quarta-feira, 2 de junho de 2010

Caravana da Integração visita construção de moderna instituição educativa em Pucalpa


A caravana da Integração visitou em Pucallpa a instituição educativa Rota Forte, localizada no assentamento humano La Paz de Rota Forte, zona sul de Pucalpa, onde o governo Regional de Ucayali investe na melhoria da qualidade do ensino construindo uma grande e moderna estrutura educacional para alunos do ensino primário e secundário.


Elson Costa, de Pucalpa

A caravana da Integração visitou em Pucallpa a instituição educativa Rota Forte, localizada no assentamento humano La Paz de Rota Forte, zona sul de Pucalpa, onde o governo Regional de Ucayali investe na melhoria da qualidade do ensino construindo uma grande e moderna estrutura educacional para alunos do ensino primário e secundário.

O governador Jorge Portocarrero convidou os estudantes e o deputado Edvaldo Magalhães para visitar a instituição que está com suas obras em fase final e em breve será entregue a comunidade que estudava em escolas precárias e agora vão receber um complexo estudantil com todo conforto para melhorar o nível do ensino.

A instituição oferece amplas salas de aula, laboratórios de Física, Química, laboratório de informática com 30 computadores, anfiteatro, quadra de esportes, campo de futebol com medidas olímpicas, para atender os alunos pobres da periferia da cidade que também vão ter refeições e boa alimentação.

“Estamos concluindo, mas uma obra de grande qualidade para atender nossos alunos do ensino primário e secundário. É uma instituição onde os estudantes pobres vão ter toda a estrutura que uma boa escola precisa. Nosso governo investe na melhoria da qualidade de vida da nossa população e a educação é uma das prioridades de nossa administração”, disse o governador.

Reitores da UNU e UFAC assinam convênios que garantem cooperação institucional e vagas para universitários

Vale do Juruá ganha 8 vagas para o curso de Medicina na UNU

A solenidade de assinatura dos convênios de cooperação institucional pela Universidade Federal do Acre (Ufac) e a Universidad Nacional de Ucayali (UNU) foi a primeira atividade do segundo dia dos acadêmicos e professores cruzeirenses em Pucalpa, nesta manhã de terça-feira (01). O auditório da UNU estava completamente lotado de estudantes dos dois países.

Muitas autoridades peruanas – presidente do Governo de Ucayali, advogado Jorge Velasques Portocarrero, o reitor da UNU, Edgar Dias Zuniga, vice-reitor, contra-almirante, Francisco Calixto , comandante da 4ª zona naval de Ucayali, Dr. Oscar Ramirez, representante Ministeral Provincial de Coronel Portillo, Dr. Edwin Escurra, presidente da Comissão Organizadora da Universidade Nacional Intercultural da Amazônia peruana, reitor da UNU, engenheiro Edgar Dias Zuniga, reitor da UNU, engenheiro. Roly Baldocca Astete, vice reitor da UNU – e o vice-reitor da Ufac, prof. Dr. Pascoal Muniz, além dos alunos da caravana da integração e peruanos. O hino nacional dos Peru e do Brasil foi cantado no iniciou da solenidade, momentos de muita emoção. Viva o Peru, Viva o Brasil, foi a forte saudação.

Os reitores das universidades assinaram convênios que vão permitir a cooperação institucional entre as duas instituições de ensino superior, para promover o desenvolvimento permanente em todas as áreas do conhecimento, formação de profissionais de alto nível acadêmico, intercâmbio de estudantes, pesquisas de conhecimento, Pós-Graduação e Mestrado e também garantir vagas nas universidades para estudantes brasileiros e peruanos.

O convênio assinado vai permitir 8 brasileiros que serão escolhidos dos municípios do Juruá possam fazer o curso de medicina em Pucalpa, além de vagas em engenharia e informática.

O magnífico reitor da Universidad Nacional de Ucayali, Dr. Edwin ., presidiu a solenidade de assinatura dos convênios entre as duas universidades e destacou a importância da integração para os dois países que são amigos de longas datas, afirmando que no mês de agosto, com apoio do governador Jorge Portocarrero devolverá a gentileza trazendo os estudantes de Pucalpa para conhecer os Campus de Cruzeiro do Sul e de Rio Branco.

“ Entendemos que a integração não deveria ser apenas comercial, geográfica, política e empresarial, mas também na área cultural, científica e acadêmica. É um intercâmbio importante e um prazer estar recebendo a numerosa delegação de estudantes do Acre. Me sinto como um estudante. Para nós é uma satisfação porque queremos fortalecer a pesquisa tecnológica, graduação e pós-graduação. Nossos países tem uma grande identificação e destinos iguais, portanto, entendemos que a integração é um momento muito importante”, disse

O vice-reitor da Ufac, prof. Dr. Pascoal Muniz, enfatizou em seu pronunciamento a importância da assinatura dos convênios, saudando os estudantes brasileiros e peruanos que estavam presentes no evento, afirmando que além da emoção e da honra, estava assumindo a parceria com muita responsabilidade.

“ Estamos lutando pela construção da “carretera”, mas o intercâmbio cultural é que vai coroar esta integração desejada, porque precisamos formar profissionais que possam desenvolver o pais, mas também proteger a natureza e a biodiversidade da Amazônia. O governo acreano já trabalha nesse sentido, e a cooperação entre os dois países pode trazer mais qualidade de vida à população. Agradeço ao reitor da UNU e sua equipe pelo apoio, atenção e a forma calorosa que atendido a nossa delegação”, disse.

Pascoal Muniz salientou, no entanto, que os jovens brasileiros que estão se preparando para concorrer ao vestibular não precisam se preocupar porque as vagas que serão abertas pela Ufac aos irmãos peruanos não vão diminuir as vagas que são disponibilizadas a cada ano para os acreanos e que as 8 vagas para o curso de Medicina oferecidos pela UNU serão disponibilizados para cada um dos municípios do Vale do Juruá. A forma de escolha será pelas notas do Enem.

“ Quero agradecer de coração ao deputado Edvaldo Magalhães, que tem se empenhado para que a integração seja realmente efetivada, pois sem o seu apoio não seria possível que estes alunos estivessem presentes neste momento, sendo necessário reconhecer este importante trabalho da Assembleia Legislativa e do Governo do Estado do Acre”, finalizou.

Governador Jorge Portocarrero enfatiza participação do deputado Edvaldo Magalhães no processo da integração

O presidente do Departamento de Ucayali, governador Jorge Porto Carrero, destacou que a assinatura dos convênios entre as universidades é um dos momentos mais importantes para a tão sonhada integração entre o Brasil e Peru, através do Acre.

“ Nesta reunião estamos dando o primeiro grande passo para a tão sonhada integração que agora vai levar alunos e professores de um país ao outro. O esforço do governador Binho Marques e do governo de Ucayali com esta iniciativa de apoiar as universidades para difundir a defesa da Amazônia”, disse.

Portocarrero enfatizou que o primeiro contato com o presidente Lula aconteceu em Belém, no mês de dezembro de 2007 e antes disso não havia integração.

“ Agora estamos dando um grande passo desta integração, que vai permitir que nossos povos sejam mais amigos. É preciso destaca e lembrar que o deputado Edvaldo Magalhães tem sido o grande incentivador para que a integração seja uma realidade. Ele não mede esforços e sonha junto comigo em melhorar a vida da população, pois 120 quilômetros de carretera é a distância que nos separa. Ele não está presente, por motivo de trabalhos no Brasl, mas não podemos esquecer o importante papel que tem desempenhado para que este momento esteja acontecendo ”, lembrou.

O governador de Ucayli lembra que os presidentes Alan Garcia e Lula, em dezembro do ano passado, firmaram o compromisso de construir a “carretera” de Pucalpa à Cruzeiro do Sul, destacando que a primeira parte tornando estado de emergência toda a área peruana onde vai ser construída a estrada.

“ O presidente Lula não concorda que o povo de Cruzeiro do Sul tenha que compara verduras e frutas há mais de 5 mil quilômetros. Com a carretera pronta isto vai acabar”finalizou.

Uma visita as instalaçoes da fábrica de Cerveza San Juan e ao parquue natural de Pucalpa encerrou as atividades.

Estudantes e professores elogiam iniciativa do intercâmbio


Andressa Oliveira, estudante do 3º ano de Pedagogia da UNU

“ Vim para o Peru como missionária da Assembleia de Deus. Estudei dois anos do colegial e em seguida consegui entrar na universidade. Estamos passando por problemas no curso, pois não estou conseguindo recursos para me manter. Para mim o ensino em Pucalpa é de muita qualidade, isso depende do aluno. Se ele quiser ele estuda bem em qualquer lugar, mas aqui ainda se mantêm coisas como o uniforme, os alunos precisam estar uniformizados na escola, aprendi o espanhol em 3 meses por necessidade e entendo que no início não é fácil pois temos que nos adaptar. Digo para os que estão iniciando que a gente aos poucos vai se acostumando. Eu mesmo pensei em desistir, mas com fé a gente vence todas as dificuldades”.

