terça-feira, 11 de maio de 2010

Vacinação contra febre aftosa prossegue no Vale do Juruá



Todos os anos, o Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) realiza duas campanhas em nível nacional de vacinação contra a febre aftosa; a primeira em maio e a segunda em novembro. A regional do Vale do Juruá, que compreende os municípios de Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves, Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul, tem um rebanho de aproximadamente 80 mil cabeças.

Escrito por Flaviano Schneider

Com rebanho de 80 mil cabeças, no Vale do Juruá nunca foi detectado qualquer caso de aftosa

Todos os anos, o Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) realiza duas campanhas em nível nacional de vacinação contra a febre aftosa; a primeira em maio e a segunda em novembro. A regional do Vale do Juruá, que compreende os municípios de Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves, Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul, tem um rebanho de aproximadamente 80 mil cabeças. Os criadores da região - segundo o gerente local do Instituto de Desenvolvimento Agro Florestal (IDAF), Marcos Pereira de Souza, os criadores estão conscientizados da necessidade da vacinação para que o Acre mantenha ou supere o status alcançado de ‘livre de aftosa, com vacinação'. Quatro lojas de Cruzeiro do Sul estão comercializando as vacinas e o prazo para vacinar o rebanho vai até 31 de maio. No Acre o IDAF, do Governo do Estado, coordena as campanhas, orienta os criadores e fiscaliza os resultados.

No Acre, o último caso detectado de febre aftosa aconteceu em 1999. O veterinário João Nascimento Ferreira, servidor do IDAF, mora há 24 anos no vale do Juruá e conta que durante todo este tempo nunca tomou conhecimento de qualquer caso de febre aftosa nos rebanhos da região. Assim mesmo ele considera fundamental que se continue insistindo na vacinação, pois o Acre faz fronteira com os países Bolívia e Peru e o Estado do Amazonas que ainda estão em zona de risco para aftosa. O município amazonense de Guajará, situado a 16 km de Cruzeiro do Sul, diferentemente de outros municípios como Ipixuna, situado no baixo Juruá, tem o mesmo status que o Acre no que toca à aftosa, ou seja, é ‘zona livre de aftosa com vacinação', isto porque existe uma parceria entre o IDAF e seu similar amazonense o IDAM, em relação a Guajará, de assistência mútua e uma das principais medidas em conjunto é não permitir às propriedades o duplo cadastramento.

O rebanho bovino no Juruá é quase todo de gado de corte, sendo a raça nelore a preferida dos criadores. Embora seja fundamental para garantir exportação de carne bovina, o status ‘livre de aftosa', no caso do Juruá, serve para garantir à população que está consumindo carne de boa qualidade, pois toda a produção é consumida mesmo na região. Até 1999, o Acre amargava o triste estado de ‘risco desconhecido para a febre aftosa'. Foi então que o governo da Frente Popular implantou programa que elevou de 56% para 97% o índice de cobertura vacinal, que culminou com a mudança de status, condição ainda não alcançada por muitos estados brasileiros.

Prefeitura de Cruzeiro do Sul realiza mutirão de atendimento a beneficiárias do Bolsa Família



Centenas de donas de casa, de famílias carentes do município, participaram de um café da manhã na Secretaria Municipal de Assistência Social, onde receberam também esclarecimentos sobre o programa, realizaram a atualização cadastral e ainda foram submetidas a atendimento de beleza e saúde.



Centenas de donas de casa, de famílias carentes do município, participaram de um café da manhã na Secretaria Municipal de Assistência Social, onde receberam também esclarecimentos sobre o programa, realizaram a atualização cadastral e ainda foram submetidas a atendimento de beleza e saúde.

O prefeito Vagner Sales acompanhado do vice-prefeito, Mazinho Santiago, de vereadores que compõem a base de sustentação na Câmara e outras autoridades, estiveram na manhã dessa segunda-feira (10), participando de um café da manhã na Secretaria Municipal de Assistência Social, onde esteve um grande número de mulheres que recebem para o sustento de suas famílias, ajuda do Programa Bolsa Família.

Segundo a secretária, Rosa Sampaio, o dia de atendimento seria realizado na praça, mas como o endereço da Secretaria precisa ser melhor divulgado, as mulheres foram chamadas para a própria instituição. Em Cruzeiro do Sul, cerca de 7,8 mil famílias, estão recebendo atualmente os benefícios do Programa.

Ainda fazendo parte das comemorações do dia das mães, as mulheres foram atendidas ao longo do dia por 10 manicures e 4 cabeleireiras e puderam fazer atualização do cadastro no Programa Bolsa Família e ainda receber vacinas contra todos os tipos de doença. A Secretaria Municipal de Saúde esteve realizando também, o teste rápido AIDS.

O prefeito Vagner Sales, reforçou seu compromisso com a parte social do município de Cruzeiro do Sul. Ele explicou que no início de seu mandato durante um recadastramento, a equipe responsável pelo Programa, encontrou várias irregularidades, como funcionários públicos e autônomos com casas bem construídas e carro na garagem, recebendo o dinheiro que deveria ser destinado apenas a famílias em situação de extrema pobreza.

