segunda-feira, 8 de março de 2010

SAMU demora mais de meia hora para atender pedido de socorro a garoto estrepado em cerca


Um garoto Pablo Marisson Paulino Silva, 11, que morava no bairro do Remanso, vinha da escola para casa por volta das 17:00 horas, desta segunda-feira 8 ,quando subiu numa árvore para tirar jambo. O galho em que estava quebrou e ele caiu sobre uma cerca ficando estrepado por uma estaca que entrou na altura do seu abdômen.


Motorista da viatura ameaçou moradora que ajudou a retirá-lo das estacas

Um garoto Pablo Marisson Paulino Silva, 11, que morava no bairro do Remanso, vinha da escola para casa por volta das 17:00 horas, desta segunda-feira 8 ,quando subiu numa árvore para tirar jambo. O galho em que estava quebrou e ele caiu sobre uma cerca ficando estrepado por uma estaca que entrou na altura do seu abdômen.

O garoto foi socorrido por moradores que ouviram os gritos e chegando ao local o encontraram estrepado, com a cabeça para um quintal e as pernas para o outro. Imediatamente chamaram o SAMU pelo celular. Pela demora da viatura do SAMU os moradores resolveram tirar o garoto das estacas para levá-lo ao pronto socorro.

Depois de meia hora a viatura do SAMU chegou ao local, encontrando o garoto deitado no chão, desacordado e se esvaindo em sangue, ocasião que realizaram os primeiros socorros. E chegando ao PS as17: 54 horas, os medico conseguiram reanimar o garoto e o levar imediatamente para a sala de cirurgia, o garoto não resistindo ao ferimento faleceu as 18:40 horas.

A senhora Cleide Damasceno, moradora das proximidades do local onde aconteceu o acidente e uma das pessoas que prestou os primeiros socorros, acompanhou a mãe do garoto até o hospital. Lá chegando, falou a reportagem do Jornal Voz do Norte, reclamando da demora do SAMU, ocasião em que foi agredida verbalmente pelo motorista da viatura que a ameaçou por ela ter prestado socorro a vitima, porque não tinham que ter mexido na vítima.

“Ligamos para o SAMU e eles demoraram demais. Chegaram depois de meia hora. O garoto estava sangrando e estrepado na cerca. Por isso, algumas pessoas que estavam no local o retiraram das estacas para levá-lo ao hospital. Só socorreram o garoto porque o SAMU demorou demais”, desabafou.


Aeroporto de Cruzeiro terá autorização para receber 24 ton de hortifruti por semana do Peru


O processo de integração do Juruá com o Peru dá mais um passo. Nesta segunda-feira, 8, feriado do Dia da Mulher, um encontro no aeroporto de Cruzeiro do Sul, coordenado pelo presidente da Assembleia, deputado Edvaldo Magalhães, reuniu várias instituições [RF, PF, Anvisa, Itamaraty, Ministério do Desenvolvimento Agrário, MAPA, Infraero Regional e Local, Assessoria da Presidência da República e Associação Comercial do Município] e definiu que a partir do mês de abril, às sextas-feiras, 24 toneladas de hortifruti desembarcarão na cidade para abastecer a região.

Empresário da região diz que vai comprar avião com capacidade de 5 toneladas.

O processo de integração do Juruá com o Peru dá mais um passo. Nesta segunda-feira, 8, feriado do Dia da Mulher, um encontro no aeroporto de Cruzeiro do Sul, coordenado pelo presidente da Assembleia, deputado Edvaldo Magalhães, reuniu várias instituições [RF, PF, Anvisa, Itamaraty, Ministério do Desenvolvimento Agrário, MAPA, Infraero Regional e Local, Assessoria da Presidência da República e Associação Comercial do Município] e definiu que a partir do mês de abril, às sextas-feiras, 24 toneladas de hortifruti desembarcarão na cidade para abastecer a região.

O anúncio foi feito no mesmo momento em que as instituições federais presentes na reunião garantiam o alfandegamento provisório [precário] do aeroporto do município para voos cargueiros e de passageiros oriundos de outros países. Para isso, algumas providências deverão ser tomadas já nos próximos dias.

A aquisição de câmaras frigoríficas, a instalação da rede lógica com acesso ao Siscomex, sistema de refrigeração e cobertura do frigorífico, além da aquisição de mobiliário para o trabalho dos órgãos federais, são algumas das principais providências que a Infraero terá a responsabilidade de executar para que o aeroporto passa a ter o status de ‘alfandegado precário’ e passe a ter condições de operar com voos vindo da cidade peruana de Pucalpa.

-A Infraero já começou a tomar todas providências que foram elencadas pelos órgãos presentes na reunião de hoje – afirmou à Agência Aleac, o superintendente da Infraero do Juruá, Osvaldo Dílson.

Empresário do Juruá diz que vai comprar avião Antonov


Um dos maiores empresários do Acre, Abraão Cândido, disse à Agencia Aleac que a reunião de hoje numa das salas do aeroporto de Cruzeiro ‘foi a mais proveitosa’ de que ele participou desde quando se começou a falar do processo de intercambio comercial com o Peru. Para Abraão, os representantes das instituições federais que participaram do encontro ‘vieram para resolver’.

-Eu disse que se for do jeito que foi a reunião de hoje, eu mesmo vou entrar no negócio e vou comprar um avião com capacidade para transportar 5 toneladas de carga. Vou comprar em sistema de leasing operacional. É muito fácil – disse o empresário Abraão, que deverá desembolsar pelo menos US$ 2 milhões [dólares] nessa transação.

Abrão tem duas balsas frigoríficas e afirmou que o transporte de carga de Pucalpa para a Juruá só dará certo se as empresas da região tomarem à frente no negócio. Ele lembrou as dificuldades e os problemas da vez passada, quando uma carga de hortifruti ficou impedida de chegar a Cruzeiro e a mercadoria se perdeu no aeroporto de Pucalpa.

-Eu quero dizer a você que, sinceramente, eu vi que as pessoas que vieram nessa reunião de hoje são pessoas sérias. E quero também expressar os meus parabéns ao Edvaldo [dep Edvaldo Magalhães] porque ele é o esteio desse sonho de integração. Sem ele nada disso estaria acontecendo – afirmou Abraão.

O empresário disse ainda que mesmo que o Juruá tivesse somente 10 mil habitantes [a região toda, segundo ele, tem mais de 200 mil] valeria à pena investir.

-Aqui a região é difícil, mas é Brasil também e temos que apostar nisso. O mesmo governo de São Paulo é o mesmo governo do Juruá e tem que nos ajudar – lembrou.

Empresas interessadas no transporte de carga e passageiros entre Pucalpa e Cruzeiro do Sul


Riolinhas aérea [a mesma que tem contrato com os Correios do Brasil]

Tucano – do Juruá

Aerobran – do Juruá

Norte América – Empresa peruana



Fonte: Agência Aleac
Fotos Aureo Neto - Voz do Norte


Vagner Sales visita comunidades do Rio Liberdade e anuncia melhorias


O Prefeito de Cruzeiro do Sul anunciou a entrega de barcos e a construção de três postos de saúde no Rio Liberdade. Durante três dias, ele esteve reunido com moradores em 17 comunidades, discutindo como as ações do município podem melhor servir a esses ribeirinhos.



O Prefeito de Cruzeiro do Sul anunciou a entrega de barcos e a construção de três postos de saúde no Rio Liberdade. Durante três dias, ele esteve reunido com moradores em 17 comunidades, discutindo como as ações do município podem melhor servir a esses ribeirinhos.

Nas margens do Rio Liberdade, afluente do Rio Juruá que corta a BR-364 na altura do quilômetro 70, vivem centenas de famílias de ex-seringueiros, que há muitos anos experimentavam o abandono do poder público dentro de uma Floresta Estadual, que compreende uma área de mais de 126 mil hectares.

Mas desde 2009, quando iniciou a gestão do prefeito Vagner Sales, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul começou a levar as primeiras ações a estes moradores, disponibilizando atendimento de saúde através do barco de saúde atuante e colocando barcos para o transporte da produção, além do repasse de técnicas e distribuição de sementes para os agricultores.

Nesse final de semana prolongado, Vagner Sales fez uma nova visita às comunidades. Ele esteve acompanhado da esposa a deputada estadual Antônia Sales, do secretário municipal de agricultura, Erni Dombrowisk, do chefe do departamento de esportes da Prefeitura, Camilo Secundes e do presidente da Câmara de Vereadores, Gilvan Freitas. O prefeito fez uma avaliação das ações do município, levadas a esses moradores no ano passado.

Agricultura

O prefeito chegou à conclusão que o número de barcos para o escoamento dos produtos, necessita ser ampliado e que a Secretaria de Agricultura, precisa ter uma atuação ainda mais forte, levando técnicas e sementes aos agricultores. Uma das apostas é o plantio do feijão peruano, que não teve sucesso no ano passado, em decorrência da forte enchente.

A Prefeitura também tem R$ 200 mil, para a compra de kits de casas de farinha e a indicação de mais de R$ 1 milhão de uma emendar parlamentar para a mesma finalidade, os kits serão distribuídos para toda área rural do município. Segundo o secretário de agricultura, Erni Dombrowisk, um projeto da Secretaria de Agricultura já foi aprovado e em breve R$ 400 mil serão investidos na compra de barcos.

Saúde

Durante a viagem, o prefeito encontrou a equipe de saúde atuante subindo o Rio, levando atendimento médico, odontológico, medicamentos, vacinas e um microscopista para realizar os exames de malária.

A exemplo de todo município, a doença tem castigado os moradores do Rio Liberdade, trazendo sérias consequencias, principalmente para as crianças e idosos. “Estamos colocando mais três microscopistas aqui dentro deste Rio em pontos estratégicos. Essa função é do Governo do Estado, mas como vemos o sofrimento dessas pessoas, que muitas vezes doentes, precisam andar dias para fazer um exame, nós não podemos deixar que isso continue acontecendo”, explica Vagner Sales.

Ele anunciou que a Prefeitura através da Secretaria de Saúde, já efetuou a compra de 15 pequenos barcos com motores, que serão distribuídos nos rios Valparaíso, Juruá Mirim e Liberdade. “Aqui no Rio Liberdade vão ficar cinco dessas canoas de alumínio, que serão usadas em casos mais urgentes por serem mais rápidas. Elas serão entregues em algumas comunidades e só poderão ser utilizadas para o transportar de doentes em situação de emergência.

Na cidade, em caso mais grave, ligamos para o SAMU que chega com rapidez, e aqui esses ribeirinhos não tem a quem recorrer. Nessa viagem, quando cheguei à comunidade mais distante, um homem estava sangrando há dois dias depois que levou uma furada na veia por um tronco de árvore dentro da mata, mandei que uma canoa mais rápida conduzisse ele até a rodovia e de lá foi levado ao Pronto Socorro. Esses barcos são para situações assim”, comenta Vagner Sales que carregou o doente nos braços até a embarcação.

Educação

A parte da Educação no Rio Liberdade é o que mais incomoda o prefeito de Cruzeiro do Sul. As poucas escolas que existem, são de responsabilidade do Governo do Acre, o que tem deixado o município de mãos atadas. Na Comunidade Morro da Pedra, 37 alunos estudam em uma casa com o soalho caindo e a cobertura de palha desabando. A cada chuva os estudantes precisam se encolher em um canto para a aula continuar, segunda informaram os pais dos alunos.

Na comunidade Novo Acre, a última do Rio Liberdade, a situação é ainda pior, crianças, jovens e adultos quase por unanimidade não sabem ler nem escrever. Ninguém estuda, não existe escola, a triste realidade fez o prefeito Vagner Sales tomar uma decisão. “Eu já solicitei que o Estado transferisse as escolas desse Rio para a rede municipal, mas não fomos atendidos. Nós já construímos 12 escolas nas margens de outros rios e recuperamos várias outras. Não seria interessante a Prefeitura tomar de conta apenas de algumas escolas aqui, nós queríamos assumir todas.

Assim poderíamos reformar, construir entregar material didático, merenda, contratar professores e até instalarmos laboratórios de informática como estamos fazendo em outras escolas. Mas vamos esperar até o meio do ano, se o Estado não transferir as escolas para o município, nós vamos construir escolas onde não tem. O que não pode é continuar do jeito que está”, garante.

Esporte

Em quase todas as comunidades, o prefeito Vagner Sales acompanhado do chefe do departamento de esportes da Prefeitura, Camilo Secundes, fizeram a distribuição de bolas de futebol e voleibol, além de redes. Também foi anunciada para todas as comunidades, a realização de torneios com a juventude com premiação oferecida pela Prefeitura. A medida visa proporcionar momentos de lazer e confraternização aos moradores ribeirinhos, além do incentivo ao esporte que tem sido cada vez mais valorizado em Cruzeiro do Sul.

Assessoria

Projeto do Sebrae pretende aumentar vendas e reduzir inadimplência dos pequenos empresários do Mercado Joãozinho Melo


Aconteceu hoje na sede do Sebrae, em Cruzeiro do Sul, a assinatura do Acordo de Resultados do Projeto Comércio Varejista do Mercado Joãozinho Melo entre o Sebrae/AC e demais parceiros do projeto: Associação das Micro e Pequenas Empresas de Cruzeiro do Sul, Banco da Amazônia, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O acordo visa aumentar o volume médio de vendas para 8% em 2010 e 15% em 2011 e reduzir o índice de inadimplência de clientes em 5%, em 2010, e 10% em 2011.

Flaviano Schneider
Fotos Erisney Mesquita


Associação das Micro e Pequenas Empresas entra na Justiça pedindo religação de luz no mercado depois que prefeito mandou a Eletroacre desligar a energia

Aconteceu hoje na sede do Sebrae, em Cruzeiro do Sul, a assinatura do Acordo de Resultados do Projeto Comércio Varejista do Mercado Joãozinho Melo entre o Sebrae/AC e demais parceiros do projeto: Associação das Micro e Pequenas Empresas de Cruzeiro do Sul, Banco da Amazônia, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O acordo visa aumentar o volume médio de vendas para 8% em 2010 e 15% em 2011 e reduzir o índice de inadimplência de clientes em 5%, em 2010, e 10% em 2011.

Com a pactuação as instituições parceiras assumem o compromisso, junto ao Sebrae, de apoiar as ações e demais iniciativas necessárias à obtenção das metas previstas. A gerente do Sebrae em Cruzeiro do SuL, Laís Mappes, é a gestora do projeto que vai durar dois anos

O governo do Estado, que também é parceiro do Acordo, fez sua parte recuperando o prédio que, construído há 70 anos, estava totalmente deteriorado. Hoje com 99 boxes, o Mercado Joãozinho Melo tornou-se uma espécie de cartão postal da cidade e um patrimônio histórico, além de estratégico ponto comercial, mas mesmo a obra já estando concluída há quase dois meses ainda não voltou a funcionar normalmente. Isto porque a prefeitura impediu a Eletroacre de religar a luz nos boxes e mandou cortar a luz dos corredores do mercado.

Independente do impasse que está acontecendo entre a prefeitura e a Associação dos Micro e Pequenos Empresários, os parceiros estão dispostos a acreditar nos comerciantes do mercado. A gerente-geral interina da CEF, Joelma Soares de Queiroz, disse que a instituição tem um portfólio de produtos e está de portas abertas com atendimento diferenciado para os pequenos e se dispôs a atender pessoalmente os interessados. O gerente do BB, Antonimar Fernandes de Queiroz, contou que o banco atua há 66 anos em Cruzeiro do Sul e possui uma estrutura de apoio ao micro e pequeno empresário, com portfólio para pessoa jurídica.

O gerente do Banco da Amazônia, Edmilson da Silva Souza, informou que o banco tem carteira para pessoa física e jurídica, tem produtos atrativos para os micros, com taxas reduzidas.
No encontro, o diretor-administrativo do Sebrae, Kleber Pereira Campos Júnior, destacou o investimento feito pelo Sebrae de mais de R$ 1 milhão na modernização de seu espaço em Cruzeiro do Sul o que veio dinamizar as ações empreendidas.

