de estradas é importante para que se leve energia elétrica à toda zona rural. "Hoje temos 80 por cento da região coberta pelo programa Luz para Todos, mas logo teremos 100 por cento", revelou Burica. Por onde andou ele informou aos agricultores que está em fase de conclusão as instalações da Feira do Produtor Rural, no centro da cidade.

Câmara se prepara para elege nova Mesa Diretora



A eleição acontece no dia 30 de novembro, na câmara Municipal de Cruzeiro do Sul, sendo a eleição a última sessão do ano. Até o momento foi apresentado três nomes para compor a mesa, o vereador Luiz Correia pela oposição e o Celso Lima Verde, PMDB, também da oposição e Romário Tavares. Os candidatos a presidência da Câmara contarão com a presença e votos de 10 vereadores.


A eleição acontece no dia 30 de novembro, na câmara Municipal de Cruzeiro do Sul, sendo a eleição a última sessão do ano. Até o momento foi apresentado três nomes para compor a mesa, o vereador Luiz Correia pela oposição e o Celso Lima Verde, PMDB, também da oposição e Romário Tavares. Os candidatos a presidência da Câmara contarão com a presença e votos de 10 vereadores.

Romário Tavares, presidente em exercício, afirma que o debate sobre o novo presidente da Câmara Municipal para próximo Biênio já começou. Nós temos dois candidatos hoje, temos o Luiz Correa que é chapa pura da oposição e temos o candidato Celso Lima Verde, que também te chapa pura da situação da base do prefeito Vagner Sales, e tem a minha candidatura. Eu defendo um debate, onde a gente possa compor a mesa diretora com todos os partidos tanto da base aliada como da base oposição, disse.

O atual presidente diz já ter convidado o Luiz Correia e Celso Lima Verde e todos os demais vereadores para um debate democrático. Segundo ele, só será candidato a presidência da Câmara Municipal se houver um debate, que permita a mesa diretora está com todos os representantes dos partidos que componham a Câmara Municipal, ou seja, uma mesa composta por representantes do PSDB, PMDB , PCdoB e PT. O mesmo acredita que os vereadores terão maturidade suficiente para eleger uma nova mesa diretora, a qual possa dar a sociedade cruzeirense o gosto de ter uma mesa diretora com todos os partidos que componham a Câmara Municipal .

Na entrevista concedida ao Jornal Voz do Norte Romário explicou que a população de Cruzeiro do Sul que a mesa diretora é composta pelo presidente, vice presidente, primeiro secretário e segundo secretário. Ainda comentou que mesmo o presidente sendo da base aliada do prefeito não significa que este irá comandar sozinho a Câmara Municipal. E isto é garantido porque existe um regimento interno da Câmara Municipal Legislativa de Cruzeiro do Sul, que diz que todas decisões devem ser tomadas pela maioria da mesa.

Quando questionado sobre a possível reeleição do vereador Gilvan, Romário afirmou que na política tudo é possível. Para ele a reeleição do atual presidente, o vereador Gilvan, é preciso que aconteça uma mudança na atual lei que rege a Câmara Municipal. A lei vigente diz que o presidente só poderá ter um mandado, e para que haja sua reeleição, faz_se necessário uma mudança, a qual deve ser requerida pela mesa diretora e contar com pelo menos sete votos.

Segundo o atual presidente ainda há tempo, até o dia 30, para o vereador Gilvan lançar sua candidatura. Mas segundo ele, o vereador em momento algum o chamou para debater sobre o assunto.

Eu tenho que ser sincero aqui. Ele tem se preocupado com o mandado dele. Agora, esses dias, está como prefeito em exercício, mas eu tenho certeza que se esta proposta for para o debate na Câmara Municipal, se os vereadores chamassem ele, eu tenho certeza que ele ia apresentar essa lei, mas eu não sei se ele vai apresentar essa lei mesmo sem conversar com os vereadores, acrescentou.

Eu espero que os vereadores possam ter maturidade, acho que agora na política nós vivemos em um momento especial. O povo não vota mais em pessoas que não trabalha que não respeita o cidadão. Eu acho que agora é o momento especial, a câmara municipal vai tomar a atitude correta e vai eleger uma nova mesa diretora que possa continuar um trabalho que vem fazendo ai a mesa atual.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

João Garapa desabafa: “ Nunca vi a Justiça doar nenhum avião da Gol ou da TAM que estavam transportando drogas. Na realidade o traficante não é o dono



O empresário João Célio Gonçalves Gaspar, popular João Garapa, estava em sua empresa, no dia 28 de Janeiro, quando foi surpreendido com a notícia de que a Polícia Federal havia apreendido droga na balsa de sua propriedade que estava baixando para Manaus. A droga transportada estava escondida em um tanque do rebocador e foi levada para bordo pelo comandante da embarcação, funcionário da empresa há mais de nove anos.


O empresário João Célio Gonçalves Gaspar, popular João Garapa, estava em sua empresa, no dia 28 de Janeiro, quando foi surpreendido com a notícia de que a Polícia Federal havia apreendido droga na balsa de sua propriedade que estava baixando para Manaus. A droga transportada estava escondida em um tanque do rebocador e foi levada para bordo pelo comandante da embarcação, funcionário da empresa há mais de nove anos.

A droga foi localizada através de investigação da Polícia Federal, que monitorou os passos dos traficantes, inclusive a entrada da droga a bordo. Depois que a balsa deixou o porto de Cruzeiro do Sul os agentes a interceptaram em Ipixuna e prenderam os tripulantes e o entorpecente, trazendo-os de volta à Cruzeiro do Sul, onde foi feita uma revista em todos os porões e nos mais de 7 mil sacas de farinha e botijões que estavam sendo transportadas para Manaus. Nada mais foi encontrado.

Dois tripulantes da embarcação e os donos da droga foram identificados, presos e conduzidos à penitenciária. A balsa e o rebocador foram entregues ao proprietário João Garapa, no mês de fevereiro, na condição de fiel depositário, enquanto o processo transcorria na Justiça do Amazonas. Para surpresa de João Garapa o juiz amazonense responsável pelo processo mandou confiscar a balsa e o rebocador que foram doados ao Exército no mês de Agosto.

“ Não posso entender a decisão do juiz do Amazonas que confiscou a embarcação e a balsa fazendo uma doação para o Exército. A Polícia Federal não encontrou, nem vai encontrar nenhum indício de meu envolvimento com tráfico de drogas porque vivo de muito trabalho. Os quatro traficantes foram identificados e presos, então, não há razão para a decisão do juiz que já está sendo contestada pelo advogado da nossa empresa”, disse o empresário.

João Garapa protesta contra a decisão enfatizando que sua empresa gera mais de 50 empregos, paga impostos e não pode ter um prejuízo deste montante, principalmente por ter ficado comprovado que não há nenhum envolvimento dele com o tráfico de drogas.

