quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Burica continua abrindo ramais



Enquanto o inverno amazônico (período chuvoso) não chega para valer, o prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Ernilson de Freitas, o Burica, está com as máquinas da prefeitura na zona rural abrindo estradas para tirar do isolamento centenas de famílias de agricultores. Isso vai permitir o escoamento da produção de farinha na cidade. "Antes, a gente levava as sacas de farinha nas costas mesmo, porque do jeito que estava não dava para passar nem carroça", afirma José Alves da Silva, do Pólo Agro-florestal.


Dílson Ornellas

Em Rodrigues Alves as máquinas não param

Enquanto o inverno amazônico (período chuvoso) não chega para valer, o prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Ernilson de Freitas, o Burica, está com as máquinas da prefeitura na zona rural abrindo estradas para tirar do isolamento centenas de famílias de agricultores. Isso vai permitir o escoamento da produção de farinha na cidade. "Antes, a gente levava as sacas de farinha nas costas mesmo, porque do jeito que estava não dava para passar nem carroça", afirma José Alves da Silva, do Pólo Agro-florestal.

De acordo com Burica, não faria sentido administrar um município, com cerca de 80 por cento da população vivendo na área rural, se não fosse possível levar beneficio às comunidades distribuídas por 750 quilômetros de ramais (estradas de barro que levam ao interior) e aos doze projetos de assentamento ali existentes.

"Se não fosse o senador Tião Viana (eleito governador ainda no primeiro turno deste ano pelo PT), que nos ajudou a conseguir os tratores e caminhões, acho que eu teria renunciado, porque não ia agüentar ver tantos trabalhadores isolados, sem condições de chegar à cidade", revela o prefeito, acompanhado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Darimar Rocha, e do deputado eleito Jonas Lima.

Antes do esforço da prefeitura chegar à zona rural, homens como o agricultor José Lima de Souza, de 32 anos, no Ramal do Pólo Agro-Florestal de Rodrigues Alves, tentavam abrir passagem cortando o mato a facão

Osnir Pereira dos Santos fez questão de mostrar ao prefeito Burica o poço artesiano e as 14 casas de alvenaria, de três quartos, que o Incra construiu no local. Famílias que moram próximas à Vila Santa Rosa, do município de Cruzeiro do Sul, pediram ao prefeito que providencie uma equipe de saúde para aquelas famílias, porque a Secretaria de Saúde de Cruzeiro do Sul só envia agentes de saúde para medir a pressão dos trabalhadores.

O prefeito de Rodrigues Alves explicou que a abertura de estradas é importante para que se leve energia elétrica à toda zona rural. "Hoje temos 80 por cento da região coberta pelo programa Luz para Todos, mas logo teremos 100 por cento", revelou Burica. Por onde andou ele informou aos agricultores que está em fase de conclusão as instalações da Feira do Produtor Rural, no centro da cidade.

Nenhum comentário: