quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Sindicato dos Urbanitários alerta: Vale do Juruá está fora da licitação do linhão para energia


O presidente do Sindicato dos Urbanitários do Acre, Marcelo Jucá, acompanhado do diretor Domingos do Monte e do representante na região, Antonio Pereira Mesquita, realizaram reuniões com funcionários da Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Companhia de Saneamento do Acre (Sanacre) e Departamento de Agua e Esgoto (Deas) nos municípios do Vale do Juruá, onde discutiram a situação das empresas e os acordos coletivos de trabalho.

O presidente do Sindicato dos Urbanitários do Acre, Marcelo Jucá, acompanhado do diretor Domingos do Monte e do representante na região, Antonio Pereira Mesquita, realizaram reuniões com funcionários da Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Companhia de Saneamento do Acre (Sanacre) e Departamento de Agua e Esgoto (Deas) nos municípios do Vale do Juruá, onde discutiram a situação das empresas e os acordos coletivos de trabalho.

“Estamos nos reunindo com os funcionários para informar sobre a atual situação das empresas e dos acordos coletivos de trabalho. Recentemente tivemos uma reunião com o presidente da Sanacre, Carlos Simão Paiva, que demonstrou interesse em apresentar sugestão ao governo do Estado para revitalizar a empresa, que teve papel importante na distribuição de água, saneamento e esgoto, serviços de grande importância à população”, destacou.

A melhoria das condições de trabalho para os funcionários é uma das bandeiras do Sindicato dos Urbanitários que cobra do governo do Estado à realização de concurso público para o preenchimento das vagas que estão sendo ocupadas por funcionários do Deas. Na Eletroacre a preocupação é por conta da terceirização dos serviços de plantão, corte religação e manutenção que deveriam ser realizando por funcionários concursados.

“Os funcionários da Sanacre estão prestando serviço ao Deas e recebendo da empresa. Estamos nessa discussão há algum tempo, cobrando do governo a revitalização da Sanacre e a realização de concurso público, para que os funcionários possam ter melhores condições de trabalho, pois há funcionários que têm mais de 10 anos de trabalho no Deas e têm dificuldade de defender os seus direitos. Orientamos que guardem todos os documentos para que possam buscar na Justiça os direitos que não estão sendo respeitados. No caso da Eletroacre os funcionários das terceirizadas sofrem muito, ganham pouco, não são capacitados para realizar o trabalho, além de não ter equipamentos de segurança. Recentemente denunciamos que os pneus dos carros utilizados nos plantões estavam completamente sem condições de uso”, disse.

Linhão para energia não contempla Vale do Juruá

Marcelo Jucá alertou que a população e os políticos do Juruá precisam se preocupar com a implantação do linhão que vai trazer energia das hidrelétricas de Rondônia para o Acre, porque a licitação não contempla recursos para a implantação do linhão na região.

“Estamos fazendo um alerta sobre a questão do linhão porque a licitação que está em andamento não contempla a região do Juruá. A informação que temos é que o segundo linhão que está sendo licitado só vai chegar até Manoel Urbano. Então, expedimos ofícios aos prefeitos e políticos alertando sobre o problema”, afirmou.

O blecaute que causou grandes prejuízos à população de Rio Branco é citado pelo presidente do sindicato como exemplo, dizendo que o linhão precisa ser implantado até Cruzeiro do Sul para que traga a energia das hidrelétricas que estão sendo construídas em Rondônia e futuramente vão gerar energia limpa e barata para atender com mais qualidade a população.

Segundo Marcelo Jucá a mudança da diretoria da Eletroacre para o Rio de Janeiro não prejudicou o desenvolvimento da Eletroacre na região e recentemente o Governo Federal anunciou que vai investir mais de R$ 1 bilhão nas empresas de distribuição de energia - Eletroacre, Ceron, Manaus Energia, Cepisa (Piauí), Ceal (Alagoas) e em Roraima - sendo que R$ 89 milhões serão investidos no Acre.

