quarta-feira, 24 de março de 2010

Corpo de Bombeiro capacita Agentes de Tarauacá e Feijó para atendimento em aeroportos


O corpo de bombeiros está realizando um curso para capacitar agentes
para o atendimento em casos de emergência nos aeroportos. O curso foi
uma exigência da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC e começou na
segunda-feira, (22), e termina na sexta-feira, (26), agentes da
Polícia Militar, DERACRE, Polícia Civil e hospitais de Tarauacá e
Feijó participam do curso.

O corpo de bombeiros está realizando um curso para capacitar agentes
para o atendimento em casos de emergência nos aeroportos. O curso foi
uma exigência da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC e começou na
segunda-feira, (22), e termina na sexta-feira, (26), agentes da
Polícia Militar, DERACRE, Polícia Civil e hospitais de Tarauacá e
Feijó participam do curso.

Dividido em etapas de aulas teóricas e práticas, esse curso tem como
objetivo capacitar esses agentes em casos de incêndios e salvamentos
nos aeroportos. Segundo o Coronel Gundim, a ANAC exigiu que esses
agentes tivessem um preparo para atender nos aeroportos. “Nós estamos
capacitando esses agentes em casos de incêndios e salvamentos e na
quinta-feira até faremos uma simulação de um acidente para testar o
desempenho deles”.

O gestor de Feijó, Jorge Wolney, fala sobre a experiência de está
participando do curso. “Eu estou adorando a experiência, realmente
está sendo um sucesso na prática e chegando lá em Feijó e Tarauacá,
nós que estamos participando do curso teremos que multiplicar os
conhecimentos aprendidos aqui para os outros agentes que irão atuar
conosco nos aeroportos”.

Nessa turma composta de 20 agentes, apenas duas mulheres participam do
curso. A assistente social do DERACRE, Maria Lúcia, comenta sobre a
participação dela na capacitação. “Esse curso está sendo muito
proveitoso, nós não tínhamos noção de nada e o resultado está sendo
positivo. Com esse curso nós vamos fazer um trabalho proveitoso e
vamos desempenhar um bom serviço”.

De acordo com o gestor de Tarauacá, Janisvaldo Lima, o curso não vai
servir apenas para ser exercido no trabalho. “Com esse curso nós
aprendemos coisas novas, que não serão usadas no trabalho, podemos
usar em casa e em outros lugares.”

Nas aulas teóricas os agentes são instruídos sobre primeiro socorros,
a postura que devem ter em caso de acidentes e incêndios. Na parte
prática os agentes aprendem sobre como sinalizar a pista e o como deve
ser feito o atendimento em caso de acidentes e incêndios.

Kattiúcia Silveira

Prefeitura e SESI alfabetizam mais de 100 jovens e adultos em Cruzeiro do Sul


Depois de 6 meses de dedicação aos estudos, os alunos puderam lê os próprios certificados que além do saber, significam auto estima e mais perspectiva de vida.


Depois de 6 meses de dedicação aos estudos, os alunos puderam lê os próprios certificados que além do saber, significam auto estima e mais perspectiva de vida.

A meta da Secretaria de Educação Cruzeiro do Sul é formar o máximo de parcerias, seja com instituições ou pessoas, que possam resultar na redução do índice de analfabetismo do município. E foi através de uma parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), que a rede municipal de educação, conseguiu concluir mais uma etapa do Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos. A solenidade de entrega dos diplomas para os alunos aconteceu no Auditório da Escola Braz de Aguiar.

O agricultor Joaquim Pedro da Silva Filho, que não teve oportunidade de sentar em um banco de escola enquanto jovem aproveitou a oportunidade. Mesmo tendo que caminhar meia hora todas as noites, ele completou os seis meses de estudo. “Ainda bem que Deus clareia a mente dos nossos governantes, para que o estudo chegue até nós. Agora é valorizar a oportunidade, agradeço as professoras que fazem um trabalho com muito amor”, comenta seu Joaquim.

“A parceria com o SESI, permitiu que a gente pudesse está aqui com essas dez turmas de adultos alfabetizados. Agora não terão mais que colocar as digitais em documentos, já podem assinar seus nomes, isso traz dignidade e eleva a alto estima. Esses jovens e adultos vão olhar o mundo de outra forma através da leitura e do conhecimento. A educação ganha muito, nós agradecemos ao SESI pela parceria e ao nosso prefeito Vagner Sales que investe na Educação, porque acredita ser o melhor caminho para termos uma cidade melhor”, explica Ivo Galvão.
Assessoria


Gladson apóia maior transparência na política monetária.


O deputado Gladson Cameli (PP) defendeu, ontem em Brasília, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, o comparecimento trimestral do presidente do Banco Central na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal, ”e da Câmara Federal por conseqüência”.

O deputado Gladson Cameli (PP) defendeu, ontem em Brasília, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, o comparecimento trimestral do presidente do Banco Central na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal, ”e da Câmara Federal por conseqüência”.

A defesa da proposição está contida em seu relatório do Projeto de Lei n°4.121/08, que determina também que o presidente do Banco Central do Brasil(BC)envie à Comissão do Senado Federal um relatório de inflação trimestral das atas da reunião do Comitê de Política Monetária.”A presença do presidente do BC e relatório trimestral contribuem para tornar as medidas de política monetária mais conhecidas da população”, disse o deputado.

Gladson explicou ainda que o projeto estabelece também a extinção da vinculação entre emissão de moeda x reservas cambiais e a programação monetária trimestral. Para o deputado, as medidas são necessárias em vista da adoção do câmbio flutuante e a política monetária baseada em metas da inflação, ”e as medidas vem adequar a política monetária a estas novas realidades”.

De acordo com o deputado, hoje a política de metas de inflação utiliza a taxa de juros como instrumento básico de política monetária, e não mais o controle da ofertada moeda como antigamente. ”Trata-se tão somente de atualizar procedimentos”,garantiu.

Para o parlamentar, é fundamental que as comissões tanto da Câmara dos Deputados quanto do Senado Federal participem da discussão, formulação e execução da política monetária como estabelece um substitutivo adotado pela Comissão de Finanças e Tributação. segundo ele,as comissões temáticas das duas Casas terão a oportunidade de discutir diretamente com o presidente do Banco Central a política monetária em execução no trimestre da audiência, assim como os resultados alcançados no trimestre anterior.”Tudo isto”,assegura o deputado,” com muita informação e clareza a quem mais interessa a política monetária em vigor- o contribuinte brasileiro”.


Curso de capacitação da saúde do idoso



O Ministério da Saúde em parceria com o Ministério público e a prefeitura de Cruzeiro do Sul, visando melhorar a qualidade no atendimento ao idoso decidiu fazer um curso de capacitação da saúde do idoso. O curso é para profissionais da saúde da rede básica, mas a população interessada em saber sobre o idoso também pode participar.

O Ministério da Saúde em parceria com o Ministério público e a prefeitura de Cruzeiro do Sul, visando melhorar a qualidade no atendimento ao idoso decidiu fazer um curso de capacitação da saúde do idoso. O curso é para profissionais da saúde da rede básica, mas a população interessada em saber sobre o idoso também pode participar.

O curso começou na manhã desta terça-feira, (23), das 08h00 as 11:00 e a tarde das 14:00 as 17:00 horas e está sendo realizado no auditório da Universidade Aberta do Brasil - UAB. O curso tem duração de dois dias e vai acontecer novamente nos dias 25 e 26, para os profissionais que não compareceram no primeiro curso.

De acordo com a enfermeira, Alcione Daniela, o curso de capacitação da saúde do idoso serve para esclarecer e orientar os profissionais da saúde que os idosos merecem respeito. “Esse curso serve para mostrar que os idosos têm sem lugar na sociedade e que velhice não significa doença. Isso é o primeiro passo para medidas maiores que virão.”

Além do curso, serão realizadas palestras esclarecendo sobre a saúde do idoso, estatuto do idoso e caminhadas, que já acontecem nas comunidades com os idosos. Segundo a educadora física, Valéria Lima, o curso vai ensinar como trabalhar e como tratar os idosos. “Nós já estamos fazendo atividades físicas com os idosos, há uns dois, três meses e esse curso é um trabalho de prevenção e para esclarecer e capacitar os profissionais sobre o envelhecimento saudável” – conclui a educadora física.

Kattiúcia Silveira

STJ não decidirá sobre mérito de vaga na Aleac


A vaga definitiva na Assembleia Legislativa, disputada por três pretendentes [Merla Albuquerque, Roberto Filho e Dinha Carvalho, atual deputada] não será decidida pelo STJ [Superior Tribunal de Justiça]. A afirmação foi dada nesta terça, 23, pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Arquilau de Castro Melo, à Agência Aleac.



Como há um ‘conflito de competência’, STJ decidirá entre TJ e TRE qual dos dois tribunais julgará mérito sobre quem terá direito a ser deputado estadual

A vaga definitiva na Assembleia Legislativa, disputada por três pretendentes [Merla Albuquerque, Roberto Filho e Dinha Carvalho, atual deputada] não será decidida pelo STJ [Superior Tribunal de Justiça]. A afirmação foi dada nesta terça, 23, pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Arquilau de Castro Melo, à Agência Aleac.

Noticiada na imprensa local que o STJ era quem decidiria de quem é de fato e de direito a vaga na Assembleia, o desembargador explicou que o Superior Tribunal de Justiça vai decidir, sim, mas quem terá a competência [TJ ou TRE] para apontar o direito de um dos três interessados na vaga no Legislativo acreano.
-O TJ [Tribunal de Justiça] se julgou incompetente e disse que o TRE, é que teria a competência de julgar esse caso, que por sua vez também se disse incompetente. Se criou, então, o chamado ‘conflito negativo de competência’ – explicou Arquilau.
O desembargador continua:

-Agora o processo sobe ao STJ, mas não para este tribunal superior julgar o mérito, e sim decidir sobre quem terá a competência [Tribunal de Justiça do Acre ou TRE]. Feito isso, um desses dois tribunais é que vai apontar quem deve ser o deputado a assumir na Aleac – afirmou.
O presidente do TRE declarou também que o STJ não pode decidir sobre esse caso, o mérito, porque estaria afrontando um dos princípios constitucionais que diz respeito à ‘supressão da instância’, irregularidade em que a instância superior julga matéria não examinada pela instância inferior. O que fere ainda o ‘princípio da ampla defesa.’

-Nem tudo pode ser decidido pelo tribunal superior. Nós vamos enviar o processo para lá [STJ], vai cair na mão de um relator e ele vai dizer: quem tem a competência é o tribunal tal [TRE ou Tribunal de Justiça]. Só isso – ressalta o magistrado.
‘Aleac a cavalheiro’

Arquilau de Castro Melo disse ainda que não dá para prever quando o STJ devolverá o processo com a solução do ‘conflito de competência’, e adiantou que a Mesa Diretora da Aleac deve ficar à vontade para tomar as decisões que achar necessária.
-A Mesa Diretora está a cavalheiro. Em tese, a Assembleia pode ratificar ou mesmo relaxar sua decisão. Ou ainda pode aguardar a decisão do STJ que vai se pronunciar sobre o ‘conflito de competência’ existente atualmente – disse o desembargador.

[Agência Aleac]


Bandidos incendeiam garagem com três motos no Bairro João Alves


A família de dona Maria Elma Gomes da Silva, moradora da Rua do Murú, no bairro João Alves, acordou, às 4h30m da manhã desta terça-feira, 23, pelo barulho das chamas na garagem em frente à casa. Os bandidos arrombaram o teto da garagem e atearam fogo. De três motocicletas que estavam guardadas, duas ficaram totalmente destruídas.

A família de dona Maria Elma Gomes da Silva, moradora da Rua do Murú, no bairro João Alves, acordou, às 4h30m da manhã desta terça-feira, 23, pelo barulho das chamas na garagem em frente à casa. Os bandidos arrombaram o teto da garagem e atearam fogo. De três motocicletas que estavam guardadas, duas ficaram totalmente destruídas.

A dona da casa, o marido e os filhos acordaram com o susto do barulho ocasionado pelo fogo que se propagava e tomava de conta da garagem e das motocicletas. Ela não soube explicar como o fogo teve início, mas no local havia uma garrafa ensopada de gasolina que teria servido de estopim para o incêndio.

As labaredas também assustaram os vizinhos que correram para prestar assistência, mas, apenas uma das três motocicletas pode ser retirada antes de ser atingida pelas chamas. O irmão de dona Elma, que mora em frente, chegou a tempo de arrombar a porta da garagem e tirar a moto que estava mais próxima, antes de ser atingida pelo fogo.

As outras duas motocicletas, que eram semi-novas, ficaram totalmente destruídas, sem condições de serem recuperadas. Os bombeiros ainda foram acionados, mas não chegaram a tempo de impedir que as chamas destruíssem as motos.

A proprietária afirmou que ainda nem tinha quitado as duas motocicletas e chorou ao lembrar que teve um prejuízo de R$ 18 mil. “Não temos nem idéia de quem fez isso, porque não temos nenhum inimigo” - disse a mulher revoltada que reclamou da demora da polícia para atender a ocorrência. Segundo ela, ligou várias vezes para a delegacia, mas até as 9h ainda não havia sido tomado providência.

Mazinho Rogerio