Depois dessa etapa concluída volta-se agora para a gestão empresarial, mercado e crédito, visando impulsionar as atividades empresariais na região. Segundo ele, mais de 300 empresários participam do projeto do Sebrae.

Prefeitura impede funcionamento do mercado

O presidente interino da Associação dos Micro e Pequenos Empresários, Elson Costa, ressaltou o apoio que os pequenos empresários vem recebendo do Sebrae, das instituições financeiras e do Governo do Estado, mas alertou para a situação delicada em que se encontram os comerciantes do Mercado Joãozinho Melo, que, depois de um ano parados, em razão da reforma do prédio, precisam de crédito e podem ter dificuldade em obtê-lo.

Mas garantiu: “Os empresários são responsáveis e saberão honrar os compromissos assumidos” - disse. Para ele, se alguns estão inadimplentes, não estão deliberadamente, mas em função das circunstâncias.

Como explanou, o maior entrave para a normalização dos trabalhos no mercado é a prefeitura que impediu a Eletroacre de religar a energia e, por fim, cortou a luz até dos corredores, o que está impossibilitando a todos de exercerem suas atividades comerciais. Hoje, a Associação está entrando na Justiça comum com uma ação pedindo a religação da luz.

O presidente da Associação Comerciado Alto Juruá (ACAJ) Marcos Venício Souza também participou do ato. Ele que já trabalhou no Mercado Joãozinho Melo disse que “aquilo era um barril de pólvora” tendo elogiado o Governo do Estado que encarou a tarefa de recuperar o prédio do mercado que é parte da história cruzeirense. Ele animou os comerciantes do mercado dizendo que o pior já passou, que hoje eles têm um local digno para trabalhar, desejando que os entraves sejam solucionados o mais rápido possível.


Jorge Viana viaja três dias pelo Juruá para visitar comunidades


O ex-governador Jorge Viana seguiu nesta quinta-feira, 4, de Cruzeiro do Sul para uma viagem de três dias pelo rio Juruá para ouvir as comunidades ribeirinhas sobre sua possível candidatura ao Senado. Antes de embarcar em uma pequena aeronave para a foz do Breu, o ex-governador se reuniu com os companheiros que fazem parte da executiva municipal do Partido dos Trabalhadores na sede do partido de Cruzeiro do Sul.


O ex-governador Jorge Viana seguiu nesta quinta-feira, 4, de Cruzeiro do Sul para uma viagem de três dias pelo rio Juruá para ouvir as comunidades ribeirinhas sobre sua possível candidatura ao Senado. Antes de embarcar em uma pequena aeronave para a foz do Breu, o ex-governador se reuniu com os companheiros que fazem parte da executiva municipal do Partido dos Trabalhadores na sede do partido de Cruzeiro do Sul.

Na reunião com os dirigentes do PT, Jorge Viana disse que está fazendo uma caminhada por todos os municípios do estado para saber qual a opinião dos acreanos sobre a possibilidade de sua candidatura. Viana afirmou que, mesmo já tendo um trabalho que entende como reconhecido pela população, vai com muita humildade ter um contato direto para as pessoas em todas as regiões do estado.

“Sempre fiz isso, mesmo quando fui governador. E agora, antes de tomar uma decisão, vou consultar o povo. Vou conversar com os ribeirinhos, com os professores, com os estudante, com as lideranças do estado e só em abril decido se sou candidato ou não” – disse Viana.

De Cruzeiro do Sul o ex-governador pegou um vôo para a Foz do Breu de onde retorna de barco pelo Juruá. A viagem deve se encerrar neste sábado, 06, depois de visita a quinze comunidades. “Daqui para abril devo realizar mais seis viagens como essa em diversas regiões do estado para conversar com a população” - afirmou.


Rodrigues Alves recebe patrulha mecanizada


O governo Estadual, junto com o senador Tião Viana e o INCRA fizeram um investimento de R$ 5 milhões para a compra de 18 máquinas para o município de Rodrigues Alves. Parte do equipamento já foi entregue à prefeitura que terá que providenciar o transporte do maquinário que está em Rio Branco.