Os irregulares foram cortados, abrindo vagas para mais de mil famílias que estavam à espera dos benefícios. Atualmente cerca de 1500 famílias em Cruzeiro do Sul, estão cadastradas no Programa aguardando que o Governo Federal, aumente o número de vagas.

Ilderlei Cordeiro cobra tramitação de projetos



O deputado Ilderlei Cordeiro (PPS-AC) cobrou na tribuna da Câmara a aprovação do projeto de lei, de sua autoria, que dispõe sobre a doação de óculos e aparelhos auditivos aos alunos carentes matriculados na rede pública de ensino, como política afirmativa de contribuição ao desempenho escolar. A matéria considerada de grande alcance social já foi aprovada na Comissão de Educação, por unaminidade, e tramita agora na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, onde aguarda parecer.


Brasília - O deputado Ilderlei Cordeiro (PPS-AC) cobrou na tribuna da Câmara a aprovação do projeto de lei, de sua autoria, que dispõe sobre a doação de óculos e aparelhos auditivos aos alunos carentes matriculados na rede pública de ensino, como política afirmativa de contribuição ao desempenho escolar. A matéria considerada de grande alcance social já foi aprovada na Comissão de Educação, por unaminidade, e tramita agora na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, onde aguarda parecer.

A proposta do parlamentar acreano trata de medida coerente como dever do Estado incluir entre os benefícios concedidos pelo SUS, assim como tratamentos de prevenção e medicamentos, a doação de aparelhos corretivos e auditivos, visando a recuperação e manutenção da capacidade de aprendizado do estudante carente.

Ao justificar o projeto no Plenário da Câmara, Ilderlei Cordeiro disse que as deficiências visuais e auditivas vêm ao longo do tempo se constituindo num importante fator de liitação da capacidade de aprendizado dos estudantes, especialmente os da rede pública, notoriamente formada por pessoas carentes.

O parlamentar cruzeirense cobrou ainda do presidente da Câmara, Michel Temer, a tramitação de outro projeto de lei protocolado na Mesa Diretora que obriga as escolas da rede pública a disponibilizar kits de primeiros socorros como forma de oferecer maior segurança aos alunos que porventura sofrerem algum tipo de acidente.

Ao finalizar o discurso, Cordeiro se disse satisfeito por ter participado do movimento que resultou na aprovação do piso salarial e a estruturação do plano de carreira para os agentes comunitários de saúde e os de combate às endemias. “Não medi esforços para que esses agentes tivessem, enfim, definidos, por lei federal, as duas conquistas por entender que esses profissionais de saúde prestam um excelente trabalho nas cidades brasileiras, principalmente entre as pessoas mais necessitadas” – comemorou o deputado.

Assessoria

Pescadores valorizados



A Colônia de Pescadores de Cruzeiro do Sul viveu um momento de grande alegria na sexta-feira, à noitinha, quando 229 pescadores receberam o certificado de conclusão do curso de alfabetização, iniciado há seis meses. O curso, financiado pela Fundação Banco do Brasil, através do Programa BB Educar, teve como parceiros o governo estadual, a prefeitura municipal e o gabinete do senador Tião Viana.



Alfabetização e investimentos na industrialização vitalizam Colônia de Pescadores de Cruzeiro do Sul

Flaviano Schneider
Fotos Onofre Brito



A Colônia de Pescadores de Cruzeiro do Sul viveu um momento de grande alegria na sexta-feira, à noitinha, quando 229 pescadores receberam o certificado de conclusão do curso de alfabetização, iniciado há seis meses. O curso, financiado pela Fundação Banco do Brasil, através do Programa BB Educar, teve como parceiros o governo estadual, a prefeitura municipal e o gabinete do senador Tião Viana.

Participaram do ato de entrega dos certificados o senador Tião Viana, o prefeito Vagner Sales, o deputado estadual Thaumaturgo Lima, o coordenador regional de Educação, Amarízio Saraiva, vereador Ribeiro, secretário municipal de Educação, Ivo Galvão, representante da FBB, Alessandro de Oliveira Marques além de um grande número de pescadores e familiares dos formandos e os professores que participaram da alfabetização.

O senador Tião Viana chamou a atenção para o fato de que tinham sido matriculados 400 pescadores e um alto percentual acabou desistindo. “O maior desafio moral da sociedade brasileira é acabar com o analfabetismo” – disse. Ele acha que é hora de sair em busca daqueles que desistiram e insistir para que tornem a frequentar um novo curso. Em conversa com os pescadores percebeu que um dos motivos mais frequentes da desistência é a falta de óculos e comentou que em novos programas de alfabetização será necessário sanar esta dificuldade.