O empresário destaca que recorreu da sentença do juiz amazonense, considerando uma decisão precipitada prejudicial para sua empresa que adquiriu a balsa e o rebocador através de financiamento, quando ainda era sócio do empresário Raimundo Oliveira, protestando que a empresa não pode ser penalizada por uma ação isolada do tráfico de drogas existente na região que sempre utiliza os meios fluvial e aéreo para o transporte dos entorpecentes.

“Imagine se a Justiça for doar para o Exército todos os aviões onde a Polícia Federal encontra drogas. Por exemplo, sabemos pelo noticiário que muitos traficantes são presos com drogas transportadas em aviões. Estava recentemente assistindo o Jornal Nacional e a policia pegou um homem com 30 quilos de cocaína no avião e não tem nenhuma aeronave da Gol ou da TAM confiscada.

Recorremos da decisão do juiz e queremos de volta a balsa e o rebocador da nossa empresa que sempre foi utilizada para trazer mercadorias para abastecer nossa população. Essa foi a finalidade que compramos essa balsa e o rebocador. Não posso abrir mão deste importante bem para a sobrevivência da minha empresa que garante tantos empregos a pais de família de nossa cidade”, disse.

João Garapa ressalta que aguarda decisão da Justiça, mas tem certeza de que vai conseguir restituir os bens da empresa, condição para sobrevivência e transporte das mercadorias que abastecem a população.

“ A balsa dava três viagem por ano para Manaus transportando mercadorias para abastecer nossa população, ficando um protesto contra a decisão equivocada que confiscou os bens. Nunca soube de nenhum avião da Gol ou da TAM doado para o Exército, principalmente quando as investigações da própria Polícia Federal me isentaram de qualquer culpa. Felizmente, além desse protesto, posso mostrar a população que não tenho nenhum envolvimento com o tráfico de drogas. As pessoas que me conhecem sabe que sou um homem trabalhador”, destacou.

O empresário João Garapa tem 53 anos de idade, trabalha desde garoto, foi vendedor de garapa, de onde herdou o apelido que o acompanha por toda vida, com muita honra, com friza, motorista de praça por 12 anos, balconista e iniciou no ramo comercial com um quarto no mercado público. Investiu suas economias no ramo de supermercado e venda de combustíveis conseguindo sucesso das empresas que garantem mais de 50 empregos diretos. Ele foi um dos sobreviventes da queda do avião da Rico e se emociona toda vez que fala do assunto.

“Sou um cidadão de bem, trabalho desde quando era garoto e o sucesso de minhas empresas são fruto de muito trabalho ao longo desta caminhada. Fico emocionado quando me lembro do apoio que recebi dos meus amigos e desta população que se uniram em oração pela minha recuperação quando sofri aquele acidente aéreo no avião. Então, mesmo sofrendo estas perseguições, me sinto feliz de estar junto com minha família, desenvolvendo um trabalho em benefício da população cruzeirense, a quem sou muito grato por todas as orações que fizeram pela minha recuperação.

No meu caso, é preciso destacar que não tenho nenhum envolvimento com coisas ilícitas, principalmente drogas. A investigação da Polícia Federal é meu atestado de idoneidade. Tenho residência fixa e local de trabalho e todos os investimentos da nossa empresa são em Cruzeiro do Sul.

Fico triste porque vivemos em um país em que a lei não é para todos. Alegaram que o rebocador estava trancado na balsa, mas se uma balsa não tiver rebocador, ela não anda. Tanto o rebocador quanto a balsa estão documentados, o documento e tão verdadeiro que o Ministério Público, em Manaus, reconheceu. Nunca vi a Justiça doar nenhum avião da Gol ou da TAM que estavam transportando drogas, porque na realidade o traficante não é o dono do avião”, finalizou.

A Banda Swing prepara lançamento do CD Terra dos Náuas



A Banda Swing da Mata prepara o lançamento do seu primeiro CD - Terra dos Náuas - num grande show no Teatro dos Náuas, no dia 04 de dezembro. A produção do CD está sendo feito em Manaus, gravado na BM estúdio, com um repertório de toadas, que retratam a história de Cruzeiro do Sul e as belezas naturais da região. O CD está sendo produzido com recursos da Fundação Elias Mansour através da Lei de Incentivo a Cultura.


A Banda Swing da Mata prepara o lançamento do seu primeiro CD - Terra dos Náuas - num grande show no Teatro dos Náuas, no dia 04 de dezembro. A produção do CD está sendo feito em Manaus, gravado na BM estúdio, com um repertório de toadas, que retratam a história de Cruzeiro do Sul e as belezas naturais da região. O CD está sendo produzido com recursos da Fundação Elias Mansour através da Lei de Incentivo a Cultura.

O vocalista e empresário da banda, Aldemir Maciel, destaca que os ensaios e preparativos para a apresentação estão em ritmo acelerado e está bastante otimista com o lançamento do primeiro trabalho do grupo.

“Esperamos que o trabalho seja bem aceito pela população cruzeirense. O lançamento deste CD é como se fosse o carro chefe da banda, a própria identidade do grupo”, disse entusiasmado.

Aldemir Maciel afirma que 2011 será um ano cheio de muitos eventos e shows e o grupo está preparando uma agenda mais profissional, principalmente pelo recebimento de convite para fazer shows fora do estado.

“Para inicio da agenda temos três shows marcados para fazer em São Paulo, motivo de muita alegria e entusiasmo para os integrantes da banda, mas ao mesmo tempo razão de muita preocupação. Não dá para sair do estado do Acre e ir pra São Paulo e levar um show qualquer. Então, aumenta nosso compromisso e a nossa responsabilidade, sendo nosso maior desafio, porque tocar nos palcos da Expoacre três vezes consecutivas e do Festival do açaí, foi uma experiência muito valiosa, mas ir para o estado de São Paulo, a capital do empresariado e do dinheiro do país é o grande desafio. Mas, estamos trabalhando bastante, com muito entusiasmo e muita dedicação”, disse.

Segundo Aldemir o show de lançamento do CD Terra dos Náuas terá um visual cenográfico especial, usando diferentes rituais e lendas com toadas do Boi Bumbá e letras que retratam a história de Cruzeiro do Sul e suas belezas naturais.

Atualmente a Banda Swing da Mata é formada por 18 componentes, sendo oito músicos e dez dançarinos, todos cruzeirenses, alunos e ex-alunos da escola Flodoardo Cabral, onde surgiu a formação da banda. Aldemir diz ainda que a Banda está completa, tanto na parte musical quanto na coreografia e afirma que a turma está bastante empenhada em fazer um show interessante, alegre e vibrante para o público cruzeirense.

Maciel destaca o apoio da Fundação Elias Mansour, que tem financiado o trabalho da banda, com recursos da Lei Incentivo à Cultura, além do patrocínio do Supermercado Cameli. “Precisamos lembrar dos nossos parceiros como o Governo do Estado e o Supermercado Cameli que há dez anos investe no grupo. Desde quando lancei meu primeiro CD são os grandes parceiros. Além do Supermercado Cameli, a banda conta com o apoio do Guaraná Cruzeiro, do Jornal Voz do Norte, Word Com e Cruzeiro Moto Center, todos empenhados na elaboração desse trabalho, pelo que agradecemos de coração”, lembrou.

