quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Policia Federal e 61º BIS realizam projeto Carbono Neutro



Em agosto de 2008, a Polícia Federal aderiu ao Programa Brasileiro GHG Protocol para a formulação de inventários de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). Em dezembro daquele mesmo ano, nascia o Programa Carbono Neutro, premiado na 1ª e na 2ª Edições do Prêmio Época de Mudanças Climáticas (publicado na Revista Época – Ed. Globo, em 15 de dezembro de 2008, e em 03/10/2009).


Fotos Mauricio Moacir da Rosa


Em agosto de 2008, a Polícia Federal aderiu ao Programa Brasileiro GHG Protocol para a formulação de inventários de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). Em dezembro daquele mesmo ano, nascia o Programa Carbono Neutro, premiado na 1ª e na 2ª Edições do Prêmio Época de Mudanças Climáticas (publicado na Revista Época – Ed. Globo, em 15 de dezembro de 2008, e em 03/10/2009).

O Programa Carbono Neutro é uma iniciativa da Polícia Federal de plantar árvores, utilizando espécies florestais nativas, cuja biomassa, através da fotossíntese, servirá para compensar o gás carbônico emitido nas unidades do órgão.

A meta para 2010 em Cruzeiro do Sul era de realizar o plantio de 272 mudas de árvores e ao mesmo tempo, contribuir com a formação da comunidade jovem por meio do caráter pedagógico da prática do plantio e da conscientização sobre o aquecimento global e da importância da neutralização e redução das emissões de GEE.

Este ano, a meta foi atingida graças à colaboração de várias entidades: As mudas foram fornecidas pela UGAI – Unidade de Gestão Ambiental Integrada. A escolha das espécies adequadas e locais mais adequados ao plantio foi feita com a ajuda de técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura; A área do plantio, próxima ao Aeroporto Internacional, foi cedida pela INFRAERO. Fundamental no suporte logístico, o 61º Batalhão de Infantaria de Selva (61º BIS) forneceu pessoal para o plantio das centenas de mudas, local para a cerimônia, transporte dos alunos, entre outras importantes contribuições.

O projeto Carbono Neutro é um projeto da Policia Federal e atuamos aqui como parceiros, cedendo um espaço para plantio das árvores. " “Recrutamos isso daí como um projeto muito importante, uma atividade de suma importância, sobre tudo quando é executada pelas crianças que serão os homens do amanha e que já crescerão com a consciência de preservar o nosso meio ambiente”, disse o coronel Romell.

O delegado da Polícia Federal, Roberto Perez, destacou o Projeto Carbono Neutro, baseado num estudo feito pela Polícia Federal em 2007 e neste ano foi verificado quanto de gás carbônico é emitido pela instituição. O trabalho policial em 2007 foi responsável pela emissão de 17 mil toneladas de gás carbônico e para revisar esse impacto ambiental a Policia Federal desenvolveu o projeto carbono neutro, que procura lavrar árvores nas unidades onde atua.

“ É um projeto desenvolvido pela Polícia Federal a cada ano que tem o objetivo de revisar o prejuízo causado pelas atividades policiais. Neste ano conseguimos implantar o implantar esse projeto com a ajuda dos nossos parceiros do Exército, que já é uma amiga nossa de muitas outras ações e mais uma vez colaborou. Estendo a mão amiga para a Infraero que estendeu a área para o plantio, a Prefeitura que também nos ajudou oferecendo técnicos e a de Estado e Floresta nos forneceu as mudas”, agradeceu o delegado.

Nenhum comentário: