segunda-feira, 24 de maio de 2010

Produtores Rurais acampam na sede do INCRA para exigir mais agilidade no processo de desapropriação de terra


Cerca de 50 produtores rurais montaram acampamento na sede do INCRA, em Cruzeiro do Sul, na manhã desta segunda-feira, 24. São agricultores que foram instalados no Projeto de Assentamento Porfílio Ponciano, em Rodrigues Alves, e tiveram que deixar o local pelas dificuldades de acesso. Há quase 4 anos as famílias lutam pela desapropriação de uma fazenda para que possam se instalar e ter uma área de terra para produzir.


Cerca de 50 produtores rurais montaram acampamento na sede do INCRA, em Cruzeiro do Sul, na manhã desta segunda-feira, 24. São agricultores que foram instalados no Projeto de Assentamento Porfílio Ponciano, em Rodrigues Alves, e tiveram que deixar o local pelas dificuldades de acesso. Há quase 4 anos as famílias lutam pela desapropriação de uma fazenda para que possam se instalar e ter uma área de terra para produzir.

O INCRA tentou instalar as 50 famílias no Projeto de Assentamento Porfilio Ponciano, mas teve que fechar o Projeto devido às dificuldades para abrir uma estrada até a comunidade. Com isso, os produtores tiveram que deixar o local e foram para as margens do Rio Juruá onde vivem aglomerados em uma área de apenas 3 hectares.

“Não temos como produzir nesse local, por isso, estamos enfrentando muitas necessidades. Queremos que o INCRA resolva logo essa situação e consiga um terreno para que tenhamos condições de produzir para sustentar nossa família” – disse o presidente da Sociedade Agrícola do Projeto de Assentamento, Jonasfah Matos de Souza.

Os agricultores armaram redes e jogam carteado como forma de passatempo. Eles afirmam que, se até a tarde desta segunda-feira, não tiveram uma resposta que seja favorável, vão trazer as famílias para ficar até o dia em que o INCRA providenciar uma área de terra para que possam se instalar.

O vereador Noé Matos, do PP de Rodrigues Alves, acompanha o movimento e afirma que não é possível aceitar as condições em que as famílias se encontram no local aonde vivem atualmente. “O INCRA tem que tratar essa situação com mais agilidade porque não dá mais para que essas famílias fiquem como estão. Sem ter nem como plantar nem para a alimentação” – cobrou o vereador.

O chefe a Unidade Avançada do INCRA, José Augusto Correia da Silva, disse que já está sendo providenciada a desapropriação de uma fazenda para instalar os produtores. Mas a previsão é que o processo seja concluído só em novembro.

“O que aconteceu para ocasionar essa demora foi que houve problema na documentação da Fazenda Agro Juruá que está sendo desapropriada e fez com que o processo demorasse. Mas tudo que dependia da Unidade Avançado em Cruzeiro do Sul já foi feito e a previsão é que o processo, que se encontra na Advocacia Geral da União, seja concluído até novembro” – disse o representante do INCRA.

No entanto, os agricultores não querem mais esperar tanto tempo. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rodrigues Alves, Ruster Batista, vão permanecer acampados até que a situação seja resolvida. “Queremos que seja resolvida ainda hoje porque nosso desejo não é ficar aqui por muito tempo e esperamos que os produtores possam ter um local para trabalhar o mais rápido possível. Agora, se o INCRA não apresentar uma solução urgente, vamos ficar aqui o tempo que for preciso” – afirmou Ruster.


Estrada que dá acesso ao município de Guajará preocupa população


A estrada que dá acesso ao município de Guajará está deixando a população, que precisa se deslocar do município para Cruzeiro do Sul, com medo. Na ultimas semana foram registrados três acidentes, um com vitima fatal na noite desta quarta-feira, (15).


A estrada que dá acesso ao município de Guajará está deixando a população, que precisa se deslocar do município para Cruzeiro do Sul, com medo. Na ultimas semana foram registrados três acidentes, um com vitima fatal na noite desta quarta-feira, (15).

Aquino Braz de Medeiros morava em Guajará e trabalhava a noite em Cruzeiro do Sul, ao passar por um trecho da estrada, considerado perigoso pelas curvas fechadas e ladeiras acentuadas, bateu em uma avaria no asfalto que estourou o pneu e caiu. Ele foi levado ao hospital do Juruá, mas foi a óbito na sala de cirurgia. No mesmo trecho outros dois motoqueiros derraparam, mas por sorte sofreram apenas pequenas escoriações.