Erick Lopez, estudante do 4º ano de Direito da UNU.

“ Para mim é muito importante a oportunidade deste intercâmbio entre a Ufac e a UNU. Vamos ter a oportunidade de trocar informações e estamos muito orgulhosos. Estou cursando direito, tenho identificação com o Brasil, pois morei quatro anos no Acre, dois em Cruzeiro do Sul. Tenho uma noiva em Rio Branco e estou querendo terminar meus estudos na Ufac e quero voltar para onde está minha noiva”, disse.

Moacir Negreiros – 3º ano de Jornalismo da Ufac, Campus Floresta

“ Uma viagem de muita importância para os estudantes brasileiros e peruanos. A expectativa é que esse intercâmbio inicia o mais rápido possível, porque a troca de informações será muito benéfica e pude perceber a dedicação dos alunos e que a educação tem prioridade”, disse Moacir.

“ Com certeza é uma grande iniciativa do deputado Edvaldo Magalhães que beneficiará a classe universitária que poderá ter a oportunidade de fazer um curso de nível superior em outro país. Estamos gostando muito do início da viagem, queremos aproveitar o máximo, conhecer os colegas peruanos. O que me chamou atenção foi a recepção dos peruanos e penso que eles também vão adorar conhecer o nosso Estado.

Professor Reginaldo, curso de Ciências Biológicas

“ Os resultados não poderiam ser melhores, apesar de toda a correria e acordar muito cedo os alunos estão aproveitando ao máximo. O primeiro dia foi uma grande confraternização, observei que eles estão trocando informações sobre a estrutura das universidades e agora esperamos a assinatura dos convênios que é a meta maior. Estamos sendo muito bem recebidos pelo peruanos que tem dado uma atenção muito grande para não faltar nada para os visitantes. Percebi que a estrutura do campus da Universidad Nacional de Ucayali é gigantesca e tem muitas especialidades. Os peruanos estão de parabéns”, disse.

Fotos







Ciretran leva educação para o trânsito às escolas da BR-364


A reabertura da BR-364 e o conseqüente aumento do número de veículos trafegando é potencialmente perigoso para o aumento do número de acidentes ao longo do Projeto Santa Luzia, que é intensamente habitado e também na AC-405 que liga Rodrigues Alves a Cruzeiro do Sul.


Programa de educação para o trânsito chegou a 169 escolas em dois anos meio

Flaviano Schneider

A reabertura da BR-364 e o conseqüente aumento do número de veículos trafegando é potencialmente perigoso para o aumento do número de acidentes ao longo do Projeto Santa Luzia, que é intensamente habitado e também na AC-405 que liga Rodrigues Alves a Cruzeiro do Sul.

A 1ª CIRETRAN de Cruzeiro do Sul procura diminuir o impacto da reabertura da rodovia, principalmente sobre seus habitantes mais jovens e também menos experientes em relação à violência do trânsito. Como fez no ano passado, este ano está apresentando palestras educativas nas escolas ao longo da BR-367 e AC-405. Iniciando pela AC-405, os agentes educadores já visitaram 08 escolas na saída de Cruzeiro do Sul, passando por Santa Rosa e São Pedro.

Nesta e na próxima semana serão atendidas as escolas ao longo do Projeto Santa Luzia, inclusive as aldeias indígenas. Trabalham nas jornadas educativas uma equipe de 05 agentes socioeducadores e dois agentes de trânsito.

A ação ora desempenhada faz parte do Programa de Educação no Trânsito que o órgão executa todos os anos procurando atingir todas as escolas do município Nos últimos 02 anos e 05 meses 169 escolas foram alcançadas e 50.959 alunos foram alertados sobre os perigos do trânsito, especialmente quando os motoristas não são conscientes.

Paralelamente ao trabalho com as escolas, a Ciretran também trabalha com grupos específicos da população como motoristas de táxi e mototaxistas, idosos etc. Neste ano motoristas da Gerência de Endemias motoristas ligados à Aeronáutica, já participaram das atividades educativas e o próximo grupo será o de motoristas de transporte escolar.
Segundo o Gerente da 1ª Ciretran Valdeci Dantas o que norteia a Ciretran é a busca primeiro da conscientização e da orientação,não abrindo mão da fiscalização.