“Estamos acompanhando a situação, no primeiro momento ficamos preocupados, porque as decisões seriam tomadas no Rio de Janeiro. Mas, a representação no Acre está funcionando relativamente bem. É preciso que a sociedade cobre de seus representantes mais investimentos no setor de energia da região que precisa de orçamento. Um exemplo é o Programa Luz Para Todos, que leva energia às pessoas da zona rural, mas que está tendo problemas porque não existe orçamento para a manutenção. Em alguns casos, quando acontecem problemas as pessoas ficam esperando semanas para que seja restabelecida a energia”, finalizou.


Procissão e missa campal encerram Novenário de São Sebastião em Mâncio Lima


O encerramento do Novenário de São Sebastião reuniu centenas de fiéis da Igreja Católica em Mâncio Lima. A festa realizada em nove noites de missas e novenas se encerrou nesta quarta-feira (20) com a procissão que levou uma grande quantidade de devotos do padroeiro para uma caminhada de oração pelas ruas da cidade.

O encerramento do Novenário de São Sebastião reuniu centenas de fiéis da Igreja Católica em Mâncio Lima. A festa realizada em nove noites de missas e novenas se encerrou nesta quarta-feira (20) com a procissão que levou uma grande quantidade de devotos do padroeiro para uma caminhada de oração pelas ruas da cidade.

Depois da procissão foi celebrada uma missão campal em frente à Igreja. O Pároco da cidade, Guilherme Stader, chamou a atenção da comunidade para seguir o exemplo de São Sebastião que foi um fiel seguidor de Jesus Cristo. “Foi pela fidelidade a Jesus que São Sebastião nos ensinou os valores que devemos colocar como exemplo para a sociedade que está acometida por pelas drogas, pela prostituição e outros males.

Nosso objetivo nesse no Novenário deste ano foi chamar a sociedade para fazer uma reflexão sobre esses problemas” – disse o pároco.

Na celebração os devotos de São Francisco entoaram hinos de louvores e participaram atentamente das orações. Muitos aproveitam o momento para pagar penitencia ao santo protetor.

Para o Padre Guilherme a população deu uma grande demonstração de fé. “Nossa comunidade tem sempre demonstrado que realmente é fiel a São Sebastião. Essa procissão nos orgulha porque vemos pessoas de todas as idades compenetradas participando atentamente das orações” - afirmou

Após a missa, um grupo de musicas católicas de Mâncio Lima encerrou a programação religiosa e homenagem ao padroeiro da cidade. O pároco do município ressaltou ainda que o Novenário em honra a São Sebastião transcorreu em um clima de orações já que não houve a venda de bebidas durante o período e as pessoas se comportaram como cristão.

Antônio de Paula: 82 anos bem vividos


O Sr. Antônio de Paula foi homenageado pela esposa Marlene, filhos e amigos com um almoço pela passagem de seus 82 anos. Exemplo de vida, Antônio de Paula, o velho seringueiro, veio do Ceará em 1950 diretamente para trabalhar na floresta do Acre, tendo morado nos rios Tarauacá, Bagé, Tejo,Azul e Paraná dos Mouras.Há 25 anoso mora em Cruzeiro do Sul. Em 1990 foi convidado a gerenciar as cantinas da Reserva Extrativista do Alto Juruá e de 1992 a 2002 dirigiu o projeto Vida e Saúde, também na reserva.

Flaviano Schneider

O Sr. Antônio de Paula foi homenageado pela esposa Marlene, filhos e amigos com um almoço pela passagem de seus 82 anos. Exemplo de vida, Antônio de Paula, o velho seringueiro, veio do Ceará em 1950 diretamente para trabalhar na floresta do Acre, tendo morado nos rios Tarauacá, Bagé, Tejo,Azul e Paraná dos Mouras.Há 25 anoso mora em Cruzeiro do Sul. Em 1990 foi convidado a gerenciar as cantinas da Reserva Extrativista do Alto Juruá e de 1992 a 2002 dirigiu o projeto Vida e Saúde, também na reserva.