O coordenador da Fundação Elias Mansour, Mazinho Rogério, destaca que a Banda Swing da Mata, no ano passado foi beneficiada com o projeto da Lei de Incentivo à Cultura e está lançando um trabalho belíssimo, apresentado durante a temporada do acústico Som Maior, no Teatro do Náuas.
“Nossa expectativa agora é para o lançamento desse CD no Teatro do Náuas e convidamos o público para prestigiar . Precisamos prestigiar, porque é um trabalho que mostra um pouco da nossa cultura, retratada através das músicas”, disse.

Vagner Sales adiquiri mais um equipamento inédito para Cruzeiro do Sul



Depois da moderna usina de asfalto, uma vibro acabadora mais conhecida como espalhadeira de asfalto é desembarcada em Cruzeiro do Sul. Em 106 anos de história, Vagner Sales foi o primeiro prefeito que conseguiu comprar o equipamento fundamental para o asfaltamento e manutenção de ruas.


Depois da moderna usina de asfalto, uma vibro acabadora mais conhecida como espalhadeira de asfalto é desembarcada em Cruzeiro do Sul. Em 106 anos de história, Vagner Sales foi o primeiro prefeito que conseguiu comprar o equipamento fundamental para o asfaltamento e manutenção de ruas.

Além da vibro acabadora, um trator de esteira dos mais operacionais e uma pá carregadeira, estão a caminho de Cruzeiro do Sul. Esses equipamentos juntos com a usina de asfalto que inclusive já foi instalada custaram R$ 2 milhões, dinheiro de uma emenda parlamentar do deputado federal, Flaviano Melo (PMDB).

O prefeito Vagner Sales comemorou muito a chegada da vibro acabadora, “no início da minha administração fiquei surpreso ao saber que uma cidade do tamanho de Cruzeiro do Sul, com mais de um século de existência, sendo a segunda maior do estado, não contava com uma espalhadeira de asfalto.

Por algumas vezes, nossos trabalhadores tiveram que espalhar asfalto na enxada porque o governo se negava a emprestar a máquina do Deracre. Mas com fé em Deus e explicando as necessidades para os parlamentares, conseguimos comprar o equipamento em um tempo muito curto. Parece até um sonho, mas a usina de asfalto, a vibro acabadora e outras máquinas é uma realidade que orgulha Cruzeiro do Sul, porque essas conquistas não são do prefeito, são do município”, comenta.

Para o início do ano, a Prefeitura já estará comprando com recursos já liberados, tratores agrícolas, caminhões e mais uma pá carregadeira. O prefeito, Vagner Sales, já está em Brasília tentando a liberação de recursos já empenhados para a compra de várias outras máquinas, caminhões e carros de apoio, além de equipamentos para melhorar a limpeza pública.

“Eu não consigo parar um minuto sequer, à medida que estou vendo as coisas acontecerem vou adquirindo mais motivação para trabalhar, principalmente quando vejo chegar equipamentos que o município nunca tinha adquirido. A velocidade com que essas emendas são liberadas é coisa de Deus, e vamos agora lutar muito mais em Brasília para melhorarmos ainda mais a nossa estrutura operacional e trabalharmos muito mais em benefício dessa cidade”, garante o prefeito.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Reconhecimento nacional: Binho é primeiro membro honorífico do Conselho de Secretários de Educação



"Se o Acre, com todas as dificuldades, conseguiu sair dos últimos lugares e está entre os primeiros em tão pouco tempo, significa que o Brasil também pode avançar ainda mais", diz governador na entrega do Prêmio Nacional de Gestão Escolar

Escrito por Edmilson Ferreira

"Se o Acre, com todas as dificuldades, conseguiu sair dos últimos lugares e está entre os primeiros em tão pouco tempo, significa que o Brasil também pode avançar ainda mais", diz governador na entrega do Prêmio Nacional de Gestão Escolar

O governador Binho Marques recebeu nesta segunda-feira, 9, o diploma de membro honorífico do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). A homenagem ao governador acreano foi o primeiro ato da cerimônia de entrega do Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

A eleição de Binho, primeira do gênero desde a criação do conselho, foi realizada durante a Reunião Ordinária do Consed em junho passado, em Rio Branco. O título é concedido a pessoas que tenham ocupado cargo de secretário de Educação com relevantes serviços prestados ao ensino brasileiro, está previsto no estatuto, mas o Consed nunca o havia concedido. O ato valoriza o que o Acre conseguiu fazer na educação com poucos recursos. Para Binho, há agora novo parâmetro para o sucesso brasileiro. "Se o Acre, com todas as dificuldades, conseguiu sair dos últimos lugares e está entre os primeiros em tão pouco tempo, significa que o Brasil também pode avançar ainda mais", avaliou o governador.

Para a secretária de Educação do Acre, Maria Corrêa, a posse de Binho foi o ponto alto da cerimônia. "O trabalho do governador recebeu o reconhecimento de todos. Um reconhecimento que não foi gratuito, o Consed nunca havia escolhido um membro honorífico e escolheu, por unanimidade, por entender que o trabalho feito na educação do estado merece reconhecimento e ter um secretário com essa visão de educação como membro honorífico do Consed, é um bom exemplo de que é possível fazer educação com qualidade nas diferentes realidades do país", disse ela.

O Consed foi fundado em 25 de setembro de 1986 congregando, por intermédio de seus titulares, as Secretarias de Educação dos Estados e do Distrito Federal, e tem por finalidade promover a integração das Secretarias Estaduais de Educação, visando o desenvolvimento de uma educação pública de qualidade.

Autoridades são unânimes em destacar compromisso do Acre com a educação pública de qualidade

Autoridades como o embaixador dos EUA no Brasil, Thomas Shannon, destacaram os grandes avanços do Acre na educação nos últimos doze anos não obstante a condição econômica e a localização geográfica do Estado. "O Acre pode ser um Estado pobre, mas é rico em recursos humanos e criatividade", disse Shannon, na cerimônia em que tanto autoridades como gestores educacionais foram unânimes em avaliar positivamente o desempenho acreano no ensino público.

"O Acre é um exemplo para o país inteiro", completou Hugo Barreto, secretário-executivo da Fundação Roberto Marinho, que mantém, há mais de uma década, parceria na formação de alunos com distorção idade/série. O presidente do Grupo Gol, responsável pela criação, produção e distribuição de conteúdos multimídia em entretenimento, conhecimento e saber, Jonas Suassuna, e que apoia o Prêmio Nacional de Gestão Escolar, também fez semelhante declaração, sempre ressaltando o esforço da sociedade acreana por uma educação cada vez melhor.