Segundo a professora, Ana Cláudia, que faz o trecho Cruzeiro do Sul – Guajará, de segunda a sexta-feira, o trecho fica mais perigoso quando chove. “Quando está chovendo é muito perigoso, porque fica liso. Tem a questão também das pessoas andarem em alta velocidade. Eu fico com medo, pois eu faço esse trajeto de segunda à sexta”.

O motorista da ambulância do hospital do Guajará, Gilberto Fonseca Reis, que percorre esse trecho todos os dias, já presenciou muitos acidentes. “Semana passada nesse mesmo buraco aqui eu encontrei um rapaz caído, prestei socorro e levei ele para o Hospital do Juruá. A estrada está com muitos buracos e causam muitos acidentes”.

De acordo com o vereador do município de Guajará, Branco Cameli, a responsabilidade da manutenção da estrada fica a cargo do governo do Amazonas. “A responsabilidade da recuperação da estrada é do governo do Estado, mas eu culpo a administração pública do nosso município que não cobra isso dos governantes. Porque essa é uma estrada muito importante, pois liga Guajará a Cruzeiro do Sul é uma estrada que tem acesso diário de ônibus, carros e motos”.

A família de Aquino lamenta a morte e faz um apelo as autoridades. “As autoridades precisam fazer alguma coisa, porque não só ele como outras pessoas podem ser vitimas de acidentes na estrada. Então quantas pessoas vão morrer de graça? E ele só foi trabalhar, agora deixou sua filha, sua esposa, seu lar, seu emprego e uma vida toda pela frente. Uma pessoa que não era de bebida, que não estava em alta velocidade e olha o que aconteceu com o meu irmão” – relatou a irmã do Aquino, Kátia Medeiros.

Kattiúcia Silveira


Náuas empata em casa e garante participação na final do Campeonato Acreano


Em uma partida sem gols a equipe do Náuas, de Cruzeiro do Sul, garantiu a vaga na final do Estadual 2010. No jogo disputado na Arena do Japiim, neste domingo, 23, o Cacique do Juruá manteve cautela para garantir o empate e aproveitar a vantagem que trouxe da Arena da Floresta quando venceu o Atlético Acreano por 2 a 1.

Em uma partida sem gols a equipe do Náuas, de Cruzeiro do Sul, garantiu a vaga na final do Estadual 2010. No jogo disputado na Arena do Japiim, neste domingo, 23, o Cacique do Juruá manteve cautela para garantir o empate e aproveitar a vantagem que trouxe da Arena da Floresta quando venceu o Atlético Acreano por 2 a 1.


Foram poucas as jogadas que levaram perigo ao adversário na partida realizada na Arena do Japiim. O Náuas teve uma postura mais defensiva do que nos jogos anteriores já que precisava apenas do empate para chegar à final. Os lances que chegaram mais perto do gol saíram ainda no primeiro tempo. Aos 13 minutos o meia Emerson ficou sem marcação na entrada da área, teve tempo de ajeitar a bola, mas bateu pra fora. Essa foi a principal chance do Náuas na partida.


O Galo, que precisava vencer por dois gols de diferença, ainda tentou pressionar a zaga nauense e no final do primeiro tempo esteve melhor na partida, mas não teve muitas oportunidades e o jogo se encerrou em 0 X 0. Esse placar levou o Náuas para uma disputa de duas partidas contra a equipe do Rio Branco que também venceu, neste domingo, o Juventus por 4 x 2. Com a derrota do Juventus o Náuas também garantiu vaga na série D do Campeonato Brasileiro.


Doni foi um dos principais jogadores do Náuas que comandou o trabalho da zaga, considerada uma a melhor do Estadual. Foi a que menos levou gols durante o campeonato. “Viemos para fazer esse trabalho de marcação e tudo que fiz em campo foi em função de um grupo que está muito bem coordenado pelo professor Neneca” – disse.
Agora a equipe de Cruzeiro do Sul deve se preparar para enfrentar o ataque do Rio Branco, o que mais funcionou durante a competição e marcou o maior número de gols.

O técnico Neneca disse que a vitória foi um mérito dos jogadores e teve a participação da torcida que compareceu em massa para assistir a classificação da equipe representante do Juruá. Neste domingo, o jogo na Arena do Japiim, bateu o recorde de público do campeonato com cerca de 2 mil torcedores.