O governo Estadual, junto com o senador Tião Viana e o INCRA fizeram um investimento de R$ 5 milhões para a compra de 18 máquinas para o município de Rodrigues Alves. Parte do equipamento já foi entregue à prefeitura que terá que providenciar o transporte do maquinário que está em Rio Branco.

O prefeito Burica de Rodrigues Alves esteve, na última semana, em Rio Branco para receber uma parte da patrulha mecanizada. O superintendente do INCRA, o governador Binho Marques e o senador Tião Viana entregaram ao prefeito 8 máquinas que foram adquiridas na capital.

“Estamos esperando o restante para embarcar numa balsa e trazer por água para Rodrigues Alves.” – garantiu Burica.

Ao total 16 máquinas foram compradas com investimento estadual e dois tratores agrícolas foram comprados por uma licitação de R$ 300 mil da Prefeitura de Rodrigues Alves. “Nós merecemos porque temos uma demanda grande de área rural, 70% da nossa população é rural, então temos que ter um equipamento de máquina bom para dar apoio aos agricultores” – completa Burica.

Burica recebe apoio para conclusão da agência da Caixa em Rodrigues
Na mesma viagem que fez a capital do estado, o prefeito Burica se reuniu com o vice-governador e teve a oportunidade de reivindicar diversas melhorias para o seu município. O prefeito foi pedir um recurso para concluir a agência da Caixa Econômica de Rodrigues Alves. O governo garantiu que vai liberar recursos, da ordem de R$ 110 mil para terminar a obra.

“A prefeitura já fez um prédio de dois pisos, onde a caixa econômica vai ficar no piso de baixo e em cima queremos colocar o INSS e a Secretaria de Ação Social, então o recurso não deu. A reunião foi bem proveitosa e realmente eu consegui com o nosso vice-governador César Messias e com o nosso senador Tião Viana 110 mil para terminar essa obra”.

Prefeitura de Rodrigues Alves esclarece população sobre programas federais

Na manhã desta sexta-feira (5), a prefeitura de Rodrigues Alves e a Secretaria de Ação Social fizeram uma reunião com todas as famílias do Cadastro Único- CAD Único, para esclarecer e explicar como funcionam os programas federais.

De acordo com a secretária de Ação Social, Mônica Lima de Freitas, todos os programas do Governo Federal funcionam através do CAD único. “As famílias que estão cadastradas no CAD único que não estão inseridas no Programa Bolsa família, podem estar inseridas em outros projetos sociais.”

A dona de casa, Maria Rosilene do Nascimento, 38, é uma das senhoras contempladas pelos programas. A mãe de sete filhos diz que é com o auxilio dos programas que consegue manter a casa. “Não tenho outra renda, pois o meu marido deixou de trabalhar faz um mês, sustento toda a família com esses auxílios do Bolsa Família, isso me ajuda bastante’ – comentou.

Ainda de acordo com a secretária, muitas pessoas que estão cadastradas e ainda não recebem o beneficio questionam a Secretaria pela falta do auxilio. ”Nós dependemos de Brasília, do Ministério de Desenvolvimento Social para liberar o auxílio. Outra dúvida é que eles acham que quem faz o cadastro hoje, amanhã tem que receber, tem que está inserido no Programa Bolsa Família, não é assim. As famílias têm os seus perfis para participar nos projetos sociais”.

O prefeito de Rodrigues Alves, Burica, comentou a importância desses recursos para a cidade e sobre o aumento do número de famílias beneficiadas nos programas federais. ”Aqui em Rodrigues Alves só tínhamos 990 pessoas cadastradas que eram contempladas no Bolsa Família , conseguimos organizar esses cadastros e aumentamos mais 339 cadastros. Estamos reunindo as mães que são beneficiadas e os que são cadastrados, mas que ainda não foram contemplados, para explicar realmente a importância desse auxilio.”

As pessoas que fazem parte do Cadastro Único, além de serem beneficiadas por programas federais, têm outros direitos como a isenção da taxa de inscrição em concursos públicos e a diminuição da taxa de energia elétrica.

Kattiúcia Silveira