Valdeci manifesta sua esperança de que no futuro o trânsito será melhor com mais conscientização dos motoristas. As crianças de hoje estão se acostumando a ver o que é certo e o que é errado e levam esse conhecimento até suas famílias. Através de um pequeno livreto, o ‘Mini-Multa’ as crianças aprendem que está errado não usar o cinto de segurança, dirigir usando celular, passar no sinal vermelho, estacionar em cima da calçada, etc.


Núcleo de apoio a saúde da família realiza ação no bairro João Alves


Na manhã desta segunda-feira, 31, agentes do posto João Braz no bairro João Alves realizaram uma ação integrada com o Núcleo de Apoio a Saúde da família - NASF. A ação é voltada para idosos que sofrem de diabetes, hipertensão e problemas de memória.


Na manhã desta segunda-feira, 31, agentes do posto João Braz no bairro João Alves realizaram uma ação integrada com o Núcleo de Apoio a Saúde da família - NASF. A ação é voltada para idosos que sofrem de diabetes, hipertensão e problemas de memória.
A ação integrou os agentes do posto e especialistas como fisioterapeuta, fonoaudióloga, psicólogo e um educador físico. Na manhã foram realizadas atividades físicas como alongamento e relaxamento para incentivar atividades físicas para os idosos.
A fonoaudióloga, Giselly Brito, falou sobre a importância da ação no posto. “A importância dessa ação é integrar as ações do posto com os novos funcionários, pois é necessário ter essa parceria, já que os agentes comunitários são a porta de entrada do posto”.

As ações são realizadas todas as segundas-feiras no posto João Braz no bairro João Alves.

Prefeitura de Cruzeiro do Sul recebe mudas de bananeiras da Embrapa


Das 10 mil mudas de bananeiras com melhoramento genético enviadas pela Embrapa para a Região do Vale do Juruá, 5 mil serão distribuídas para os produtores rurais de Cruzeiro Sul.



Das 10 mil mudas de bananeiras com melhoramento genético enviadas pela Embrapa para a Região do Vale do Juruá, 5 mil serão distribuídas para os produtores rurais de Cruzeiro Sul.

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuária) realizou oficialmente a entrega das mudas de bananas desenvolvidas em laboratório, para as prefeituras da Região do Vale do Juruá. A fruta com melhoramento genético promete resistência a sigatokanegra, praga que está matando os bananais e já reduziu significativamente a produção da banana em Cruzeiro do Sul.

Para toda região do Vale do Juruá a Embrapa disponibilizou 10 mil mudas, através de recursos de emendas parlamentares dos deputados federais, Henrique Afonso e Fernando Melo. A Secretaria Municipal de Agricultura já iniciou a distribuição das mudas para os produtores da BR-364 e alguns do Rio Juruá que já procederam ao plantio. Cerca de 1200 mudas foram distribuídas mais cedo para desocupar o viveiro. As mudas de banana do tipo prata e maçã foram desenvolvidas no laboratório da Embrapa, e são resistentes a sigatokanegra segundo experimentos realizados por alguns produtores.

A Secretaria Municipal de Agricultura de Cruzeiro do Sul está disponibilizando técnicos para orientar os produtores, a respeito do plantio das mudas de banana e a preparação das áreas. Segundo o secretário de Agricultura, Erni Dombrowiski, as entregas terão continuidade nas comunidades ribeirinhas do Rio Juruá que produzem a maior parte da banana que abastece o mercado de Cruzeiro do Sul.

Segundo, Judson Valentin, chefe da Embrapa ainda não existem bananas compridas resistentes a praga e anunciou a entrega de dez kits em Cruzeiro do Sul, com equipamentos e fungicidas para utilizar em unidades demonstrativas de controle da sigatokanegra. “Então essa é uma parceria que mostra que quando se trabalha junto, Governo Federal, Estado e Prefeitura a gente pode tornar o trabalho muito eficiente para ajudar os produtores”, explica Judson Valentin.

O prefeito Vagner Sales diz que uma de suas prioridades é a valorização do homem do campo e o incentivo a produção, por isso, não abre mão das parcerias principalmente com um órgão de pesquisas como a Embrapa.