A Escola Referência Nacional em Gestão Escolar - Destaque Brasil foi escolhida por 120 educadores de diversas instituições do Rio de Janeiro, Estado que não concorreu ao prêmio esse ano. No Salão Assyrio, eles assistiram à palestra "Cultura Carioca: Da rua ao Municipal", apresentada pelo jornalista e curador do Museu da Imagem e do Som Hugo Sukman, e a vídeos sobre cada uma das seis finalistas. Em seguida, houve uma votação eletrônica para a escolha da premiada. O resultado foi divulgado, ao vivo, durante a edição das 17h do Jornal Futura, do Canal Futura, na noite de segunda-feira.

Nos seis Estados finalistas - Bahia, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Santa Catarina - o canal mostrou a mobilização de alunos, pais e professores que torciam por suas escolas. Em seu discurso, o governador acreano agradeceu aos presentes, reafirmando compromisso de vida com a educação.

Indicadores afirmam mérito acreano
Todos os números, os indicadores confirmam o mérito do Acre, que saiu das últimas colocações no ranking nacional de ensino para figurar entre os dez melhores. Em alguns níveis, o Acre ocupa a sexta colocação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): foram 4.860 novas vagas de 1999 a 2006 e 5.850 vagas a partir de 2007. Os Centros de Educação Permanente fortalecem a oferta constante de ensino superior através da tecnologia de educação à distância, e o projeto Poronga reduziu pela metade o grave problema da distorção idade/série, recuperando a esperança de milhares de jovens e adultos.

Outro passo importante foi a ampliação do período de ensino fundamental de 8 anos para 9 anos, medida acompanhada da criação de 6.720 novas vagas escolares entre 2008 e 2009. Houve a redução do analfabetismo na população acima de 15 anos, que era de 24,5% em 1999 e passou para 13,7% em 2009. O ProAcre, maior programa de inclusão social da Amazônia, tem papel fundamental em todos os processos. No final deste ano será lançada uma medida inédita no Brasil, que é a distribuição de computadores netbooks para todos os estudantes do último ano de ensino médio.


O que é o Prêmio Nacional de Gestão Escolar

Criado em 1998, o Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar é uma iniciativa conjunta do Conselho Nacional de Secretários de Educação - Consed, União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação - Undime, Unesco e Fundação Roberto Marinho. Além disso, o Prêmio conta com o apoio da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, MBC - Movimento Brasil Competitivo, Gerdau, Instituto Razão Social, Fundação Itaú Social, Grupo Gol, Todos Pela Educação e Ministério da Educação.

Podem participar todas as escolas das redes públicas estaduais, municipais e/ou conveniadas, com mais de 100 alunos matriculados na Educação Básica. Após a inscrição, são formados comitês estaduais para avaliar as escolas inscritas e escolher a que vai representar o estado na etapa nacional.

As seis finalistas recebem o kit do Futura e R$ 3,5 mil. A Destaque Brasil ganhou R$ 15 mil. Este ano, 2.375 escolas se inscreveram em todo o Brasil. Os estados do Amapá, Espírito Santo, Pará e Piauí não participaram desta edição.

Agencia de noticias do Acre

Ministro diz que não há “razão objetiva” para cancela Enem



O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou, nesta terça-feira (9), que a eventual anulação de algumas questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seria normal. O Enem 2010 foi aplicado neste fim de semana, em todo o país. No sábado (6), estudantes reclamaram de erros na folha de respostas e na prova amarela. O Ministério da Educação e a gráfica responsável pela impressão admitiram as falhas.


Para Haddad, falhas em questões do Enem estarão na 'taxa de tolerância'

Gabarito oficial do Exame deve ser divulgado nesta terça-feira (9).Na segunda-feira (8), juíza federal suspendeu Enem, em caráter liminar.

Do G1, com informações do Bom Dia Brasil

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou, nesta terça-feira (9), que a eventual anulação de algumas questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seria normal. O Enem 2010 foi aplicado neste fim de semana, em todo o país. No sábado (6), estudantes reclamaram de erros na folha de respostas e na prova amarela. O Ministério da Educação e a gráfica responsável pela impressão admitiram as falhas.

"O Enem tem 180 questões e o gabarito oficial sai depois que os formuladores das provas, que são professores universitários, fazem a checagem final. No ano passado, por exemplo, nós tivemos que anular uma questão. E há vários casos de vestibulares em que, a cada 100 questões, há uma taxa de tolerância em que se admite uma falha, uma questão sem resposta ou com duas respostas, e essa questão não é considerada. Vamos aguardar o parecer dos técnicos que elaboraram a prova e o gabarito oficial dá a palavra final sobre o assunto", afirmou.

De acordo com o Ministério da Educação, a divulgação do gabarito oficial do Enem está mantida para esta terça, apesar da decisão da Justiça Federal do Ceará de suspender, em caráter liminar, o exame em todo o país. A decisão foi tomada na segunda-feira (8) pela juíza federal da 7ª Vara Federal, Karla de Almeida Miranda Maia, que aceitou a argumentação de ação civil pública do Ministério Público Federal. A ação afirma que erros no exame causaram prejuízo para os candidatos.

Suspensão do Enem

Segundo Haddad, o Ministério da Educação deve apresentar à Justiça uma explicação sobre o uso da Teoria de Resposta ao Item (TRI). "Nós vamos recorrer da decisão da juíza. Não há nenhuma razão objetiva, técnica, para cancelar a prova do sábado. Se nós não acatarmos a Teoria de Resposta ao Item, se não considerarmos que é possível aplicar uma prova aos alunos prejudicados com o mesmo grau de dificuldade da primeira, nós vamos colocar em risco todo o sistema de avaliação do Brasil", diz.

"Vamos levar ao conhecimento da Justiça que a tecnologia educacional hoje permite, com toda a precisão, fazer isso [a aplicação de provas diferentes, com o mesmo grau de dificuldade para os estudantes", afirma o ministro.

Chalub Leite é lançado em Cruzeiro do Sul



Vários jornalistas e autoridades estiveram durante o lançamento em Cruzeiro do Sul do maior prêmio de jornalismo do Norte. A solenidade foi realizada na sexta-feira, 05, no auditório do Ministério Público. O presidente do Sinjac, Marcos Vicentti, explicou que aos poucos o sindicato mostrar aos jornalistas da região a importância de da categoria mais unida, mediante o relevante papel desempenhado em sociedade.


O prêmio além de premiar os melhores trabalhos, gera uma relação mais próxima dos profissionais de comunicação do Acre.


Vários jornalistas e autoridades estiveram durante o lançamento em Cruzeiro do Sul do maior prêmio de jornalismo do Norte. A solenidade foi realizada na sexta-feira, 05, no auditório do Ministério Público. O presidente do Sinjac, Marcos Vicentti, explicou que aos poucos o sindicato mostrar aos jornalistas da região a importância de da categoria mais unida, mediante o relevante papel desempenhado em sociedade.

A professora Gisalda Mariano, também acompanhou o lançamento do prêmio e considerou muito importante a iniciativa. Ele recordou do pai, o primeiro jornalista do Juruá, João Mariano ao relatar a época. “Era muito difícil trabalhar como jornalista em Cruzeiro do Sul. Naquele tempo, não tinha todos esses recursos. Meu pai esforçava-se muito. Até hoje tenho um pequeno acervo com os materiais que ele usava para trabalhar”.