“Quem vai disputar uma final precisa está bem preparado e a equipe já começa a treinar a partir desta segunda-feira. Sabemos que são duas partidas difíceis, mas vamos para nos dedicar ao máximo para trazer esse título que é inédito para a região do Juruá” – garantiu o treinador.



Governador Omar Aziz, do Estado do Amazonas, se reúne com produtores rurais de Guajará


Durante visita realizada a Guajará, nesta quinta-feira, 20, o governador Omar Aziz se reuniu com representantes dos produtores rurais do município para discutir melhorias para as comunidades rurais. Na reunião Omar Aziz ouviu atentamente as solicitações dos trabalhadores rurais e garantiu a liberação de recursos para melhorar as condições de trafego nos ramais.

Mazinho Rogerio
Fotos Aureo Neto


Durante visita realizada a Guajará, nesta quinta-feira, 20, o governador Omar Aziz se reuniu com representantes dos produtores rurais do município para discutir melhorias para as comunidades rurais. Na reunião Omar Aziz ouviu atentamente as solicitações dos trabalhadores rurais e garantiu a liberação de recursos para melhorar as condições de trafego nos ramais.

Foi uma reunião muito rápida. Devido à necessidade de retornar a Manaus, o governador conversou durante pouco mais de 15 minutos com as lideranças agrícolas de Guajará. Mas, o tempo foi suficiente para que o governador ficasse sensibilizado com as solicitações dos produtores que falaram das dificuldades de acesso às comunidades para o escoamento da produção.

De imediato, Omar Aziz garantiu a liberação de R$ 1 milhão para que a prefeitura possa recuperar todos os ramais e ainda anunciou a compra de dois caminhões para fazer o transporte dos produtos. O governado que está assumindo interinamente o governo do Estado do Amazonas, após o afastamento de Eduardo Braga, se comprometeu ainda em exigir mais agilidade na execução do Programa Luz para todos para atender as comunidades que ainda não têm energia elétrica.

“Vamos garantir também a presença aqui do IPAAM e do IDAM para que possamos atender algumas necessidades dos produtores, na assistência técnica e na liberação de licenças para que possam trabalhar” – disse Aziz.

Os produtores saíram da reunião com a esperança de em poucos dias terem mais facilidades de acesso as comunidades. O agricultor Iran Lucas que mora no ramal do Gama saiu na certeza que sua comunidade será contemplada com os convênios anunciados pelo governador. “Temos certeza que com a sensibilidade que demonstrou o governador, teremos uma melhor assistência a partir de agora” – credita o agricultor.


Cruzeiro do Sul atinge melhor cobertura vacinal contra H1N1 no Acre


Mesmo se tratando de uma região de floresta onde muitas comunidades são de difícil acesso, o município de Cruzeiro do Sul supera a meta da campanha de vacinação contra H1N1 e vai representar o Acre em um encontro promovido pelo Ministério da Saúde.


Mesmo se tratando de uma região de floresta onde muitas comunidades são de difícil acesso, o município de Cruzeiro do Sul supera a meta da campanha de vacinação contra H1N1 e vai representar o Acre em um encontro promovido pelo Ministério da Saúde.

Segundo a coordenadora do Programa Nacional de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Janaína Negreiros, mais de 35 mil pessoas foram vacinadas até agora. Ela enfatiza que Cruzeiro do Sul, a exemplo do restante do Brasil, teve dificuldades no início da campanha com a baixa adesão à vacina, foi quando o município decidiu unir forças para atingir a meta.

Os profissionais de saúde foram distribuídos pelas ruas fazendo busca ativa das pessoas com a idade prevista para cada etapa da campanha. Enquanto isso, o prefeito Vagner Sales, pediu que toda uma logística fosse montada para que as equipes de vacinadores, chegassem aos locais mais isolados dos rios e ramais espalhados por toda área dos quase 8 mil quilômetros quadrados, que compreende o território do município. Janaína Negreiros lembra o envolvimento e o empenho dos profissionais de saúde, a colaboração da população e o apoio da Prefeitura para o êxito do trabalho.