Mesmo com 82 anos, Antônio de Paula mantém uma intensa vida social e comunitária, participando sempre de eventos,solenidades e cerimônias (para os quais sempre é convidado)sejam oficiais ou não. Hoje é presidente de honra da Associação Amigos das Águas do Juruá (AMAJ), uma ONG cujo objetivo é conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação de nossos mananciais de água.

Otimista com a vida, Antônio de Paula sempre foi um lutador: “A vida não foi dura demais para mim, mas também não foi fácil não”, analisa. Simples, acha que tem tudo o que precisa: um teto para sua família e o pão de cada dia. Considera que a vida hoje é melhor em todos os sentidos e ficou emocionado com a homenagem que recebeu. “Estou hoje aqui com essas pessoas, com meus filhos e esse carinho é tudo que preciso” – disse.

(Flaviano Schneider)


Náuas realiza teste para selecionar novos jogadores


O novo técnico do Náuas, Fernando César, o Neneca, acompanha o teste que está sendo realizado pela equipe no Estádio Cruzeirão que tem como objetivo a escolha de novos jogadores para a temporada 2010. A equipe de Cruzeiro do Sul que representa o vale do Juruá no Campeonato Estadual, estréia na abertura da competição no início de março e está em fase de conclusão da contratação do elenco. As seleção dos jogadores teve início nesta terça-feira, 19, e se encerra no final da semana.

O novo técnico do Náuas, Fernando César, o Neneca, acompanha o teste que está sendo realizado pela equipe no Estádio Cruzeirão que tem como objetivo a escolha de novos jogadores para a temporada 2010. A equipe de Cruzeiro do Sul que representa o vale do Juruá no Campeonato Estadual, estréia na abertura da competição no início de março e está em fase de conclusão da contratação do elenco. As seleção dos jogadores teve início nesta terça-feira, 19, e se encerra no final da semana.

Mais de 100 jovens comparecem ao estádio, no primeiro dia da peneira do Náuas, com o sonho de se tornarem profissionais em futebol. Eles concorrem a uma vaga na equipe que disputou a final do Estadual no ano passado e pretende reforçar o elenco para a temporada deste ano.

Os testes estão sendo acompanhados pela diretoria do Náuas e pelo novo treinador que foi apresentado na última semana. Atletas de todos os municípios da região participam do processo de seleção dos jogadores.

De acordo com Neneca, os candidatos as vagas disponíveis estão sendo avaliados nos aspectos táticos e técnicos. “Vamos tentar montar uma equipe nova com condições de garantir uma boa atuação do Náuas. Queremos selecionar os 28 jogadores e contratá-los até o final desta semana” – disse o treinador.

Foto nauasesporteclube.blogspot.com/

Menina de trinta e quatro dias de vida more em acidente fluvial no Juruá


O acidente aconteceu na ultima segunda-feira (18), na comunidade Caracas no rio Liberdade afluente do rio Juruá envolvendo três embarcações e teve como vitima fatal a menina Maria Vitória de um mês e quatro dias de vida. Segundo consta no boletim de ocorrência Vitória estava nos braços da mãe e no momento da colisão bateu com a cabeça na beira da pequena embarcação que a família trafegava e morreu.

O acidente aconteceu na ultima segunda-feira (18), na comunidade Caracas no rio Liberdade afluente do rio Juruá envolvendo três embarcações e teve como vitima fatal a menina Maria Vitória de um mês e quatro dias de vida. Segundo consta no boletim de ocorrência Vitória estava nos braços da mãe e no momento da colisão bateu com a cabeça na beira da pequena embarcação que a família trafegava e morreu.