Durante o lançamento do prêmio, Francisco Rocha, foi nomeado oficialmente como representante legal do núcleo do Sinjac na cidade pelos próximos três anos. Segundo ele, o principal objetivo será “reforçar a lutar pela unidade da nossa categoria, para que os direitos sejam garantidos, de modo a exercer a profissão com qualidade”, finalizou o jornalista.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Bebedeira termina em disparo de espingarda no Ramal 06



Antonio Dias Souza, 50 anos, vulgo Traíra, foi preso acusado de ter atirado com uma espingarda marca Rossi, calibre 24 em seu compadre Juscelino Gomes de Lima, 43anos, atingindo-o na região do pescoço. O fato aconteceu no Ramal-6 – Projeto de Assentamento Narciso Assunção, por volta das 16 horas do sábado (06).

Antonio Dias Souza, 50 anos, vulgo Traíra, foi preso acusado de ter atirado com uma espingarda marca Rossi, calibre 24 em seu compadre Juscelino Gomes de Lima, 43anos, atingindo-o na região do pescoço. O fato aconteceu no Ramal-6 – Projeto de Assentamento Narciso Assunção, por volta das 16 horas do sábado (06). Juscelino Gomes, foi socorrido pela equipe do SAMU ao Pronto Socorro do Hospital do Juruá, onde recebeu os primeiros atendimentos e aguarda para ser submetido a cirurgia. Antonio efetuou dois disparos de arma de fogo contra Juscelino, sendo que um desses disparos atingiu a vitima no pescoço.

Segundo o delegado de policia, Helton Fudigame, as investigações estão sendo feitas a fim de primeiro colher as declarações da vitima no hospital, assim como os exames realizados no Instituto Médico Legal IML, que cabe a policia técnica.

O delegado informou que tão logo essas informações sejam obtidas, será feito o pedido de prisão preventiva do autor.

Antonio Dias não apresenta antecedentes criminais, mas não há dúvida de que a motivação para a prática do crime se deu em decorrência de embriagues, afirmou o delegado.

Vagner Sales assina ordens de serviço para mais uma etapa de obras em Cruzeiro do Sul



Um ginásio coberto, duas quadras poliesportivas e construções que vão mudar o Balneário Igarapé Preto, estão entre as obras autorizadas pelo prefeito de Cruzeiro do Sul durante este final de semana.



Um ginásio coberto, duas quadras poliesportivas e construções que vão mudar o Balneário Igarapé Preto, estão entre as obras autorizadas pelo prefeito de Cruzeiro do Sul durante este final de semana.

Em um restaurante no Balneário Igarapé Preto ao meio dia de domingo (7) na presença de dezenas de banhistas, Vagner Sales assinou a última das quatro ordens de serviço para mais uma etapa de obras em Cruzeiro do Sul. Com recursos de uma emenda parlamentar da deputada federal, Perpétua Almeida (PC do B), o prefeito explicou que será construído um muro de arrimo para conter o desbarrancamento, um calçadão e um mirante no Balneário, além de escadarias permitindo o acesso até leito do igarapé.

Vagner Sales disse ainda, que está tentando garantir mais recursos e viabilizar a parte ambiental para a construção de uma espécie de piscina natural no igarapé para que a área de banho se mantenha com a profundidade ideal de inverno a verão. “O Igarapé Preto é um dos maiores cartões postais de Cruzeiro do Sul, tanto quem mora aqui como os visitantes querem desfrutar dessas águas geladas e das belezas desse lugar.

A nossa preocupação, além de melhorar o Balneário é cuidar desse igarapé, da parte ambiental. Não deixar que ele venha morrer como já aconteceu com outros igarapés aqui na região. Temos uma grande preocupação e já estamos desenvolvendo ações para que isso não aconteça. Administrar um município tem que ser sempre assim, olhando para todas as áreas e cuidando do que ele tem de melhor para oferecer”, comenta.

Mais cedo, o prefeito acompanhado da esposa e deputada estadual, Antônia Sales, do presidente da Câmara de Vereadores, Gilvan Freitas, além de secretários e assessores, autorizou o início das obras de duas quadras poliesportivas nas Vilas Santa Luzia e Lagoinha, localizadas na BR-364. Sob a sombra de alguns jambeiros e de olhares atentos de dezenas de jovens e crianças que interromperam uma partida de futebol em um pequeno campo de terra, Vagner Sales, assinou a ordem de serviço na Sede da Vila Santa Luzia, para a construção da quadra no valor de R$ 309 mil. “Nós agora poderemos treinar para jogar em quadras na cidade. Jogamos lá com muito medo e acabamos perdendo porque não temos costume em quadras, só que agora estaremos em condições iguais quando acontecer os jogos escolares”, diz ansioso o adolescente, Eberte Luiz Costa Silva.

O subprefeito da Vila Santa Luzia, José Francisco Alves Campos, conhecido por Bimba, lembra que até agora nenhuma quadra havia sido construída em toda zona rural de Cruzeiro do Sul. “Quero agradecer muito ao prefeito, Vagner Sales, em nome dessa juventude que quando for disputar jogos em qualquer lugar estará mais preparada”, comenta.

Uma obra semelhante, inclusive com o mesmo valor será erguida na Vila Lagoinha também na BR-364. A quadra poliesportiva vai servir para dezenas de comunidades que compõem a vila e estará ocupando centenas de adolescentes e jovens que ficarão mais distantes dos vícios das drogas, essa é a aposta do subprefeito, José André de Oliveira.



domingo, 7 de novembro de 2010

Polícia Federal autua Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal



Na sexta-feira, dia 05, a Polícia Federal no Acre, através de sua comissão de vistoria, autuou a agência do Banco do Brasil em Cruzeiro do Sul por operar sem o funcionamento regular do
alarme.



Na sexta-feira, dia 05, a Polícia Federal no Acre, através de sua comissão de vistoria, autuou a agência do Banco do Brasil em Cruzeiro do Sul por operar sem o funcionamento regular do
alarme.

Na mesma semana, na quarta-feira, a Polícia Federal já havia autuado a agência da Caixa
Econômica Federal pela mesma irregularidade.

A autuação da comissão tem seu amparo no art. 132, I, da Portaria 387/2006.

As instituições financeiras têm dez dias para apresentar recurso e tomar as medidas
necessárias para o devido funcionamento dos sistemas de segurança.

sábado, 6 de novembro de 2010

TROTES DEBILITAM EFICIÊNCIA DO SAMU



Uma atitude incoerente de desocupados pode torna-se fatal para quem busca o Samu em Cruzeiro do sul. A equipe do atendimento móvel de urgência e emergência na cidade recebe dezenas de trotes por dia, comprometendo a ação do serviço aos mais necessitados.


Daiana Maia

Uma atitude incoerente de desocupados pode torna-se fatal para quem busca o Samu em Cruzeiro do sul. A equipe do atendimento móvel de urgência e emergência na cidade recebe dezenas de trotes por dia, comprometendo a ação do serviço aos mais necessitados.