Com os números positivos, a secretária de Saúde, Léia Oliveira e a coordenadora do PNI, Janaína Negreiros, foram escolhidas pela Coordenação Estadual de Imunização a pedido do Ministério da Saúde, para participar de um encontro em Gramado (RS) onde os dez estados brasileiros com maior cobertura vacinal, estarão sendo homenageados pelo Ministério da Saúde.

A secretária, Léia Oliveira, diz que participar do encontro é um reconhecimento pelo esforço que o município tem, para efetivar as ações de saúde, o que representa melhores dias para população de Cruzeiro do Sul.

Servidores de Mâncio Lima não vão participar de festividades do aniversário do município se Prefeitura não reajustar salários


Dezenas de servidores suspenderam as atividades por um dia e foram as ruas em Mâncio lima, na última sexta, 21, em uma manifestação que teve como objetivo pressionar a Prefeitura a fornecer aumento salarial para os servidores de todas as secretarias.


Dezenas de servidores suspenderam as atividades por um dia e foram as ruas em Mâncio lima, na última sexta, 21, em uma manifestação que teve como objetivo pressionar a Prefeitura a fornecer aumento salarial para os servidores de todas as secretarias.

O funcionalismo exige a reposição de perdas salariais referentes ao reajuste do salário mínimo e ameaçam não participara das festividades em comemoração ao aniversário da cidade, neste dia 30 de maio, se não
A manifestação foi realizada em frente à Câmara Municipal.

A principal avenida da cidade foi fechada para o trafego de veículos e os lideres sindicais da cidade fizeram utilizaram carros de som para expor as propostas dos trabalhadores. O presidente do sindicato dos servidores municipais de Mâncio Lima, Josimar Araujo explicou que, “O que está sendo reivindicado é a reposição de perdas salariais referente ao reajuste do salário mínimo”.

O presidente do sindicato afirmou ainda que, por enquanto não existe a possibilidade de greve, mas garantiu que os servidores estão dispostos a não participarem das atividades em comemoração ao aniversário da cidade que serão realizaras esta semana, caso a prefeitura não conceda o reajuste. “Foi decido aqui e todos os servidores acataram que não iremos participar das atividades e esperamos que o Poder Executivo volte a dialogar com os servidores para que possamos ter nossos objetivos alcançados” – disse Josimar Araújo.

O prefeito Cledson Rocha acha que a manifestação foi precipitada já que segundo ele a prefeitura vinha mantendo um diálogo com os servidores. “Em nenhum momento a Prefeitura deixou de dialogar com o sindicato e essa negociação estava ocorrendo. Foi o próprio sindicato quem estrangulou o processo de negociação” – afirmou Cledson.

O prefeito disse ainda que a prefeitura se propõe em fazer um levantamento da real situação salarial do município para ver a possibilidade de conceder o reajuste salarial aos servidores, mas adiantou que o município está no limite de Lei de Responsabilidade Fiscal. “O sindicato sugere que seja feita a redução da folha de pagamento para que se possa reajustar salários, mas, quero dizer que nós não vamos demitir servidores para conceder aumento salarial” – garantiu.

Show de humor e dança atrai grande público em Cruzeiro do Sul


Na noite de sábado, (15), no Teatro dos Nauás foi realizado um show de humor e dança. Sete grupos de danças, humoristas e cantores da região participaram do evento. Mais de 350 pessoas foram assistir as apresentações.


Na noite de sábado, (15), no Teatro dos Nauás foi realizado um show de humor e dança. Sete grupos de danças, humoristas e cantores da região participaram do evento. Mais de 350 pessoas foram assistir as apresentações.

O evento foi realizado pela Equipe Show, um grupo formado pelo terceiro ano do período noturno da Escola de Ensino Médio, Professor Flodoardo Cabral, que tem por intuito arrecadar fundos para a formatura. O show de humor ficou por conta do Veio Zuza, Pachoca e Froxinilda, além dos sete grupos de dança. O evento contou com a participação especial dos cantores Jhon Veiga, Marla e Madson.

Segundo o presidente da Equipe Show, Neto Damasceno, realizar o evento foi deu muito trabalho, mas o resultado foi positivo. “Foi muito trabalhoso, mas é para uma boa causa. Esse dinheiro vai servir para nossa formatura”.

Esse foi o primeiro evento realizado pela equipe. “Nós estamos querendo fazer outros eventos, provavelmente no mês de junho ou julho estaremos com outro show para todos conferirem” – conclui o presidente da equipe.

Kattiúcia Silveira