O agricultor Edimar Santos da Silva de 42, que conduzia uma das embarcações e foi conduzido até a delegacia, contou que no momento do acidente outro barco ia subindo o rio na sua frente e a pequena embarcação que a família de Maria vitória estava era pilotada pelo irmão da vitima de 09 anos e o pai e a mãe estavam no meio do barco que vinha descendo o rio, para evitar o alagamento da embarcação o garoto tentou corta o banzeiro do primeiro barco e não deu mais tempo de desvia o choque com o terceiro barco conduzido por Edmar Santos da Silva. Apos a colisão a embarcação afundou, ao chega ao barranco à mãe da menina percebeu que a mesma já não tinha mais vida e apresentava um hematoma na cabeça.

Nervos o agricultor disse que não teve intenção de provocar o acidente ‘‘tentei de todas as maneiras evitar a batida a sim como também o garoto mais o banzeiro era forte e puxou os barcos para perto um do outro, era em uma curva e não deu de livra a canoa deles,’’ lamentou o agricultor.


Cruzeiro do Sul cria “área de silêncio”


Para combater a poluição sonora em Cruzeiro do Sul, a Prefeitura Municipal em parceria com o Ministério Público, IMAC e outros órgãos, cria área que restringe a circulação de carros de propaganda volante. As áreas verde e vermelha (mapa abaixo) mostram os locais onde será permitido ou não as propagandas volantes. Na zona vermelha será totalmente proibida a circulação com som ligado. Já na verde serão colocadas oito placas de advertência indicando área restrita ao uso de som: “Use volume baixo”, dirá a placa.

Para combater a poluição sonora em Cruzeiro do Sul, a Prefeitura Municipal em parceria com o Ministério Público, IMAC e outros órgãos, cria área que restringe a circulação de carros de propaganda volante. As áreas verde e vermelha (mapa abaixo) mostram os locais onde será permitido ou não as propagandas volantes. Na zona vermelha será totalmente proibida a circulação com som ligado. Já na verde serão colocadas oito placas de advertência indicando área restrita ao uso de som: “Use volume baixo”, dirá a placa.

Para as demais áreas do município vale as determinações do CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente), que determina a proibição de som alto no raio de 200 metros de distância das repartições públicas, igrejas, escolas e hospitais.

Segundo Dombrowski, o prefeito Vagner Sales vem levando muito a sério as discussões sobre preservação ambiental no município. Além de apertar a fiscalização contra os diferentes tipos de poluição, a Secretaria do Meio Ambiente prepara-se para mudar a maneira de pensar do cruzeirense, com educação nas escolas e outras campanhas. “Nós temos um convênio com a Universidade Federal do Acre e seus pesquisadores estão fazendo levantamentos científicos e técnicos para viabilizar projetos para o controle ambiental”, informa o secretário.

Propagandas volantes

O responsável pelo setor de Parques e Jardins da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Heliomar Nunes da Silva, conta que já se reuniu com as pessoas que trabalham com propaganda volante, e será feita uma campanha para a população ficar informada.

“Precisamos de um respaldo para trabalhar. Temos um termo de cooperação com o IMAC (Instituto do Meio Ambiente do Acre), e estamos nos preparando para cuidar de todos os casos de Meio Ambiente. Para quem vive desse tipo de propaganda terá que obedecer a essas normas para não perder sua ferramenta de trabalho”, alerta.

Efeitos

Dilatação da pupila, reação muscular, contração dos vasos sanguíneos, aumento da produção de hormônios da glândula tiróide, aceleração dos batimentos cardíacos e aumento da produção de adrenalina, são alguns problemas de saúde que podem ser conseqüências da poluição sonora no organismo humano.

Equipe

“Francisca do Nascimento coordena o Departamento de Controle Ambiental com uma equipe que, embora ainda reduzida, já começa a produzir resultados significativos para Cruzeiro do Sul”, comenta o secretário do Meio Ambiente, Erni Dombrowski, que acumula também o cargo de secretário da Agricultura. Ele ressalta que Antônio José da Cruz Nunes, do Departamento do Meio Ambiente, e Heliomar da Silva, de Parques e Jardins, “assim, como outros membros da equipe, tem vestido a camisa do Meio Ambiente”.

Texto de Dilson Ornelas

Assessor de Comunicação: Neto Vitalino