A enfermeira Maísa da Silva afirmou que por dia são quase que incontáveis as ligações que recebem de pessoas ociosas, que sem terem a noção da importância do serviço que o Samu oferece à comunidade, realizam constantemente trotes nas linhas telefônicas, acabando por congestioná-las. “... Para se ter uma ideia do que enfrentamos aqui, há casos de a ambulância se dirigir a um local até o interior do municio, percorrendo horas. E ao chegar, perceber que não havia ocorrido coisa alguma”. A enfermeira esclareceu que enquanto a equipe de paramédicos do Samu sai para atender os trotes, muitas pessoas podem está morrendo ou precisando do atendimento médico.

Além desse problema, a médica plantonista Tatiana Panont, destacou que o Samu busca atender e salvar vidas das pessoas que precisam receber o atendimento de emergência. Porém, é fundamental que o atendimento seja iniciado em muitos casos, antes mesmo da equipe chegar ao local. Desse modo, quem realiza a ligação, solicitando atendimento pode também ajudar o paciente até a chegada dos paramédicos.

“As pessoas não entendem que as informações que nós damos por telefone pode ajudar e muito a salvar a vida de um paciente. Enquanto orientamos as pessoas por telefone sobre os primeiros socorros, a ambulância está sendo encaminhado até a localidade. Mas, até chagar precisamos ir acompanhando a situação da vítima por meio da outra pessoa que está na linha. Daí a importância de serem seguidas as orientações feitas durante a ligação, finalizou a médica.


Governador eleito visita Ministério Público Estadual



O governador eleito Tião Viana esteve nesta sexta-feira, 5 de novembro, na sede do Ministério Público do Estado do Acre(MPE), para uma visita de cortesia. Viana foi recebido pelo Procurador-Geral de Justiça, Sammy Barbosa Lopes.



Para o Procurador-Geral, a visita do governador reafirma que as políticas estruturantes para as diversas áreas em que o MPE atua serão continuadas e renovadas.

Assessoria

O governador eleito Tião Viana esteve nesta sexta-feira, 5 de novembro, na sede do Ministério Público do Estado do Acre(MPE), para uma visita de cortesia. Viana foi recebido pelo Procurador-Geral de Justiça, Sammy Barbosa Lopes.

Durante o encontro, foram discutidas diversas possibilidades de ação conjunta entre o MP/AC e o Executivo, principalmente em parcerias para projetos voltados às regiões carentes do Estado e no desenvolvimento de políticas públicas direcionadas à área da Saúde, Segurança Pública, Meio Ambiente, Infância e Juventude.

Tião Viana cumpre uma agenda de visitas às instituições. “Essas visitas fazem parte de um cronograma, para reafirmar meu compromisso com essas instituições, já fui às igrejas, ontem estive na Assembléia Legislativa, depois devo seguir para a Polícia Militar, Procuradoria do Estado e assim por diante” disse Viana.

Para o Procurador-Geral, a visita do governador reafirma que as políticas estruturantes para as diversas áreas em que o MPE atua serão continuadas e renovadas. “São projetos que norteiam o trabalho da instituição e o MPE está de portas abertas para o trabalho que está sendo proposto pelo governador Tião Viana”. A Procuradora adjunta para assuntos administrativos Kátia Rejane e o promotor de justiça Rogério Voltolini também participaram do encontro.

UFAC E UNIVERSIDADE DE UCAYALI ASSINAM ACORDO



O acordo foi firmado no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Edvaldo Magalhães, responsável pelo processo de relação fronteiriça ente o estado e Ucayali. Segundo ele, as negociações já estavam sendo feitas há muitos anos, contudo se consolidou nos últimos dois anos, passando de um belo discurso e protocolos de intenções, para torna-se uma realidade.

Daiana Maia

A concordata garante vagas para alunos acreanos no peru, porém vale apenas para os alunos dos municípios do Vale do Juruá.

O acordo foi firmado no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Edvaldo Magalhães, responsável pelo processo de relação fronteiriça ente o estado e Ucayali. Segundo ele, as negociações já estavam sendo feitas há muitos anos, contudo se consolidou nos últimos dois anos, passando de um belo discurso e protocolos de intenções, para torna-se uma realidade.

As discussões para o acordo envolveram a Universidade Federal do Acre, a Universidade Peruana. A previsão é de que vinte e seis vagas sejam destinadas aos peruanos, sendo vinte e quatro para o campus de Cruzeiro do Sul e as demais para a capital.

Já para os acreanos, a Universidade de Ucayali reservou oito vagas para Medicina, duas para Engenharia civil, duas para Informática e duas para Engenharia Agroindustrial. Tanto em Ucayali, como no Acre, as bolsas e as viagens serão bancadas através de convênios com os governos estaduais.

DEAS de Cruzeiro do Sul investe em poços tubulares profundos



O Departamento Estadual de Água e Saneamento em Cruzeiro do Sul teve um grande avanço durante este ano em sua meta de atender 100% das residências com água tratada. A rede de tubulações foi ampliada em 11 km e a meta antes da chegada definitiva do período de chuvas é implantar mais 5 km.

Escrito por Flaviano Schneider

Iniciativa visa garantir 100% de abastecimento de água até 2011. Projeto de captação de água do rio Moa é substituído por exploração do aquífero Juruá


O Departamento Estadual de Água e Saneamento em Cruzeiro do Sul teve um grande avanço durante este ano em sua meta de atender 100% das residências com água tratada. A rede de tubulações foi ampliada em 11 km e a meta antes da chegada definitiva do período de chuvas é implantar mais 5 km. Foi executada a padronização das ligações em 22 km de rede e instalados 12.400 hidrômetros. O DEAS capta água do Igarapé São Salvador e de poços. A tendência no futuro é aumentar cada vez mais o abastecimento via poços já que na região de Cruzeiro do Sul existe um grande aquífero que pode, segundo algumas pesquisas, abastecer a cidade nos próximos 200 anos.

Até o próximo ano serão escavados mais 11 poços tubulares profundos, segundo informação do gerente técnico operacional do DEAS, Paulo Bento. Os primeiros quatro, de 150 metros de profundidade, já estão garantidos e deverão estar concluídos até dezembro. Os locais já estão definidos: Escola Maria Lima (Cobal), Escola Craveiro Costa (vai atender o bairro Santo Cruzeiro), Ginásio Bezerrão e Escola Irmã Diana. Outros quatro poços, de 150m serão feitos durante o próximo ano. Os demais, denominados poções, já que tem 250m de profundidade, serão construídos no Ceflora (Rua 25 de Agosto), no Teatro dos Náuas e na Cohab, onde também está sendo construído um complexo de tratamento de água. Os recursos para as obras são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com contrapartida do Governo do Estado.