Foi o que aconteceu com o pescador João Nascimento da Silva, de 53 anos. Não enxerga bem e não conseguiu frequentar nem a metade das aulas. ”Não vou mentir, ainda não aprendi a ler, mas estou animado a continuar, é só surgir outro curso”. Diferentemente dele, a viúva Alciene Vieira Lima recebeu o certificado. Conta que já sabia ler um pouquinho, mas, depois do curso, sua leitura melhorou muito. Ela planeja continuar, os estudos.

Colônia em fase pré-industrial

No ato da formatura, o senador anunciou a liberação de recursos no montante de R$ 470 mil resultado de parceria entre a Secretaria Nacional de Pesca e governo do Estado, destinados à compra para a Colônia de Pescadores de um caminhão frigorífico com capacidade de 4,8 toneladas, um barco-frigorífico com capacidade de 12 toneladas, 18 balcões frios, 18 balanças eletrônicas e 18 mesas de aço inoxidável. Tião Viana acredita que com o incentivo que o governo do Acre está dando à açudagem, produção de alevinos e limpeza dos lagos em breve o vale do Juruá poderá ter uma próspera indústria pesqueira e a Colônia de Pescadores com os incentivos obtidos já entra na fase pré-industrial.

“O pescador era conhecido como cachaceiro e enrolão. Ninguém queria financiar pescadores porque se dizia que pescador não pagava.” – disse o presidente da Colônia de Pescadores Elenildo de Souza Nascimento no ato da formatura. No entanto, ele analisou que isso já passou. Lembrou que os pescadores provaram que são bons pagadores ao quitarem, todos, os financiamentos obtidos junto ao Banco do Brasil recentemente para atividades pesqueiras. Inclusive alguns contratos que venciam em 2012 já foram quitados.

Segundo disse a montagem de uma infra-estrutura para os pescadores com a chegada dos equipamentos anunciados pelo senador Tião Viana vai desenvolver o setor pesqueiro. A própria sede dos pescadores vai se tornar num mercado permanente e alguns dos materiais obtidos junto à Secretaria Nacional de Pesca serão instalados nos mercados da cidade de maneira que o fornecimento de peixe diretamente pela Colônia vai se ampliar.

E complementou dizendo que o governo do Estado vai manter durante dois anos dois técnicos, que promoverão a capacitação de pescadores, com cursos de gestão e operação dos equipamentos. Além disso, o governo ainda dará apoio jurídico. Elenildo lembrou os nomes do vice-governador Cesar Messias e do deputado federal Gladson Cameli e do superintendente federal de Pesca, Samir Pinheiro como gande apoiadores da Colônia de Pescadores. Finalizando pediu ao senador Tião Viana para levar um abraço ao presidente Lula, por ter sido o presidente que investiu nos pescadores tendo, inclusive, depois de 500 anos de Brasil, criado o Ministério da Pesca.

Chuva adia show em homenagem às mães cruzeirenses



O show com apresentações de vários artistas e distribuição de prêmios através de sorteios seria realizado na noite de domingo (9), mas a organização decidiu adiar a festa, depois de uma chuva que caiu no início da noite, o que poderia dificultar o acesso das mães da zona rural.



O show com apresentações de vários artistas e distribuição de prêmios através de sorteios seria realizado na noite de domingo (9), mas a organização decidiu adiar a festa, depois de uma chuva que caiu no início da noite, o que poderia dificultar o acesso das mães da zona rural.

O show foi remarcado para sexta-feira (14) às 19h, na Praça do Centro Cultural de Cruzeiro do Sul. Estarão se apresentando as bandas Forró Natore e Forró de Luxo da Região Nordeste, A Banda do Ratinho (SBT) e Banda Los Castilhos do Parguai. Durante as apresentações, autoridades farão homenagens às mães e distribuição de presentes através de sorteios.

O prefeito Vagner Sales destaca a importância em realizar o evento, já que segundo ele, além de gerar vida, as mães têm um papel fundamental na formação de todas as famílias, contribuindo sempre para os avanços e paz de uma sociedade cada vez mais modernizada.

A festa na Praça era apenas uma das atrações, de um calendário de atividades da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, para comemorar o dia das mães. Os eventos começaram na quinta-feira, com a abertura de um rodeio onde teve a apresentação da dupla sertaneja Melqui e Marquinhos e da Banda Arregaçaê. Na sexta-feira, um grande número de pessoas assistiu a um show na Praça do Centro Cultural, com as bandas de forró do Nordeste, as mesmas que voltam a se apresentar na próxima sexta-feira.

No sábado, aconteceu o encerramento do rodeio que envolveu 20 peões. No domingo pela manhã, foi realizado no Estádio O Cruzeirão, um torneio de futebol feminino, promovido pelo Departamento de Esporte da Prefeitura, o time do Bairro Igarapé Preto foi o campeão. Outro grande evento, foi o torneio de MotoCross realizado na tarde de domingo no circuito do Bairro Aeroporto Velho, com pilotos bem treinados e manobras que agradou a centenas de pessoas que assistiram o torneio.

Todos os eventos foram realizados por meios de recursos do Ministério do Turismo, destinados através de emendas do deputado federal, Ilderlei Cordeiro.