quinta-feira, 11 de março de 2010

Nova diretoria do STR assume compromisso de retomar movimentos sociais



Os componentes da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cruzeiro do Sul, eleitos no último sábado, 06, tomaram posse nesta segunda-feira, 08, com a proposta de fortalecer os movimentos sociais para defender os direitos dos associados. O novo presidente do STR, João Silva do Nascimento, mais conhecido entre os trabalhadores rurais por Todo Feio, promete desvincular o sindicato dos interesses político-partidários e envolver nas questões de necessidades das comunidades rurais.

Os componentes da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cruzeiro do Sul, eleitos no último sábado, 06, tomaram posse nesta segunda-feira, 08, com a proposta de fortalecer os movimentos sociais para defender os direitos dos associados. O novo presidente do STR, João Silva do Nascimento, mais conhecido entre os trabalhadores rurais por Todo Feio, promete desvincular o sindicato dos interesses político-partidários e envolver nas questões de necessidades das comunidades rurais.

Após mais de um ano de indefinições, devido interferências judiciais, enfim, a eleição para definir a diretoria da entidade representativa dos produtores rurais foi realizada. Três chapas participaram da disputa que foi marcada pela participação de um grande número de eleitores. Mais de 4 mil trabalhadores rurais de todas as comunidades do município compareceram às urnas, espalhadas pelas comunidades, para participar da votação.

O resultado foi divulgado no mesmo dia e a chapa encabeçada por Todo Feio teve a maior quantidade de votos. João Nascimento recebeu pouco mais de 1800 votos e ficou à frente da segunda colocada na eleição, a candidata Liziane, com uma diferença de quase 300 votos.

João Nascimento e os outros membros da chapa vitoriosa tomaram posse na segunda-feira em uma solenidade realizada pela manhã na sede do sindicato. O presidente eleito garantiu que o sindicato estará atento para todos os problemas das comunidades.

“Vamos deixar de lado os interesses pessoais e lutar pelos interesses dos trabalhadores. O sindicato estava muito parado e se envolvia pouco nas necessidades da população. Agora vamos para a rua fazer movimentos contando com o apoio de todos os produtores para lutar por melhores condições de vida” – disse João.

Todo Feio anunciou que umas das primeiras bandeiras de luta do STR, em sua gestão, é fazer com que o governo do estado e a prefeitura comecem a preparação do programa de recuperação de ramais ainda no período de inverno para que os trabalhos possam ser iniciados assim que chegue o período de verão. “Não vamos aceitar que se comece a discutir esse assunto quando o trabalho já era pra ter sido iniciado, como acontecia em anos anteriores. Então já estaremos buscando o diálogo com o DERACRE e com a prefeitura para que possamos montar a programação agora e começar os serviços no tempo certo” – afirmou.



Secretaria de Saúde inicia campanha de vacinação contra o vírus H1N1



A Secretaria municipal de Saúde de Cruzeiro do Sul iniciou nessa segunda-feira, (8), a campanha de vacinação contra o vírus H1N1r. A campanha é a nível nacional e será dividida em etapas. Apenas as pessoas que fazem parte de grupos considerados de risco serão vacinadas.

A Secretaria municipal de Saúde de Cruzeiro do Sul iniciou nessa segunda-feira, (8), a campanha de vacinação contra o vírus H1N1r. A campanha é a nível nacional e será dividida em etapas. Apenas as pessoas que fazem parte de grupos considerados de risco serão vacinadas.

Estão sendo vacinados na primeira etapa todos os profissionais de saúde e os índios que moram em aldeias. A primeira etapa começou no dia 8 e termina no dia 19 de março. A segunda etapa começa no dia 22 de março e termina no dia 4 de abril, e será para crianças de seis meses a dois anos de idade e pessoas com doenças crônicas.

Segundo a Coordenadora do Programa Nacional de Imunização- PNI, Janaína Negreiros, pessoas já estão procurando os postos de saúde para se vacinar. “Como já está tendo uma especulação que virá uma nova onda da doença, o Ministério da Saúde comprou vacinas para imunizar as pessoas. Foi feito uma pesquisa e as pessoas que fazem parte dos grupos de riscos irão ser vacinadas. A vacinação é por etapas e todas as pessoas que fizerem parte desses grupos serão vacinadas.” – garantiu.

A vacina contra a doença é feita de um vírus inativo e a pessoa vacinada tem 95% de chance de não contrair o vírus H1N1. “Essa vacina é uma vacina segura. Quando chegar a etapa correspondente a sua faixa etária é só dirigir- se ao posto mais perto da sua residência e se vacinar”- conclui Janaína.

Kattiúcia Silveira