Segundo Paulo Bento, o DEAS pretendia inicialmente garantir o abastecimento da cidade através de captação de água do rio Moa, que exigiria de 22 km a 25 km de adutora de água bruta, para levar o produto até a Cohab, para uma nova estação de tratamento que teria que ser construída, mas depois que foi descoberta a qualidade e potencialidade do aqüífero do Juruá, os planos mudaram, já que a água via poços tubulares profundos é adquirida de forma muito mais econômica e seu tratamento é mais simples, pois ela já vem com boa qualidade, bastando adicionar cloro segundo as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde.

Se toda a água produzida em Cruzeiro do Sul tivesse ótima utilização e estrutura de abastecimento, sem desperdício, toda a cidade poderia ser abastecida. Por isso, segundo Paulo Bento, além dos investimentos em captação, paralelamente acontecem os investimentos na ampliação da rede, novas ligações, padronização e instalação de hidrômetros. Assim, vai se preparando o terreno, eliminando canos quebrados, consertando os vazamentos, para que com a chegada da água dos novos poços o desperdício não seja ainda maior e possibilite alcançar a meta dos 100% de residências atendidas com água tratada, 24 horas por dia.

Alguns sistemas de abastecimento de água, como o do Novo Miritizal, Santa Terezinha, Aeroporto Velho, Areal, Paraíso, Boca da Alemanha e Formoso pertencem à prefeitura municipal e até o próximo ano deverão ser integrados à estrutura do DEAS. O sistema do Saboeiro e do bairro Nossa Senhora das Graças serão integrados ao DEAS até o fim deste mês.

SETORES PRODUTIVO E AMBIENTAL SE REÚNEM COM TRABALHADORES RURAIS DO JURUÁ



A reunião aconteceu no auditório do sindicato dos trabalhadores rurais. O objetivo mais imediato da reunião foram as multas que os agricultores receberam por danos ao Meio Ambiente.


A reunião aconteceu no auditório do sindicato dos trabalhadores rurais. O objetivo mais imediato da reunião foram as multas que os agricultores receberam por danos ao Meio Ambiente.

O presidente do STR de Cruzeiro do Sul, João “Todo feio”, por meio do sindicato, busca uma alternativa para que os pequenos produtores não sejam penalizados demasiadamente. “O que queremos é converter as multas em reflorestamento ambiental dentro de uma técnica, com apoio do governo do estado, trazendo sustentabilidade no futuro”, enfatizou o líder sindical.

O superintendente do Ibama no acre, Fernando lima esteve presente no encontro e disse que talvez seja possível reverter as multas em serviços ambientais por parte dos produtores. “Nós pretendemos tratar isso com seriedade e como um processo a parte, dentro de toda legalidade. Aliando o programa de valorização do ativo, junto com a certificação de propriedade, e ainda anexando junto com os processos para servir de defesa perante os autos de infração”, destacou Lima.

Esteve presente na reunião também o secretário de Meio Ambiente do Acre, Eufran Amaral. "Nossa preocupação nesse momento é ouvir nossos produtores rurais. Verificando possíveis abusos, cometido do Ibam e Imac, além da falta de planejamento, que na maioria das vezes resulta em multas".

Para Nilton Kosson, secretário de agricultura e produção familiar, os programas do governo para diminuir os impactos ambientais na produção já apresentam resultados positivos, mas dependem da adesão dos produtores para que possam ser implantados em um número maior de propriedades.

“Muitas são as alternativas que o produtor rural tem nas mãos. Por meio de uma decisão conjunta entre o governo do estado e Embrapa, por exemplo, agora trazemos aos produtores um trator que tritura a capoeira fina e sai como adubo para à terra. Além de outras alternativas que incorporam e ampliam o processo produtivo no Vale do Juruá. O que precisamos agora é que a categoria aproxime-se dos mecanismos . porue estes já estão à disposição do produtor rural", finalizou o secretário.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

COMBATE À MALÁRIA CONTINUA INTENSO

As ações de coleta, diagnósticos e tratamento da malária, assim como a borrifação espacial e intra-domiciliar nas áreas que apresentam maior risco da doença são desenvolvidos constantemente no Juruá.
As ações de coleta, diagnósticos e tratamento da malária, assim como a borrifação espacial e intra-domiciliar nas áreas que apresentam maior risco da doença são desenvolvidos constantemente no Juruá.

Todas as manhãs, dezenas de agentes de endemias saem para inúmeras localidades no município de CZS com uma única missão: diminuir os índices de malária registrados da região. Por ser uma terra endêmica praticamente todos estão sujeitos a contrair a malária em Cruzeiro do Sul.

Porém, mesmo com todo o empenho da equipe imunizadora, ainda existe por parte dos moradores certo aborrecimento ao trabalho realizado. “Além de encontrarmos muitas residências fechadas, o que impede o trabalho de imunização, ainda percebemos em algumas localidades o descaso para com o trabalho por parte de população. É preciso ter uma maior conscientização da importância de um trabalho como este, que visa acima de tudo, diminuir o numero da doença na região”, relatou Rudson Guimarães, supervisor do primeiro distrito.

De acordo com a gerente de endemias, Simone Daniel, mesmo com a execução de ações de prevenção e combate a malária, os dados apresentam uma média mensal de mil e duzentos casos da doença. Ela enfatizou que muitas comunidades já reconhecem a importância das ações desenvolvidas, além dos próprios cuidados que cada pessoa deve apresentar para não se mostrar susceptível a malária.

A gerente destaca ainda enfatizou a importância da correta utilização dos mais de 25 mil mosqueteiros entregues em Cruzeiro do Sul. “Os mosqueteiros vieram pra somar grandiosamente às outras ações que já estavam sendo realizadas e estão sendo realizadas”.

A equipe imunizadora realiza também junto às visitas domiciliares um trabalho de educação e saúde e informação. Principalmente esclarecendo os cuidados a serem tomados durante esta época do ano, quando começam as chuvas torrenciais, momento propício a proliferação da doença.

A endemia de Cruzeiro do Sul conta com uma equipe de quase 250 pessoas, que estão envolvidas nas ações de combate a malária. Além do trabalho intenso que a equipe realiza contra a malária, o setor também é responsável pela prevenção da doença de chagas e febre amarela, leishmaniose e da dengue.

Dayana Maia

IBGE CALCULA MENOS DE 80 MIL HABITANTES EM CRUZEIRO DO SUL

Censo 2010 do IBGE está chegando ao fim em todo território brasileiro. E para surpresa de muitos, a população cruzeirense aumentou apenas em 319 pessoas, afirma resultado parcial do censo 2010.
Censo 2010 do IBGE está chegando ao fim em todo território brasileiro. E para surpresa de muitos, a população cruzeirense aumentou apenas em 319 pessoas, afirma resultado parcial do censo 2010.

No Vale do Juruá, a coleta de dados já foi encerrada, resta somente a supervisão por parte dos supervisores para confirmação de dados. A partir de agora será dado início às entrevistas nos mais de 200 domicílios que foram encontrados fechados pelos recenseadores durante o período de coleta de informações.

Porém baseado no trabalho já realizado, o IBGE divulgou dados parciais sobre o populacional de Cruzeiro do Sul. E os números foram abaixo das expectativas dos cruzeirenses, por conta do baixo acréscimo de apenas de 319 habitantes. Há três anos, a contagem estimou a população em pouco mais de 76 mil habitantes. No ano passado, a população foi de 77.004 pessoas. E neste ano de 2010, o Censo previu uma população de 77.324 habitantes.

O coordenador do Censo para a região do Juruá, Eleutério Batalha, justificou os dados que eram esperados. A seca do Rio Juruá impediu a visita dos recenseadores aos locais mais distantes. Outro fato agravante é a dificuldade dos recenseadores em adquiri informações nas residências.

Dayana Maia

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Os ônibus adquiridos através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) por meio do Programa Caminho da Escola, acomodam três crianças por assento e dispõem de lugares adaptados para deficientes físicos.
Os ônibus adquiridos através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) por meio do Programa Caminho da Escola, acomodam três crianças por assento e dispõem de lugares adaptados para deficientes físicos.

Até agora um micro ônibus e três ônibus já foram recebidos pela Secretaria Municipal de Educação de Cruzeiro do Sul. Segundo o secretário, Ivo Galvão, eles já estão sendo utilizados no transporte escolar de alunos da zona urbana, de bairros periféricos e da zona rural que moram distantes da escola. Na Vila Santa Rosa, por exemplo, localizada na rodovia que liga Cruzeiro do Sul a Rodrigues Alves, a chegada de um ônibus já está evitando o sofrimento de dezenas de alunos filhos de agricultores que chegavam a caminhar horas até o colégio.

Um dos ônibus também está sendo utilizado para atender 100 alunos do Programa AABB Comunidade, uma parceria entre a Prefeitura e a Fundação Banco do Brasil. Esses estudantes filhos de pessoas carentes, além da jornada diária de estudo participam de várias atividades complementares como lazer e reforço escolar.

O secretário municipal de Educação, Ivo Galvão, disse ainda que o prefeito Vagner Sales, tem procurado melhorar cada vez mais a estrutura da rede de ensino para que os estudantes tenham um desempenho cada vez melhor dentro da sala de aula. Segundo ele, evitar o esforço físico dos alunos antes da aula tem uma contribuição muito grande para o rendimento escolar.

Ivo Galvão lembra de outros objetivos que já foram alcançados pela gestão do prefeito Vagner Sales, como a construção e reforma de várias escolas, reforço na merenda, fornecimento kits escolares e qualificação de servidores, além da instalação de vários laboratórios de informática. “Tudo isso tem refletido em um acréscimo significativo da demanda de estudantes que estão cada vez mais confiantes no trabalho educacional desenvolvido pelo município”, afirmou.

Assessoria

Escola Madre Adelgundes Becker executa projeto de conscientização sobre a necessidade de preservação

‘Vamos salvar o rio Juruá'. Com esta palavra de ordem os estudantes do Ensino Fundamental e Médio da Escola Estadual Madre Adelgundes Becker, situada no bairro Miritizal, à margem direita do rio, em Cruzeiro do Sul, passaram duas semanas em atividades de conscientização conversando com ribeirinhos, catraieiros e outros que trabalham ou transitam pela imensa praia que se forma no verão.


Em apenas um dia foram coletados 50 sacos de lixo



‘Vamos salvar o rio Juruá'. Com esta palavra de ordem os estudantes do Ensino Fundamental e Médio da Escola Estadual Madre Adelgundes Becker, situada no bairro Miritizal, à margem direita do rio, em Cruzeiro do Sul, passaram duas semanas em atividades de conscientização conversando com ribeirinhos, catraieiros e outros que trabalham ou transitam pela imensa praia que se forma no verão. Outra ação foi a distribuição de adesivos com a frase: ‘Seja consciente não jogue lixo no rio'.

E não apenas a conscientização; os alunos se dispuseram a recolher o lixo acumulado na praia e se espantaram com a quantidade recolhida. Somente em um dia foram recolhidos mais de 50 sacos de lixo com diversos itens como pedaços de isopor, vários tipos de metais, pedaços de madeira, sacos plásticos, etc.

Conta o professor Evanilson Almeida, um dos coordenadores, que a ação é parte da execução de um projeto idealizado pela professora Fernanda Márcia Almeida, que, por ser aluna do urso de Biologia da UFAC-Campus Floresta, buscou a parceria da universidade, especialmente do curso de Biologia. O projeto encerrou neste fim de semana, ocasião em que a professora Valquíria Garrote, do curso de Biologia, proferiu uma palestra.

O professor explica que a Escola decidiu realizar o projeto devido à carência que as pessoas da região têm com relação à coleta de lixo e escolheu para realizar na beira do rio porque o rio Juruá tem sofrido grandes danos em suas margens e no seu leito. "É surpreendente os danos que o rio vem sofrendo por conta da ação humana", constata.
Em depoimento, alunos destacam a importância da preservação

É muito importante este projeto. Estamos retirando o lixo da margem do Juruá; é bom para o rio, para nós do Miritizal e para o pessoal da cidade também. Já recolhemos muito lixo, mas no ano passado tinha mais quando fizemos a mesma atividade.
Geovani Silva de Souza, 2º ano, EM

Já juntamos 50 sacos na semana passada e hoje mais de 50. Já foi um adianto. Acho que está faltando um pouco de consciência nas pessoas. Se o rio começar a secar e o povo jogar lixo nele, como será?
Anabele Souza dos Santos, 2º ano, EM

Moro no Miritizal desde que nasci. Este projeto é importante não só para nossa comunidade, mas para toda a cidade. É muito legal limpar o nosso rio e preservar o meio ambiente. Temos que preservar o meio ambiente para o futuro, para nossos filhos, para as pessoas que virão.
Karine Lima Silva - 1º ano

Moro no Miritizal desde criança e vejo que o lixo vem aumentando ao longo dos anos. As pessoas mesmo sabendo, ainda assim jogam lixo no rio e nas margens. A gente quer que as pessoas se conscientizem para que não façam mais isso.
Maria da Glória 2º ano, EM

Fotos Onofre Brito SECOM
A partir do resultado do REFERENDO em que a população acreana definiu-se pela volta ao horário antigo, as Consultorias jurídicas da Câmara, do Senado e do TSE estão debruçadas sobre os encaminhamentos a serem dados no sentido de fazer valer a vontade dos acreanos.
A partir do resultado do REFERENDO em que a população acreana definiu-se pela volta ao horário antigo, as Consultorias jurídicas da Câmara, do Senado e do TSE estão debruçadas sobre os encaminhamentos a serem dados no sentido de fazer valer a vontade dos acreanos.

Mais uma vez o Acre inova na política brasileira e é o primeiro a valer-se do dispositivo previsto na constituição que prevê a participação popular, para resolver uma questão do seu dia a dia.

O ineditismo deste REFERENDO servirá de exemplo para todo o resto da população brasileira. O Deputado Flaviano Melo, autor do Projeto, que se encontra em Brasília acompanha de perto a questão.

Da Assessoria do Deputado Flaviano Melo